Goiás

Empresa termina hoje testes que vão definir data de reabertura do Parque Mutirama

Os trabalhos no Parque Mutirama foram iniciados na última segunda-feira (21/1) e serão concluídos hoje (23/1).

Por Ton Paulo
23/01/2019, 13h08

A Prefeitura deve receber em breve o laudo que definirá a data de reabertura do Parque Mutirama, em Goiânia. Uma equipe de técnicos da empresa gaúcha Bellé Engenharia, que ganhou o processo licitatório para fazer o diagnóstico e emitir os laudos de segurança, está em Goiânia nesta semana para realização de novas aferições das 27 atrações que contemplam o parque de diversões. Os trabalhos foram iniciados na última segunda-feira (21/1) e serão concluídos hoje (23/1).

De acordo com o presidente da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul), Ronaldo Vieira, assim que o laudo for repassado à Prefeitura de Goiânia, será possível definir a data de reabertura do parque.

Em entrevista coletiva à imprensa na manhã de terça-feira, Vieira informou que das 27 atrações do parque, 16 já estão totalmente prontas. “Estamos recebendo os técnicos da Bellé Engenharia, que em laudo nos apontou as demandas de serviços e adequações dos brinquedos que precisariam ser realizadas”, citou Vieira, acrescentando que o parque solicitou com antecedência a visita dos técnicos para apresentar os procedimentos que estão sendo adotados.

Além da Bellé Engenharia, representantes do Conselho Regional Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO) também acompanham todo o andamento dos serviços desenvolvidos no Parque Mutirama e a reabertura, conforme Ronaldo Vieira, será definida com o laudo concluído. “Todos os brinquedos estão sendo vistoriados por engenheiros e acompanhados pelo Crea”.

Parque Mutirama segue fechado desde 2017

Depois do acidente com o brinquedo Twister em julho de 2017, o Parque Mutirama passou por avaliações de técnicos e em fevereiro de 2018 laudos e termos de referência dos brinquedos foram realizados.

Em agosto de 2018 começaram as obras. Esperava-se que o parque fosse reaberto em outubro do mesmo ano, em comemoração ao aniversário de Goiânia, mas não aconteceu.

Até agora já foram gastos cerca de R$ 2,5 milhões na reforma do Mutirama e as obras ainda não estão perto do fim. Na última terça-feira, foi feita a primeira conferência presencial por parte de engenheiros para verificar se as normas de segurança das obras estão sendo atendidas. A série de testes terminou hoje.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Vanderson é desclassificado do 'BBB 19'

Ele não será substituído e programa continuará com 15 participantes.
23/01/2019, 13h17

O participante Vanderson, do Big Brother Brasil 19, foi desclassificado do reality show nesta quarta-feira, 23, após ser intimado para depor na delegacia do Rio Janeiro. De acordo com a TV Globo, a delegada Rita Salim, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, esteve na manhã desta quarta nos estúdios da emissora.

No local, ela intimou o biólogo e coordenador educacional indígena, de 35 anos, a prestar depoimento em inquérito instaurado após denúncias feitas contra o participante. Vanderson foi denunciado por três mulheres em Rio Branco, no Acre, sua cidade natal, sob acusações que envolvem estupro, agressão física e importunação ofensiva ao pudor.

A emissora informou que a saída do participante da casa resulta na sua desclassificação. Ele não será substituído, e o programa seguirá com 15 participantes. O apresentador Tiago Leifert anunciará a decisão na edição desta noite.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Mãe confessa ter escondido em mala corpo de filha desaparecida há 6 meses, no Rio 

Criança de 11 anos era portadora da síndrome de West; mulher diz que menina morreu de "causas naturais".
23/01/2019, 14h26

Uma mulher de 28 anos e o companheiro, de 20, foram presos na tarde de terça-feira (22/1) suspeitos de matar e ocultar o corpo de uma menina de 11 anos, em Barra do Piraí, no Rio de Janeiro. Depois de ser presa, a mulher, que é mãe da criança, confessou ter ocultado o corpo da menina em uma mala, mas que ela morreu de causas naturais.

O casal passou a ser procurado depois que a mala com uma ossada foi encontrada na segunda-feira (21/1) em um terreno da família do padrasto, no distrito de Ipiabas. Com a repercussão do caso, o homem e a mulher se esconderam em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, mas decidiram se entregar à polícia.

À polícia, a mulher, que não teve o nome revelado, negou ter matado a criança e afirmou que Júlia morreu de “causas naturais”. De acordo com a mulher, ela escondeu o corpo da menina porque teve medo de ser linchada na rua devido a morte da filha.

Criança morta estava desaparecida há seis meses

A menina de 11 anos, identificada como Júlia Laport Quintanilha, tinha síndrome de West, uma doença rara, caracterizada por crises epiléticas frequentes e que dificulta a fala e a locomoção da criança. No último sábado (19/1) o pai biológico da menina e uma tia registraram o desaparecimento. Ele não tinha contato com a filha desde que a ex-mulher entrou com pedido de medida protetiva, forma que encontrou para que ele não fosse até a residência dela.

Agora a polícia aguarda o resultado da necrópsia para confirmar se ossada é mesmo de Júlia e quais foi a causa da morte. O caso é investigado pelo 8ª DP de Barra do Piraí, sob responsabilidade do delegado Wellington Vieira.

Por meio das redes sociais, a família de Júlia lamentou o ocorrido e se diz indignada com a morte da menina. “Estou de luto pela minha netinha”, escreveu a avó em uma publicação no Facebook.

Via: G1 O Globo 
Imagens: Foco Regional 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Conheça lugares para curtir um bom samba em Goiânia

Buscando por um lugarzinho agradável para curtir um bom samba em Goiânia? A capital conta com diversos bares que abrem as portas para o estilo. Confira!
23/01/2019, 14h34

Como bem dizia Dorival Caymmi em sua imortalizada canção: “Quem não gosta do samba bom sujeito não é”, e se você não é ruim da cabeça e nem doente do pé, deve estar sempre em busca de um bom samba em Goiânia para curtir com os amigos, seja tomando aquela cervejinha gelada, saboreando uma deliciosa feijoada ou se jogando na dança mesmo, afinal… Essas são as melhores combinações!

Pensando nisso, nós aqui do Portal Dia Online melhores barzinhos preparamos uma listinha com os da capital para você aproveitar! Todos contam com música ao vivo, principalmente aos sábados. Ficou curioso? Então dá uma olhadinha!

Encontre o lugarzinho certo para curtir samba em Goiânia:

1 – Glória Bar

lugares para curtir um bom samba em Goiânia
Foto: Reprodução

Glória Bar é um dos mais agitados da capital, atraindo públicos de todas as regiões. Misturando o melhor da gastronomia carioca e goiana, o ambiente também possui uma ambientação que nos faz lembrar dos mais tradicionais barzinhos do Rio

E nada melhor que uma boa mescla entre comidas, bebidas, amizade e samba, não é mesmo? Pois bem, este é um dos melhores espacinhos para quem pretende curtir um samba em Goiânia, sendo o principal reduto da cidade! Frequentemente o bar recebe artistas que se apresentam ao vivo, animando ainda mais o público presente! Para conferir mais detalhes, acesse o site do local clicando aqui.

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 17h30 à 1h / sábado e domingo, das 11h30 à 1h

Telefone: (62) 3224-9033

Endereço: R. 101, 435 – St. Sul, Goiânia – GO, 74080-150

2 – Quintal do Jorjão

lugares para curtir um bom samba em Goiânia
Foto: Reprodução

O Quintal do Jorjão é um dos lugares mais acolhedores de Goiânia, já que abre as portas de casa para receber os amigos e quem mais se interessar pela união da boa gastronomia e do samba raiz. Funcionando apenas aos sábados, foi aberto no ano de 2010 e desde o primeiro evento oferece para seu público uma deliciosa feijoada, nas versões tradicional e vegetariana.

E é claro, ainda é possível encontrar variedade em bebidas, com aquela cervejinha gelada que todo mundo respeita. Além disso, o ambiente também recebe artistas que embalam as tardes dos visitantes ao som de samba e MPB. Vale muito a pena conhecer!

Horário de funcionamento: sábado, das 12h às 18h

Telefone: (62) 3087-2512

Endereço: R. 226, 439 – St. Leste Vila Nova, Goiânia – GO, 74645-180

3 – Thiosti Restaurante e Choperia

lugares para curtir um bom samba em Goiânia
Foto: Reprodução

Thiosti é um lugarzinho tranquilo, perfeito para jogar uma boa conversa fora com os amigos enquanto aproveitam deliciosos pratos e bebidas. A casa costuma receber showzinhos ao vivo durante as quintas e sábados, sendo que o público pode contar com uma boa roda de samba para acompanhar a tradicional feijoada do sabadão! Vale a pena participar! Você ainda pode conferir a programação do restaurante clicando aqui!

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 11h às 15h e das 17h às 00h / sábado, das 11h às 2h / domingo, das 11h às 17h

Telefone: (62) 3095-3838

Endereço: Rua 1136, 97, Quadra 239, Lote 30 – Setor Marista, Goiânia – GO, 74180-150

4 – Aquarius Restaurante

lugares para curtir um bom samba em Goiânia
Foto: Reprodução

Em Goiânia desde 2000, o Aquarius é sempre um dos mais lembrados restaurantes em Goiânia, funcionando também como bar durante a noite. Marcado por ser um boteco gastronômico, conta com um ambiente requintado mas mesmo assim, não abre mão da simplicidade.

O menu é variado e os clientes podem escolher entre fartos pratos e deliciosos petiscos, sem contar as bebidas, que sempre chegam geladas na mesa. Como se não bastasse, o ambiente ainda é referência quando se trata de samba em Goiânia, levando para a casa artistas que animam a galera, principalmente aos sábados, para deixar o dia da feijoada ainda melhor! Clique aqui e confira a agenda de eventos.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 11h às 00h

Telefone: (62) 3278-8668

Endereço: Avenida Albert Einstein, Quadra 10, Lote 05, s/n – Jardim da Luz, Goiânia – GO, 74850-320

5 – Tapera’s Bar

lugares para curtir um bom samba em Goiânia
Foto: Reprodução

Para quem procura por pagode e samba de qualidade em Goiânia, o Tapera’s Bar pode ser uma das melhores opções! Há mais de sete anos presente na cidade, a casa foi planejada especialmente para os fãs desse tipo de música, com espaço para dançar curtir e se divertir!

Além disso, ainda é possível encontrar um cardápio variado de comidas e bebidas na casa. É um dos melhores para aproveitar música ao vivo!

Horário de funcionamento: sexta e sábado, das 21h às 3h / domingo, das 19h às 00h

Telefone: (62) 98547-1341

Endereço: Av. Laurício Pedro Rasmussen, 213 – Feliz, Goiânia – GO, 74630-330

6 – Café Nice

Conheça lugares para curtir um bom samba em Goiânia
Foto: Reprodução

O barzinho é um dos melhores lugares para curtir uma música ao vivo em Goiânia. O menu ainda conta com diversos pratos da cozinha mexicana e árabe, trazendo ainda notas precisas da cozinha brasileira. Para animar o público, o ambiente conta com apresentações de diversos estilos musicais, no entanto, aos domingos costuma rolar aquela boa roda de samba na casa!

Horário de funcionamento: segunda e terça, das 11h às 14h / quarta, das 11h às 14h e das 18h às 00h / quinta, das 11h às 14h e das 18h à 1h / sexta, das 11h às 14h e das 18h às 3h / sábado, das 11h às 15h e das 18h às 3h / domingo, das 18h à 1h

Telefone: (62) 3541-4690

Endereço: Avenida T-11, Quadra 112, Lote 03, 110 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74223-070

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Assassino praticou ato sexual após morte de motorista de aplicativo, diz delegada

Na tentativa de fugir do agressor, Vanusa bateu a cabeça duas vezes e morreu.
23/01/2019, 14h36

Parsilon Lopes dos Santos, suspeito de matar a motorista de aplicativo Vanusa da Cunha Ferreira, de 36 anos, disse à imprensa na manhã desta quarta-feira (23/1) que errou e quer pagar pelo crime.

Ele confessou que matou após Vanusa se negar a ter relação sexual quando ela o deixou em um chácara após uma corrida particular.

“Foi uma fatalidade, errei e quero pagar. Me arrependo do que fiz”, disse Parsilon, que era conhecido como Camargo e se dizia empresário de uma iniciante dupla sertaneja.

Além de motorista de aplicativo, Vanusa era técnica em enfermagem. Para complementar a renda, ela rodava durante a noite e nos dias de folga.

A vítima foi encontrada morta no início da morte de domingo (20/1), horas depois de o carro dela, uma Gol vermelho, ter sido encontrado a alguns metros dali, no Jardim Copacabana, em Aparecida de Goiânia.

Parsilon perambula pelas ruas quando foi abordado por policiais militares e preso na segunda-feira (21/1).

Fotos, vídeo e estupro: o caso da motorista de aplicativo

Antes de matar Vanusa, Parsilon tirou fotos e filmou a vítima na noite de sexta-feira (18/1). Depois de ela desaparecer, familiares e amigos procuraram o homem, que enviou as fotos e vídeos.

No vídeo, Parsilon aparece com a dupla Zé Luccas e Matheus e outro músico – menor de idade – em um bar da capital.

Conforme adiantou com exclusividade o Portal Dia Online, a investigação da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC) esclareceu que Parsilon agiu sozinho, depois que a dupla e um amigo, menor que toca violão, foi deixado na casa da mãe de um deles por volta das 4h.

“Na versão dele, ele diz que os dois estavam no carro e achou que tinha pintado um clima entre eles e aí começou a abraçá-la, fazer algumas brincadeiras”, disse a delegada responsável pela investigação, Mayana Resende.  “Ela negou, disse até que aquela não era a orientação sexual dela”, complementou a delegada.

“Ele contou que praticou atos libidinosos com a vítima depois que ela morreu”, contou a delegada.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.