Goiás

Caiado decreta ponto facultativo no Carnaval para servidores públicos de Goiás

Entretanto, o decreto de Caiado, que será publicado no Diário Oficial nesta sexta-feira, não se aplica a todos os órgãos.

Por Ton Paulo
27/02/2019, 16h07

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), decretou ponto facultativo para os servidores públicos de Goiás neste Carnaval, que tem início no próximo sábado (2/3). Entretanto, segundo a assessoria do Governo, “o decreto não se aplica aos órgãos que desenvolvam atividades em que, por sua natureza ou em razão do interesse público, a continuidade do serviço é indispensável”.

Conforme a nota da assessoria do Governo, o decreto que libera o ponto facultativo nas repartições públicas estaduais no dia 04 de fevereiro, segunda-feira de Carnaval, será publicado no Diário Oficial do Estado de Goiás na sexta-feira (1/3), dia primeiro de março.

O decreto prevê ainda que o expediente do dia 06 de março, Quarta-feira de Cinzas, deve iniciar-se às 14 horas. Entretanto, ainda segundo a nota, o decreto não se aplica aos órgãos que “desenvolvam atividades em que, por sua natureza ou em razão do interesse público, a continuidade do serviço é indispensável, a exemplo de unidades de saúde, de policiamento civil e militar, de bombeiro militar, arrecadação, fiscalização e Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão (Vapt Vupt), sem prejuízo de outras, a juízo dos respectivos dirigentes”.

Confira a nota da assessoria do Governo onde é anunciado o decreto do ponto facultativo para servidores públicos de Goiás

A nota foi divulgada pela assessoria do Governo na tarde desta terça-feira (

NOTA – FERIADO DE CARNAVAL

A Secretaria de Estado da Casa Civil informa que o decreto do governador Ronaldo Caiado determinando o ponto facultativo nas repartições públicas estaduais no dia 04 de fevereiro, segunda-feira de Carnaval, será publicado no Diário Oficial do Estado de Goiás na sexta-feira, dia primeiro de março. O decreto prevê ainda que o expediente do dia 06 de março, Quarta-feira de Cinzas, deve iniciar-se às 14 horas.

O decreto não se aplica aos órgãos que desenvolvam atividades em que, por sua natureza ou em razão do interesse público, a continuidade do serviço é indispensável, a exemplo de unidades de saúde, de policiamento civil e militar, de bombeiro militar, arrecadação, fiscalização e Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão (Vapt Vupt), sem prejuízo de outras, a juízo dos respectivos dirigentes.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Servidores Municipais da Saúde de Goiânia cobram plano de carreira e pagamento das progressões

Assembleia com indicativo de greve esta marcada para o dia 12 de março.
27/02/2019, 16h26

Os servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) fizeram uma manifestação na manhã desta quarta-feira (27/2) em frente ao Paço Municipal. A categoria representada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde no Estado de Goiás (Sindsaúde), cobra que o prefeito Iris Rezende (MDB) cumpra com o plano de carreira dos servidores.

Outra reivindicação dos servidores foi o pagamento das progressões que deveriam acontecer de dois em dois anos, que é equivalente a 6,12% dos funcionários. De acordo com os servidores que protestaram em frente a Prefeitura desde 2014 o pagamento das progressões não é efetuado.

O vice-presidente do Sindsaúde, Ricardo Manzi, afirmou que atualmente a Prefeitura gasta cerca de 43% com pessoal, mas que este número está longe do limite, que é de 51%. Manzi afirmou também que não existe justificativa para o não pagamento das progressões por parte do município.

Assembleia com indicativo de greve dos servidores municipais da saúde foi convocada para o dia 12 de março

O sindicato participou há duas semanas de uma reunião com o Secretário da Administração, Paulo Ortega, mas como não houve retorno por parte da Prefeitura, a manifestação foi promovida na manhã de hoje para tentar conversar com o prefeito para cobrar as melhorias. Após o ato, o sindicato convocou uma assembleia para o próximo dia 12 de março, com indicativo de greve.

A presidenta do sindicato Flaviana Alves afirmou que a Prefeitura não tem cumprido com o plano de outras categorias, e que os profissionais da Secretaria estão com as progressões paradas desde 2016. “Esperamos que o prefeito se atente para a situação e garante o direito do servidor da saúde”, afirmou Flaviana Alves.

Flaviana criticou a portaria 010/19 que altera a escala de trabalho dos servidores da Saúde publicada no Diário Oficial do Município, no último dia 25. Além de criticar o teor da portaria, a presidenta do sindicato pediu que a portaria seja revisada, pois as medidas publicadas não foram acordadas com o sindicato e a SMS, que não acolheu as propostas do Sindsaúde.

Portal Dia Online entrou em contato com a Secretaria de Administração da Prefeitura (Semad), mas até a publicação desta matéria as ligações não foram atendidas. O espaço fica aberto para que a secretaria possa se posicionar sobre a manifestação e as medidas que vão ser adotadas pela Semad.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Requerimento propõe que Prefeitura de Goiânia assuma linha do Eixo Anhanguera

No requerimento o vereador propõe que seja feita uma nova licitação para a escolha de uma nova empresa.
27/02/2019, 17h04

O vereador Andrey Azeredo (MDB) teve aprovado na Câmara Municipal no início do mês de fevereiro para que a Prefeitura de Goiânia assuma a linha do Eixo Anhanguera que atualmente é responsabilidade do Estado.

A proposta do emedebista visa fazer com que a Prefeitura tenha autonomia para abrir uma nova licitação, e busca de uma nova empresa, para ofertar uma qualidade maior para os usuários do transporte na capital.

O requerimento do vereador ganhou força com o desejo do Governo de Goiás de deixar a Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC), que é responsável pela gestão do transporte público na Região Metropolitana.

Para o vereador a saída do Governo Estadual da CDTC, vai deteriorar o transporte coletivo e provocar um vácuo nas articulações que buscam ordenar e definir as melhorias para os usuários do transporte na Região Metropolitana de Goiânia.

Provável saída do Governo da CDTC não impede que AGR faça o trabalho de regulação do transporte coletivo

Em nota a Secretaria de Governo (Segov) afirmou que o projeto que tramita na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) modifica a forma de atuação da Agência Goiana de Regulação (AGR) junto à Companhia Metropolitana de Transporte Coletivos (CMTC). A proposta do Estado não impede a agência de fazer o trabalho de regulação, controle e fiscalização, ela apenas não obriga a presença da AGR na entidade gestora.

Conforme a nota, a proposta apresentada na Alego pelo Estado, foi a única formalizada no sentido de mudar a composição da CMTC. A Segov ressaltou na nota, que a questão envolvendo a revisão da tarifa feita pela CDTC, pois a AGR não tem dados e elemento técnicos necessários para elaboração de um parecer que possa contribuir com a decisão do colegiado. A nota traz ainda que uma proposta mais abrangente ao transporte coletivo na Região Metropolitana da Capital vai ser alvo de discussões do Governo de Goiás.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Animais do cerrado: encantadoras espécies para conhecer

O cerrado é cheio de belezas e encantos, não é mesmo? Se você é um admirador, confira a listinha especial que preparamos com alguns entre os mais conhecidos animais do cerrado.
27/02/2019, 18h20

O cerrado é nada menos que o segundo maior bioma brasileiro, atrás apenas da Amazônia. Para que você tenha ideia, ocupa aproximadamente 25% do território nacional, equivalente a cerca de 2 milhões de km², abrangendo principalmente os estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, mas também apresenta áreas em São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Tocantins, Bahia, Maranhão e Piauí. Cercado por diversas belezas, as plantas e animais do cerrado representam uma das maiores biodiversidades do mundo.

Entre os animais do bioma é possível encontrar aves, mamíferos, anfíbios, répteis e até mesmo peixes nativos. Juntos, fazem parte das aproximadas 2.500 espécies identificadas de vertebrados que vivem nessas áreas, compondo também o bioma savana.

Vale lembrar que o cerrado se localiza em uma área que serve de elo para outros biomas, apresentando uma relação rica com a Mata Atlântica, a Amazônia, Caatinga e o Pantanal. É justamente por esse motivo que a fauna e a flora encontradas pelo cerrado podem também ocorrer em outras regiões por todo o país e América, como são os casos que veremos a seguir.

Embora sua biodiversidade seja tão rica, um dos maiores desafios enfrentados pelo bioma tange sua preservação. O avanço de atividades agrícolas, bem como a caça de animais silvestres, coloca em risco as regiões que compreendem o cerrado. Infelizmente, nas últimas décadas houve um aumento considerável em tais atividades, fazendo com que apenas a criação de unidades de conservação seja capaz de oferecer sobrevivência a determinadas espécies.

Pensando em contribuir para o melhor conhecimento sobre as riquezas de nosso bioma, nós aqui do Portal Dia Online preparamos uma listinha com alguns animais que podem ser encontrados pelo cerrado. Dá uma olhada!

Conheça alguns animais do cerrado:

1 – Seriema (Cariama cristata)

Foto: Reprodução

Entre os animais do cerrado, encontramos essa simpática ave chamada seriema, muito conhecida também como “sariema”. Normalmente, pode apresentar até 90 centímetros de comprimento , pesando até 1,4 quilo, sendo marcado por seu pescoço, cauda e pernas, que são bem longos quando comparados a outras aves do mesmo porte.

Não é preciso observar muito para notar que a ave ainda conta com um tufo de penas longas em sua crista, que podem chegar até a 12 centímetros. Uma curiosidade é que seu canto pode alcançar até 1 km de distância, sendo bastante reconhecido no cerrado e em pastagens. O som é bem parecido com longas risadas formadas por pequenos gritos e, a princípio, pode até assustar alguém que não a conheça.

2 – Galito (Alectrurus tricolor)

Foto: Reprodução/ eBird, Luiz Matos

O nome da ave vem do grego “alektör” (galo doméstico) e “oura” (cauda). Entre as principais características do macho da espécie, é possível citar sua coloração alvinegra, um V branco no lado superior e uma faixa incompleta no peitoral. Enquanto isso, a fêmea apresenta coloração parda, com asas e cauda mais escuras e a garganta branca.

Sua alimentação é composta por gramíneas nativas e artrópodes, que são sua presas principais. Pode ser encontrado principalmente em campos abertos do cerrado, já que a espécie não se adapta a outros climas e vegetações, sendo considerada como uma das únicas que de fato são endêmicas do bioma.

3 – Ariranha (Pteronura brasiliensis)

Foto: Reprodução/ Conexão Planeta

Entre os animais do cerrado também se encontram as ariranhas. Apesar disso, também ocorrem na Mata Atlântica, Amazônia e Pantanal, tendo sofrido intensa redução em seu número populacional devido, infelizmente, à caça e atividades agrícolas, deixando a espécie ameaçada de extinção.

Há alguns anos, grupos de animais da espécie viviam na região do médio/baixo rio Araguaia, representando a única ocorrência no cerrado, no entanto, não há dados que mostrem a frequência ou densidade dessa população.

A ariranha é um animal que pode viver até 20 anos, alcançando até 1,8 metros e peso de 45 quilos.

4 – Lobo-Guará (Chrysocyon brachyurus)

Foto: Reprodução/ Pró Carnívoros

O lobo-guará é um dos mais típicos animais do cerrado, considerado como um dos maiores símbolos do bioma. É o maior canídeo da América do Sul, podendo alcançar até 1,15 metros de comprimento e peso de 30 quilos.

O animal se adapta aos ambientes abertos das savanas, com vegetação rasteira que acaba facilitando o processo de caça. Por ser onívoro, também é um dos principais responsáveis por dispersar sementes de frutos do cerrado.

Além do Brasil, também pode ser encontrado no Paraguai, Bolívia e Argentina. Sua ocorrência ao sul é considerada praticamente extinta, embora ainda possa ocorrer no Uruguai. Em geral, é uma espécie ameaçada de extinção.

5 – Tamanduá Bandeira (Myrmecophaga tridactyla)

animais do cerrado
Foto: Reprodução/ Info Escola

Esta é uma espécie de mamífero que foi registrada pela primeira vez em 1758, encontrada na América do Sul e uma pequena parte na América Central, principalmente em áreas do cerrado e em florestas úmidas.

Bastante conhecido, apresenta pelagem cinza com alguns tons pretos e brancos. Seu focinho é bastante fino e alongado, sendo que o animal ainda pode atingir um metro de comprimento (a cauda é responsável por bons centímetros) e pesar até 40 kg.

Uma das curiosidades sobre o tamanduá bandeira é que ele não possui dentes. Isso mesmo! Como sua língua e focinho compridos já fazem um excelente trabalho na captura de formigas e cupins, o animal não tem muito trabalho para comer os insetos, os aprisionando na própria língua e engolindo sem muito esforço.

6 – Veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus)

animais do cerrado
Foto: Reprodução/ Flickr

O veado-campeiro também faz parte dos animais do cerrado, encontrado principalmente em áreas abertas do bioma e também no Pantanal. Originalmente, suas populações ocorriam com incidência muito maior, principalmente nos territórios brasileiros e sul-americanos como um todo.

O animal vive em pequenos grupos que não costumam ultrapassar seis indivíduos, apresentando maior atividade durante a noite. Pesando de 30 a 40 quilos, uma das principais características dos machos são seus chifres ramificados. Uma curiosidade é que trocam de chifres anualmente, sempre na mesma época.

Infelizmente, o veado-campeiro se encontra altamente ameaçado pelo avanço do desmatamento, da caça e de doenças transmitidas por animais domésticos. Atualmente, a crianção de unidades de conservação é o que de fato garante sua sobrevivência.

7 – Gato-maracajá (Leopardus wiedii)

animais do cerrado
Foto: Reprodução/ Pró Carnívoros

Um dos mais característicos animais do cerrado, é marcado por sua cauda que é mais longa do que os membros posteriores. O pequeno felino possui pelos em um tom amarelado escuro, apresentando uma incrível habilidade de saltar e permanecer caminhando em locais estreitos.

Se alimenta principalmente de roedores e aves, caçando nas árvores ou espreitando em meio a vegetação. Também possui a habilidade de imitar o som produzido por algumas de suas presas, as atraindo para uma emboscada.

O animal pode ser encontrado ainda na zona costeira do México, ocorrendo até o norte do Uruguai e Argentina, sem falar que, apesar de ocorrer principalmente no cerrado e em Florestas Tropicais, pode ser visto em todo o país. No Pantanal, no entanto, sua população já apresenta um número bem inferior.

8 – Onça Pintada (Panthera onca)

animais do cerrado
Foto: Reprodução/ Info Escola

A famosa onça pintada é simplesmente o terceiro maior felino do mundo, considerado como o maior das Américas. Animal solitário, pode medir até 1,80 de comprimento, sendo que apenas a cauda pode medir até 50 centímetros. Enquanto isso, seu peso pode variar de 60 a 150 quilos, dependendo de seu tamanho.

Carnívora, se alimenta principalmente de mamíferos de pequeno e médio porte, peixes, aves e alguns répteis. Não é comum que uma onça ataque humanos, a não ser que se sinta ameaçada. No entanto, quando há escassez de alimento ela pode se aproximar de locais ocupados por seres humanos em busca de presas.

É encontrada na caatinga, pantanal, em florestas tropicais e também do sul dos Estados Unidos até a Argentina. No entanto, sua presença no cerrado é ainda mais intensa, classificada como a melhor em relação a extinção.

9 – Jaguatirica (Leopardus pardalis)

animais do cerrado
Foto: Reprodução/ Geocaching

Bastante confundida com a onça pintada, já que possuem cores bem semelhantes, a jaguatirica é bem menor, embora ainda seja considerada como o maior dos pequenos gatos pintados das Américas. Ocorre apenas no continente, sendo encontrada desde o sul dos Estados Unidos até o norte da Argentina, com exceção de áreas com grande altitude.

No Brasil,  pode ser encontrada em todas as regiões, mas principalmente em áreas do cerrado. De porte médio, pode pesar entre 11 e 16 quilos, se alimentando de aves, serpentes, peixes, lagartos e até mesmo caranguejos.

10 – Anta (Tapirus terrestris)

animais do cerrado
Foto: Reprodução/ Pinterest

A anta é considerada como o maior mamífero terrestre da América do Sul, sendo o maior do Brasil. É um dos animais do cerrado e pode ser encontrada por todas as áreas do bioma, mas também ocorre em outros lugares do país.

Podendo pesar até 300 quilos, seu corpo é bem semelhante ao de um porco, no entanto, o tom de sua pele é bem mais acinzentado. Ótima nadadora, é encontrada principalmente em lugares próximos a rios, que inclusive, são utilizados para o animal se esconder de predadores.

São animais herbívoros, com alimentação baseada principalmente em frutas, grama, folhas, brotos, ramos, cascas de árvores e caules.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Após um mês sofrendo Bullying e ameaças garota foi agredida por colegas, em Anápolis

A menina só teve coragem de contar sobre o Bullying e as ameaças para a mãe, após ser agredida pelas colegas de sala.
27/02/2019, 18h36

Uma adolescente de 12 anos foi agredida pelos colegas de sala em uma escola municipal de Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia. Conforme a publicação de um Jornal local, a menina estava sofrendo agressões verbais e Bullying há cerca de um mês. Mais na tarde da última terça-feira (27/1) as agressões deixaram de ser verbais, quando a adolescente foi agredida por um grupo de colegas na porta do colégio.

Em seu depoimento a menina conta que um funcionário da escola, separou a vítima das agressões e chamou a direção do colégio. Conforme a publicação a Secretaria Municipal de Educação de Anápolis (SME) afirmou que a partir do momento que tomou conhecimento das agressões e do bullying que a garota tem sido vítima, os responsáveis foram chamados para tomar providências para que casos como este não voltem a acontecer.

A menina afirmou que antes de ser agredida, o grupo de meninas a ameaçou e que depois só viu quando uma delas veio de frente para arranhar, enquanto outra ficou nas costas segurando sua mochila.

Ameaças e o Bullying eram feitos por meio de um aplicativo de mensagens

Depois de ser agredida pela colegas, a garota criou coragem e contou para a mãe que estava sendo ameaçada pelos colegas de sala há cerca de um mês, por um aplicativo de mensagens, que ela fazia parte.

A publicação traz diversas ameaças e ofensas feitas a adolescente. Uma das mensagens diz que a mãe dela deveria ter abortado ela; Em outra um colega afirma que ela tem sorte dele ser menino, pois se fosse uma menina iria quebrar a garota e que não estava nem ai se tivesse que tomar suspensão.

A mãe da menina após descobrir que a filha vem sendo vítima de ameaças e de bullying, afirmou que vai procurar a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) para denunciar o caso. Com medo de que algo pior possa acontecer com a filha, a mãe afirmou que “não quero que minha filha vá para escola e amanhã alguém tira a vida dela, quero justiça, pois isso não se faz”.

Via: G1 
Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.