Entretenimento

Tom Cruise anuncia mais dois filmes de 'Missão Impossível'

O último filme, "Efeito Fallout", arrecadou US$ 791 milhões mundialmente nas bilheterias.
15/01/2019, 10h28

Aos 56 anos de idade, Tom Cruise revela que lançará mais duas edições do filme “Missão Impossível”. Os longas devem estrear nos verões de 2021 e 2022. No ano passado, o sexto filme registrou uma das melhores bilheterias para um lançamento da franquia.

Na primeira semana, a produção faturou US$ 153,5 milhões em todo o mundo. Na ocasião, Tom Cruise já havia deixado pistas de que daria sequência em Missão Impossível. “Eu tenho muitas ideias sobre a próxima fase, sobre os próximos dois ou três… de onde quero ir”, disse o ator.

Cruise anunciou, nesta segunda-feira, 14, as datas das sétima e oitava edições. Em uma publicação “explosiva” no perfil oficial dele no Twitter, o ator fez a declaração para quase sete milhões de seguidores na rede social.

O diretor do filme, Christopher McQuarrie, respondeu ao tuíte de Tom Cruise. “Missões: Aceito”, escreveu com a hashtag #MissionImpossible.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Mundo

Trump rejeita proposta republicana de reabrir governo por algumas semanas

Ele exige US$ 5,7 bilhões para a construção de um muro na fronteira com o México.
15/01/2019, 10h33

Com a paralisação parcial da máquina pública federal americana entrando na quarta semana e sem perspectiva de solução, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, rejeitou uma solução legislativa de curto prazo e continuou a buscar o combate com os democratas, declarando que “nunca recuaria”. O republicano rejeitou a proposta de reabrir o governo por algumas semanas enquanto as negociações com os democratas continuariam. Ele exige US$ 5,7 bilhões para a construção de um muro na fronteira com o México.

Uma alternativa que poderia ser encontrada por Trump é a de declarar emergência nacional para contornar o Congresso e realizar a obra. O presidente, contudo, se afastou dessa hipótese. “Não estou querendo declarar emergência nacional. Isso é tão simples que não deveríamos ter de fazer isso”, disse Trump na noite de segunda-feira.

A rejeição do presidente à opção de curto prazo proposta pelo senador republicano Lindsey Graham (Carolina do Sul) fez com que as opções de fim da paralisação voltassem à estaca zero. Os congressistas republicanos estavam acenando para Trump com um sinal de que ele poderia seguir em frente com as demandas de imigração, enquanto os democratas continuam a se recusar em financiar o muro.

Para reabrir o governo, a Casa Branca estuda conversar diretamente com congressistas democratas em vez de lidar com a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi (Califórnia), e com o líder da oposição no Senado, Chuck Schumer (Nova York), para tentar diminuir a rejeição dos democratas quanto à construção da barreira. Um funcionário da Casa Branca disse que os planos estão sendo feitos para conversar com alguns deputados mais novos no cargo, especialmente os que não apoiaram a condução de Pelosi à presidência da Câmara. Fonte: Associated Press.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Motorista de Uber é preso por estuprar passageira embriagada, em Goiânia

Ele foi preso e encaminhado para Casa de Prisão Provisória (CPP) em Aparecida de Goiânia.
15/01/2019, 10h37

Um motorista do Uber foi preso no último sábado (12/1)  por estuprar uma passageira que estava embriagada, em Goiânia. A jovem de 22 anos, registrou a ocorrência na 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) na tarde do dia (11/1).

Conforme a Polícia Civil, na madrugada do dia 11, o motorista foi acionado pelo aplicativo para levar a vítima em casa.  Na ocasião, a mulher que estava embriagada teria sido abusada sexualmente pelo suspeito.

Em depoimento, a vítima contou para a delegada responsável pelo caso, Ana Elisa Gomes, que o agressor praticou a violência e a deixou na rua por volta das 4h30, próximo a sua casa. Conforme a investigadora, a jovem estava visivelmente transtornada e foi encaminhada para exames periciais.

Ao decorrer da noite, a delegada identificou o agressor e representou pela prisão preventiva. Ele foi preso e encaminhado para Casa de Prisão Provisória (CPP) em Aparecida de Goiânia.

Ana Elisa explica que além de trabalhar como motorista de aplicativo, o suspeito é coordenador de um órgão de assistência social na Região Metropolitana de Goiânia, uma unidade que trabalha com assistência a pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Empresa Uber se manifestou sobre o caso

Em nota, a empresa Uber se manifestou. De acordo com a assessoria, “a Uber repudia qualquer tipo de comportamento abusivo contra mulheres e acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos de assédio e violência”.

A empresa diz ainda que está à disposição para colaborar com as autoridades nas investigações, e cita ações promovidas pela empresa no combate à violência contra a mulher.

Confira a nota na íntegra:

“Nota

A Uber lamenta o crime terrível que foi cometido. Nenhum comportamento criminoso é tolerado e o motorista foi banido do aplicativo assim que a denúncia foi feita.

A Uber repudia qualquer tipo de comportamento abusivo contra mulheres e acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos de assédio e violência. Nenhuma viagem com a plataforma é anônima e todas são registradas por GPS. Isso permite que, em caso de necessidade, nossa equipe especializada possa dar suporte às autoridades, sabendo quem foi o motorista parceiro e o usuário, seus históricos e qual o trajeto realizado, além de acionar seguro que cobre despesas médicas em caso de incidentes.

A empresa está à disposição para colaborar com as autoridades no curso da investigação ou de processos judiciais, nos termos da lei.

A empresa defende que as mulheres têm o direito de ir e vir da maneira que quiserem e têm o direito de fazer isso em um ambiente seguro. Como parte desses esforços, em novembro a Uber anunciou um compromisso público para enfrentamento à violência contra a mulher no Brasil, materializado no investimento de R$ 1,55 milhões até 2020 em projetos elaborados ao longo dos últimos 18 meses em parceria com nove entidades que são referência no assunto: Associação Mulheres pela Paz, AzMina, Rede Feminista de Juristas (deFEMde), Força Meninas, Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Instituto Igarapé, Instituto Patrícia Galvão, Instituto Promundo e Plan International Brasil.”

Motorista de uber é preso por fazer parte de organização criminosa

Um motorista de Uber da capital,  que participava de uma organização criminosa especializada em roubo de estabelecimentos comerciais foi preso em Goiatuba, localizado a 200 quilômetros de Goiânia.  Ele era responsável por ajudar os comparsas na fuga dos crimes. Além dele, parte do grupo também foi preso pelo Grupo Antirroubo a Banco (GAB/DEIC) da Polícia Civil (PC). O caso aconteceu em setembro do ano passado.

O grupo planejava assaltar um joalheria na cidade, quando foram presos às vésperas do crime.  A prisão foi feita com apoio da Delegacia de Polícia de Goiatuba e da Polícia Militar da cidade.

Após algumas semanas de investigação, a polícia conseguiu a identificação de todo o grupo criminoso, assim com do seu líder, que já se encontra preso. Foram presos em flagrante Leandro de Almeida Assunção, Wilton Junio Bueno, o “Cearense” e Jonatan José Silvério.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Promotoria prepara nova denúncia contra João de Deus

Os promotores planejam anunciar maiores detalhes sobre a nova acusação em um coletiva de imprensa prevista para hoje.
15/01/2019, 10h57

O Ministério Público de Goiás deve apresentar nesta terça-feira, 15, uma segunda denúncia contra João de Deus por crimes sexuais. Os promotores planejam realizar uma coletiva de imprensa durante a tarde para anunciar a formalização da nova acusação contra o médium.

João de Deus foi interrogado na segunda-feira, 14, pelos promotores Patrícia Otoni, Luciano Miranda Meireles e Augusto César Souza. A audiência durou três horas e aconteceu dentro do Complexo Penitenciário de Aparecida de Goiânia, onde o médium está preso desde o dia 16 de dezembro.

Também nesta terça, a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Goiás pode retomar a julgamento de um habeas corpus interposto pela defesa de João de Deus. A análise do pedido foi interrompida na última quinta-feira, dia 10, depois que o juiz substituto Sival Guerra Pires pediu vistas do processo. Os outros quatro desembargadores do colegiado e o Ministério Público já se manifestaram contra o pedido dos advogados.

Réu

Na última quarta-feira, 9, o médium virou réu por estupro de vulnerável e violência sexual mediante fraude, depois que a juíza Rosângela Rodrigues dos Santos, da Comarca de Abadiânia, aceitou denúncia que o acusa ter cometido os crimes contra quatro vítimas.

Também na semana passada, a Polícia Civil de Goiás indiciou o médium e sua mulher, Ana Keyla Teixeira, por posse ilegal de armas. Em coletiva de imprensa para anunciar o fim da força-tarefa policial sobre os casos envolvendo João de Deus, a delegada Karla Fernandes anunciou ainda que ele também foi indiciado por violação sexual mediante fraude. O crime teria sido cometido há três anos contra uma vítima que mora em São Paulo.

Cerca de 600 denúncias de todo o País e do exterior já foram apresentadas às autoridades contra o médium. Desde que foi detido, João de Deus nega todas as acusações feitas contra ele.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Vídeo flagra momento chocante de colisão entre motos, em avenida de Goiânia

A colisão entre motos ocorreu no setor Vila São José. Vídeo também mostra carro de trás ignorando vítima e seguindo adiante.

Por Ton Paulo
15/01/2019, 11h46

O momento em que duas motos batem violentamente no cruzamento de uma avenida foi flagrado por câmeras de segurança no início da noite da última segunda-feira (14/1), em Goiânia. A colisão entre motos ocorreu no setor Vila São José. As imagens também mostram o momento em que dois carros contornam as vítimas, sem parar para prestar assistência.

O acidente ocorreu por volta de 18h40 de ontem, segunda-feira. Segundo informações da Delegacia de Crimes de Trânsito, a DICT, Rodrigo da Silva Romeiro e Marcos Aurélio de Souza, ambos de 36 anos, estavam em uma motocicleta modelo Honda/CG 125 Fan, cor preta, não sendo certo quem era o condutor da motocicleta, e trafegavam no lado esquerdo da Rua 603, na pista de sentido aproximado centro/bairro.

No mesmo sentido, vinha Karina Betânia Borges, de 26 anos, também numa moto, uma motoneta Honda/Biz 125 ES, cor rosa, transportando como passageira Leidianne Rita de Souza França, de 30 anos. Elas trafegavam à direita da Honda/Fan, quando no cruzamento com a Avenida Santo Antônio, Karina fez uma curva à esquerda, momento em que ocorreu o choque entre as motocicletas.

Os ocupantes das duas motos sofreram lesões corporais e foram socorridos pelo resgate, que os encaminhou ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira, o HUGOL.

Na filmagem do acidente, é possível ver o momento em que um carro, um Renault/Sandero Stepway, vem logo atrás da moto envolvida na batida. Após o acidente, o condutor do carro seguiu em frente, ignorando a vítima. Os populares presentes não anotaram a placa do veículo.

Mulher envolvida na colisão entre motos está em estado grave

Segundo informações dos familiares das vítimas que se encontravam no HUGOL, a Karina Betânia Borges, que conduzia a Honda/Biz, é quem se encontra em estado mais grave, uma vez que está inconsciente e entubada. Os demais estão passando por avaliação médica.

Veja o vídeo do momento do acidente:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.