Goiás

PC investiga acidente que matou uma criança e deixou outra ferida, em Nerópolis

Paloma Rebeca de Sousa, 11 anos, está internada na UTI em estado grave no Hugol.
14/01/2019, 12h00

A Polícia Civil (PC) investiga o acidente que matou uma criança e deixou outra ferida em Nerópolis, localizado a 36 quilômetros de Goiânia. As crianças que estavam em uma bicicleta, ontem (13/1) foram atingidas por um caminhão bitrem que fazia uma curva, na GO 080.

Divino de Sousa Sena, de 8 anos, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local. Já a menina de 11 anos, Paloma Rebeca de Sousa, está internada na UTI em estado grave no Hospital de Urgência Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

Conforme relatos do motorista do caminhão, ao realizar a conversão  para entrar na GO-080, na altura do km 25, ele não conseguiu visualizar as crianças. Ele foi ouvido e liberado após a realização de todos os procedimentos.

Ainda não se sabe como o acidente teria acontecido, mas conforme apurado pela reportagem do Dia Online, o veículo de grande porte saía da GO-222 para entrar na GO-080 quando atingiu a bicicleta onde estavam as duas crianças. No momento, elas estavam sozinha.  De acordo com  os moradores da cidade, o lugar é conhecido devido ao número de acidentes ocorridos no local.

Laudo do acidente que a PC investiga deve sair em 10 dias

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o tacógrafo foi recolhido pela Polícia Técnico Cientifica para perícia. O caso é investigado pelo delegado da cidade, Rodrigo Arana Vargas.

Ao Portal Dia Online, Rodrigo disse que estava se deslocando para a delegacia de Nerópolis para ter acesso ao inquérito. Conforme ele, ainda não há informações concretas sobre o que teria acontecido. Todavia, um laudo deve sair em 10 dias indicando a causa do  acidente.

“Será avaliado se o condutor do caminhão cometeu alguma modalidade de culpa: imprudência, imperícia e negligência. Além disso, se no momento do acidente, o condutor estava  em excesso de velocidade. Também iremos analisar se as crianças cometeram algum erro e testemunhas também serão ouvidas”, explica.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.