Trânsito

IPVA agora pode ser pago em até 12x no cartão de crédito em Goiás

Parcelamento do IPVA, Licenciamento, Seguro DPVAT e multas já podem ser realizados pelos proprietários de veículos registrados no Estado.
03/01/2019, 12h00

O uso do parcelamento dos débitos do imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA), licenciamento, Seguro DPVAT e multas já podem ser realizados pelos proprietários de veículos registrados em Goiás. Todos os débitos podem ser parcelados em até 12x no cartão de crédito.

Os débitos podem ser consultados pelo site do Detran Goiás. O parcelamento é válido para veículos licenciados no Estado e multas aplicadas por órgãos autuadores que autorizam o parcelamento ou arrecadação por meio de cartões de crédito ou débito.

Conforme a diretoria técnica do Detran, o serviço tem objetivo de ajudar os proprietários de veículos.  Com a aprovação e efetivação do parcelamento, a emissão do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) é liberada.

IPVA e outros débitos de veículos podem ser quitados com mais de um cartão de crédito

As parcelas podem ser pagas com um ou mais cartões de crédito que possuam limite suficiente para pagar os débitos. Caso o usuário não tenha limite ou cartão, ele pode recorrer a familiares ou amigos que compareçam a unidade de atendimento da ZAPAY, Parcele Tudo ou da Parcele na Hora (empresas credenciadas), localizadas nos guichês na sede do Detran, na Cidade Jardim, em Goiânia.

O parcelamento é feito diretamente pela operadora de cartão, que repassa o valor total para o recebedor, cobrando do devedor via fatura do cartão ou débito em conta. Os encargos e eventuais diferenças de valores a serem cobrados devido ao parcelamento ficam a cargo do titular do cartão de crédito.

Para o empresário Danilo Roossivelt,  a opção de pagar pelo cartão de crédito é uma boa oportunidade. ” Eu acho que tem que ter praticidade, que é algo essencial nos dias de hoje. Para quem trabalha com cartão, essa forma de pagamento é muito interessante”, explica.

Já o o servidor público Paulo Roberto Pelágio, diz que prefere pagar parcelado no boleto em até 3X, como já é feito.” Nao gosto de comprometer o crédito que tenho no cartão, pois ele é baixo. E também não me interessa, caso tenha juros”, pontua.

Imagens: Agenda Capital 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.