Economia

China planeja adotar medidas para impulsionar consumo e investimentos

09/01/2019, 04h48

A China planeja adotar medidas para estimular o consumo de automóveis e de eletrodomésticos e o governo central do país irá ampliar investimentos em infraestrutura, afirmou o presidente do Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, pela sigla em inglês), Ning Jizhe, em entrevista à mídia estatal.

Segundo Ning, Pequim irá aumentar gastos para aliviar a pobreza e fazer realocação de pessoas e investirá mais em projetos de infraestrutura, em moradias de preço acessível e no setor agrícola.

O chefe do NBS disse também que, depois de atrair vários grandes projetos de investimento estrangeiros no fim do ano passado, incluindo uma nova fábrica da Tesla em Xangai, a China irá propor a estrangeiros uma nova leva de investimentos com foco no setor de energia.

Ning comentou ainda que autoridades chinesas irão facilitar as condições para que empresas privadas captem recursos por meio de emissões de bônus. Além disso, o governo irá reduzir a burocracia e taxas administrativas para diminuir o fardo das companhias em 2019, acrescentou. Fonte: Dow Jones Newswires.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.