Goiás

Homem é flagrado abusando da ex-enteada de 7 anos, em Carmo do Rio Verde

Criança foi levada pelo homem até a sua casa e foi abusada na noite do último sábado (5/1).
07/01/2019, 11h15

A mãe de uma criança de 7 anos, flagou o momento em que o ex- padrasto abusava da filha. O caso ocorreu na noite do último sábado (5/1) em Carmo do Rio Verde, localizado a 176 km de Goiânia. De acordo com informações da assessoria da Policia Civil, a mulher registrou a ocorrência na delegacia às 23h22, denunciando o homem por estupro de vulnerável. O suspeito está foragido.

Conforme o delegado  Ricardo Pereira Alvares, responsável pelo caso,  a mãe estava separada do suspeito, mas os dois eram vizinhos. O investigador contou que, na noite de sexta-feira, o rapaz teria ido a casa da ex e pediu para tomar um banho, mas a mulher negou. “Ele então retornou para a casa e, depois, quando a mãe da criança havia ido até a casa da vizinha, pegou a criança e a levou para sua casa onde os abusos aconteceram”, explica o delegado.

Quando mãe retornou para casa, percebeu que a filha não estava na residência e foi até a casa do ex. No local, ela flagou o homem abusando da filha. Com raiva, a mulher entrou em luta corporal com o suspeito, que entrou dentro do veículo e fugiu.  Por meio de denúncias, os policiais receberam a informação que o homem teria fugido para a cidade de Uruana, porém ele ainda não foi localizado.

Segundo o delegado, a criança realizou exames e foi comprovado vestígios dos abusos na vítima. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso. O delegado responsável irá ouvir testemunhas e tentar localizar o suspeito.

Outro caso de abuso foi registrado em Caiapônia

Um líder de uma seita em Caiapônia, abusava sexualmente de crianças em troca de “favores espirituais”. Em cadernos apreendidos pela Polícia civil, revela detalhes dos atos criminosos cometidos por ele contra os menores.  Nilson Alves de Souza, de 42 anos, foi preso na manhã da última  sexta-feira (4/1) num acampamento às margens da GO-221, entre Caiapônia e o município de Palestina de Goiás.

A prisão, que aconteceu no âmbito da Operação Anjo da Guarda 2, também ocorreu para Noêmia Cândida de Jesus, de 48 anos. A mulher levava suas netas, duas crianças de 7 e 10 anos e uma adolescente de 13, para participarem dos rituais e serem estupradas pelo homem.

Via: Mais Goiás 
Imagens: Cidades de Goiás 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.