Goiás

Em crime misterioso, idoso leva tiro na cabeça em plena BR-060 e bate em poste, em Abadiânia

A teoria do delegado responsável pelo caso é a de que o autor do homicídio estava com a vítima dentro do carro.

Por Ton Paulo
18/01/2019, 10h00

Um caso registrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na final da noite da última quinta-feira (17/1) intrigou a corporação. O que inicialmente pensou-se se tratar de um acidente, descobriu-se depois ser um crime de homicídio. Um idoso de 60 anos foi encontrado morto na BR-060, próximo ao município de Abadiânia, com o carro batido em um poste de uma propriedade rural da região. Ao ser feita a perícia no corpo, constatou-se que o homem bateu o carro após levar um tiro na cabeça.

De acordo com informações da PRF, o condutor do GM Vectra, Paulo Alberto Ribeiro, de 60 anos de idade, perdeu o controle da direção do veículo que ele dirigia e colidiu com um poste de cimento de cerca de Fazenda. Tudo aconteceu nno KM 70 da BR-060, no sentido Abadiânia-Anápolis.

Como no local não foi encontrado nenhuma marca de frenagem, inicialmente a PRF, a equipe de socorrismo e os peritos que compareceram ao local acreditaram que o homem pudesse ter sofrido de um mal súbito.

O corpo de Paulo Alberto foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis, para perícia, e foi lá que houve a surpresa. Por volta de 1h desta sexta-feira (18/1), um perito criminal lotado no 10º Núcleo Regional de Polícia Técnico-científica entrou em contato com a Polícia Civil (PC) para informar que, na verdade, o homem foi vítima de um homicídio.

O tiro na cabeça fez a bala atravessar crânio de idoso que bateu carro na BR-060, em Abadiânia

O perito informou à Central de Flagrantes policiais da Polícia Rodoviária Federal haviam atendido uma ocorrência que, a princípio, acreditavam se tratar de acidente de trânsito. Ao verificarem que dentro de um veículo havia uma pessoa já em óbito, esses policiais teriam feito a comunicação para que o corpo fosse coletado e levado diretamente ao OML.

Então, ao inspecionarem o corpo, constatou-se uma ferida no crânio da vítima, provavelmente causada por disparo de arma de fogo a curta distância. A bala atravessou o crânio do idoso, levando-o a óbito.

Todas essas informações foram repassadas à Central de Flagrantes pelo perito criminal. Os policiais, então, comunicaram o Delegado de Polícia Cleiton Lobo do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH), de Anápolis, que ficará a cargo do caso.

Segundo o delegado, a teoria mais provável é que o autor do homicídio estaria dentro do carro com a vítima, no banco do carona. “Como o tiro foi da direita para a esquerda, tudo leva a crer que o autor do crime estava no veículo com a vítima”, explica.

Entretanto, segundo ele, o caso ainda será investigado.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Saúde

Goiás registra mais de 6 mil acidentes por animais peçonhentos em 2018; Saúde faz alerta

No período chuvoso o índice de ocorrências é maior, principalmente para quem mora próximo a grandes áreas verdes.
18/01/2019, 10h44

Em 2018, foram registrados em Goiás 6.979 acidentes causados por animais peçonhentos. De acordo com dados do Centro de Informações Toxicológicas da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (CIT/SES-GO), os escorpiões foram responsáveis por 4.118 desses acidentes, o que corresponde 59% dos casos; as serpentes representam 16% dos casos, as aranhas 9%, as abelhas 5%, e outros animais peçonhentos, 11%.

No período chuvoso o índice de ocorrências é maior e a Secretaria Estadual de Saúde faz o alerta, principalmente para famílias que moram próximas a grandes áreas verdes. Para a coordenadora do CIT/SES-GO, Dilza Diniz Dias, a melhor forma de evitar acidentes é adotar medidas de prevenção.

“Recomendo manter a casa e a área ao redor limpas, uma vez que o lixo e entulhos podem servir de abrigo para cobras e escorpiões. Se encontrar algum tipo de cobra ou escorpião, é preciso informar à secretaria de Saúde do município onde mora”, orienta Diniz. O cuidado deve ser redobrado para trabalhadores rurais e praticantes de ecoturismo.

O que fazer em caso de acidentes causados por animais peçonhentos

Segundo a Secretaria, o depósito e acúmulo de lixo, entulhos e materiais de construção junto às residências podem servir de abrigo para os animais peçonhentos, como os escorpiões, que se alimentam de insetos como baratas. Ainda de acordo com a pasta, “as medidas de controle e manejo populacional de escorpiões baseiam-se na retirada/coleta dos escorpiões e modificação das condições do ambiente, a fim de torná-lo desfavorável à ocorrência, permanência e proliferação destes animais.”

Em caso de acidentes com cobras ou escorpiões, o indicado é lavar o local da picada com água e sabão e ir imediatamente a uma unidade de saúde mais próxima para tratamento adequado. Nesses casos, é necessário ainda entrar em contato com o Centro de Informações Toxicológicas da SES-GO, pelos telefones 0800 6464 350 ou 0800 722 6001. A ligação é gratuita e pode ser feita até por telefones celulares.

Imagens: A Cidade ON 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Educação

Inep divulga resultado do Enem; saiba o que fazer com a nota

Espelho da redação será divulgado no dia 18 de março.
18/01/2019, 11h16

As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estão disponíveis na internet, na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/participante/#!/inicial) e no aplicativo oficial do Enem. Mais de 4,1 milhões de estudantes podem acessar o resultado individual em cada uma das provas: linguagens, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação.

Para acessar os resultados individuais, é preciso usar a senha criada na hora da inscrição. Caso o participante não se lembre da senha, basta clicar no campo Esqueci minha senha. O estudante deverá, então, confirmar o e-mail cadastrado no sistema para receber uma senha temporária. Quem esqueceu a senha e também não tem acesso ao e-mail cadastrado tem a opção de informar novos contatos para receber a senha temporária.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgará no dia 18 de março o espelho da redação, ou seja, detalhes da correção dessa prova. Isso é feito após os processos seletivos dos programas federais. A correção tem função apenas pedagógica e não é possível interpor recurso.

A nota dos treineiros, aqueles que ainda não concluíram o ensino médio e fizeram a prova apenas para testar os conhecimentos, também será divulgada no dia 18 de março.

O Enem foi aplicado nos dias 4 e 11 de novembro de 2018. Desde o dia 14 de novembro, estão disponíveis as provas e os gabaritos oficiais. Também estão disponíveis vídeos com os enunciados e as opções de respostas da videoprova na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

O que fazer com as notas do Enem?

Com os resultados, os estudantes poderão concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

O primeiro processo que terá as inscrições abertas é o Sisu. Para participar é preciso fazer a inscrição online no período de 22 a 25 de janeiro. Os estudantes já podem consultar, na página do programa (http://sisu.mec.gov.br/) as vagas disponíveis. São mais de 235,4 mil, distribuídas em 129 universidades públicas de todo o país.

As inscrições para o ProUni poderão ser feitas de 22 a 25 de janeiro e, para o Fies, de 5 a 12 de fevereiro.Além dos programas nacionais, os estudantes podem usar as notas para cursar o ensino superior em Portugal. O Inep tem convênio com 37 instituições portuguesas. A lista está disponível na página da autarquia.  Segundo o Inep, atualmente mais de 1,2 mil brasileiros usaram o Enem para ingressar nessas instituições.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Ex-candidato a vereador é morto a facadas pelo sobrinho, em Anápolis

"Aparecia com boas ideias, com boas propostas", comenta o colega de partido e vereador de Anápolis, Jackson Charles.
18/01/2019, 11h27

João Clodes de Souza, conhecido como Joãozinho, de 52 anos, foi assassinado a facadas por volta das 22h de quinta-feira (18/1) no bairro Itamarati, em Anápolis.

Ele foi esfaqueado pelo próprio sobrinho, que não teve a identidade revelada. Joãozinho não conseguiu esperar o socorro e morreu ali mesmo, próximo à casa dele, onde foi golpeado após uma discussão. Os motivos não foram revelados.

Depois de matar o tio, o rapaz fugiu para uma mata, mas policiais militares conseguiram capturá-lo e prendê-lo em flagrante.

Ativo nas redes sociais, Joãozinho gostava de comentar a política de Anápolis e a nacional. Em 2016, inconformado com os descaminhos do Brasil, decidiu se candidatar a uma vaga na Câmara Municipal anapolina. Filiado ao Partido Social Brasileiro (PSB), conseguiu 90 votos, não conseguindo eleger-se.

Candidato a vereador em Anápolis, vítima queria um Brasil melhor

Em suas postagens, criticou políticos corruptos, demagogos e falaciosos. Queria uma cidade melhor, um Brasil melhor.

A fotografia em que aparece montado em uma égua foi utilizada por ele para divulgar o roubo do animal.

No comentário da foto que ele usou como capa de seu perfil no Facebook, escreveu seis semanas antes de ser assassinado: “essa égua foi roubada na minha chácara no dia 25 / 11 2018 à noite. Marca é antiga um Y. na perna da frente. Se você observar consegue enxergar.”

No dia 11 de janeiro, sete dias antes de morrer, postou um vídeo sob o título “falsos patriotas “. Criticou militares que se tornam políticos,  mas abrem mão de um dos salários.

A reportagem do Portal Dia Online não conseguiu falar com o titular da Delegacia de Homicídios de Anápolis, o delegado Vander José Coelho Júnior.

O vereador de Anápolis e colega de partido, Jackson Charles, lamentou o crime ao Dia Online: “Um homem respeitado na sociedade. Respeitado no partido. Nunca tivemos problema com ele. Aparecia com boas ideias, com boas propostas. Vai fazer muita falta.”

O corpo da vítima foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) na madrugada.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Educação

"Fomos pegos de surpresa", diz mãe de aluno sobre fim de escola de tempo integral em Nazário

A escola de tempo integral em Nazário, voltada para a Educação Infantil, recebeu a notícia do Governo do Estado de que passará a funcionar somente no turno matutino.

Por Ton Paulo
18/01/2019, 11h52

Os pais das crianças que frequentam a Escola Estadual Santos Dumont, localizada no município de Nazário, a 70 quilômetros de Goiânia, ainda não conseguiram absorver a notícia que receberam na última quinta-feira (17/1) em reunião de pais e mestres convocada pela diretoria da escola. A escola, que é voltada para a Educação Infantil de 1ª fase (do 1º ao 5º ano) e funciona em regime de tempo integral desde o ano de 2009, recebeu a notícia por parte do Governo do Estado que, a partir de segunda-feira (21/1), início do período letivo, passará a funcionar somente no turno matutino.

A decisão faz parte de um processo de municipalização das escolas estaduais voltadas à Educação Infantil, que, de acordo com a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce), acontece todos os anos, no início do período letivo. Entretanto, o anúncio parece ter pego a população nazariense de surpresa.

A mãe de um aluno de 10 anos da Escola Santos Dumont conta que a mudança acarretará num grande impacto para a região. Segundo a mãe do aluno, que não quis se identificar, o município só possui uma creche para toda a região, e que só atende crianças de até 5 anos de idade. “Com o fim do regime de tempo integral da escola, eu tenho com quem deixar meu filho, mas sei de muitas mães que não tem, e que a creche não vai pegar [as crianças]”, relata.

De acordo com ela, a notícia foi dada numa reunião de pais e mestres convocada na escola na última quinta-feira. Ela conta que o próprio corpo gestor da escola foi pego de surpresa, e que o anúncio foi feito de forma indignada e emocionada. “Eles [os professores] deram a notícia pra gente chorando! Fomos pegos de surpresa!”, revela.

A escola, que atende crianças de toda a região, é considerada pelos moradores como “escola modelo” devido ao engajamento e dedicação do corpo docente e as diversas atividades extra-curriculares oferecidas às crianças. “As crianças tinham teatro, artesanato, esporte, tudo! O meu filho ama aquela escola!”, desabafa a mãe de um aluno.

"Fomos pegos de surpresa", diz mãe de aluno sobre fim de escola de tempo integral em Nazário
Alunos da Escola Santos Dumont participam de atividade de combate a dengue (Foto: Facebook)

Ela conta ainda que não era raro os professores tirarem do próprio bolso para fazerem a alegria das crianças. “Na Páscoa, por exemplo, como as crianças não ganharam nada da Prefeitura, os próprios professores se juntaram e mandaram fazer ovos de chocolates para as crianças”, relembra.

A mãe conta que um grupo de mães, inclusive, está se organizando para ir à Goiânia fazer um protesto contra a decisão do Governo de encerrar o regime de tempo integral da escola. Na prática e até agora, a mudança foi aplicada diretamente à turma de 1º ano, que foi municipalizada pelo Governo e, agora, será transferida para outra escola da região. As turmas restantes (que vão até o 5º ano) só funcionarão no turno matutino.

Em tom de desabafo, a mãe lamenta. “Muito me admira um governador [se referindo a Ronaldo Caiado] que falou no palanque que investiria nas escolas de tempo integral, e agora está acabando com elas”, finaliza.

Com fim de escola de tempo integral em Nazário, funcionários são demitidos

A decisão do Governo do Estado de acabar com a escola de tempo integral do município de Nazário gerou, ainda, outro fator negativo para a região: desemprego.

Com o anúncio da mudança, 15 funcionários que trabalhavam na escola no sistema de tempo integral (das 7h às 17h) tiveram seus contratos encerrados.

Em nota, a Seduce se pronunciou sobre o caso, e disse que a mudança é feita todo ano “com vistas a otimizar a utilização dos recursos públicos”.

Veja abaixo a nota na íntegra:

“Nota da Seduce

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce) informa que no processo de reordenamento da rede pública de ensino, a Escola Estadual Santos Dumont, em Nazário, atenderá, em 2019, 122 alunos de 2º a 5º Ano do Ensino Fundamental, em tempo padrão, no turno matutino.

Esclarece que os estudantes de 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental serão atendidos no Colégio Estadual Edmir Póvoa Lemes, que fica a 700 metros da Escola Santos Dumont.

A Seduce esclarece, também, que o processo de reordenamento da rede estadual é realizado no início de cada ano letivo, com vistas a otimizar a utilização dos recursos públicos.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.