Entretenimento

Netflix anuncia 'Love, Death & Robots', série animada de ficção científica

07/01/2019, 17h52

A Netflix anunciou nesta segunda, 7, a série Love, Death & Robots, uma coleção de contos animados de ficção científica, fantasia, terror e comédia, destinada ao público adulto. Ainda sem data de estreia.

Produção reúne 18 histórias ao todo, em uma mistura de energia, ação e humor negro sem remorso e conta com produção executiva de David Fincher, Tim Miller, Jennifer Miller e Josh Donen. No time estão criadores de animação de nível mundial e histórias cativantes para a primeira antologia de curtas animados que garantem uma experiência única.

Cada episódio da série Love, Death & Robots tem de 5 a 15 minutos de duração e traz personagens como lobisomens soldados, robôs selvagens, monstros de lixo, caçadores de recompensas de cyborg, aranhas alienígenas e demônios sanguinários do inferno.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Frutas do cerrado: 13 delícias que você precisa experimentar

Além de deliciosas e exóticas, muitas frutas do cerrado ainda guardam consigo belezas impressionantes!
07/01/2019, 17h55

Considerado como o segundo maior bioma do Brasil, o cerrado ocupa regiões dos estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Tocantins, e claro, de Goiás. No que tange sua vegetação, é marcado principalmente por árvores de galhos retorcidos e clima bem definido, com uma estação chuvosa e outra seca. Entre tantas características únicas, podemos destacar as frutas do cerrado, que são simplesmente lindas e ainda carregam consigo sabores fortes e inconfundíveis.

Existem inúmeras delas e é claro que gostaríamos de falar um pouquinho sobre cada uma, no entanto, preparamos uma listinha com informações sobre as mais conhecidas e consumidas pelos brasileiros. Pode ser que você conheça algumas muito bem, como é o caso do pequi. Entretanto, existem algumas que podem ser completas desconhecidas, o que já é um incentivo a mais para que você as experimente. Vale muito a pena desfrutar desses sabores exóticos! Dá uma olhada!

Conheça algumas frutas do cerrado:

1 – Cagaita

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Gustavo Giacon

Quando falamos sobre as frutas do cerrado, não podemos nos esquecer da cagaita. Uma das mais conhecidas da região, é famosa por ser bem pequena, com a casca amarela esverdeada e polpa suculenta e ácida, o que lhe garante um sabor azedinho que é uma delícia!

Rica em vitaminas do complexo B, vitamina C e niacina, pode ser encontrada nos estados de Goiás, Bahia e Minas Gerais. Pode ser consumida naturalmente, mas a dica que fica é para que não a coma muito madura se não quiser passar um bom tempo no banheiro.

Essa delícia também pode ser encontrada em forma de geleia, doces, licores e até mesmo sorvetes. Se você nunca teve a oportunidade de experimentar, não sabe o que está perdendo!

2 – Baru

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ SPDM

O Baru, que também é bastante conhecido pelo nome de “Camaru”, é a fruta de uma árvore leguminosa que pode alcançar até 15 metros de altura, sendo encontrada nos estados de Goiás, Minas, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Seu sabor lembra muito o do amendoim e é uma castanha com alto índice de proteína e rica em óleos graxos. Assim como diversas castanhas, pode ser consumido de forma natural, torrada, em forma de paçoca, pé-de-moleque, rapadura e várias outras opções.

3 – Buriti

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ SPDM

O Buriti é uma das mas conhecidas frutas do cerrado, florescendo em praticamente todos os períodos do ano. É reconhecida principalmente por sua casa que possui um aspecto bastante peculiar, funcionando como proteção contra roedores.

É rico em vitaminas A.B e C, sem contar que ainda é uma excelente fonte de ferro, cálcio e proteínas. O consumo pode ser feito de forma natural, mas também é possível encontrar deliciosos doces, picolés, sucos, vinhos, licores e tantos outros preparos diferentes com a fruta.

Seu óleo também é de grande valor, já que é rico em caroteno e é bastante utilizado como vermífugo pelos povos mais tradicionais do cerrado, funcionando também como cicatrizante e energético natural.

4 – Coquinho-azedo

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Mercado Livre

O Coquinho-azedo, que também é conhecido pelos nomes de butiá e coco-cabeçudo, é uma palmeira nativa do cerrado, podendo alcançar até 5 metros de altura, sendo encontrado principalmente em estados como Goiás, Bahia e Minas Gerais.

O fruto amadurece quando sua casca atinge uma tonalidade intensa de amarelo, normalmente, entre os meses de outubro a janeiro. Sua polpa é rica em vitaminas A e C, óleo e potássio, alimentando também diversos animais típicos desse tipo de vegetação.

Sua polpa é bastante consumida em geleias, bolos, picolés, sucos, sorvetes e licores. Já suas amêndoas são bastante utilizadas na fabricação de pães, doces, canjicas, biscoitos e óleos.

5 – Mangaba

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Frutos de Goiás

A Mangaba é o fruto da mangabeira, também conhecida como “mangaba-ovo”. Sua polpa é bem suculenta e tem um sabor azedinho, sendo bastante utilizada na produção de sorvetes, doces, sucos e até mesmo bebidas vinosas.

Embora seja natural da Caatinga, ainda é comum ver a árvore (mangabeira) em diversas regiões do cerrado. É bastante apreciada pela região nordeste do país, sendo que o estado de Sergipe é o maior produtor.

6 – Araticum

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Mercado Livre

As frutas do Cerrado sempre nos reservam belezas à parte. Quem é que nunca se encantou com o araticum? Sua casca grossa possui formato e relevos bem particulares, o que acaba fazendo com que seja praticamente inconfundível.

A árvore pode alcançar entre os 4 a 8 metros de altura, sendo que seu crescimento costuma ser bem lento. Apenas para que você tenha ideia, é normal que dê frutos somente depois de alcançar 2 metros de altura.

No interior da fruta é possível encontrar uma polpa deliciosa e docinha, com sementes lisas e pretas que ficam presas por ali. O mais comum é consumi-la de forma natural, mas ainda é possível encontrá-la em doces, sorvetes e sucos.

7 – Bacupari-do-cerrado

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Mercado Livre

Esta é uma das mais apreciadas frutas do cerrado, apesar de ser bem provável que você sequer conheça. Ela é nativa do Vale do São Francisco, do Pantanal, Planalto Central e de algumas partes da Mata Atlântica. O destaque vai para sua polpa que é consistente, mas com um sabor bem adocicado.

A árvore pode chegar aos 8 metros de altura, sendo que os frutos amadurecem entre os meses de novembro e dezembro. O mais comum é consumi-la naturalmente.

8 – Murici

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Edilson Giacon

O Murici é bastante conhecido em todas as regiões do Brasil, mas vale lembrar que são frutas do cerrado. Sua árvore não apresenta grandes estaturas, frutificando no outono. O fruto é bem pequeno, contendo cerca de 8 centímetros, e amadurecendo em cachos.

Costuma ter um tom amarelado ou alaranjado, sendo que a polpa é espessa e possui apenas uma semente. O sabor é inconfundível: docinho e sempre deixando aquele gostinho de quero mais.

Além de ser consumido naturalmente, o Murici ainda pode ser encontrado em geleias, sorvetes, doces, compotas e até mesmo em farinhas! Apenas para que você tenha ideia de seus benefícios, a fruta ainda auxilia no controle da diabetes, sendo rica em fósforo, cálcio, ferro, proteínas e vitaminas B1, B2 e C.

9 – Pequi

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Destinos da Bahia

E por falar nas frutas do cerrado, aqui está uma das mais famosas: o pequi. Sempre gerando alguns conflitos, já que parece não haver meio termo em relação ao gosto sobre a fruta, é bastante popular nos estados de Goiás e Minas Gerais.

De cor amarela, aroma e sabor bastante característicos, se encontra dentro de uma grande casca verde, se apresentando em caroços que são revestidos por polpa rica em vitamina C, sendo que por baixo é possível encontrar espinhos… E é aí que mora o perigo!

Para o consumo é preciso literalmente roer o caroço. Nunca morda, já que os espinhos são encontrados facilmente e podem infestar sua boca.

Por outro lado, também é comum deixar o caroço secar, já que embaixo dos espinhos ainda é possível encontrar um amêndoa que é bastante saborosa e apreciada. Com ela é possível fazer licores e óleos.

Normalmente, o pequi pode ser consumido junto a outros alimentos, a exemplo de frango e arroz, que é uma das mais tradicionais receitas goianas.

10 – Pêra-do-campo

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Natural Cura

Também conhecida como Pêra-do-cerrado, perinha-do-campo, cabacinha-do-campo ou simplesmente cabacinha, é uma das maiores frutas do cerrado, podendo pesar entre 60 g 90 gramas.

Sua casca é bem fininha e a polpa possui um sabor bastante característico, já que é doce e ao mesmo tempo tem um toque azedo. Pode ser consumida ao natural, mas também fica deliciosa sob a forma de “limonada-de-cabacinha-do-campo”, bem famosa na obra do eterno Guimarães Rosa: “Grande Sertão Veredas”, onde cita:

Eu nem tinha começado a conversar com aquela moça, e a poeira forte que deu no ar ajuntou nós dois, num grosso rojo avermelhado. Então eu entrei, tomei um café coado por mão de mulher, tomei refresco, limonada de pêra-do-campo […]”.

11 – Cereja-do-cerrado

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Mercado Livre

As frutas possuem uma polpa espessa e bastante suculenta, macia e de sabor bem docinho. Se você gosta de pitanga, provavelmente irá se apaixonar pela cereja-do-cerrado! Elas são em um arbusto pequeno e quase ornamental, podendo ser consumidas naturalmente ou em geleias, doces, gelatinas e sorvetes. Amadurecem entre os meses de outubro e janeiro.

12 – Jatobá-do-cerrado

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Mercado Livre

Também conhecido como jatobá-do-campo e jatobá-da-serra, a espécie de jatobá encontrado no cerrado possui árvore que pode alcançar até os 9 metros de altura. Seus frutos são apreciados principalmente por populações rurais, sendo que amadurecem entre os meses de agosto e setembro.

São bastante utilizados produção de mingau, pães e bolos, presentes também em geleias e licores.

13 – Gabiroba-do-cerrado

frutas do cerrado
Foto: Reprodução/ Mercado Livre

Também conhecida como gabirobeira, guabiroba ou guavirova, é possível ser encontrada em uma planta arbustiva que pode chegar até 1,50 metros de altura. Seus frutos são arredondados e adocicados, aparecendo entre os meses de outubro a dezembro. Sua polpa é esverdeada, suculenta e cheia de sementes.

Possui propriedades terapêuticas como adstringente, antidiarreica, antigripal e até mesmo anti-inflamatória. Além disso, ainda é rica em carboidratos, sais minerais, proteínas, vitaminas C e do complexo B.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Educação

Casag e Universidade Salgado de Oliveira fecham parceria

Convênio prevê desconto de 60% em todos os cursos da Universo para advogados, familiares e dependentes, menos Odontologia que vai ter 50% de desconto.
07/01/2019, 19h15

Membros da Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (Casag) e da Universidade Salgado de Olvieira (Universo) se reuniram na tarde desta segunda-feira (7/1) e firmaram um convênio entre as duas instituições.

O convênio foi firmado com a assinatura de um termo de compromisso entre Casag e Universo, em que os advogados, advogadas, familiares, dependentes e colaboradores da caixa, vão ter 60% de desconto em quase todos os cursos da instituição. O curso de Odontologia também é contemplado pelo acordo entre Casag e Universo, mas diferente dos demais, o desconto vai ser de 50%.

O acordo entre as duas instituições vai beneficiar mais de 40 mil advogados em todo Estado. Isto sem contar os dependentes e familiares, que pode elevar o número de beneficiados para algo em torno de 160 a 200 mil pessoas, que vão ter a oportunidade de estudar e ter descontos no valor da graduação.

A gestora do curso de Direito da instituição de ensino, Antônia Chaveiro, esteve presente na assinatura do acordo. “Essa é uma parceria pioneira, pois é a primeira vez que a gente tem notícia da universidade com a OAB”, comenta.

Antônia afirmou também que a iniciativa não vai trazer nenhum custo para universidade e muito menos à Casag. Segundo a gestora, o convênio é uma maneira de dar um retorno aos advogados pelos trabalhos prestados, que muitas vezes não tem o reconhecimento devido.

Presidente da Casag ressalta a importância da parceria

O presidente da Casag, Rodolfo Otávio Mota, que assinou o convênio, afirmou que o objetivo da parceria é incentivar quem está inserido no mercado de trabalho a investir no ensino superior e ampliar o leque de conhecimentos daqueles que já possuem uma formação.

“Essa é uma iniciativa que leva a educação, que leva a formação, que leva a habilitação técnica a todo e qualquer beneficiário atendido pelo estatuto, sem criar qualquer débito, seja com a instituição de ensino, seja com a Caixa de Assistência”, ressalta Rodolfo.

Para que o advogado interessado que o filho faça um curso superior, o convênio assinado na tarde desta segunda-feira, não é preciso que o mesmo esteja em dias com a anuidade da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Conforme o presidente da Casag, a adimplência com a Ordem só é exigida nos auxílios maternidade, funeral, extraordinário e reclusão.

Com a assinatura do convênio nesta segunda-feira, a parceria entre a caixa e a universidade já está em vigor. O advogado com interessem em matricular o filho ou dependente para graduação, pode comparecer na instituição ou ligar e marcar o vestibular. É importante ressaltar, que a parceria é válida apenas para graduação.

Universidade Salgado de Oliveira

Com exceção do curso de Odontologia que vai ter 50% de desconto na mensalidade, os outros cursos oferecidos pela Universo que vão ter 60% de desconto nas mensalidades são: Administração, Biomedicina, Ciência Contábeis, Comunicação Social – com habilitação em Jornalismo, Comunicação Social – com habilitação em Publicidade e Propaganda, Design de Moda, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Agronômica, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Farmácia, Fisioterapia, Medicina Veterinária, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Serviço Social, Sistemas de Informação, Tecnólogo em Estética e Cosmética, Tecnólogo em Produção Multimídia e Programa Especial de Formação Pedagógica Docente

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Jovem mantida em cárcere privado por seita é resgatada pela polícia, em Brasília

Líder da comunidade religiosa chegou a ser presa, mas foi liberada após audiência de custódia e vai responder o processo em liberdade.
07/01/2019, 20h41

Após ser mantida por 4 meses em cárcere privado, por uma seita religiosa, na cidade do Gama, em Brasília, uma jovem, de 18 anos, foi resgatada pela polícia no final de dezembro de 2018. Mas o caso só veio ao conhecimento do público na tarde desta segunda-feira (7/1).

Portal Dia Online entrou em contato com o delegado Vander Braga do 20º Departamento de Polícia do Gama, que confirmou o caso. Segundo o delegado, a moça, que não teve o nome revelado, foi resgatada no dia 28 de dezembro, após conseguir no dia anterior, pegar o celular da líder da comunidade denominada Igreja Adventista Remanescente de Laodiceia, Ana Vindoura Lúcia, de 64 anos, e mandar mensagens para conhecidos em Goiânia, pedindo por socorro.

“Os conhecidos da moça compareceram a delegacia no dia 28 de dezembro, e apresentaram as mensagens, onde a moça pedia por ajuda. Nós fizemos as diligências e constatamos que a jovem estava sendo mantida em cárcere pela líder da comunidade”, conta o delegado.

Jovem mantida em cárcere privado estava endemoniada segundo a líder da seita

De acordo com o delegado, a moça que estava sendo mantida em cárcere, conheceu a comunidade quando tinha 12 anos, pois deixou o pai em São Luiz do Maranhão e veio morar com a mãe. Conforme as informações repassadas pelo delegado do caso, a moça era obrigada a fazer as tarefas de casa e a ler a Bíblia. “Ela era obrigada pela líder da comunidade a cuidar da casa e ficava trancada o tempo todo, segundo a líder da comunidade religiosa, a jovem estava endemoniada”, explica Vander Braga.

O delegado afirmou durante a entrevista, que a jovem resgatada não era a única que estava sendo mantida em cárcere privado, outras três moças estavam na mesma situação. Vander afirma ainda que a comunidade já vem sendo alvo de outras investigações, mas que não poderia passar detalhes sobre o caso, pois as investigações estão em andamento.

Em relação a líder da comunidade religiosa, o delegado informou que a mesma foi presa em flagrante durante a abordagem, e que no dia 29 de dezembro, Ana Vindoura foi liberada após passar pela audiência de custódia. “O promotor aqui tentou converter a prisão dela em flagrante, em prisão preventiva, mas o magistrado do caso optou por liberar a líder da comunidade, para ela responder o processo em liberdade”, narra o delegado.

Conheça a comunidade

O delegado contou à reportagem que a comunidade é composta por 400 membros e que a sede fica no KM 13 da DF-290, na região sul do Gama. Conforme as informações repassadas por Vander Braga, a comunidade foi fundada no Mato Grosso há cerca de 10 anos, no entanto eles foram multados em R$ 3 milhões por manter trabalho escravo.

Segundo Vander Braga, eles saíram do Mato Grosso e passaram por Corumbá, em Goiás, e há dois anos compraram uma fazenda aqui no Gama, onde assentaram a comunidade. Conforme o delegado, a comunidade prega que os moradores tem que dispor de seus bens materiais e morar com eles no assentamento.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Jovem de 14 anos morre afogado em lago de Jataí

O adolescente ainda passou por técnicas de reanimação por parte dos salva-vidas e bombeiros, mas não resistiu.

Por Ton Paulo
08/01/2019, 07h50

Um adolescente de 14 anos morreu afogado em um lago de Jataí, a 320 quilômetros de Goiânia, no final da tarde da última segunda-feira (7/1). O jovem, que era morador do município de Quirinópolis e estava com a família a passeio em Jataí, ainda foi encaminhado para o hospital local, mas não resistiu e veio a óbito.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, Pedro Lucas Dias Tratsch Sieg tinha 14 anos e se afogou em uma área de maior profundidade do Lago Bonsucesso, às margens da BR-158, onde, segundo a corporação, estava cercado por boias de indicação.

Havia salva-vidas no momento do ocorrido, que entraram na água e o retiraram, executando os procedimentos de reanimação em caso de afogamento até a chegada do resgate.

situado às margens da BR-158 no município de Jatai

O jovem de Quirinópolis foi socorrido por equipes tanto do Corpo de Bombeiros quanto do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que realizaram, por cerca de 30 minutos, técnicas de reanimação. Ele chegou a ser levado para o Hospital das Clínicas de Jataí, mas veio a óbito lá.

O caso do afogamento de Pedro Lucas ocorreu na tarde da segunda-feira, no Lago Bonsucesso, em Jataí. O local é um ponto turístico do município, e conforme familiares informaram aos bombeiros, o acidente teria ocorrido pouco tempo depois que eles chegaram à cidade para passear.

O corpo do menor foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Jataí e, ainda na segunda-feira, foi liberado à família.

Pelas redes sociais, tio do jovem que morreu em lago de Jataí lamentou a morte do sobrinho

O jovem Pedro Lucas, que morreu de forma trágica na última segunda-feira, parece ter deixado para trás uma família arrasada pela dor. Pela rede social Facebook, Rodrigo Sieg, tio de Pedro Lucas, lamentou a morte do sobrinho.

Segundo Rodrigo, muitas coisas estavam sendo planejadas com o sobrinho e a família antes da morte trágica do rapaz. Veja abaixo o lamento emocionado do homem:

Acabei de perder meu sobrinho Lucas. Alegre, cheio de vida, inteligente, cheio de sonhos..perde a vida afogado…Passamos o final de ano juntos e planejamos tantas coisas.. Que Jesus te receba nos braços e te mostre um caminho muito mais lindo do que você aqui sonhava! Vai em paz, anjo!! 😔.

Jovem de 14 anos morre afogado em lago de Jataí
Foto: Reprodução/Facebook

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.