Esportes

Em duelo eletrizante, Suíça vence Alemanha e Federer é bicampeão da Copa Hopman

05/01/2019, 11h28

Em um duelo eletrizante, decidido somente no último ponto, a Suíça derrotou a Alemanha mais uma vez e se sagrou bicampeã da Copa Hopman, novamente sob o comando de Roger Federer, em Perth, na Austrália. O recordista de títulos de Grand Slam jogou ao lado de Belinda Bencic para superar Alexander Zverev e Angelique Kerber por 2 a 1 na série, com a vitória decisiva somente no jogo de duplas mistas.

No jogo decidido no ponto final, em que as duas equipes tinham o match point ao mesmo tempo, os suíços venceram por 2 sets a 1, com parciais de 4/0, 1/4 a 4/3 (5/4). Apesar do caráter de exibição da competição, que é reconhecida pela Federação Internacional de Tênis, mas não vale ponto nos rankings, a partida decisiva foi marcada pelo alto nível em quadra.

A partida de duplas mistas começou morna, com erros dos alemães favorecendo os suíços, que venceram a parcial sem ceder um game sequer. Mesmo jogando um pouco melhor, a Suíça desperdiçou oportunidades e cedeu o empate na segunda parcial. No tie-break, que termina no quinto ponto, os quatro jogadores elevaram o nível e protagonizaram grandes pontos, até que a Suíça fechou o jogo numa disputa na rede.

Os destaques do duelo foram Federer, que precisou compensar as oscilações de Bencic na segunda parcial, e Kerber. A atual número dois do mundo deu trabalho no fundo de quadra e protagonizou grandes duelos com o suíço. Zverev se destacou na rede, embora mais irregular no fundo de quadra.

A final da Copa Hopman seguiu o mesmo roteiro da sua última edição. Federer abriu o confronto com vantagem para a Suíça. Com uma atuação consistente, venceu o rival alemão em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/2. Na sequência, Kerber empatou a série ao superar Bencic por 6/4 e 7/6 (8/6), num disputado tie-break.

A definição, então, foi para o jogo de duplas mistas, novamente com triunfo dos suíços, assim como aconteceu em 2018. A final foi acompanhada por 14.032 torcedores.

Foi o terceiro título de Federer na competição. Em 2001, formou dupla com Martina Hingis, hoje aposentada. E foi ainda o quarto troféu da Suíça, campeã também em 1992, com Jakob Hlasek e Manuela Maleeva-Fragniere.

A Copa Hopman é disputada desde 1989, na Austrália. E costuma ser utilizada pelos tenistas como início de temporada e preparação para o Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam do ano. Desta vez, a competição terá início no dia 14, em Melbourne.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.