Goiás

Caiado sanciona lei que obriga teatros e cinemas a oferecerem acessibilidade a deficientes visuais e auditivos

Estabelecimentos que descumprirem a lei podem perder a licença e até mesmo serem interditados.
25/01/2019, 12h20

Acompanhar uma peça teatral  ou ir ao cinema para se distrair pode fazer a diferença na vida das pessoas. O problema é que nem todos são capazes de fazer isso, hora por falta de dinheiro e hora por ser portador de alguma deficiência seja ela visual ou auditiva, por exemplo. Pensando nisto, um projeto do deputado estadual Marlúcio Pereira (PRB) exige que cinemas e teatros forneçam condições para que os deficientes visuais e auditivos possam acompanhar peças teatrais e filmes.

A proposta do deputado foi sancionado na última quarta-feira (23/1) pelo governador Ronaldo Caiado (DEM). Com a sanção, a proposição passa a ser uma lei estadual de nº 20.410/19 e obriga aos organizadores de peças teatrais e aos cinemas a darem acesso aos deficiente auditivos e visuais em todo o Estado.

Uma das maneiras de fazer isto por parte dos organizadores dos eventos, é fornecer as tecnologias assistivas, como audiodescrição, estenotipia, legenda e a impressão dos cartazes e folders em Braile. No caso dos cinemas, as salas deverão ter em todas as sessões legenda em língua portuguesa dos filmes que estão em exibição.

Teatros e cinemas que não se adequarem a lei podem ter licença caçada e até ser interditados

O texto, sancionado pelo governador Ronaldo Caiado, foi aprovado primeiramente na Comissão de Constituição, Redação e Justiça (CCJ) da Casa. No entanto, para sua aprovação, o relator da proposta, deputado Henrique Arantes (PTB), apresentou um substitutivo.

A CCJ por sua vez fez as adequações necessárias para que a matéria proposta pelo deputado do PRB pudesse se tornar uma lei estadual viável. No texto inicial, a proposta de Marlúcio Pereira continha trechos que iriam emperrar em assuntos que são da competência da União e não do Estado.

O projeto de lei sancionado por Caiado prevê, ainda, punições aos estabelecimentos que não se adequarem a lei. Conforme o artigo 56 da lei federal nº 8.078/90, quem descumprir ou não se adequar à lei pode ser multado, ter o registro ou a licença de atividades cassados, além de poder ser interditado pelo descumprimento da lei.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem agredia a avó deficiente e a mantinha em condições subumanas, em Novo Gama

A idosa, de 62 anos, é portadora de deficiência física e mental, e vivia sob constantes maus-tratos por parte do neto.

Por Ton Paulo
25/01/2019, 12h55

Um homem foi preso na última quinta-feira (24/1), em Novo Gama, a 180 quilômetros de Goiânia, acusado de agredir a própria avó deficiente e mantê-la em condições consideradas subumanas. A idosa, de 62 anos, portadora de deficiência física e mental, e vivia sob constantes maus-tratos por parte do neto.

A prisão de Victor Hugo Mecêdo foi realizada em flagrante ontem pela Polícia Civil de Novo Gama. O jovem é acusado de agredir a avó e mantê-la em um condições de abandono, no que diz respeito à higiene pessoal da idosa.

Após diversas denúncias no “Disque 100”, a equipe de policiais civis da distrital se deslocou inúmeras vezes até a casa da vítima. Entretanto, a idosa sempre negava as agressões e afirmava que o neto cuidava bem dela. Diante disso, ela sempre se recusava a acompanhar os investigadores.

Em nenhuma das ocasiões em que a polícia foi ao local a idosa apresentava lesões aparentes. Porém, no dia da prisão, que ocorreu após nova denúncia, a equipe de policiais civis foi novamente ao local e, na ocasião, pôde constatar recente as agressões de Victor Hugo contra a própria avó, que exibia ferimentos e se encontrava debilitada.

O médico responsável pelo exame de corpo de delito constatou as lesões e recomendou que a vítima fosse levada ao hospital. A equipe do Creas acompanhou a vítima, que, por determinação médica, permanece sob cuidados hospitalares devido às diversas lesões apresentadas. O autuado foi recolhido ao presídio local.

Homem mantinha a avó deficiente em condições subumanas

Ao entrarem no local em razão do flagrante, os policiais civis perceberam que a idosa vivia em condição subumana, em uma residência sem energia elétrica e provisão de alimentos. Os policiais também constataram sérias condições de abandono no que diz respeito à higiene pessoal da idosa.

A vítima recebe um benefício do governo, o qual era retido pelo neto. Diante dos fatos, os policiais civis procederam à prisão em flagrante do acusado e conduziram os envolvidos ao Instituto Médico Legal (IML), com apoio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) municipal.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Fim de semana em Goiânia tem boas opções para curtir

Em busca do que fazer neste fim de semana em Goiânia? Entre os dias 25 a 27 de janeiro, a capital oferece shows e peças teatrais para distintos gostos. Confira!
25/01/2019, 13h58

O fim de semana em Goiânia mal começou mas já é importante ficar por dentro de tudo que rola na cidade durante estes dias. Se você começa a aproveitar hoje, é possível encontrar boas opções para sair de casa! Vai rolar muita coisa boa!

De forma geral, a capital oferece de 25 a 27 de janeiro, shows para os fãs de sertanejo, rock e boas peças teatrais para levar a garotada! Vale a pena conferir!

Procurando o que fazer neste fim de semana em Goiânia?

1 – Ir ao show da dupla Israel e Rodolfo

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Se o fim de semana em Goiânia começa hoje (25/01) para você, a boate Santafé Hall recebe uma das maiores duplas sertanejas do momento: Israel e Rodolfo. O evento está previsto para ter início às 22h10 e os ingressos custam R$ 30 para mulheres e R$ 50 para homens, desde que estejam com o nome na lista, valendo até as 23h30 ou para os 200 primeiros que entrarem na casa. Vai ser imperdível!

Para conferir mais detalhes, acesse o evento em nossa agenda cultural!

2 – Tem Clube Retrô no Bolshoi Pub

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

A banda Clube Retrô é a atração do Bolshoi Pub desta sexta, 25 de janeiro, contagiando o público do ambiente com o que há de melhor do pop rock dançante da capital. A banda já é bastante conhecida em Goiânia e é um dos nomes de maior presença na casa.

Apenas para que você tenha ideia, o repertório conta com sucessos que vão desde os anos 50 até a atualidade, Disco e Funk dos anos 70, tecno e house dos anos 80, rock nacional e internacional, hits bregas aclamados, reggae, temas de cinema, enfim…

Tudo que é verdadeiramente retrô ganha vez com a banda, que garante apresentações enérgicas e cheias de estilo. Vale a pena participar e conferir tudo de pertinho!

Para conferir mais detalhes, acesse o evento em nossa agenda cultural!

3 – Ir ao show do Acorde 7 Total, no Teatro Sesc Centro

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Comemorando seis anos de estrada, a banda traz em seu repertório toda a trajetória, desde as primeiras composições até os sucessos recentes, explorando as vertentes mais conhecidas como o Chicago blues, Delta blues, British Blues, blues/rock e blues moderno, relembrando ícones que vão de Robert Johnson, Howlin’Wolf, The Blues Brothers a Elvis Presley, Stevie Ray Vaughan, The Beatles e Gary Moore. O fim de semana em Goiânia realmente promete!

O show tem início às 20h de hoje (25/01), no Teatro Sesc e os ingressos variam de R$ 8 a R$ 22. Para conferir mais detalhes e comprar o seu, clique aqui.

4 – Ir ao espetáculo Saltimbancos, no Teatro Sesc Centro

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Para animar ainda mais o fim de semana em Goiânia, o Teatro Sesc leva mais uma bela apresentação ao palco, dessa vez, voltada para o público infantil. O espetáculo se desenrola em torno de um jumento que se encontra com o cachorro, uma galinha e uma gata. Juntos, eles vão à cidade com o sonho de serem músicos. Mais que uma parceria, surge uma bela amizade. Unidos pelo mesmo objetivo, descobrem que a vida na cidade não é fácil. Porém, juntos, provam que a amizade é capaz de vencer todas as barreiras e desafios. Um musical que promete muita animação!

O show acontece amanhã (26/01), com uma sessão às 15h e outra às 17h. Os ingressos variam entre R$ 8 a R$ 22.

5 – Ir à Resenha, com Cleber e Cauna, Gustavo Mioto, Jerry Smith e Max e Luan

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

No dia 27 de janeiro (domingo) Goiânia será palco da Resenha que conquistou o coração dos brasileiros! A festa está prevista para acontecer no Parque Agropecuário de Goiânia, a partir das 16 horas, contando com a ilustre presença de artistas como Jerry Smith, Gustavo Mioto, Cleber e Cauan e Max e Luan.

O fim da tarde será o mais agitado da capital e os artistas prometem cantar seus maiores sucessos, embalando o público em uma experiência única, cheia de emoções e muita festa. Para quem gosta de uma boa misturinha entre o funk, pop e sertanejo, esta pode ser a oportunidade perfeita! O fim de semana em Goiânia vai ser ótimo!

Para conferir mais detalhes, acesse o evento em nossa agenda cultural!

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Vale confirma rompimento de barragem em Brumadinho (MG)

"A primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local", disse a Vale em nota.
25/01/2019, 14h39

Quase três anos depois do rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco (Vale e BHP), em Mariana, Minas Gerais, em novembro de 2015, mais um desastre ameaça o Estado, com o rompimento nesta sexta-feira (25/1) de uma barragem da Mina do Feijão, da Vale, em Brumadinho.

“A primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local”, disse a Vale em nota.

A mineradora informou que acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens. “A prioridade total da Vale, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade”, disse em nota.

A Vale se comprometeu ainda a continuar fornecendo informações assim que forem confirmadas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Grupo suspeito de homicídios é preso, em Buriti Alegre

Um dos suspeitos não foi encontrado e está foragido.
25/01/2019, 15h00

Uma associação criminosa composta por seis homens e uma mulher foi presa na manhã desta sexta-feira (25/1) suspeitos de participarem de pelo menos três homicídios, em Buriti Alegre, região sul do estado, a 192 quilômetros de Goiânia.

A prisão dos suspeitos foi confirmada pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO). Os integrantes do grupo foram presos durante uma operação policial deflagrada na manhã desta sexta-feira, e coordenada pelo delegado d0 6º Departamento de Policiamento Regional (6º DRP), em Itumbiara.

A operação cumpriu 12 mandados de busca e apreensão, prisão preventiva, temporária e apreensão domiciliar contra os suspeitos.

Homicídios foram motivados por disputa territorial do tráfico de drogas

“Durante as investigações nós conseguimos levantar que os sete presos têm ligação com pelo menos três homicídios praticados em Buriti Alegre, no ano passado”, conta o delegado Vinicius Pena.

Conforme Vinicius, dois assassinatos foram registrados em julho e 2018 e um em setembro do ano passado.

Os presos foram identificados como Robert Alves dos Santos, Divino Eterno Venâncio, Renan Fernandes Batista, Thales Henrique Alves Neris, Maike Rodrigues da Silva, Wesley Borges de Carvalho e Iully Pires de Oliveira. Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão e de prisão, apenas Maike Rodrigues não foi encontrado e está foragido da justiça.

O delegado Vinicius Pena afirmou que os presos fazem parte de uma pequena facção criminal da cidade. E conforme as informações repassadas pelo delegado, os assassinatos foram motivado por disputa territorial pelo tráfico de drogas.

O primeiro assassinato foi registrado no dia 1 de julho de 2018, quando o grupo matou a tiros Antônio Carlos Rosa da Silva, pelo envolvimento com o tráfico de drogas e integrar um grupo rival.

João Batista Mendes foi a segunda vítima do grupo preso na manhã desta sexta-feira. O rapaz foi assassinado a tiros 15 dias após a morte de Antônio. Conforme o delegado, João teve a morte encomendada por se envolver com a ex-mulher de um dos presos.

Patrocinado por um grupo rival ao dos presos, Matheus Inácio de Matos foi morto pela associação pelo envolvimento com o tráfico de drogas, no dia 16 de setembro de 2018. Os presos foram encaminhados para unidade prisional de Buriti Alegre.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.