Educação

Ronaldo Caiado assume compromisso de pagar dívida da Bolsa Universitária

Verba destinada ao pagamento da Bolsa de dezembro no valor de R$ 20 milhões, foi remetida ao TCE.
11/01/2019, 20h38

Após as faculdades decidirem não renovar os contratos do programa Bolsa Universitária do Estado de Goiás nesta sexta-feira (11/1). O governador Ronaldo Caiado (DEM) recebeu no Palácio das Esmeraldas, representantes do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Educação Superior do Estado de Goiás (Semesg). Após a reunião, Caiado concedeu entrevista coletiva em que afirmou que vai quitar 100% da dívida deixada pelo ex-governador José Eliton (PSDB) com as instituições de ensino superior, pagas através do programa.

Em Goiás cerca de 26,4 mil jovens são beneficiados com a Bolsa Universitária, e conforme a entrevista coletiva, no ano passado, o governo não pagou o valor integral, apenas parcelas, menos de 30% segundo Caiado.

“Nós temos que prestar contas a sociedade e fazer um esclarecimento a toda população de Goiás, pois aquilo que era de responsabilidade do Estado, eles não cumpriram. E sempre usaram a bolsa universitária pro fim eleitoreiro, para poder penalizar aqueles que na verdade tinham uma função ou tem a função de educar os jovens de Goiás”, afirma Caiado.

Governador Ronaldo Caiado assume compromisso de pagar dívida da Bolsa Universitária
Foto: Divulgação

Na coletiva, o governador mostrou um documento, no qual a verba destinada ao pagamento da Bolsa Universitária foi remetida  ao Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE) no dia 28 de dezembro, no valor de R$ 20 milhões de reais.

“Então isto daqui gente, é a comprovação real de como o Estado de Goiás era governado. E eu disse para eles aqui, que agora eles vão tratar com outro tipo de governo e que da minha parte firmo o compromisso de que o pagamento devido do mês de janeiro será efetuado”, afirma.

Pagamento da dívida da Bolsa Universitária deixada pelo governo

O governador não garantiu apenas o pagamento integral do mês de janeiro, mas que vai buscar um parcelamento para quitar os dividendos. No entanto, Caiado não disse de que maneira ele vai pagar, mas afirmou que vai assumir os 100% dos R$ 76 milhões devidos as instituições de educação superior que atendem aos alunos do programa Bolsa Universitária.

Após o encontro com o governador, os representantes do sindicato, afirmaram que vão marcar uma reunião na próxima segunda-feira (14/1) com os responsáveis pelas faculdades, para buscar um sinal positivo da matrícula dos jovens que estão com o incurso ou iniciado a Bolsa Universitária.

“Vocês podem saber que agora é um outro Estado, agora é um Estado que tem governador! E que vou quitar todas as dívidas do Estado de Goiás a partir de janeiro no final de cada mês e no máximo até o dia 10, esse é o meu compromisso e assim farei”, garantiu Caiado.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.