Esportes

Em duelo eletrizante, Suíça vence Alemanha e Federer é bicampeão da Copa Hopman

05/01/2019, 11h28

Em um duelo eletrizante, decidido somente no último ponto, a Suíça derrotou a Alemanha mais uma vez e se sagrou bicampeã da Copa Hopman, novamente sob o comando de Roger Federer, em Perth, na Austrália. O recordista de títulos de Grand Slam jogou ao lado de Belinda Bencic para superar Alexander Zverev e Angelique Kerber por 2 a 1 na série, com a vitória decisiva somente no jogo de duplas mistas.

No jogo decidido no ponto final, em que as duas equipes tinham o match point ao mesmo tempo, os suíços venceram por 2 sets a 1, com parciais de 4/0, 1/4 a 4/3 (5/4). Apesar do caráter de exibição da competição, que é reconhecida pela Federação Internacional de Tênis, mas não vale ponto nos rankings, a partida decisiva foi marcada pelo alto nível em quadra.

A partida de duplas mistas começou morna, com erros dos alemães favorecendo os suíços, que venceram a parcial sem ceder um game sequer. Mesmo jogando um pouco melhor, a Suíça desperdiçou oportunidades e cedeu o empate na segunda parcial. No tie-break, que termina no quinto ponto, os quatro jogadores elevaram o nível e protagonizaram grandes pontos, até que a Suíça fechou o jogo numa disputa na rede.

Os destaques do duelo foram Federer, que precisou compensar as oscilações de Bencic na segunda parcial, e Kerber. A atual número dois do mundo deu trabalho no fundo de quadra e protagonizou grandes duelos com o suíço. Zverev se destacou na rede, embora mais irregular no fundo de quadra.

A final da Copa Hopman seguiu o mesmo roteiro da sua última edição. Federer abriu o confronto com vantagem para a Suíça. Com uma atuação consistente, venceu o rival alemão em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/2. Na sequência, Kerber empatou a série ao superar Bencic por 6/4 e 7/6 (8/6), num disputado tie-break.

A definição, então, foi para o jogo de duplas mistas, novamente com triunfo dos suíços, assim como aconteceu em 2018. A final foi acompanhada por 14.032 torcedores.

Foi o terceiro título de Federer na competição. Em 2001, formou dupla com Martina Hingis, hoje aposentada. E foi ainda o quarto troféu da Suíça, campeã também em 1992, com Jakob Hlasek e Manuela Maleeva-Fragniere.

A Copa Hopman é disputada desde 1989, na Austrália. E costuma ser utilizada pelos tenistas como início de temporada e preparação para o Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam do ano. Desta vez, a competição terá início no dia 14, em Melbourne.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Em vídeo, homem reivindica autoria dos abusos sexuais da seita de Caiapônia

O homem se identifica como o suposto verdadeiro abusador das três crianças, e diz que havia um plano para incriminar o líder da seita de Caiapônia.

Por Ton Paulo
05/01/2019, 12h42

Um vídeo obtido com exclusividade pela reportagem do Dia Online, na manhã deste sábado (5/1), mostra um homem reivindicando para si a autoria dos abusos sexuais cometidos contra duas crianças de 7 e 10 anos e uma adolescente de 13, em um assentamento sem-terra às margens da GO-221, em Caiapônia. O homem, que não se identifica nominalmente mas revela ser o esposo de Noêmia Cândida de Jesus, que foi presa na Operação Anjo da Guarda 2 na última sexta-feira (4/1), diz ter sido ele o abusador das crianças e não o líder da seita, Nilson Alves de Souza, que também foi preso na operação como o principal suspeito dos abusos.

O vídeo, cujo cenário aparenta ser no mesmo assentamento onde os abusos ocorreram, parece ter sido gravado antes do cumprimento dos mandados de prisão, uma vez que o homem começa cumprimentando a mulher ao seu lado como Noêmia, sua esposa. O homem, então, narra supostos abusos praticados por ele contra as netas de Noêmia em sua ausência. Ele ainda diz que a mãe das crianças, a qual ele se refere como Angelina, sabia dos abusos praticados por ele, uma vez que uma das crianças havia contado, mas que denunciou Nilson e a própria mãe à polícia, e não a ele, por vingança pessoal e por ele saber “segredos” dela.

Ao longo do vídeo, o homem narra detalhadamente onde e como, supostamente, ele teria abusado das netas da esposa. Ele ainda diz que Noêmia, sua esposa, e Nilson, o líder da seita foram “acusados injustamente” por Angelina, e que eles seriam “inocentes”.

Em um determinado momento do vídeo, o homem conta que chegou a ser procurado por Angelina, filha de Noêmia e mãe das crianças, que pediu ajuda para elaborar um plano para acusar Nilson e a própria mãe.

Nossa reportagem encaminhou o vídeo, recebido em primeira mão, para a Polícia Civil, e aguarda um posicionamento sobre a veracidade dele.

Assista abaixo o vídeo em que o homem faz as declarações:

Líder de seita de Caiapônia foi preso na última sexta-feira, acusado de ter abusado de três menores

O líder da seita de Caiapônia, Nilson Alves de Souza foi preso na manhã desta sexta-feira (4/1), acusado de estuprar crianças num acampamento sem-terra localizado às margens da Go-221, em Caiapônia, a 330 quilômetros de Goiânia. A prisão foi realizada na Operação Anjo da Guarda 2, deflagrada pela Polícia Civil de Goiás. De acordo com a polícia, foi presa também uma mulher e avó das crianças, que as levava para participarem dos rituais e serem abusadas sexualmente.

De acordo com informações da assessoria da Polícia Civil, a prisão ocorreu hoje por volta das 7h, num acampamento sem-terra às margens da Go-221, que liga Caiapônia ao município de Palestina de Goiás. Os mandados de prisão, expedidos na Operação Anjo da Guarda 2, foram cumpridos contra Nilson Alves de Souza, de 42 anos, e Noêmia Cândida de Jesus, de 48. Nilson seria o líder da seita de magia negra, enquanto Noêmia, atendendo aos pedidos de Nilson levava seus netos, duas crianças de 7 e 10 anos e uma adolescente de 13, para participarem dos rituais e serem estuprados pelo homem.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Suspeito de tentativa de feminicídio morre em confronto com a polícia, em Aparecida de Goiânia

Amarildo pulou o muro da casa da ex-esposa e atirou contra ela, porém não acertou nenhum dos disparos.
05/01/2019, 14h07

Um homem, de 54 anos, suspeito de tentar matar a ex-esposa no Jardim Pampulha, em Aparecida de Goiânia, morreu durante um confronto com a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) após a tentativa de feminicídio, na madrugada deste sábado (5/1).

O plantão do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia confirmou o caso ao Portal Dia Online. De acordo com as informações da polícia, o suspeito da tentativa de feminicídio foi identificado como Amarildo Rosa de Oliveira, de 54 anos.

A polícia afirmou que Amarildo invadiu na madrugada deste sábado a casa da ex-esposa, que não teve o nome divulgado, e efetuou disparos de arma de fogo na tentativa de ceifar a vida da ex. Conforme as informações repassadas, o suspeito errou os tiros e fugiu da residência em seguida.

Suspeito da tentativa de feminicídio foi encontrado e trocou  tiros com a polícia

Após o registro da tentativa de feminicídio, a PM esteve na casa da ex-esposa de Amarildo. Os policiais iniciaram as buscas e encontraram Amarildo, que reagiu e atirou contra a equipe policial, que reagiu e alvejou o suspeito.

Conforme as informações da Polícia, o suspeito foi socorrido e levado para o Cais do Jardim Nova Era, em Aparecida de Goiânia, entretanto Amarildo não resistiu aos ferimentos e morreu. A arma utilizada por ele na tentativa de feminicídio contra a ex-esposa, um revólver calibre 38 foi apreendido pela polícia.

Na véspera de Natal uma adolescente de 14 anos foi morta a tiros pelo namorado, em Itumbiara

No dia 23 de dezembro de 2018, a adolescente Ana Beatriz Ferreira Bessa, de 14 anos, foi morta com um tiro na cabeça, em Itumbiara. O principal  suspeito do crime é o namorado da jovem, Thiago Lourenço, de 19 anos, conhecido como doidinho.

Segundo as informações de uma testemunha, ela ouviu o som do disparo e chamou a PM, que encontrou Ana Beatriz caída com um tiro na cabeça. A polícia chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu) que constatou a morte da jovem. Thiago é o principal suspeito do crime fugiu do local e segue foragido da polícia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Idosa é encontrada morta dentro de piscina, em Goiânia

Porteiro afirmou que idosa pulou a grade e entrou na piscina.
05/01/2019, 15h23

Uma idosa, de 74 anos, foi encontrada morta dentro de uma piscina, em um condomínio residencial na T-65, no Setor Bueno, em Goiânia, na manhã deste sábado (5/1).

A vítima foi identificada como Vera Lúcia Schmaltz, de 74 anos, pela Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) que esteve no local e isolou a área.

A PM afirmou ao Portal Dia Online que foi chamada pelo porteiro do prédio, que não teve o nome divulgado, e encontrou o corpo de Vera dentro da piscina, sem vida. Conforme as informações divulgadas pela polícia, o funcionário do prédio, afirmou que a área estava fechada e que a idosa pulou a grade que cercava a piscina e pulou na água.

Morte de idosa foi constatada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu)

Além da PM, quem também compareceu ao local para prestar os primeiros atendimentos médicos a idosa, foi o Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu). O médico perito Israel Gonzaga, que atendeu a ocorrência, constatou a morte da idosa.

A Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) também compareceu ao local e vai investigar as causas da morte de Vera. O corpo da idosa foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.

Segundo matéria veiculada pelo O Popular, a idosa residia no condomínio, sofria de depressão e tinha três filhos.

Outro afogamento registrado em Goiânia

Na última terça-feira 1 de janeiro de 2019, Izamar Átila Macena, de 31 anos morreu afogado após mergulhar no córrego anjinho. O Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) afirmou que o corpo da vítima foi encontrado depois de 10 minutos de buscas.

Conforme o CBMGO, o afogamento foi registrado por volta do meio-dia e meia, e um morador do bairro que passava no momento, viu Izamar mergulhar no córrego, mas estranhou a demora dele em voltar para superfície.

Via: O Popular 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Novos diretores da OAB e CASAG são empossados administrativamente

Diplomação dos eleitos está marcada para 15 de janeiro de 2019 no CEL da OAB.
05/01/2019, 17h19

Os vencedores das eleições do último dia 30 de novembro de 2018, para Ordem dos Advogados do Brasil Seção Goiás (OAB-GO), e da Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (CASAG), tomaram posse administrativa na última quinta-feira (3/1).

No dia 17 de dezembro de 2018, uma reunião marcou a posse da nova diretoria, de maneira simbólica, com a data do dia 3 de janeiro de 2019 marcada para que a nova direção da OAB-GO e da CASAG fossem empossada administrativamente.

A cerimônia que empossou a nova diretoria da OAB-GO e da CASAG, foi feita na sede da entidade no Estado. A Comissão Eleitoral que fez as eleições do último dia 30 de novembro de 2018, conduziu a cerimônia de posse da nova diretoria.

Lúcio Flávio foi reeleito presidente da OAB Goiás

A eleição confirmou o favoritismo de Lúcio Flávio de Paiva, que foi reeleito presidente da Ordem em Goiás. A chapa do presidente da OAB-GO “Pra Frente OAB”, obteve 55% dos votos válidos, cerca de 10.828 votos. Apesar da posse administrativa, os novos diretores vão ser diplomados no evento marcado para o dia 15 de janeiro de 2019 no CEL da OAB-GO.

Reeleito para mais três anos à frente da Ordem, Lúcio Flávio, agradeceu aos votos conquistados nas urnas e que o principal objetivo neste mandado é promover ações que melhorem a vida dos advogados e advogadas de todo Estado.

Presidente afirma que reeleição mostra que modelo de gestão adotado foi aprovado

Na reunião no dia 17 de dezembro de 2018, Lúcio Flávio afirmou à reportagem do Portal Dia Online que a atual gestão resgatou a Ordem, não apenas frente à advocacia, mas também perante a sociedade.

Após ser empossado administrativamente, o presidente da Ordem, afirmou que sua reeleição mostra a aprovação da sua gestão pela advocacia.

“Vamos seguir assim, com disposição para levar aos colegas outras melhorias no seu dia-a-dia, e seguir mais do que nunca, como a voz da sociedade civil”, destaca Lúcio Flávio.

Conheça os eleitos para o triênio 2019-2021 da OAB Goiás e da CASAG

Presidente: Lúcio Flávio de Paiva;

Vice-presidente: Thales Jayme;

Secretário-geral:  Jacó Coelho;

Tesoureiro: Roberto Serra da Silva Maia;

Secretária-geral adjunta: Delzira Menezes.

CASAG

Presidente: Rodolfo Otávio Pereira de Mota Oliveira;

Vice-presidente: David Soares da Costa;

Secretária-geral: Valéria Alves dos Reis Menezes;

Secretário-geral adjunto: Nadim Neme Neto;

Tesoureiro: Carlos Eduardo Ramos Jubé.

Via: CASAG 
Imagens: CASAG 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.