Saúde

Em atraso, secretário de Saúde de Goiás anuncia pagamento das OSs do Estado

Em razão dos atrasos de repasse, algumas unidades mantidas pelas organizações chegaram a ameaçar fechar suas portas.

Por Ton Paulo
11/01/2019, 12h08

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, informou na manhã desta sexta-feira (11/01), o pagamento de todas as Organizações Sociais (OSs) que estão, atualmente, com a prestação de serviços ativa nas unidades de saúde do Estado. As OSs acumulam repasses do Estado em atraso, e algumas unidades mantidas pelas organizações chegaram a ameaçar fechar suas portas.

Em nota divulgada, Ismael informa que os repasses vão ser feitos nos dias 15 e 30 de janeiro. Ele ainda diz que a Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás (Sefaz) assegurou à pasta (da Saúde) a “viabilidade do cumprimento das obrigações para com as prestadoras de serviços”, para o pleno funcionamento das unidades de saúde.

Entretanto, a nota não especifica quanto será destinado para o pagamento das dívidas com as OSs, e se a quitação será feito de forma integral. Para se ter uma ideia, em visita ao Hospital Materno Infantil no início desse mês (1/1), o governador Ronaldo Caiado (DEM) foi informado por Márcio Gramosa, diretor do Hospital Materno Infantil, que a dívida do Estado com o Hospital é de R$ 65 milhões, mas que o ex-governador Zé Eliton havia feito o repasse de apenas R$ 6,5 milhões.

A reportagem do Dia Online entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES), solicitando o detalhamento do pagamento às OSs anunciado, e aguarda um posicionamento da pasta.

Anúncio do secretário de Saúde de Goiás foi feito por meio de nota

A confirmação do pagamento das OSs do Estado de Goiás foi feito na manhã desta sexta-feira, por meio de uma nota oficial da pasta da Saúde.

Confira abaixo na íntegra:

“NOTA

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, informou hoje, 11/01, o pagamento de todas as Organizações Sociais (OS) que estão, atualmente, com a prestação de serviços ativa nas unidades de saúde do Estado. Os repasses serão feitos nos dias 15 e 30 de janeiro. Segundo Alexandrino, a Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás (Sefaz) assegurou à pasta a viabilidade do cumprimento das obrigações para com as prestadoras de serviços, a fim de garantir a plena assistência de saúde à população goiana.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.