Goiás

Suspeito de tentativa de feminicídio morre em confronto com a polícia, em Aparecida de Goiânia

Amarildo pulou o muro da casa da ex-esposa e atirou contra ela, porém não acertou nenhum dos disparos.
05/01/2019, 14h07

Um homem, de 54 anos, suspeito de tentar matar a ex-esposa no Jardim Pampulha, em Aparecida de Goiânia, morreu durante um confronto com a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) após a tentativa de feminicídio, na madrugada deste sábado (5/1).

O plantão do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia confirmou o caso ao Portal Dia Online. De acordo com as informações da polícia, o suspeito da tentativa de feminicídio foi identificado como Amarildo Rosa de Oliveira, de 54 anos.

A polícia afirmou que Amarildo invadiu na madrugada deste sábado a casa da ex-esposa, que não teve o nome divulgado, e efetuou disparos de arma de fogo na tentativa de ceifar a vida da ex. Conforme as informações repassadas, o suspeito errou os tiros e fugiu da residência em seguida.

Suspeito da tentativa de feminicídio foi encontrado e trocou  tiros com a polícia

Após o registro da tentativa de feminicídio, a PM esteve na casa da ex-esposa de Amarildo. Os policiais iniciaram as buscas e encontraram Amarildo, que reagiu e atirou contra a equipe policial, que reagiu e alvejou o suspeito.

Conforme as informações da Polícia, o suspeito foi socorrido e levado para o Cais do Jardim Nova Era, em Aparecida de Goiânia, entretanto Amarildo não resistiu aos ferimentos e morreu. A arma utilizada por ele na tentativa de feminicídio contra a ex-esposa, um revólver calibre 38 foi apreendido pela polícia.

Na véspera de Natal uma adolescente de 14 anos foi morta a tiros pelo namorado, em Itumbiara

No dia 23 de dezembro de 2018, a adolescente Ana Beatriz Ferreira Bessa, de 14 anos, foi morta com um tiro na cabeça, em Itumbiara. O principal  suspeito do crime é o namorado da jovem, Thiago Lourenço, de 19 anos, conhecido como doidinho.

Segundo as informações de uma testemunha, ela ouviu o som do disparo e chamou a PM, que encontrou Ana Beatriz caída com um tiro na cabeça. A polícia chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu) que constatou a morte da jovem. Thiago é o principal suspeito do crime fugiu do local e segue foragido da polícia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.