Brasil

Aposta de Moro, investigações com auxílio de DNA crescem 28% no país

06/01/2019, 09h28

Israel de Oliveira Pacheco, de 30 anos, passou cerca de dez anos preso sob a acusação de roubo e estupro em Lajeado, no Rio Grande do Sul. Sustentou desde o primeiro dia a sua inocência, que só foi reconhecida em julgamento da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 18 de dezembro de 2018. O que convenceu os ministros foi um cruzamento feito por meio de um banco de perfis genéticos: o DNA encontrado em uma mancha de sangue na casa da vítima deu positivo para outro suspeito do caso, que já era investigado por outras duas acusações de estupro.

Casos como esse são cada vez mais numerosos por causa do cruzamento de materiais genéticos armazenados em bancos de DNA. Em um ano, o número de investigações policiais que utilizaram esses bancos cresceu 28,2%, passando de 436, em 2017, para 559, no ano passado.

No discurso de transmissão de cargo na semana passada, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, defendeu o Banco Nacional de Perfis Genéticos (BNPG) como uma das prioridades de sua gestão e disse que o instrumento, que considera determinante para a resolução de crimes e um inibidor da reincidência criminosa, “deixe de ser só uma miragem legal”. Moro terá o desafio de colocar em prática a expansão já pretendida por ministros dos governos Dilma Rousseff e Michel Temer.

A Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos foi criada em março de 2013 para manter, compartilhar e comparar DNAs com o objetivo de ajudar autoridades policiais de todo o País. Os perfis armazenados nos bancos são confrontados em busca de coincidências que permitam relacionar suspeitos a locais de crime ou diferentes locais de crime entre si. Os bancos de DNA têm caráter sigiloso e o acesso a eles é restrito e controlado.

Todos os DNAs coletados pelos laboratórios dos Estados brasileiros são enviados ao BNPG. Em novembro de 2017, o banco contava com 10.769 perfis genéticos. No mesmo mês de 2018, chegou a 18.080. Este crescimento de 67,8%, superior ao dos anos anteriores, deve-se em grande parte a um aumento superior a 100% no número de perfis de seis laboratórios do País.

Em 2018, o Ministério da Segurança Pública destinou R$ 22 milhões para o cadastramento de perfis genéticos de condenados, a aquisição de equipamentos para cinco laboratórios que ainda não estavam em pleno funcionamento, o cumprimento de auditorias externas, a instalação de novos computadores com alta capacidade de processamento(tecnicamente chamados de servidores), a realização da conferência anual da rede e reuniões bimestrais do comitê gestor.

A expectativa é de que em 2019 sejam direcionados ao menos R$ 20 milhões para os trabalhos. Para este ano, os esforços do comitê responsável pela rede de bancos de DNAs serão concentrados em três pilares: a modernização de laboratórios que ainda não estão prontos, a busca por desaparecidos e a solução de crimes sexuais. O País tem hoje 150 mil DNAs relativos a crimes sexuais nos laboratórios de perícia aguardando processamento por falta de insumo e pessoal.

Ampliação

A meta para 2019 é coletar o perfil genético de 70 mil condenados em todo o Brasil, segundo Ronaldo Carneiro, coordenador do comitê gestor e perito criminal do laboratório de genética forense do Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal. “A ideia é que cheguemos em um ponto tal em que todos os condenados por crimes hediondos e grave violência contra a pessoa tenham material genético coletado na entrada do presídio, o que já é feito nos federais.”

O perfil genético foi a garantia de liberdade para Israel Pacheco. “Espero que o caso sirva para que haja avanço e fortalecimento da polícia científica em busca de provas técnicas. Ele sempre negou a autoria do crime, mas acabou sendo condenado com base no reconhecimento da vítima, em que não houve respeito aos devidos procedimentos. É um alerta também para a necessidade de cautela nesses reconhecimentos”, disse o defensor público do Rio Grande do Sul Rafael Raphaelli, que atuou no caso. “Que bom que não temos pena de morte, né?”

Legalidade

Desde 2012, condenados por crimes cometidos com grave violência ou hediondos podem ser submetidos à identificação de perfil genético, cujas informações são armazenadas em banco de dados sigiloso, de acordo com o que passou a prever a Lei 12.654.

A obrigatoriedade de cessão do DNA, que o ministro Sérgio Moro já anunciou que pretende tentar expandir para todos os presos condenados por crimes dolosos violentos, é polêmica e alvo de questionamento quanto à constitucionalidade em recurso extraordinário que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF). O relator é o ministro Gilmar Mendes e não há data para julgamento, que deverá ter repercussão geral – ou seja, valer para todos os questionamentos similares.

Sustenta a Defensoria Pública de Minas, autora do recurso, que a lei fere o princípio constitucional que estabelece que ninguém é obrigado a produzir prova contra si mesmo. “Esse entendimento é consagrado na jurisprudências dos tribunais do País, e não é uma criação da constituição brasileira”, disse o defensor público de MG Flávio Lélles. No caso original, o órgão contesta o pedido do MP que queria submeter um preso à verificação.

Além do aspecto legal, há outras preocupações. “A polícia atua fora de controle, baseada no apelo popular, sem a devida atuação dos órgãos que deveriam vigiá-la, e vamos equipá-la com o instrumento mais rigoroso que existe? Plantar vestígios em cenas de crime é muito fácil”, disse o professor de Criminologia da Universidade de São Paulo (USP) Maurício Stegemann Dieter. “Estamos criando um banco de gente que vai fortalecer a reincidência como fator número 1.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Mais de uma tonelada de drogas é apreendida pela PM, em Chapadão do Céu

PM realizava abordagem de rotina, quando encontrou mais de uma tonelada de drogas em um caminhão, na madrugada de hoje (6/1).
06/01/2019, 14h42

Um caminhão que transportava mais de uma tonelada de drogas, foi apreendido pela Policia Militar, durante uma operação, na madrugada de hoje (6/1), na barreira de fiscalização rodoviária,  no município de Chapadão do Céu, localizado a 479 km de Goiânia. O motorista que foi abordado pela PM,  na GO 050, km 35,  não soube informar ao certo o caminho que iria seguir e demonstrou nervosismo ao responder às perguntas dos policiais.

Diante da situação, os policiais militares fizeram a abordagem veicular no caminhão e encontraram um fundo falso com 954 tabletes de maconha. Segundo informações do Comando de Policiamento Rodoviário da PM, Clayton dos Santos, que conduzia o veículo, alegou desconhecer a procedência da mercadoria.

O motorista contou a PM, que iria até a cidade de Patos de Minas/MG, para transportar soja em fazendas daquela região. Todavia, a carreta estava vazia e em cima do fundo falso havia apenas uma lona.

Na ocasião, foi dada a voz de prisão a Clayton por tráfico de drogas. Em seguida,  ele foi conduzido juntamente com o veículo para a Delegacia  de Policia de Jataí para os procedimentos legais.

Cerca de uma tonelada de drogas também foi apreendida, em Goiânia

Por meio de uma denúncia anônima, a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) aprendeu cerca de uma tonelada de drogas, em uma casa do Residencial Rio Formoso, em Goiânia, na última sexta-feira (4/1).

O Subtenente Messias que atendeu a ocorrência, informou à reportagem que os entorpecentes foram encontrados dentro de uma casa do bairro às 16h30, na sexta-feira. As drogas encontradas dentro da casa eram maconha e hachiche segundo o Subtenente. Além da apreensão dos entorpecentes, um casal, que não teve as identidades reveladas também foi preso durante a abordagem policial.

De acordo com informações repassada pela PM,  a casa em que os entorpecentes foram apreendidos, tinha sido alugada há dois dias. “O casal contou que foram contratados para vigiar as drogas, que uma pessoa pagou os dois para ficar vigiando os entorpecentes”, explica o Subtenente.

O casal foi preso e conduzido para a Central de Flagrantes (CF), onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. As drogas apreendidas também foram apresentadas na CF, em Goiânia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Esposa de técnico do ABC é encontrada morta em apartamento

Esposa do técnico Ranielle, foi sepultada hoje (6/1). Clube anunciou luto oficial por três dias.
06/01/2019, 17h12

Ana Letícia Rezende Fernandes Queiroz, esposa do técnico do ABC, Ranielle Ribeiro,  foi encontrada morta ontem (5/1),  em seu apartamento.  O caso foi confirmado pela Secretaria Pública e da Defesa Social (Sesed) do Rio Grande do Norte.

Conforme a assessoria de imprensa da Polícia Civil do RN, a vítima foi encontrada enforcada na suíte do apartamento onde morava, em um residencial no bairro de Nova Parnamirim, em Parnamirim (RN). O Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep), já requisitou as perícias necessárias. O inquérito do caso deve ser concluído em até 30 dias.

O corpo de Ana Letícia, 39 anos, foi velado hoje (6/1). O sepultamento foi realizado às 12h (horário local, 13h no horário de Brasília).

ABC declara luto oficial por três dias, após morte de esposa do técnico

Por meio de nota, o ABC decretou luto oficial por três dias. No comunicado, a diretoria do clube manifesta seus sentimentos pelo falecimento de Letícia, em nome dos dirigentes, conselheiros, sócios e torcedores. “Todos que fazem o ABC Futebol Clube externam os mais sinceros sentimentos ao nosso comandante, familiares e amigos, neste momento de dor e tristeza.”

Em suas redes sociais, o time adversário América-RN demostrou pesar diante da perda do técnico Ranielle.  “O América Futebol Clube vem a público neste sábado, dia 5 de janeiro de 2019, externar o mais profundo sentimento de pesar pelo falecimento de Ana Letícia Rezende Fernandes Queiroz, esposa do treinador do co-irmão ABC FC, Ranielle Ribeiro”, comunicou. “O América se solidariza e manda condolências ao qualificado profissional, familiares e amigos neste momento de muita dor.”

Técnico Ranielle Ribeiro recebe apoio pelas redes sociais

Ranielle foi marcado em diversas publicações no Twitter. Torcedores e amigos prestaram  seus sentimentos ao técnico, neste momento de profunda dor.  Nos comentários das fotos publicadas em seu instagram, o técnico também recebeu mensagens de solidariedade. Internautas usaram a hashtag #ForçaRanielleRibeiro, para demonstrar apoio.

A equipe Sub-20 do ABC entrou em campo contra o CSA, com faixas pretas nas camisas. Na ocasião, os jogadores manifestaram luto pelo falecimento de Ana Leticia, esposa do técnico da equipe principal, Ranielle Ribeiro.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Globo de Ouro 2019: Veja a lista dos vencedores

A premiação foi apresentada por Andy Samberg e Sandra Oh.
06/01/2019, 23h22

Aconteceu no último domingo (06), a 76ª edição do Globo de Ouro. A premiação foi apresentada por Andy Samberg e Sandra Oh.

O Globo de Ouro é formado pela Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood. A premiação reconhece os trabalhos cinematográficos e televisivos nos gêneros de drama e comédia (ou musical, para os filmes). Diferente do Oscar, o Globo de Ouro é realizado durante um jantar no Hotel Beverly Hilton, em Beverly Hills.

Veja a lista completa dos vencedores abaixo:

CINEMA

Melhor Filme de Drama

Bohemian Rhapsody

Infiltrado na Klan

Nasce Uma Estrela

Pantera Negra

Se a Rua Beale Falasse

Melhor Filme de Musical ou Comédia:

A Favorita

Green Book: O Guia

Podres de Ricos

O Retorno de Mary Poppins

Vice

Melhor Diretor

Bradley Cooper – (Nasce Uma Estrela)

Alfonso Cuarón – (Roma)

Peter Farrelly – (Green Book: O Guia)

Spike Lee (Infiltrado na Klan)

Adam McKay (Vice)

Melhor Filme de Animação:

Os Incríveis 2

Ilha de Cachorros

Mirai

WiFi Ralph: Quebrando a Internet

Homem-Aranha no Aranhaverso

Melhor Filme Estrangeiro

Capernaum

Girl

Never Look Away

Roma

Shoplifters

Melhor Ator em Filme de Drama

Bradley Cooper (Nasce Uma Estrela)

Willem Dafoe (No Portal da Eternidade)

Lucas Hedges (Boy Erased: Verdade Anulada)

Rami Malek (Bohemian Rhapsody)

John David Washington (Infiltrado na Klan)

Melhor Atriz em Filme de Drama

Glenn Close – The Wife

Lady Gaga – Nasce Uma Estrela

Nicole Kidman – O Peso do Passado

Melissa McCarthy – Você Pode Me Perdoar?

Rosamund Pike – A Private War

Melhor Ator em Filme de Comédia ou Musical

Christian Bale – Vice

Lin-Manuel Miranda – O Retorno de Mary Poppins

Viggo Mortensen – Green Book: O Guia

Robert Redford – The Old Man and the Gun

John C. Reilly – Stan & Ollie

Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical:

Emily Blunt – O Retorno de Mary Poppins

Olivia Colman – A Favorita

Elsie Fisher – Eighth Grade

Charlize Theron – Tully

Constance Wu – Podres de Ricos

Melhor Ator Coadjuvante

Mahershala Ali – Green Book: O Guia

Timothee Chalamet – Querido Menino

Adam Driver – Infiltrado na Klan

Richard E. Grant – Você Pode Me Perdoar?

Sam Rockwell – Vice

Melhor Atriz Coadjuvante

Amy Adams – Vice

Claire Foy – O Primeiro Homem

Regina King – Se a Rua Beale Falasse

Emma Stone – A Favorita

Rachel Weisz – A Favorita

Melhor Trilha Sonora Original

Ilha de Cachorros – Alexandre Desplat

Um Lugar Silencioso – Marco Beltrami

Pantera Negra – Ludwig Goransson

O Primeiro Homem – Justin Hurwitz

O Retorno de Mary Poppins – Marc Shaiman

Melhor Música Original:

“All the Stars” – Pantera Negra

“Girl in the Movies” – Dumplin’

“Requiem for a Private War” – A Private War

“Revelation” – Boy Erased: Verdade Anulada

“Shallow” – Nasce Uma Estrela

Melhor Roteiro

Green Book: O Guia

Se a Rua Beale Falasse

Vice

A Favorita

Roma

SERIADOS

Melhor Série de Drama

The Americans

Segurança em Jogo

Homecoming

Killing

EvePose

Melhor Ator em Série de Drama

Jason Bateman – Ozark

Stephan James – Homecoming

Richard Madden – Segurança em Jogo

Billy Porter – Pose

Matthew Rhys – The Americans

Melhor Atriz em Série de Drama

Caitriona Balfe – Outlander

Elisabeth Moss – The Handmaid’s Tale

Sandra Oh – Killing Eve

Julia Roberts – Homecoming

Keri Russell – The Americans

Melhor Série de Comédia

Barry

The Good Place

Kidding

O Método Kominsky

The Marvelous Mrs. Maisel

Melhor Ator em Série de Comédia ou Musical

Sacha Baron Cohen – Who Is America?

Jim Carrey – Kidding

Michael Douglas – O Método Kominsky

Donald Glover – Atlanta

Bill Hader – Barry

Melhor Atriz em Série de Comédia ou Musical

Kristen Bell – The Good Place

Candace Bergen – Murphy Brown

Alison Brie – GLOW

Rachel Brosnahan – The Marvelous Mrs. Maisel

Debra Messing – Will & Grace

Melhor Série Minissérie ou Telefilme

The Alienist

O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story

Escape at Dannemora

Objetos Cortantes

A Very Englisch Scandal

Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme

Alan Arkin – O Método Kominsky

Kieran Culkin – Succession

Edgar Ramirez – O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story

Ben Whishaw – A Very English Scandal

Henry Winkler – Barry

Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme

Amy Adams – Objetos Cortantes

Patricia Arquette – Escape at Dannemora

Connie Britton – Dirty

Laura Dern – O Conto

Regina King – Seven Seconds

Melhor Ator Coadjuvante em Série, Minissérie ou Telefilme

Antonio Banderas – Genius

Darren Criss – O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story

Benedict Cumberbatch – Patrick Melrose

Daniel Brühl – The Alienist

Hugh Grant – A Very English Scandal

Melhor Atriz Coadjuvante em Série, Minissérie ou Telefilme

Alex Bornstein – The Marvelous Mrs. Maisel

Patricia Clarkson – Objetos Cortantes

Penelope Cruz – O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story

Thandie Newton – Westoworld

Yvonne Strahovski – The Handmaid’s Tale

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Carro com passageiros é prensado entre dois caminhões, em Goiânia

Um carro com passageiros foi prensado entre dois caminhões após o motorista de um deles não conseguir frear no sinal vermelho.

Por Ton Paulo
07/01/2019, 08h14

Um acidente de trânsito registrado no final da tarde do último domingo (6/1), na Avenida Perimetral Norte, em Goiânia, envolvendo quatro veículos – dois caminhões e dois carros – chamou a atenção pelo estado de completa destruição em que ficou um dos veículos envolvidos. Um carro com passageiros foi prensado entre dois caminhões após o motorista de um deles não conseguir frear no sinal vermelho. Felizmente, os ocupantes do carro só sofreram leves escoriações.

De acordo com a Delegacia de Crimes de Trânsito (DICT), o acidente ocorreu na Avenida Perimetral Norte, na pista de sentido aproximado Granja Cruzeiro do Sul/Jd. Guanabara, nas imediações do Posto Gato Preto, no final da tarde, em Goiânia.

Segundo informações da delegacia, Witar Albuquerque Silva, de 21 anos, conduzia um Gol vermelho tendo como passageira Rafaela Pereira de Medeiros, de 19. Em respeito ao sinal vermelho no trecho mencionado, Witar parou o veículo atrás de um caminhão Scania/R124 branco, que também aguardava o sinal abrir atrás de um Crossfox prata.

Vindo atrás do Gol vermelho conduzido por Witar, um caminhão Scania/R480, cor azul, com dois reboques carregados, cuja carga pesava aproximadamente trinta toneladas, não conseguiu frear a tempo, chocando-se contra a traseira do Gol. A batida, então provocou um efeito dominó: a Scania azul bateu no Gol vermelho, que bateu na Scania branca, que bateu no Crossfox.

Carro com passageiros é prensado entre dois caminhões, em Goiânia
Foto: DICT

Entretanto, o Gol dirigido pelo jovem foi o mais afetado. Com o impacto da batida, e como estava justamente entre os dois caminhões, o veículo ficou totalmente destruído ao ser prensado entre as duas scanias. Pelas fotos é possível ver o estrago: o teto do Gol chegou a ser arrancado.

Carro com passageiros é prensado entre dois caminhões, em Goiânia
Foto: DICT

Motorista e passageira do Gol vermelho prensado entre dois caminhões só tiveram ferimentos leves

Por incrível que pareça, tanto Witar Albuquerque quanto Rafaela Pereira só sofreram leves escoriações no acidente, ao contrário do carro, que ficou absolutamente destruído.

Eles foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira, o HUGOL.

O Scania branco era conduzido por João Corrêa Manco, de 57 anos, o qual foi submetido ao teste do bafômetro, assim como o motorista do Scania azul, cujos resultados foram negativos.

O condutor do Crossfox, Agenor Batista Dias, de 43 anos, não sofreu lesões corporais.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.