Dia Gourmet

Feijoada em Goiânia: conheça 11 deliciosas opções na cidade

Se você pretende se deliciar com uma saborosa feijoada em Goiânia, confira a listinha especial que preparamos para você! Muitos restaurantes na capital fazem a tradicional feijuca aos sábados!
09/01/2019, 16h15

A feijoada é um dos mais tradicionais pratos da culinária brasileira, fazendo com que muitos acreditem que ela de fato nasceu no país. Composta basicamente por feijão preto, linguiça e diversas partes do porco, a verdade é que pesquisadores apontam que tal especialidade é milenar, remontando à área mediterrânea, na época do Império Romano. Seja qual for sua origem, a grande questão é que o prato já se transformou em uma verdadeira paixão brasileira, especialmente goiana. Portanto, se você procura um lugar para saborear uma deliciosa feijoada, podemos te ajudar!

A capital conta com diversos restaurantes que oferecem em seu cardápio a tradicional feijuca dos sábados. Preparada sempre com muito cuidado e com ingredientes selecionados, são ambientes já reconhecidos na cidade pela qualidade do prato. Já deu aquela vontade, não é mesmo? Então confira!

Encontre a melhor feijoada em Goiânia:

1 – Bendita Feijuca

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Bem, o nome já diz tudo não é mesmo? Se você está procurando por um lugar para saborear uma deliciosa feijoada em Goiânia, esta é uma das melhores opções. O ambiente é bastante agradável e receptivo, sem contar que suas feijoadas são recheadas de carnes defumadas artesanalmente, com tudo bem fresquinho e livre de químicos e conservantes.

É possível pedir porções que servem até 6 pessoas, com as opções de feijoada gourmet e carioca, podendo ser acompanhadas com arroz, farofa, couve, torresmo, laranja e muito mais. Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: quarta a sexta, das 10h às 14h30

Telefone: (62) 3997-5647

Endereço: Rua C 261, 170 Qd 597, Lt 2 NOVA SUÍÇA Goiânia – GO 74280-240

2 – Rio Bahia Restaurante Bar

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Como o próprio nome sugere, o lugar faz uma deliciosa mistura entre a cozinha carioca e baiana, rendendo pratos que são de dar água na boca. O local ainda garante experiências diversas para seus clientes, já que oferece diferentes ambientes, sempre bem ventilados, garantindo a satisfação de todos.

O cardápio do local conta com deliciosos pratos e petiscos e é claro, ainda é possível pedir aquela feijoada no capricho!

Horário de funcionamento: terça a quinta, das 11h30 às 15h e das 17h às 00h / sexta, das 11h30 às 15h e das 17h à 1h / sábado, das 11h30 à 1h / domingo, das 11h30 às 17h

Telefone: (62) 3092-4342

Endereço: R. 15, nº 712 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-020

3 – Victoria Gastronomia com Poesia

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

O ambiente é bastante confortável e acolhedor, sendo ideal para levar a família ou os amigos. Ao observar a decoração do local, aliada ao bom atendimento, é realmente possível perceber a poesia ali presente.

O cardápio então, nem se fala. É bastante variado e os pratos são deliciosos. Para quem procura degustar uma boa feijoada em Goiânia, é válido ir ao restaurante no sábado, que é o dia tradicional para o preparo do prato.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 11h30 às 15h / sábado e domingo, das 12h às 16h

Telefone: (62) 3432-7727

Endereço: R. 137, 90 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-120

4 – Glória Bar e Restaurante

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Comer uma saborosa feijoada pode ser uma experiência completa no Glória Bar. Isso porque aos sábados ela é servida completa, com direito até mesmo a roda de samba! O ambiente possui aquele climinha gostoso dos tradicionais bares cariocas, fazendo com que seja a escolha ideal para ir com os amigos. Ainda dá para pedir aquela cervejinha gelada para acompanhar! É sem dúvida uma boa opção de feijoada em Goiânia!

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 17h30 à 1h / sábado e domingo, das 11h30 à 1h

Telefone: (62) 3224-9033

Endereço: R. 101, 435 – St. Sul, Goiânia – GO, 74080-150

5 – Restaurante Cateretê

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Presente no mercado desde 1996, o restaurante visa valorizar o regionalismo, o folclore, cultura e gastronomia local. Apenas a título de curiosidade, o nome “Cateretê” faz referência a um estilo de dança rural, mais conhecida por nós como “Catira”.

A proposta do ambiente é servir sempre os melhores e mais seletos cortes de carnes bovinas, preparadas artesanalmente e grelhadas na chapa. Além disso, ainda é possível encontrar peixes, frangos, suínos, cordeiros, linguiças e muito mais.

A feijoada da casa é servida sempre aos sábados, com porções individuais e para duas pessoas. Ainda acompanha arroz branco, farofa, couve, molho de pimenta e laranja. Vale muito a pena experimentar!

Horário de funcionamento: segunda, das 11h30 às 14h30 / terça a sexta, das 11h30 às 14h30 e das 18h às 23h30 / sábado, das 11h às 00h / domingo, das 11h às 22h30

Telefone: (62) 3285-3261

Endereço: Av. T-2, 318 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74210-010

6 – Thiosti Restaurante e Choperia

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

O ambiente é bastante agradável e confortável, sendo que durante alguns dias da semana ainda recebe shows ao vivo, deixando o clima ainda mais animado e descontraído. O cardápio contem variedade em pratos e petiscos, sendo que ainda é possível encontrar uma excelente carta de vinhos e cerveja extremamente gelada.

E é claro, para quem procura uma deliciosa feijoada em Goiânia o ambiente também não decepciona. Os sábados sempre são regados a muita feijoada e samba, uma das melhores combinações já criadas. Vale a pena conhecer o lugar e experimentar!

Horário de funcionamento: segunda, das 11h às 00h / terça a sexta, das 11h às 15h e das 18h às 00h / sábado, das 11h às 2h / domingo, das 11h às 17h

Telefone: (62) 3095-3838

Endereço: Rua 1136, 97, Quadra 239, Lote 30 – Setor Marista – St. Marista, Goiânia – GO, 74180-150

7 – Aquarius Restaurante

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Este é, sem dúvida, um dos melhores restaurantes e choperias da cidade. Qualificado como boteco gastronômico, conta com um ambiente requintado mas sem perder a característica popular. É possível encontrar mesas internas ou ao ar livre, perfeito para levar a família ou os amigos.

É sempre possível encontrar excelentes atrações musicais no ambiente, sem contar que aos sábados também rola aquela feijoada que todo mundo adora.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 11h às 00h

Telefone: (62) 3278-8668

Endereço: Avenida Albert Einstein, Quadra 10, Lote 05, s/n – Jardim da Luz, Goiânia – GO, 74850-320

8 – Dito Bem Dito

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Em um ambiente bem estilizado e casual, a casa possui em seu cardápio um delicioso mix entre a cozinha europeia e a brasileira, com pratos que agradam até o mais exigente paladar.

E para celebrar o que há de melhor da comida de nosso país, aos sábados também é possível encontrar no restaurante o que é considerado como a melhor feijoada em Goiânia! Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: segunda a quarta, das 11h às 15h / quinta a sábado, das 11h às 15h e das 17h às 4h

Telefone: (62) 3639-6070

Endereço: R. 137-A, 23 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-130

9 – Quintal do Jorjão

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

No mercado desde 2010, a casa sempre reúne aqueles que são apaixonados pela gastronomia e pelo samba. Desde seu primeiro evento, vem oferecendo uma deliciosa feijoada em Goiânia para seus clientes, com a receita tradicional e com opção vegetariana. Sem contar que ainda é possível desfrutar de muita música boa e bebidas de qualidade.

Horário de funcionamento: sábado, das 12h às 18h

Telefone: (62) 3087-2512

Endereço: R. 226, 439 – St. Leste Vila Nova, Goiânia – GO, 74645-180

10 – Restaurante Panela Mágica

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Com um espaço bastante tranquilo e valorizando os alimentos naturais, o Restaurante Panela Mágica é um dos mais lembrados de Goiânia.

Ainda assim, um de seus pratos mais tradicionais fica por conta da feijoada na panela, que é preparada com todo o cuidado e com ingredientes selecionados, sem orelha, rabo ou pé de porco.

Horário de funcionamento: segunda, das 12h às 15h / terça a sexta, das 7h às 11h e das 12h às 15h / sábado e domingo, das 8h às 11h e das 8h às 16h

Telefones:

  • (62) 3223-6604
  • (62) 3945-4138

Endereços:

  • Rua 13, 773 – St. Marista, Goiânia – GO, 74110-140
  • R. 137, 120 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-120

11 – Restaurante Chão Nativo

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

A casa é sempre lembrada por oferecer um cardápio repleto de comidas goianas, sendo que mais de 50 pratos são preparados no fogão a lenha, garantindo um sabor ainda mais especial. E é claro que também não poderia faltar em seu cardápio uma deliciosa feijoada em Goiânia. Vale e pena experimentar!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 11h às 15h / sábado e domingo, das 11h às 16h

Telefones:

  • (62) 3223-5396
  • (62) 3241-2266

Endereços:

Av. República do Líbano, 1809 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74115-030

Av. T-11, 299 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74223-070

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

FIVB define rivais do vôlei brasileiro na busca por vagas olímpicas

A seleção masculina esta no Grupo A junto com Egito, Bulgária e Porto Rico no classificatório. As meninas por sua vez compõe o Grupo D com República Dominicana, Camarões e Azerbaijão.
09/01/2019, 16h35

As seleções masculina e feminina de vôlei do Brasil já conhecem o caminho que terão pela frente na busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. Nesta quarta-feira, a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) divulgou os grupos dos torneios pré-olímpicos, determinados a partir dos rankings da entidade, sendo que as chaves com presença brasileira estão marcadas para agosto. Mas os locais de realização ainda não foram determinados.

Atual campeã olímpica e líder do ranking mundial, a seleção masculina vai encarar Egito, Bulgária e Porto Rico no classificatório. A competição, que ocorrerá entre 9 e 11 de agosto, será o principal foco da equipe em 2019, temporada que também contará com Liga das Nações, Campeonato Sul-Americano, Pan e Copa do Mundo, como destacou o técnico Renan Dal Zotto.

“O Pré-Olímpico é extremamente importante e perigoso. É uma competição de tiro curto, onde não podemos cometer falhas. Todo jogo vale a classificação. Sabemos que a Bulgária, até pela tradição, é a seleção mais perigosa, mas Egito e Porto Rico, claro, também exigem muito cuidado. Nosso foco vai estar total neste torneio, que consideramos o mais importante do ano”, disse Renan.

A seleção feminina entrará em quadra em busca da vaga olímpica entre 2 e 4 de agosto. E os seus rivais vão ser República Dominicana, Camarões e Azerbaijão. O técnico José Roberto Guimarães alertou para o perigo de confrontos contra alguns adversários que estão em ascensão.

“É um grupo forte, com seleções que têm se desenvolvido nos últimos anos. As três equipes participaram do último Mundial e mostraram uma melhora significativa. A República Dominicana tem no comando um brasileiro, o Marquinhos, e muito potencial de ataque. O Azerbaijão joga com bolas altas e tem jogadoras experientes que participam dos grandes campeonatos da Europa. Já Camarões tem melhorado a cada competição. Sabemos que será um ano de muito trabalho e vamos em busca dos melhores resultados possíveis”, contou o treinador.

Os torneios classificatórios intercontinentais distribuirão seis das 12 vagas em cada naipe nos Jogos de Tóquio. País-sede da Olimpíada, o Japão possui direito a uma chave em cada torneio. Já as outras cinco vagas vão ser distribuídas através de torneios continentais.

Confira os grupos dos torneios pré-olímpicos do vôlei:

Masculino

Grupo A: Brasil, Egito, Bulgária e Porto Rico.

Grupo B: Estados Unidos, Bélgica, Holanda e Coreia do Sul.

Grupo C: Itália, Sérvia, Austrália e Camarões.

Grupo D: Polônia, França, Eslovênia e Tunísia.

Grupo E: Rússia, Irã, Cuba e México.

Grupo F: Canadá, Argentina, Finlândia e China.

Feminino

Grupo A: Sérvia, Porto Rico, Tailândia e Polônia.

Grupo B: China, Turquia, Alemanha e República Checa.

Grupo C: Estados Unidos, Argentina, Bulgária e Casaquistão.

Grupo D: Brasil, República Dominicana, Camarões e Azerbaijão.

Grupo E: Rússia, Coreia do Sul, Canadá e México.

Grupo F: Holanda, Itália, Bélgica e Quênia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Por meio de liminar passe livre estudantil deve ser depositado no primeiro de útil do mês, em Goiás

O magistrado deu o prazo de 30 dias para que o governo efetue a criação do setor de atendimento ao público, com o risco de ser multado em R$ 10 mil.
09/01/2019, 17h12

Os alunos que são beneficiados com o Passe Livre Estudantil (PLE) do Governo de Goiás, vão ter o valor repassado para o transporte pelo Estado, no primeiro dia útil de cada mês. Pelo menos é o que foi determinado pelo juiz Eduardo Tavares dos Reis, em liminar concedida, após ação civil pública do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO).

A decisão do magistrado foi tomada no dia 12 de dezembro de 2018, e obriga o Estado a criar um setor de atendimento aos estudantes, podendo ser presencial, virtual ou telefônico. No pedido do MP, feito pela promotora de Justiça Maria Bernadete Ramos Crispim, os estudantes estavam reclamando que a data de liberação das passagens, dificultava os alunos a comparecerem as aulas em alguns casos, pois, o período do depósito de um mês para o outro chegava a 24 dias.

Como determinou também a criação de um canal de comunicação dos estudantes, para que eles possam ter mais informações sobre viagens extras. O magistrado deu o prazo de 30 dias para que o governo efetue a criação desse setor, com o risco de ser multado em R$ 10 mil. Segundo o MP, caso o depósito não seja efetuado no primeiro dia útil do mês, a multa por dia pelo atraso no repasse foi fixada em R$ 1 mil para cada estudante que não receber as passagens no dia determinado.

MP pediu também o retorno da meia passagem aos estudante com o Passe Livre Estudantil

O Ministério pediu ainda que fosse retornado o direito de pagar meia passagem aos estudantes, além dos custo com as 48 viagens mensais do PLE. Porém, o juiz que aceitou a solicitação para o repasse ser efetuado no primeiro dia útil de cada mês, negou. Segundo o magistrado, é possível o próprio estudante pedir viagens extra, desde que comprove a necessidade destas viagens.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

O que fazer em Goiás Velho: 11 destinos incríveis para conhecer

Não sabe o que fazer em Goiás Velho? A cidade é um verdadeiro patrimônio histórico e oferece diversas atrações para o público, proporcionando quase uma viagem no tempo.
09/01/2019, 18h38

Não é preciso ir muito longe para encontrar verdadeiras belezas naturais. Se você está pensando em viajar, pode escolher uma das várias cidades turísticas de Goiás e com certeza poderá aproveitar de paisagens e momentos incríveis. Já conhece a Cidade de Goiás? A antiga Vila Boa, também apelidada de Goiás Velho, é um dos destinos preferidos não apenas de goianos, mas também de pessoas de todas as partes do país. Suas características históricas e o climinha bucólico são os principais atrativos da cidade, que oferece excelentes opções para quem pretende conhecer um pouquinho mais sobre a história do estado. Portanto, se você está buscando o que fazer em Goiás Velho, podemos de ajudar!

Fundada em 1729, justamente no momento em que o ciclo do ouro se encontrava em seu auge, a cidade foi a capital do estado de Goiás até o ano de 1937, quando a sede do governo foi transferida para a novata Goiânia. Sua história tem início com as expedições dos bandeirantes, que se aventuraram nas terras do Brasil Central em busca de riquezas.

O que fazer em Goiás Velho: 11 destinos incríveis para conhecer
Foto: Reprodução/ 3 em 3

Acabaram encontrando boa quantidade de ouro na região, fato que transformou o local na capital do estado tempos depois. Ainda hoje é possível encontrar grande parte da história da cidade em excelente estado de conservação. A arquitetura é uma excelente prova disso, já que os casarões e as ruas de pedra ainda estão por lá, fomentando o turismo da cidade e compondo um ambiente simplesmente apaixonante.

Apenas a título de curiosidade e para que também não restem dúvidas, Goiás é conhecida por diferentes nomes. “Vila Boa de Goyas” foi seu primeiro nome, que nasceu pouco depois de sua fundação. Atualmente, se tornou apenas “Goiás”, sendo antecedida por “Cidade de” apenas para diferenciá-la do estado. Enquanto isso, “Goiás Velho” é um carinhoso apelido dado para a velha capital. No ano de 2001, o município foi reconhecido pela UNESCO como Patrimônio Histórico e Cultural Mundial por sua arquitetura barroca e suas tradições culturais seculares.

Procurando o que fazer em Goiás Velho?

Principais atrações:

1 – Centro Histórico

O que fazer em Goiás Velho
Foto: Reprodução/ Iphan

A Cidade de Goiás é uma das principais testemunhas da ocupação e colonização do Brasil Central. Assim como já foi possível perceber, é uma das poucas do país que ainda guarda consigo características daquele período, com suas ruas de pedra e casarões coloniais, que por incrível que pareça, preservam estrutura bem cuidada e nos transportam em uma “viagem no tempo”.

Por ali se encontram diversos pontos turísticos da antiga cidade. Para quem ainda não conhece o local, fica a dica para marcar uma ida até lá. Certamente irá se surpreender e se encantar! Vale a pena!

2 – Museu Casa de Cora Coralina

O que fazer em Goiás Velho
Foto: Reprodução

Também conhecido como “Casa Velha da Ponte”, o Museu Casa de Cora Coralina é uma das principais atrações. Portanto, se você procura o que fazer em Goiás Velho, este é certamente um destino que não pode deixar de conhecer.

Foi após a morte da poetisa que seus parentes e amigos se reuniram para criar a Associação Casa de Cora Coralina, no ano de 1985. Enquanto o isso, o museu propriamente dito, foi inaugurado apenas em 20 de agosto de 1989, data em que se comemorava o centenário de nascimento de Cora.

O acervo do ambiente é formado por objetos pessoais, manuscritos, datiloscritos, fotos, correspondências, hemeroteca, utensílios domésticos, livros e móveis. Tais artigos foram doados pela família da poetisa e um dia, já pertenceram a ela.

Para conferir mais detalhes você pode acessar o site do museu: Museu Casa de Cora Coralina. Vale muito a pena conhecer!

Horário de funcionamento: terça a sábado, das 9h às 16h45 / domingo, das 9h às 13h

Telefone: (62) 3371-1990

Endereço: R. Dom Cândido, 20, Goiás – GO, 76600-000

3 – Palácio Conde dos Arcos

O que fazer em Goiás Velho
Foto: Reprodução

Para aqueles que se interessam por história e querem desvendar cada segredo da cidade, uma visita ao Palácio Conde dos Arcos é indispensável! Foi ali que morou o primeiro governador do estado de Goiás, que por sinal, foi homenageado com o nome da ambiente.

Embora não seja possível encontrar um grande acervo, ainda é uma das principais construções da Cidade de Goiás, fazendo com que seus visitantes enxerguem toda a cultura do local. As visitas são guiadas e é possível conhecer um pouquinho do processo de formação do estado, seja no que tange o aspecto político ou social.

O jardim do palácio ainda é um detalhe a parte, já que garante uma linda e refrescante paisagem.

Horário de funcionamento: terça a sábado, das 9h às 17h / domingo, das 9h às 15h

Telefone: (62) 3371-1200

Endereço: Praça Tasso Camargo, 1 – Centro, Goiás – GO, 76600-000

4 – Praça do Coreto

O que fazer em Goiás Velho
Foto: Reprodução

Para quem procura o que fazer em Goiás Velho, visitar a Praça do Coreto também é uma das melhores opções. Linda e charmosa, proporciona uma experiência inigualável para seus visitantes. Não há nada melhor que comprar um bom picolé por ali e aproveitar os banquinhos e as sombras da praça para passar um tempo.

É verdadeiramente como se o tempo parasse. É possível ficar horas por ali apenas mantendo um bom papo com os amigos e observando a bela paisagem ao redor. E como já é possível imaginar, é claro que por ali há um pequeno coreto. Bem cuidado e encantador, o ambiente faz lembrar aquelas novelas de época, aliás, e um excelente cenário para as melhores fotografias.

Telefone para informações: (62) 99141-1188

Endereço: R. Moretti Foggia, 180 – Centro, Goiás – GO, 76600-000

Igrejas e Catedrais

5 – Catedral de Sant’Ana

O que fazer em Goiás Velho
Foto: Reprodução

Localizada na praça principal da Cidade de Goiás, a estrutura da igreja é bastante antiga e remonta ao ano de 1743. Embora guarde muita história consigo e tenha uma arquitetura simplesmente deslumbrante, o local não se encontra bem conservado atualmente.

Seu interior perdeu características que garantiam sua originalidade, no entanto, ainda é possível encontrar painéis que dão ao ambiente uma identidade interessante. Mesmo que não esteja em seus melhores dias, ainda é um excelente destino para quem visita a cidade, principalmente para aqueles que dão importância para o valor histórico.

Endereço: 80, R. 25 de Julho, 2, Goiás – GO, 76600-000

6 – Igreja Nossa Senhora Aparecida

O que fazer em Goiás Velho
Foto: Reprodução

Encontrada na beira da estrada, fica bem pertinho da Cidade de Goiás, em rua que segue direção à Goiânia. Fica em um ambiente bastante sossegado e quase não há movimento nas redondezas, o que garante bons momentos de paz. Vale a pena fazer uma visita pois, além disso, a igreja ainda é linda!

7 – Igreja Nossa Senhora de Abadia

O que fazer em Goiás Velho
Foto: Reprodução

Há muito o que fazer em Goiás Velho, sem dúvidas! E mais uma excelente opção é visitar a Igreja Nossa Senhora de Abadia, que também conta com a antiga estrutura colonial, lhe garantindo uma fachada linda e encantadora.

Vale mencionar também a vista privilegiada que é possível ter dali. Isso porque a igreja se encontra sobre um morro, fazendo com que quem esteja lá em cima possa ver boa parte da cidade. A vista durante o pôr do sol é simplesmente deslumbrante!

Endereço: R. Sen. Eugenio Jardim, Goiás – GO, 76600-000

8 – Igreja do Rosário

O que fazer em Goiás Velho:
Foto: Reprodução

A igreja é uma das mais bonitas da cidade, disso não tenha dúvida. Sua estrutura arquitetônica é deslumbrante e em seu interior ainda é possível encontrar diversos painéis de arte sacra. Também é possível apreciar obras do início do modernismo em Goiás, produzidas por Frei Confaloni.

Endereço: Rua Luiz Guedes Amorim, 1, Goiás – GO, 76600-000

Outros lugares para visitar

9 – Chafariz de Cauda

O que fazer em Goiás Velho
Foto: Reprodução

Fundado no ano de 1778, o Lago do Chafariz era utilizado para o abastecimento da Cidade de Goiás. Sua estrutura se encontra na Praça Brasil Caído, preservando até hoje as características arquitetônicas daquela época, carregando traços da art déco e um pouco da arquitetura colonial.

É um dos mais bonitos pontos turísticos da cidade e, embora seja bem simples, é uma construção muito bonita que sempre rende fotos maravilhosas.

Endereço: R. Nova, 159-235, Goiás – GO, 76600-000

10 – Museu das Bandeiras

O que fazer em Goiás Velho
Foto: Reprodução

O Museu das Bandeiras se encontra na antiga Casa de Câmara e Cadeia da Província de Goyas, representando também uma boa escolha para quem busca o que fazer em Goiás Velho. O prédio foi inaugurado em 1766, seguindo ainda os projetos da Coroa Portuguesa.

Já o museu foi inaugurado em 1949, tendo como acervo inicial os arquivos documentais da Delegacia Fiscal do Tesouro Nacional. Apenas para que você tenha ideia, esse conjunto de documentos representa uma das mais importantes fontes de informação sobre a administração pública do Centro-Oeste durantes o período colonial, imperial e republicano.

Hoje em dia, o acervo do museu é composto por artes sacras, vestuário, mobiliário, utensílios domésticos e armamentos. Vale a pena conhecer!

Horário de Funcionamento: terça a sábado, das 9h às 12h e das 13h às 18h / domingo, das 9h às 13h

Telefone: (62) 3371-1087

Endereço: Praça Brasil Caiado – Centro, Goiás – GO, 76600-000

11 – Mercado Municipal

O que fazer em Goiás Velho:
Foto: Reprodução/ Curta Mais

O local é bastante agradável, perfeito para fazer um passeio. Um dos pontos positivos é que conta com estacionamento grátis, permitindo acesso mais fácil ao lugar. Por ali é possível encontrar diversas lojinhas de lembranças e artesanato, sendo que ainda é possível contar com alguns restaurantes e lanchonetes. Bonito e bastante agradável!

Endereço: R. 15 de Novembro, 13, Goiás – GO, 76600-000

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Brasileiros consideram reforma da previdência necessária

Texto do governo federal vai ser encaminhado em fevereiro e não há informações sobre a inclusão dos militares na reforma.
09/01/2019, 19h10

Uma das mais conturbadas pautas do congresso nacional atualmente, é a reforma da previdência. O tema também é uma das primeiras medidas que o atual presidente Jair Bolsonaro (PSL) e sua equipe econômica querem a aprovação. Com o cenário desenhado, o R7 foi as ruas para ver como essa reforma é vista pelos brasileiros e chegou a conclusão de que 68,6% consideram a reforma previdenciária necessária. O resultado da pesquisa feito pelo instituo Paraná Pesquisas foi divulgado nesta quarta-feira (9/1).

Durante a pesquisa foram ouvidas 2.006 pessoas com idades acima dos de 16 anos, em 148 municípios do país, em todos os Estados, entre os dias 12 e 15 de dezembro de 2018. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para cima ou para baixo.

Foram entrevistadas pessoas com idade acima de 45 anos e com ensino superior, e o número de brasileiros favoráveis a reforma nessa faixa etária supera os 70%. Quando a idade muda, entre 16 e 34 anos, a maioria é contra a reforma. A pesquisa também levou em conta o modelo de aposentadoria dos servidores públicos atualmente que encerram a carreira com salário integral, é um dos itens que vai sofrer alteração.

Segundo a pesquisa 65,6% deles vão se aposentar nas mesmas condições dos trabalhadores da iniciativa privada. Conforme matéria publicada pelo R7, 28,7% afirmam que devem continuar a receber o salário integral.

Presença de militares na reforma da previdência ainda não foi definida

Além da mudança prevista com os servidores que encerram a carreira recebendo o salário integral, outro ponto que também vai ser observado é a aposentadoria dos militares. A pesquisa publicada nesta quarta-feira, mostra que 57,7% não vão ter um regime previdenciário especial, enquanto outros 37,3% afirmam que vão ter e outros 5% não souberam responder.

A proposta do governo federal deve ser apresentada em fevereiro. E segundo o ministro-chefe da casa civil, Onyx Lorenzoni, não há informações se os militares serão incluídos na reforma da previdência. Além disto, o ministro defendeu que para o presidente Jair Bolsonaro “é bom dar exemplo”, mesmo que o tema não seja consenso entre os militares.

Além da pesquisa sobre a reforma previdenciária, a população foi questionada, sobre a proposta do ministro da Economia, Paulo Guedes, para a criação de um sistema de capitalização individual. Diferente do atual, que o trabalhador recolhe para um fundo coletivo.

Segundo a publicação, 63,2% concordam com a proposta do ministro, enquanto outros 29,1% discordam da criação deste sistema. Conforme a pesquisa, a aprovação do sistema é maior no Norte e Centro-Oeste do país com 66%, enquanto no Sul e Sudeste chega a 64% e no Nordeste o índice é de 59,9%.

Via: R7 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.