Goiás

Homem é preso suspeito de colocar fogo na casa da ex-mulher, em Goiânia

Antes de colocar fogo na casa da ex-companheira, suspeito ameaçou o ex-sogro com uma faca e agrediu o ex-cunhado.
04/02/2019, 19h16

Pedro Henrique Calixto Alves de 30 anos, foi preso nesta segunda-feira (4/2) pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) da delegacia de Piracanjuba, a 87 quilômetros de Goiânia, suspeito de ameaçar o ex-sogro com uma faca, agredir o ex-cunhado e colocar fogo na casa da ex-mulher, em Goiânia.

A prisão do suspeito foi confirmada pelo delegado de Piracanjuba, Leylton Barro, que conversou com o Portal Dia Online. Conforme o delegado, os agentes de Piracanjuba foram informados que Pedro estava com um mandado de prisão em aberto contra ele, e como sabia onde encontrar o suspeito, deu cumprimento a ordem mandado nesta segunda-feira.

Leylton Barros afirmou que embora Pedro tenha sido preso em Piracanjuba, ele cometeu o crime, em Goiânia, após não aceitar a separação, pois em outubro de 2018 a mulher largou ele e veio embora para capital.

“No dia 2 de janeiro de 2019, ele foi até a casa do ex-sogro, colocou uma faca em seu pescoço e o obrigou a levar até a casa onde sua ex-mulher estava morando na capital”, conta o delegado.

Além de ameaçar o ex-sogro, Pedro agrediu o ex-cunhado e aproveitou para colocar fogo na casa da ex-mulher

Diante da ameaça, o ex-sogro indicou para Pedro qual era a casa onde sua ex-mulher residia em Goiânia. “No momento que eles chegaram na casa ela não estava, ele encontrou apenas o ex-cunhado, os dois começaram a discutir e ele bateu no ex-cunhado”, relata o delegado.

Segundo o delegado, Pedro aproveitou o momento que o ex-cunhado fugiu para chamar a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) e ateou fogo no quarto da ex-mulher.

Leylton Barros informou à reportagem que Pedro é um velho conhecido da Polícia de Piracanjuba, com passagens por roubo, furto e lesão corporal. Conforme o delegado, o ex-marido confessou o crime e esta preso na unidade prisional da cidade, mas deve ser mandado para Presídio Odenir Guimarães, em Aparecida de Goiânia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Ex-governadores negaram atrasos e obras canceladas no programa Goiás na Frente

Nota conjunta de Marconi Perillo e José Eliton foi divulgada após secretário de governo de Caiado anunciar o fim do programa.
04/02/2019, 20h42

Marconi Perillo e José Eliton ex-governadores do Estado de Goiás pelo (PSDB) emitiram uma nota nesta segunda-feira (4/2) negando os atrasos e obras canceladas no programa de Goiás na Frente, criado com a intenção de investir R$ 500 milhões em obras para o desenvolvimento das cidades que assinaram o convênio com a gestão dos tucanos.

Segundo a nota publicada pelos ex-governadores, eles afirmaram que o programa era para investir no desenvolvimento das cidades, através de obras como construção de escolas, hospitais e postos policiais. Tanto Marconi Perilllo como Zé Eliton afirmaram que os repasses foram feitos aos municípios com convênio firmado com o Estado e que os recursos não eram oriundos da venda da Celg, mas do tesouro estadual.

Os tucanos afirmaram na nota publicada pelo O Popular que o programa foi criado com uma visão municipalista, conforme a capacidade financeira do Estado e encerram ao dizendo que não há que se falar em dívida do Estado por conta do programa Goiás na Frente.

Na nota divulgada na noite desta segunda-feira, os ex-gestores de Goiás, negaram que obras foram paralisadas. Conforme Marconi e Zé Eliton, as regras estabeleciam  que para liberar as parcelas, os municípios conveniados com o governo, não iriam receber o valor acordado, caso não houvesse a aprovação das prestação de contas das parcelas anteriores e posteriores vigentes no acordo.

Secretário de Governo Ernesto Roller anuncia fim do programa Goiás na Frente

A reposta dos ex-governadores de Goiás, veio logo após o secretário de governo da atual gestão, Ernesto Roller, anunciar o fim do programa na manhã desta segunda-feira, durante uma coletiva de imprensa no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. Na coletiva, o secretário afirmou que antes de tomar a decisão sobre o fim do programa, consultou a Secretaria de Economia e que após um estudo sobre o quadro geral do programa, chegou a um denominador comum, de que não há recurso para que o Goiás na Frente seja mantido.

O secretário afirmou que o programa começou errado e por essa razão não poderia ter continuidade. Conforme Roller, os convênios que não tiveram nenhum repasse vão ser cancelados automaticamente.

Via: O Popular 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Hackers invadem contas bancárias e furtam R$ 126 mil em Águas Lindas e SP

Grupo foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Goiás.
05/02/2019, 07h32

Cinco pessoas foram presas em flagrante pela Polícia Civil de Goiás (PCGO), por furto qualificado, depois que elas fizeram saques resultantes de duas transferências bancárias fraudulentas. De acordo com a investigação, duas pessoas, uma moradora de Águas Lindas de Goiás e outra de São Bernardo do Campo, em São Paulo, tiveram suas contas bancárias invadidas por hackers e perderam cerca de R$ 84 mil e R$ 42 mil, respectivamente.

Os suspeitos, presos por equipes do Grupo de Repressão a Estelionato e outras Fraudes-GREF/DEIC, serão apresentados na manhã desta terça-feira (5/2), durante uma coletiva, na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), pelo delegado responsável pelo caso, Fábio Meireles.

Ação dos hackers em contas bancárias

As pessoas responsáveis pelas transferências bancárias foram presas em flagrante momentos depois de fazer saques provenientes das contas bancárias invadidas pelos hackers. A prisão foi realizada por policiais do Grupo de Repressão a Estelionato e outras Fraudes-GREF/DEIC, que já investigava os crimes.

Na ação criminosa, os bandidos invadiram duas contas, sendo uma de Águas Lindas de Goiás e outra de São Bernardo do Campo, em São Paulo; foram furtados R$ 84 mil e R$ 42 mil, respectivamente. Durante a prisão, os policiais recuperaram aproximadamente R$ 32 mil em espécie. Os outros R$ 94 mil foram bloqueados e estornados para as contas das vítimas.

Ainda no momento da prisão, um dos envolvidos vestia um uniforme da RedeMob Consórcio, empresa que gerencia o transporte público de Goiânia e Região Metropolitana. Ainda não se sabe qual a ligação dele com a empresa. Veja abaixo as fotos dos envolvidos, que ainda não tiveram os nomes divulgados, encaminhadas pela Polícia Civil de Goiás:

Se condenados, os envolvidos, que serão autuados e devem responder por furto qualificado, podem pegar pena de até oito anos de prisão.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Bombeiros retornam ao estado, mas outros servidores de Goiás continuam em Brumadinho

Sete auxiliares de autópsia e um odontólogo legal seguem em solo mineiro.

Por Ton Paulo
05/02/2019, 08h54

Os seis bombeiros goianos que foram enviados por Caiado para Brumadinho, Minas Gerais, para ajudar nas buscas das vítimas do desastre causado pelo rompimento da barragem da Vale, já retornaram ao estado e receberam, inclusive, uma recepção honrosa do governador. Mas pelo menos sete servidores de Goiás continuam no local da tragédia. Auxiliares de autópsia e um odontólogo legal seguem em solo mineiro.

Os auxiliares de autópsia Rafael Bueno Menezes, Jane Maria Cardoso, Carla Monic de Sousa, Rodrigo Boaventura, Rafael Ferraz Araújo e Elmo Dihl Oliveira têm vasta experiência na área e são capacitados para atuação na preparação de cadáveres das mais diversas situações em Goiás.

Um dos auxiliares de autópsia mais experientes de Goiás, Daniel de Carvalho Toledo, de 39 anos, tem 14 anos de trabalho na Superintendência da Polícia Técnico Científica de Goiás (SPTC) e atuou em tragédias que ficaram marcadas na história de Goiás. Em entrevista ao um jornal local, Toledo conta que os profissionais estão trabalhando apenas com intervalo para alimentação. “A força que temos é saber que estas famílias têm no nosso trabalho o conforto, para enterrar seus parentes”, disse.

O odontólogo forense Solon Diego Santos Carvalho Mendes é outro goiano que se destaca em Brumadinho. Mendes é uma das referências no país em trabalhos com identificações de pessoas por meio da arcada dentária. É também um policial com amplo conhecimento no sistema Passdata, usado pela Polícia Federal (PF).

Entre os corpos encontrados até agora na tragédia que devastou Minas Gerais, haviam decapitados, desviscerados, carbonizados e a identificação aconteceu por meio de DNA, papiloscopia (impressões digitais) e arcada dentária. O trabalho dos auxiliares de autópsia ainda foi de encontrar vísceras espalhadas, inclusive, nas cercas em cima dos muros.

Número de mortos em Brumadinho aumenta; servidores de Goiás continuam no local

O número de mortos na tragédia de Brumadinho (MG) passou de 121 para 134 pessoas, segundo novo boletim divulgado pelas autoridades de Minas Gerais na última segunda-feira (4/2). O Instituto Médico Legal ML já conseguiu identificar 120 dos corpos resgatados. Outras 199 continuam desaparecidas.

Ao menos três corpos foram encontrados próximos a um vestiário da Vale, informou o Corpo de Bombeiros em em coletiva de imprensa na tarde desta. Acredita-se que são grandes as chances de se encontrar mais corpos nessa área.

As equipes dispõem agora de 15 máquinas pesadas para a busca dos corpos das vítimas – antes eram apenas cinco.

Via: Mais Goiás 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

IPTU 2019 pago à vista tem 10% de desconto; boleto vence em 21 de fevereiro

Mais de 500 mil contribuintes já receberam os boletos para pagamento.
05/02/2019, 08h58

Moradores de Goiânia tem até o dia 21 de fevereiro para pagar o IPTU 2019. Até o momento, mais de 500 mil boletos já foram entregues nas residências e até o dia 10 deste mês todos os contribuintes devem receber o guia de pagamento. De acordo com a Prefeitura de Goiânia, se o imposto for pago à vista, o morador tem 10% de desconto; também é possível parcelar o pagamento em até 11 vezes.

Os donos de imóveis edificados que ainda não receberam os boletos mas querem antecipar o pagamento, podem pegar o Documento Único de Arrecadação Municipal (Duam) por meio do site da Prefeitura de Goiânia, nas unidades Atende Fácil do Paço Municipal ou Setor Cidade Jardim, ou nos postos de atendimento nas unidades Vapt Vupt. O procedimento é o mesmo para quem precisar emitir a segunda via do IPTU 2019.

Pagamento do IPTU 2019 em Goiânia

Segundo a prefeitura, os boletos do imposto, tanto os gerados por meio eletrônico quanto os entregues pelo Correios, contêm duas guias para pagamento, com códigos de barras diferentes. Uma delas é para o pagamento à vista, com 10% de desconto; e outra com o valor referente à primeira das até 11 parcelas possíveis, respeitado o valor mínimo mensal de R$ 25,60. Apenas uma dessas guias deve ser paga.

Até as datas de vencimentos, os boletos do IPTU 2019 podem ser pagos em qualquer agência bancária, das 10h às 16h; em caixas eletrônicos, das 6h às 22h; casas lotéricas, das 8h às 21h; Banco Postal, das 8h às 22h; além de aplicativos para smartphone, até 23h59 do dia 21 de fevereiro.

O contribuinte que optar pelo pagamento parcelado terá que emitir as outras 10 guias pela internet ou nas redes de atendimento presencial. As parcelas devem ser pagas conforme o Calendário Fiscal dos tributos municipais, estabelecido pela Portaria Nº 130, de 17 de dezembro de 2018. Datas: 20 de março, 22 de abril, 20 de maio, 21 de junho, 22 de julho, 20 de agosto, 20 de setembro, 21 de outubro, 20 de novembro e 20 de dezembro.

De acordo com Código Tributário Municipal (CTM), o não pagamento dos impostos na data de vencimento resulta em multa mensal de 2%, mais 0,33% por dia corrido de atraso até o limite de 10% e de juros de 1% rateado pela quantidade de dias em aberto.

Locais para atendimento presencial do IPTU 2019

  • Atende Fácil

– Paço Municipal, das 7 às 19h: Avenida do Cerrado, 999, Park Lozandes

– Shopping Cidade Jardim, das 8 às 20h: Avenida Nero Macedo, 400, Cidade Jardim.

– Conselho Regional de Contabilidade, das 8 às 18h (para contabilistas): Rua 107, Setor Sul.

  • Vapt Vupt

– Vapt Vupt Araguaia Shopping, das 7 às 19h: Rua 44, 399, Setor Central

– Vapt Vupt Buena Vista, das 8 às 20h: Rua T-61, 180, Setor Bueno

– Vapt Vupt Campinas, das 7 às 19h: Avenida Anhanguera, 7840, Campinas

– Vapt Vupt Central do Servidor, das 7 às 19h: Rua 82, S/N, Praça Cívica

– Vapt Vupt Mangalô, das 7 às 19h: Avenida Mangalô, Qd. 156, Setor Morada do Sol

– Vapt Vupt Passeio das Águas, das 8 às 20h: Avenida Perimetral Norte

– Vapt Vupt Portal Shopping, das 8 às 20h: Avenida Anhanguera, Bairro Capuava

– Vapt Vupt Praça da Bíblia, das 7 às 19h: Avenida Anhanguera, Setor Leste Universitário

Imagens: Imposto 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.