Economia

Goiás fica novamente em primeiro entre Estados que mais caíram na produção industrial

Goiás teve queda de 6,2% na produção industrial, a maior entre os Estados onde ocorreram a pesquisa do IBGE.

Por Ton Paulo
11/01/2019, 11h23

Como esperado, em plena época de crise fiscal no Estado, Goiás ficou novamente em primeiro lugar no ranking dos Estados que tiveram maior queda na produção industrial no país. Em dados divulgados recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes ao mês de novembro do ano passado, Goiás teve queda de 6,2%, a maior entre os Estados onde ocorreu a pesquisa do instituto. Em dezembro do ano passado, O IBGE divulgou os dados referentes ao mês de outubro (de 2018), onde Goiás também obteve a maior queda industrial comparado ao ano anterior.

Apesar do aumento de 0,1% de outubro para novembro de 2018, a produção industrial recuou em nove dos 15 locais pesquisados pelo IBGE no período. As principais quedas ocorreram em Goiás (-6,2%) e no Amazonas (-3,5%). Também tiveram queda os estados do Rio de Janeiro (-2,2%), Pará (-1,3%), Bahia (-1,2%), Santa Catarina (-0,9%), Espírito Santo (-0,8%) e Mato Grosso (-0,4%).

A região Nordeste, também pesquisada em seu conjunto de nove estados, teve uma queda de 0,8%. Apenas seis locais tiveram alta: Pernambuco (1,4%), Paraná (1,1%), Ceará (0,9%), São Paulo (0,7%), Minas Gerais (0,7%) e Rio Grande do Sul (0,4%).

Dados do ano passado mostram que Goiás não teve nenhuma melhora na produção industrial

De acordo com o IBGE, em dados divulgados em dezembro do ano passado referentes ao mês de outubro, Estado de Goiás foi o que apresentou a maior queda de na produção industrial entre os 15 estados pesquisados, comparado ao ano de 2017.

O IBGE pesquisou o desempenho da produção industrial deste ano de 15 estados brasileiros, de setembro para outubro, e constatou que nove deles tiveram recuo, apesar da alta nacional de 0,2%.

A maior queda, na ocasião, foi observada em Pernambuco, de 10,1%. Goiás teve recuo de -1%. Entretanto, na comparação com o ano de 2017, Pará teve a melhor alta em sua produção industrial e Goiás a maior queda.

Comparando com o mês de outubro do ano passado, 11 dos 15 locais pesquisados tiveram alta, com destaque para o Rio Grande do Sul (14,8%) e o Pará (12,9%). Quatro locais tiveram queda, sendo a maior delas registrada em Goiás (-6,5%).

Também foram constadas quedas na produção nos estados de Mato Grosso (-2,7%), Ceará (-2,6%), Pará (-2,5%), Paraná (-2,5%), Rio Grande do Sul (-2,1%) e Rio de Janeiro (-0,8%). A Região Nordeste, que reúne as produções de seus nove estados, também recuou 1,9%.

A produção da indústria de São Paulo manteve-se estável no período. Cinco estados sustentaram a alta nacional de 0,2%: Amazonas (12,4%), Santa Catarina (4,4%), Espírito Santo (1,9%), Bahia e Minas Gerais (com 1,1% cada um).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.