Brasil

"Descaso prevalece", diz Conselho de Arquitetura e Urbanismo sobre Brumadinho

"Nossa preocupação se estende à situação do Instituto Inhotim, importante patrimônio cultural do País ameaçado pelo rompimento da barragem de Brumadinho", diz.
26/01/2019, 10h15

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil afirmou, nesta sexta-feira, 25, se solidarizar ‘com a população flagelada pelo rompimento de uma barragem do complexo de mineração da Vale do Rio Doce em Brumadinho, no Estado de Minas Gerais, o mais recente marco da destruição dos espaços construídos e do meio ambiente do país’.

“A triste expressão “mais uma tragédia anunciada” está a ponto de se banalizar no Brasil tamanha a repetição de acidentes ambientais, sendo o mais recente e até agora o mais devastador, o rompimento da barragem do Fundão, em Mariana, da mesma empresa, ocorrido há pouco mais de três anos”, diz o Conselho.

O órgão dá conta de que o ‘Ministério Público de Minas Gerais, o Estado tem mais de 400 barragens de rejeitos e quase 10% delas apresentam riscos, o que constitui séria ameaça para comunidades e fontes de abastecimento de água’.”O descaso parece prevalecer na implantação e sobretudo na manutenção de muitas dessas barragens de áreas de mineração, além da comprovada falta de planos emergenciais para evitar que a lama destrua, em poucas horas, vidas e economias”.

“O levantamento do risco foi feito, uma nova tragédia aconteceu, o que se espera agora é um enfrentamento firme da questão pelo Poder Público e agilidade do Poder Judiciário na punição dos culpados dos desastres passados que ainda continuam em aberto”, avalia.

“Nossa preocupação se estende à situação do Instituto Inhotim, importante patrimônio cultural do País ameaçado pelo rompimento da barragem de Brumadinho”, diz.

O rompimento da barragem de Brumadinho ocorre pouco mais de três anos após a maior tragédia ambiental do País, que envolveu a barragem de Fundão, em 5 de novembro de 2015. A lama de rejeitos atingiu 40 cidades em Minas e no Espírito Santo e contaminou a Bacia Hidrográfica do Rio Doce. Dezoito pessoas morreram. Na Justiça, 22 denunciados pelo Ministério Público Federal, entre elas, funcionários da Vale, Samarco e BHP Billiton, respondem por homicídio.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem é morto com golpes de facão, em Goiânia

Confusão acabou com o ex-namorado da mulher, matando o atual com um facão.
26/01/2019, 11h21

Um homem foi morto com golpes de facão na madrugada deste sábado (26/1) no Recanto das Minas Gerais, em Goiânia.

O caso que chegou até o Portal Dia Online de que um suspeito de estupro teria sido morto por outro homem, foi negado pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO).

Conforme à reportagem apurou, o homicídio registrado nesta madrugada foi motivado por uma briga entre o atual namorado e o ex-companheiro da mulher.

A polícia afirmou que o homicídio realmente aconteceu, pois a mulher estava em casa com namorado, quando o ex chegou e começou toda confusão.

Segundo as informações repassadas pela polícia, o ex arrombou a porta da casa e começou a agredir a vítima.

O ex estava armado com um facão e matou o atual namorado da mulher com a arma. O suspeito do homicídio fugiu do local e até o momento não há informações sobre o seu paradeiro.

A PC neste momento tenta ouvir algumas testemunhas e descobrir o paradeiro do provável autor do homicídio e efetuar sua prisão. Os nomes dos envolvidos até o momento não foram divulgados pela polícia, para não atrapalhar o andamento das investigações.

Durante assalto em Aparecida de Goiânia, mulher foi golpeada com um facão

No dia 8 de janeiro de 2019, em outro caso envolvendo facão, uma mulher foi ferida após ser atingida com um golpe de facão na cabeça, em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital. Na ocasião, a vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) e encaminhada para Unidade de Pronto Atendimento Brasicon. A mulher foi atendida na unidade e felizmente não morreu com o golpe.

Durante a ocorrência a mulher estava em um ponto de ônibus próximo a BR-153, no setor Retiro do Bosque, quando foi abordada por um casal em uma moto e anunciaram o assalto. A vítima que acabou se assustando tentou fugir correndo, mas foi atingida com um golpe de facão na cabeça. Os suspeitos do assalto e de agredir a mulher não foram encontrados.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Bombeiros de Goiás são enviados para auxiliar nas buscas, em Brumadinho

Equipe foi enviada na manhã deste sábado, após pedido de apoio do governador Romeu Zema (Novo).
26/01/2019, 12h13

Em solidariedade ao governador de Minas Gerais Romeu Zema (Novo), o governador Ronaldo Caiado (DEM) enviou na manhã deste sábado (26/1) equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO), para dar apoio nas operações de resgate em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais (MG).

Segundo as informações repassadas pela assessoria de Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO), o contingente enviado a Brumadinho é composto por seis binômios, com bombeiros e cães de busca, em duas viaturas especializadas para atender esse tipo de ocorrência.

A equipe que vai ser comandada pelo Tenente Tiago Wening que é especialista em operação de busca e resgate com cães, seguiu viagem para Minas no final da manhã deste sábado, após o Zema solicitar apoio,  para fazer resgatar as vítimas do rompimento da barragem da vale em Brumadinho, na última sexta-feira (25/1).

Bombeiros de Goiás enviados a Brumadinho são especialista neste tipo de resgate

Os bombeiros que foram encaminhados para auxiliar no resgate das vítimas do rompimento da barragem, são especialistas em atender ocorrências com vítimas desorientadas ou desaparecidas em matas, escombro ou deslizamentos e no meio líquido.

Conforme relatado pela SSP, os militares atuam nos mais diversos cenários, desde o menos complexo até em casos em que os cenários são de catástrofes e desastres. A equipe goiana vai se juntar ainda hoje aos outros socorrista que estão atuando em Brumadinho desde a última sexta-feira.

Bombeiros de Goiás são enviados para auxiliar nas buscas, em Brumadinho
Foto: Divulgação

O comandante do CBMGO, Coronel Dewilson Adelino Mateus, afirmou que o deslocamento desta equipe não vai prejudicar a rotina de trabalho dos Bombeiros em Goiás e que o mais importante neste momento é o sentimento de solidariedade que move a equipe em direção a Brumadinho.

Em nota divulgada à imprensa na noite da última sexta-feira, Caiado pediu orações para as vítimas, e manifestou sua solidariedade ao povo mineiro, que foi vítima de mais uma tragédia humana e ambiental e encerrou ao afirmar que é preciso manter a esperança.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Ônibus com funcionários da Vale foi encontrado soterrado

Bombeiros afirmaram que todos os passageiros estavam sem vida.
26/01/2019, 12h44

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou na manhã deste sábado, 26, que um ônibus com funcionários da Vale foi encontrado na barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho.

A corporação não quis confirmar o número de pessoas que haviam no veículo, que estava soterrado, mas disse que todos os passageiros estavam sem vida.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem sai da pista e é preso pela segunda vez em menos de um mês por dirigir bêbado, em Catalão

O motorista, além de perder a carteira de habilitação, vai ter que pagar multa de quase 6 mil reais.

Por Ton Paulo
26/01/2019, 14h23

Uma apreensão realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite da última sexta-feira (25/1) chamou a atenção dos policiais. Um homem foi detido após perder o controle do carro que conduzia e colidir com a defensa da rodovia, na BR-050, em Catalão. O problema é que o homem estava bêbado, e aquela era a segunda vez em menos de um mês que ele era detido por dirigir embriagado. O motorista, além de perder a carteira de habilitação, vai ter que pagar multa de quase 6 mil reais.

O caso aconteceu na noite de sexta-feira, na BR-o50, em Catalão, no sul do estado. O homem, de 41 anos de idade, foi preso por embriaguez ao volante.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o detido, que é operário da construção civil, seguia de Três Ranchos, interior de Goiás (a aproximadamente 300 quilômetros de Goiânia) para Araquari, em Minas Gerais, e conduzia um GM Vectra quando perdeu o controle da direção do carro e colidiu com a defensa da rodovia.

O condutor do veículo foi, então, levado para um posto da PRF e submetido ao teste de bafômetro pelos policiais. Ele foi reprovado com teor alcoólico de 0,79 mg/l.

Após consultar os sistemas, os agentes constataram que o homem já tinha sido preso pela PRF no dia 27/12 do ano passado, por alcoolemia (embriaguez ao volante).

Ele foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia Civil em Catalão onde ficou recolhido.

Por ser reincidente em conduzir veículo por estar alcoolizado, em menos de 12 meses, ele teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida e deverá pagar multa de quase seis mil reais.

Veja o momento em que o homem embriagado é preso e a situação em que ficou seu carro, ao colidir na defensa da rodovia em Catalão

Veja o momento em que os policiais constatam a embriaguez do homem e o levam preso:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.