Esportes

"É um sonho se realizando", diz gari goiano que pode representar o Brasil em Mundial de Taekwondo

O gari e atleta Bruno de Castro da Silva conquistou primeiro lugar no Ranking Nacional de Taekwondo, e é um dos principais cotados para representar o país no estrangeiro.

Por Ton Paulo
09/01/2019, 16h12

Quem vê o jovem Bruno trajando o uniforme da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) e limpando as ruas de Goiânia noite afora, pode deixar passar o fato de que se trata de ninguém menos do que o 1º lugar absoluto no Ranking Nacional de Taekwondo, e provável campeão representante do Brasil no Campeonato Mundial de Taekwondo, a ser realizado em maio deste ano, no Reino Unido. Com apenas 28 anos, o gari goiano Bruno de Castro da Silva, natural da capital do Estado, tem ganhado os holofotes da comunidade esportiva no Brasil e fora dele.

Em entrevista exclusiva ao Dia Online, o atleta e gari goianiense, que hoje reside no município de Goianira, região metropolitana da capital, começa se desculpando por não ter atendido às ligações perdidas de nossa reportagem, e justifica: “Estava treinando”. Aliás, “treinar” para ele é o verbo mais presente em sua vida desde que começou a se dedicar e se destacar no Taekwondo, arte marcial de origem coreana que envolve destreza no emprego das mãos e punhos, braços ou pés, para a rápida derrubada do oponente.

Bruno, que mora sozinho em Goianira e trabalha como gari há nove anos, está, hoje, em primeiro lugar no Ranking Nacional de Taekwondo. Em 2017, conquistou o primeiro lugar no Campeonato Brasileiro de Taekwondo adulto, categoria até 74Kg, realizado entre os dias 21 e 23 de setembro, na cidade do Rio de Janeiro, no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan). Vice-campeão em 2018, no Torneio Open Centro- Oeste foi bicampeão, respectivamente em 2017 e 2018. Bruno também faturou seis vezes o campeonato Goiano e já foi vice da copa do Brasil. São 12 títulos e mais de 50 medalhas no total de sua carreira. Mas quem pensa que Bruno dá-se por satisfeito com todos esses prêmios e títulos, se engana.

"É um sonho se realizando", diz gari goiano que pode representar o Brasil em Mundial de Taekwondo
Foto: Divulgação/Luciano Magalhães

O jovem Bruno é nada menos do que um dos principais cotados para representar o Brasil no Campeonato Mundial de Taekwondo, previsto para acontecer em maio deste ano em Manchester, Reino Unido. O goianiense participará de um torneio no Rio de Janeiro em fevereiro deste ano, o Grand Slam, que será uma espécie de seletiva entre competidores de todo o país. “O vencedor arruma as malas e vai lutar no Campeonato Mundial, para concorrer com lutadores do mundo inteiro”, explica. O gari e lutador se emociona ao pensar no feito: “É um sonho se realizando”.

Gari goiano e lutador de Taekwondo segue rotina disciplinada de treino

Entretanto, para conseguir manter o posto de campeão, Bruno enfrenta uma rotina dura de treinos e disciplina, além, é claro, de seu trabalho como gari. O jovem trabalha no turno noturno na Comurg, e costuma pegar no serviço às 19h para só parar na manhã do dia seguinte, por volta das 7h. O tempo que sobra é dedicado para o descanso e o treino. “Chego em casa de manhãzinha, durmo até por volta das 11h, acordo e vou treinar”, conta.

O atleta conta que essa discrepância é uma dificuldade que se interpõe, mas que não o desanima. “Vou competir com adversários que vivem para treinar, enquanto eu preciso me dividir entre o treino e o trabalho [como gari]”, desabafa. Além disso, Bruno revela a condição de seus pais, que enfrentam atualmente problemas de saúde, mas isso não o desanima, pelo contrário.

Bruno finaliza falando de seu sonho, que é ter seu trabalho como lutador reconhecido, e dá um recado a quem também tem pouco suporte na perseguição dos sonhos: “O importante é não desistir, e colocar Deus sempre na frente”.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.