Goiás

Mulher é resgatada após ser espancada e deixada para morrer enrolada em lençol, em Abadia de Goiás

Ela sobreviveu e foi levada para o Hospital de Urgências de Goiânia.
09/01/2019, 14h56

O rastro de sangue e as chinelas de uma mulher, de 51 anos, em uma avenida revela a violência que levou moradores a um matagal na manhã desta quarta-feira (9/1) no setor Goiânia Sul, em Abadia de Goiás, a 23 quilômetros de Goiânia. Por sorte, não encontraram um cadáver, mas uma mulher confusa, que sobreviveu a uma tentativa de homicídio.

Os suspeitos, depois de espancarem e perfurarem a vítima no rosto e no dorso, a arrastaram pela rodovia e a deixaram para morrer, coberta apenas com um lençol. Além de ter sido espancada, a vítima teria sido estuprada.

Depois de encontrarem a vítima, moradores acionaram o Corpo de Bombeiros Militar (CBMGO). Em seguida, o delegado titular da delegacia da Guapó, Arthur Fleury, iniciou diligências para identificar os autores.

Mulher é resgatada após ser espancada e deixada para morrer enrolada em lençol, em Abadia de Goiás
Foto: Bill Guerra

O delegado Arthur Fleury adiantou que após começar as buscas pelos suspeitos, constatou que o motorista de um aplicativo foi assaltado.

O motorista teria conseguido fugir do bando: três homens e uma mulher, que seria a vítima jogada no matagal.

“O motorista conseguiu fugir pela mata. O carro foi encontrado e a mulher totalmente lesionada, então pode ser que ela tenha participado do roubo, não há certeza disso, estamos investigando”, afirma Fleury.

O nome da vítima, que foi levada ensanguentada para o Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO), não foi revelado. Ela foi rapidamente atendida enquanto moradores assistiam, aliviados, um raro caso em que uma vítima de tentativa de homicídio sobrevive.

Mulher foi encontrada enrolada em um lençol

Conforme mostram imagens de vídeos enviados para a página do repórter cinematográfico Bill Guerra,  a mulher foi resgatada pelos bombeiros. Em outro vídeo que também foi postado na página, uma pessoa narra o que vê: muito sangue na rodovia e a mulher enrolada no lençol.

Nas imagens, um homem narra que a mulher foi estuprada e agredida do outro lado da rua. Por acharem que a vítima estaria morta, os suspeitos a arrastaram, deixando o rastro de sangue da mulher no asfalto e abandonada no matagal.

Segundo o CBMGO, os moradores da região encontraram a mulher e acionaram a corporação. Os bombeiros afirmaram que ela foi encontrada confusa, sem os documentos pessoais.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Fieg critica proposta econômica de Caiado para Goiás, e diz que ela "engessa o Estado"

O presidente da entidade, Sandro Mabel, ainda fez um balanço do desempenho da indústria goiana em 2018 e falou sobre as perspectivas para 2019.

Por Ton Paulo
09/01/2019, 15h20

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, disse, em entrevista coletiva à imprensa no final da manhã desta quarta-feira (9/1), que a proposta do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), de entrar no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) para equilibrar as contas públicas podem “engessar o Estado”. O presidente ainda fez um balanço do desempenho da indústria goiana em 2018 e falou sobre as perspectivas para 2019 diante das mudanças nos governos estadual e federal.

Segundo Mabel, a Fieg tem uma visão otimista para o Estado, que vem apresentando recuperação econômica ainda discreta, mas que pode tornar-se vigorosa a partir do segundo semestre ou mesmo cair na estagnação. De acordo com ele, depois de um 2018 de instabilidades, os rumos da economia goiana serão ditados, mais que nunca, pelo comportamento dos governos federal e estadual.

“Como a economia em todo o Brasil, a indústria também teve um crescimento pequeno em 2018. Estamos com boas perspectivas para 2019. A economia, as bolsas, os industriais e os consumidores estão mais entusiasmados. Com a entrada de Jair Bolsonaro na presidência e de Ronaldo Caiado, no Governo do Estado, temos expectativa que a indústria dê um salto, porque a economia também dará este salto”, avaliou Sandro Mabel, que assumiu a presidência da Fieg em 20 de dezembro para o mandato 2019/2022.

Fieg critica proposta econômica de Caiado para Goiás e diz que ela "engessa o Estado"
Sandro Mabel, presidente da FIEG, fala sobre expectativas para Goiás (Foto: Assessoria FIEG)

Entretanto, o presidente da Fieg não vê com bons olhos os próximos passos de Ronaldo Caiado para a tentativa de recuperação econômica de Goiás, que, segundo o próprio governador, foi entregue a ele pelo ex-governador Zé Eliton “em estado de falência”. De acordo com ele, a proposta de Caiado para entrar no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) pode “engessar o Estado”.

“A Fieg não é contra Goiás entrar no RRF. Temos a preocupação que Goiás encare o RRF como única alternativa de solução. Isso engessa o Estado sobremaneira, podendo criar uma condição de, na hora em que a economia der uma deslanchada, Goiás não ter instrumentos para deslanchar também”, explica Sandro. “Não estamos fazendo oposição à decisão do governador (Caiado). Apenas queremos ajudá-lo a encontrar alternativas e mostrar as consequências que possam afetar Goiás. O Estado não pode ser tocado só com a visão do fisco, do caixa. Ele é feito de desenvolvimento e precisamos desenvolver a economia para arrecadar mais”, reitera.

Fieg diz que retomada do crescimento do Estado depende do investimento na indústria

Para que a retomada do crescimento econômico em Goiás se faça robusto, a Fieg considera necessário o efeito de medidas, no âmbito federal, a exemplo de ajuste duradouro nas contas públicas, avanço nas reformas estruturantes, como a previdenciária e a tributária, e a adoção de iniciativas para melhorar o ambiente de negócios, entre as quais a desburocratização.

Conforme Sandro Mabel, a solução para a economia goiana voltar a crescer, é o incentivo à produção, ao desenvolvimento. Para tanto, ele vê a necessidade de políticas que incentivem a industrialização da matéria-prima produzida em Goiás, sobretudo no setor alimentício.

“Goiás tem uma grande condição de dar um salto em industrialização. Os grãos, que dominam nossa produção e é nosso ouro, não devem ser exportados in natura, como acontece hoje. Temos de criar um novo ciclo de desenvolvimento industrial, criar políticas para industrializarmos estes grãos em Goiás. Isso criaria milhares de empregos, o que será muito bom para o Estado. É nossa grande aposta para um novo ciclo de crescimento em Goiás”, afirmou Mabel, referindo-se ao incentivo fiscal de 5% que Goiás oferece para as exportações.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

"É um sonho se realizando", diz gari goiano que pode representar o Brasil em Mundial de Taekwondo

O gari e atleta Bruno de Castro da Silva conquistou primeiro lugar no Ranking Nacional de Taekwondo, e é um dos principais cotados para representar o país no estrangeiro.

Por Ton Paulo
09/01/2019, 16h12

Quem vê o jovem Bruno trajando o uniforme da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) e limpando as ruas de Goiânia noite afora, pode deixar passar o fato de que se trata de ninguém menos do que o 1º lugar absoluto no Ranking Nacional de Taekwondo, e provável campeão representante do Brasil no Campeonato Mundial de Taekwondo, a ser realizado em maio deste ano, no Reino Unido. Com apenas 28 anos, o gari goiano Bruno de Castro da Silva, natural da capital do Estado, tem ganhado os holofotes da comunidade esportiva no Brasil e fora dele.

Em entrevista exclusiva ao Dia Online, o atleta e gari goianiense, que hoje reside no município de Goianira, região metropolitana da capital, começa se desculpando por não ter atendido às ligações perdidas de nossa reportagem, e justifica: “Estava treinando”. Aliás, “treinar” para ele é o verbo mais presente em sua vida desde que começou a se dedicar e se destacar no Taekwondo, arte marcial de origem coreana que envolve destreza no emprego das mãos e punhos, braços ou pés, para a rápida derrubada do oponente.

Bruno, que mora sozinho em Goianira e trabalha como gari há nove anos, está, hoje, em primeiro lugar no Ranking Nacional de Taekwondo. Em 2017, conquistou o primeiro lugar no Campeonato Brasileiro de Taekwondo adulto, categoria até 74Kg, realizado entre os dias 21 e 23 de setembro, na cidade do Rio de Janeiro, no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan). Vice-campeão em 2018, no Torneio Open Centro- Oeste foi bicampeão, respectivamente em 2017 e 2018. Bruno também faturou seis vezes o campeonato Goiano e já foi vice da copa do Brasil. São 12 títulos e mais de 50 medalhas no total de sua carreira. Mas quem pensa que Bruno dá-se por satisfeito com todos esses prêmios e títulos, se engana.

"É um sonho se realizando", diz gari goiano que pode representar o Brasil em Mundial de Taekwondo
Foto: Divulgação/Luciano Magalhães

O jovem Bruno é nada menos do que um dos principais cotados para representar o Brasil no Campeonato Mundial de Taekwondo, previsto para acontecer em maio deste ano em Manchester, Reino Unido. O goianiense participará de um torneio no Rio de Janeiro em fevereiro deste ano, o Grand Slam, que será uma espécie de seletiva entre competidores de todo o país. “O vencedor arruma as malas e vai lutar no Campeonato Mundial, para concorrer com lutadores do mundo inteiro”, explica. O gari e lutador se emociona ao pensar no feito: “É um sonho se realizando”.

Gari goiano e lutador de Taekwondo segue rotina disciplinada de treino

Entretanto, para conseguir manter o posto de campeão, Bruno enfrenta uma rotina dura de treinos e disciplina, além, é claro, de seu trabalho como gari. O jovem trabalha no turno noturno na Comurg, e costuma pegar no serviço às 19h para só parar na manhã do dia seguinte, por volta das 7h. O tempo que sobra é dedicado para o descanso e o treino. “Chego em casa de manhãzinha, durmo até por volta das 11h, acordo e vou treinar”, conta.

O atleta conta que essa discrepância é uma dificuldade que se interpõe, mas que não o desanima. “Vou competir com adversários que vivem para treinar, enquanto eu preciso me dividir entre o treino e o trabalho [como gari]”, desabafa. Além disso, Bruno revela a condição de seus pais, que enfrentam atualmente problemas de saúde, mas isso não o desanima, pelo contrário.

Bruno finaliza falando de seu sonho, que é ter seu trabalho como lutador reconhecido, e dá um recado a quem também tem pouco suporte na perseguição dos sonhos: “O importante é não desistir, e colocar Deus sempre na frente”.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Dia Gourmet

Feijoada em Goiânia: conheça 11 deliciosas opções na cidade

Se você pretende se deliciar com uma saborosa feijoada em Goiânia, confira a listinha especial que preparamos para você! Muitos restaurantes na capital fazem a tradicional feijuca aos sábados!
09/01/2019, 16h15

A feijoada é um dos mais tradicionais pratos da culinária brasileira, fazendo com que muitos acreditem que ela de fato nasceu no país. Composta basicamente por feijão preto, linguiça e diversas partes do porco, a verdade é que pesquisadores apontam que tal especialidade é milenar, remontando à área mediterrânea, na época do Império Romano. Seja qual for sua origem, a grande questão é que o prato já se transformou em uma verdadeira paixão brasileira, especialmente goiana. Portanto, se você procura um lugar para saborear uma deliciosa feijoada, podemos te ajudar!

A capital conta com diversos restaurantes que oferecem em seu cardápio a tradicional feijuca dos sábados. Preparada sempre com muito cuidado e com ingredientes selecionados, são ambientes já reconhecidos na cidade pela qualidade do prato. Já deu aquela vontade, não é mesmo? Então confira!

Encontre a melhor feijoada em Goiânia:

1 – Bendita Feijuca

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Bem, o nome já diz tudo não é mesmo? Se você está procurando por um lugar para saborear uma deliciosa feijoada em Goiânia, esta é uma das melhores opções. O ambiente é bastante agradável e receptivo, sem contar que suas feijoadas são recheadas de carnes defumadas artesanalmente, com tudo bem fresquinho e livre de químicos e conservantes.

É possível pedir porções que servem até 6 pessoas, com as opções de feijoada gourmet e carioca, podendo ser acompanhadas com arroz, farofa, couve, torresmo, laranja e muito mais. Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: quarta a sexta, das 10h às 14h30

Telefone: (62) 3997-5647

Endereço: Rua C 261, 170 Qd 597, Lt 2 NOVA SUÍÇA Goiânia – GO 74280-240

2 – Rio Bahia Restaurante Bar

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Como o próprio nome sugere, o lugar faz uma deliciosa mistura entre a cozinha carioca e baiana, rendendo pratos que são de dar água na boca. O local ainda garante experiências diversas para seus clientes, já que oferece diferentes ambientes, sempre bem ventilados, garantindo a satisfação de todos.

O cardápio do local conta com deliciosos pratos e petiscos e é claro, ainda é possível pedir aquela feijoada no capricho!

Horário de funcionamento: terça a quinta, das 11h30 às 15h e das 17h às 00h / sexta, das 11h30 às 15h e das 17h à 1h / sábado, das 11h30 à 1h / domingo, das 11h30 às 17h

Telefone: (62) 3092-4342

Endereço: R. 15, nº 712 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-020

3 – Victoria Gastronomia com Poesia

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

O ambiente é bastante confortável e acolhedor, sendo ideal para levar a família ou os amigos. Ao observar a decoração do local, aliada ao bom atendimento, é realmente possível perceber a poesia ali presente.

O cardápio então, nem se fala. É bastante variado e os pratos são deliciosos. Para quem procura degustar uma boa feijoada em Goiânia, é válido ir ao restaurante no sábado, que é o dia tradicional para o preparo do prato.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 11h30 às 15h / sábado e domingo, das 12h às 16h

Telefone: (62) 3432-7727

Endereço: R. 137, 90 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-120

4 – Glória Bar e Restaurante

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Comer uma saborosa feijoada pode ser uma experiência completa no Glória Bar. Isso porque aos sábados ela é servida completa, com direito até mesmo a roda de samba! O ambiente possui aquele climinha gostoso dos tradicionais bares cariocas, fazendo com que seja a escolha ideal para ir com os amigos. Ainda dá para pedir aquela cervejinha gelada para acompanhar! É sem dúvida uma boa opção de feijoada em Goiânia!

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 17h30 à 1h / sábado e domingo, das 11h30 à 1h

Telefone: (62) 3224-9033

Endereço: R. 101, 435 – St. Sul, Goiânia – GO, 74080-150

5 – Restaurante Cateretê

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Presente no mercado desde 1996, o restaurante visa valorizar o regionalismo, o folclore, cultura e gastronomia local. Apenas a título de curiosidade, o nome “Cateretê” faz referência a um estilo de dança rural, mais conhecida por nós como “Catira”.

A proposta do ambiente é servir sempre os melhores e mais seletos cortes de carnes bovinas, preparadas artesanalmente e grelhadas na chapa. Além disso, ainda é possível encontrar peixes, frangos, suínos, cordeiros, linguiças e muito mais.

A feijoada da casa é servida sempre aos sábados, com porções individuais e para duas pessoas. Ainda acompanha arroz branco, farofa, couve, molho de pimenta e laranja. Vale muito a pena experimentar!

Horário de funcionamento: segunda, das 11h30 às 14h30 / terça a sexta, das 11h30 às 14h30 e das 18h às 23h30 / sábado, das 11h às 00h / domingo, das 11h às 22h30

Telefone: (62) 3285-3261

Endereço: Av. T-2, 318 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74210-010

6 – Thiosti Restaurante e Choperia

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

O ambiente é bastante agradável e confortável, sendo que durante alguns dias da semana ainda recebe shows ao vivo, deixando o clima ainda mais animado e descontraído. O cardápio contem variedade em pratos e petiscos, sendo que ainda é possível encontrar uma excelente carta de vinhos e cerveja extremamente gelada.

E é claro, para quem procura uma deliciosa feijoada em Goiânia o ambiente também não decepciona. Os sábados sempre são regados a muita feijoada e samba, uma das melhores combinações já criadas. Vale a pena conhecer o lugar e experimentar!

Horário de funcionamento: segunda, das 11h às 00h / terça a sexta, das 11h às 15h e das 18h às 00h / sábado, das 11h às 2h / domingo, das 11h às 17h

Telefone: (62) 3095-3838

Endereço: Rua 1136, 97, Quadra 239, Lote 30 – Setor Marista – St. Marista, Goiânia – GO, 74180-150

7 – Aquarius Restaurante

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Este é, sem dúvida, um dos melhores restaurantes e choperias da cidade. Qualificado como boteco gastronômico, conta com um ambiente requintado mas sem perder a característica popular. É possível encontrar mesas internas ou ao ar livre, perfeito para levar a família ou os amigos.

É sempre possível encontrar excelentes atrações musicais no ambiente, sem contar que aos sábados também rola aquela feijoada que todo mundo adora.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 11h às 00h

Telefone: (62) 3278-8668

Endereço: Avenida Albert Einstein, Quadra 10, Lote 05, s/n – Jardim da Luz, Goiânia – GO, 74850-320

8 – Dito Bem Dito

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Em um ambiente bem estilizado e casual, a casa possui em seu cardápio um delicioso mix entre a cozinha europeia e a brasileira, com pratos que agradam até o mais exigente paladar.

E para celebrar o que há de melhor da comida de nosso país, aos sábados também é possível encontrar no restaurante o que é considerado como a melhor feijoada em Goiânia! Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: segunda a quarta, das 11h às 15h / quinta a sábado, das 11h às 15h e das 17h às 4h

Telefone: (62) 3639-6070

Endereço: R. 137-A, 23 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-130

9 – Quintal do Jorjão

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

No mercado desde 2010, a casa sempre reúne aqueles que são apaixonados pela gastronomia e pelo samba. Desde seu primeiro evento, vem oferecendo uma deliciosa feijoada em Goiânia para seus clientes, com a receita tradicional e com opção vegetariana. Sem contar que ainda é possível desfrutar de muita música boa e bebidas de qualidade.

Horário de funcionamento: sábado, das 12h às 18h

Telefone: (62) 3087-2512

Endereço: R. 226, 439 – St. Leste Vila Nova, Goiânia – GO, 74645-180

10 – Restaurante Panela Mágica

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

Com um espaço bastante tranquilo e valorizando os alimentos naturais, o Restaurante Panela Mágica é um dos mais lembrados de Goiânia.

Ainda assim, um de seus pratos mais tradicionais fica por conta da feijoada na panela, que é preparada com todo o cuidado e com ingredientes selecionados, sem orelha, rabo ou pé de porco.

Horário de funcionamento: segunda, das 12h às 15h / terça a sexta, das 7h às 11h e das 12h às 15h / sábado e domingo, das 8h às 11h e das 8h às 16h

Telefones:

  • (62) 3223-6604
  • (62) 3945-4138

Endereços:

  • Rua 13, 773 – St. Marista, Goiânia – GO, 74110-140
  • R. 137, 120 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-120

11 – Restaurante Chão Nativo

feijoada em Goiânia
Foto: Reprodução

A casa é sempre lembrada por oferecer um cardápio repleto de comidas goianas, sendo que mais de 50 pratos são preparados no fogão a lenha, garantindo um sabor ainda mais especial. E é claro que também não poderia faltar em seu cardápio uma deliciosa feijoada em Goiânia. Vale e pena experimentar!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 11h às 15h / sábado e domingo, das 11h às 16h

Telefones:

  • (62) 3223-5396
  • (62) 3241-2266

Endereços:

Av. República do Líbano, 1809 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74115-030

Av. T-11, 299 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74223-070

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

FIVB define rivais do vôlei brasileiro na busca por vagas olímpicas

A seleção masculina esta no Grupo A junto com Egito, Bulgária e Porto Rico no classificatório. As meninas por sua vez compõe o Grupo D com República Dominicana, Camarões e Azerbaijão.
09/01/2019, 16h35

As seleções masculina e feminina de vôlei do Brasil já conhecem o caminho que terão pela frente na busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. Nesta quarta-feira, a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) divulgou os grupos dos torneios pré-olímpicos, determinados a partir dos rankings da entidade, sendo que as chaves com presença brasileira estão marcadas para agosto. Mas os locais de realização ainda não foram determinados.

Atual campeã olímpica e líder do ranking mundial, a seleção masculina vai encarar Egito, Bulgária e Porto Rico no classificatório. A competição, que ocorrerá entre 9 e 11 de agosto, será o principal foco da equipe em 2019, temporada que também contará com Liga das Nações, Campeonato Sul-Americano, Pan e Copa do Mundo, como destacou o técnico Renan Dal Zotto.

“O Pré-Olímpico é extremamente importante e perigoso. É uma competição de tiro curto, onde não podemos cometer falhas. Todo jogo vale a classificação. Sabemos que a Bulgária, até pela tradição, é a seleção mais perigosa, mas Egito e Porto Rico, claro, também exigem muito cuidado. Nosso foco vai estar total neste torneio, que consideramos o mais importante do ano”, disse Renan.

A seleção feminina entrará em quadra em busca da vaga olímpica entre 2 e 4 de agosto. E os seus rivais vão ser República Dominicana, Camarões e Azerbaijão. O técnico José Roberto Guimarães alertou para o perigo de confrontos contra alguns adversários que estão em ascensão.

“É um grupo forte, com seleções que têm se desenvolvido nos últimos anos. As três equipes participaram do último Mundial e mostraram uma melhora significativa. A República Dominicana tem no comando um brasileiro, o Marquinhos, e muito potencial de ataque. O Azerbaijão joga com bolas altas e tem jogadoras experientes que participam dos grandes campeonatos da Europa. Já Camarões tem melhorado a cada competição. Sabemos que será um ano de muito trabalho e vamos em busca dos melhores resultados possíveis”, contou o treinador.

Os torneios classificatórios intercontinentais distribuirão seis das 12 vagas em cada naipe nos Jogos de Tóquio. País-sede da Olimpíada, o Japão possui direito a uma chave em cada torneio. Já as outras cinco vagas vão ser distribuídas através de torneios continentais.

Confira os grupos dos torneios pré-olímpicos do vôlei:

Masculino

Grupo A: Brasil, Egito, Bulgária e Porto Rico.

Grupo B: Estados Unidos, Bélgica, Holanda e Coreia do Sul.

Grupo C: Itália, Sérvia, Austrália e Camarões.

Grupo D: Polônia, França, Eslovênia e Tunísia.

Grupo E: Rússia, Irã, Cuba e México.

Grupo F: Canadá, Argentina, Finlândia e China.

Feminino

Grupo A: Sérvia, Porto Rico, Tailândia e Polônia.

Grupo B: China, Turquia, Alemanha e República Checa.

Grupo C: Estados Unidos, Argentina, Bulgária e Casaquistão.

Grupo D: Brasil, República Dominicana, Camarões e Azerbaijão.

Grupo E: Rússia, Coreia do Sul, Canadá e México.

Grupo F: Holanda, Itália, Bélgica e Quênia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.