Goiás

Goianiense pode passar a ser multado caso lave a calçada com água potável

Caso vire lei, aquele que for pego usando mangueiras, jatos ou outros artifícios que utilizem água limpa para lavar a calçada em Goiânia, poderá pagar multa de valor a ser definido.

Por Ton Paulo
28/02/2019, 12h44

Foi aprovado em primeira votação pelo plenário da Câmara Municipal de Goiânia, na última quarta-feira (27/2), um Projeto de Lei que proíbe a lavagem de calçadas na capital com água potável tratada, oriunda de poços artesianos e da Saneamento de Goiás (Saneago). Caso vire lei, aquele que for pego usando mangueiras, jatos ou outros artifícios que utilizem água limpa para lavar a calçada, poderá pagar multa de valor a ser definido.

O Projeto de Lei é da autoria do vereador e presidente da Casa, Romário Policarpo (PROS), e foi aprovada na primeira de duas votações. Em votação simbólica, a proposta foi acatada pela unanimidade dos vereadores e segue agora para a apreciação da Comissão de Meio Ambiente.

Conforme assessoria da Câmara Municipal de Goiânia, a proposta de lei estabelece que “a limpeza de calçadas deve ser feita prioritariamente por varrição, aspiração ou outros recursos que prescindam do uso de água”. A lavagem, conforme o texto da proposta, está autorizada desde que “com água de reaproveitamento”, o que abrange água armazenada das chuvas ou de reuso (lavagem de roupas, por exemplo).

Quanto à fiscalização, caso seja aprovado, o Projeto de Lei estabelece que a prefeitura de Goiânia faça a regulamentação.

Quem for pego levando a calçada com água potável será multado, caso Projeto de Lei seja aprovado

Ainda de acordo com a assessoria da Câmara, a princípio, pela legislação municipal, “a competência para aplicar, fiscalizar e autuar as infrações da lei será da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma)”. A desobediência à nova legislação terá como penalidades a advertência por escrito e aplicação de multa de 152 UFIRs em caso de reincidência. A partir daí, o valor da multa será sempre dobrado caso a infração seja novamente notificada.

“O objetivo principal do projeto é estabelecer uma cultura de redução do desperdício de água na capital. Estamos prestes a entrar no período de estiagem e o desperdício pode agravar e muito o problema de abastecimento”, disse Romário à assessoria da Casa. “Temos de mudar os hábitos da população, estimulando que apenas água reutilizada seja usada para a lavagem de calçadas”, finalizou.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Servidores públicos de Goiás só vão terminar de receber salário de dezembro em agosto

A quitação será feita em seis parcelas de acordo com a faixa salarial dos servidores - do menor para o maior.

Por Ton Paulo
28/02/2019, 13h20

O salário referente ao mês de dezembro de 2018 só será pago totalmente aos servidores públicos de Goiás em agosto deste ano. Isso porque, conforme anunciado pela secretária da Economia, Cristiane Schmidt, a quitação será feita em seis parcelas de acordo com a faixa salarial dos servidores – do menor para o maior. De acordo com Schmidt, praticamente todo dinheiro que está entrando em caixa está sendo usado para quitação da folha do funcionalismo.

O informe foi feito pela titular da Secretaria da Economia (antiga Sefaz), que apresentou um relatório das contas públicas do Estado aos deputados na Assembleia Legislativa ontem (27/2). Na ocasião, ela disse que o pagamento do salário relativo ao mês de fevereiro será feito, em sua grande maioria, no próprio mês. Já o de dezembro, vai ser quitado entre março e agosto.

A secretária disse que “o dinheiro que está entrando no caixa está sendo exclusivamente para pagar salários e dívidas”. Porém, o cronograma pode sofrer alterações caso o estado tenha um aumento na receita.

Durante a pronunciamento da secretária, servidores do Estado fizeram um protesto portando faixas com dizeres e até um “cheque” gigante em branco, simbolizando o não pagamento dos salários.

Confira como ficou o cronograma do pagamento do salário de dezembro aos servidores públicos de Goiás

Conforme Cristiane Schmidt, os primeiros a receberem o salário de dezembro serão os servidores estaduais que ganham até R$ 3.500 reais, e os últimos, que receberão somente em agosto, serão aqueles que ganham a partir de R$ 17.400 reais.

Veja abaixo como ficou o cronograma:

  • Março: salários até R$ 3,5 mil
  • Abril: salários de R$ 3,5 mil a R$ 4,8 mil
  • Maio: salários de R$ 4,8 mil a R$ 6,6 mil
  • Junho: salários de R$ 6,6 mil a R$ 8,1
  • Julho: salários de R$ 8,1 mil a R$ 17,4 mil
  • Agosto: salários a partir de R$ 17,4 mil

Salário referente a fevereiro está sendo pago hoje à parcela de servidores

O Governo de Goiás anunciou, através da Secretaria da Economia, o pagamento do salário de fevereiro aos servidores públicos que recebem o líquido de até R$ 10.900 reais nesta quinta-feira (28/2). A secretária da Economia confirmou que mais de 32 mil servidores terão os salários creditados na conta.

O anúncio foi feito na última quarta-feira (27/2). Segundo a secretária da Economia, Cristiane Schmidt, foi feito ajuste no cronograma e serão liberados os vencimentos de todos os servidores do Poder Executivo que ganham até R$ 10.900. Segundo ela, vale ressaltar que nesses números já se consideram os servidores das Secretarias da Educação e da Segurança Pública ativos. O pagamento do mês de fevereiro se refere ao terceiro cronograma aplicado.

Via: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Março em Goiânia: fique por dentro do que vai rolar

O mês de março em Goiânia promete!
28/02/2019, 14h44

O mês de março em Goiânia já está chegando e com ele muitas festas estão sendo esperadas. Já no comecinho do mês seremos agraciados com uma das festas (e feriados) mais queridos do ano, o Carnaval 2019 chega com tudo, invadindo as ruas da cidade com alguns bloquinhos para ninguém botar defeito!

E se você prefere festas menos temáticas, março ainda está recheado de atrações para todos os gostos. Vai rolar show da banda Scalene, MC Kevinho e até mesmo Wesley Safadão comandará uma boa festa na cidade. Curioso? Então dê uma olhadinha nos principais eventos da cidade para os próximos dias, e já organize qual será seu próximo rolê!

Principais eventos para março em Goiânia:

1 – Baile do Mária na Santafé Hall

Março em Goiânia: fique por dentro do que vai rolar
Foto: Reprodução/ Mais Goiás

Seguindo as tendências dos tradicionais bailes funk, o DJ Mário Pires desenvolveu o projeto “Baile do Mário”, que vem rodando todo o país levando o que há de melhor do estilo para seu público. O setlist passeia entre os maiores nomes do funk brasileiro, que vão desde MC Kevinho, até sucessos dos anos 2000, como Bonde do Tigrão e MC Marcinho. É uma festa imperdível!

Previsto para o dia primeiro, o show acontece na boate Santafé Hall como parte do Carnaval 2019 da casa. A festa já começa logo no começo do mês, mostrando que março em Goiânia vai ser agitado!

Os ingressos custam R$ 30 para mulheres e R$ 50 para homens, desde que estejam com o nome na lista (válido até 23h30 ou para os 200 primeiros a entrarem na casa). Sem nome na lista, mulheres pagam R$ 40 e homens R$ 70. Para incluir seu nome basta clicar aqui.

2 – Bloquinho Carrinho de Mão Elétrico

Março em Goiânia: fique por dentro do que vai rolar
Foto: Reprodução/ La PLage

No dia 4 de março (segunda) acontece mais uma edição do Bloquinho Carrinho de Mão Elétrico, com muita folia para curtir neste carnaval! Vai rolar muito samba, frevo e as tão queridas marchinhas. O melhor é que o evento conta ainda com uma mega estrutura, pronta para acolher o público!

Programação:

10h30 – Matinê para a criançada

12h – DJ Fábio Ferrá na pista

14h – Heróis de Botequim

17h30 – Bloco na rua

A concentração acontece no All Week Food Park, ao lado do Goiânia Shopping. Os ingressos custam apenas R$ 20 e você pode comprar o seu clicando aqui.

3 – Bloco do Mancha

Março em Goiânia: fique por dentro do que vai rolar
Foto: Reprodução/ O Regional

O Bloco do Mancha é um dos mais aguardados para março em Goiânia. Marcado para o dia 3 (domingo), está apenas em sua segunda edição, mas o bloco já conquistou o coração dos foliões e é garantia de muita diversão e alegria. Desta vez, não haverá abadá e nenhuma forma de divisão entre os folões, tornando a festa mais acessível e inclusiva. E claro, a entrada é gratuita!

A concentração acontece na loja da Ambiente Skate Shop, na unidade do Setor Bueno, às 12h. Vai ter muito churrasco, cerveja gelada e Pool Party no Bowl. Às 16h30, o bloco sai em trajeto pelo Bueno, Marista, Setor Sul e Centro. Serão cerca de 6 km de muita festa e brilho pelas ruas da cidade. Ah, o melhor é que ainda rola um after na Diablo Pub! Vale a pena participar!

4 – Kevinho na Cedro Eventos

Março em Goiânia: fique por dentro do que vai rolar
Foto: Reprodução

No dia 16 de março (sábado), ninguém menos que o MC Kevinho irá comandar a Feijuca do Barzin, que acontece na Cedro Eventos. Serão 12 horas de muita festa, ao som dos melhores hits do funkeiro. Na playlist, músicas como “Olha a Explosão”, “O Bebê”, “Ta Tum Tum”, “Amor Falso” e muito mais.

A festa ainda contará com a presença do goiano Jeninho e das bandas Chama Q Noix e Os Meninos. O Barzin fica responsável pelo buffet da tarde, onde será servida feijoada das 13h às 16h, onde o público poderá se servir à vontade! Março em Goiânia realmente promete!

O ingresso custa R$ 70 e pode ser comprado online. Basta clicar aqui.

5 – Nando Viana no Teatro Madre Esperança Garrido

Março em Goiânia: fique por dentro do que vai rolar
Foto: Reprodução/ Mais Vip

Nando Viana é um dos maiores nomes do stand up brasileiro, chegando mais uma vez em Goiânia para apresentar seu show “A vida não tá nem aí pro teu planejamento”. O espetáculo acontece no dia 24 de março (domingo), no Teatro Madre Esperança Garrido. Os ingressos estão sendo vendidos com preços a partir de R$ 20. Para comprar o seu, clique aqui.

6 – Banda Scalene em Goiânia

Março em Goiânia: fique por dentro do que vai rolar
Foto: Reprodução

Março em Goiânia também tem show da banda Scalene! Eles voltam para um show inédito de divulgação do novo álbum. No entanto, é claro que o público também poderá esperar por um showzinho recheado dos maiores sucessos da banda.

O show acontecerá no dia 24 de março (domingo), na Diablo Pub e contará ainda com participação da banda Alarmes. Está previsto para ter início às 18 horas, garantindo muita música e diversão para quem estiver presente! Os ingressos custam R$ 25 no primeiro lote.

Para saber mais detalhes, clique aqui.

7 – Wesley Safadão em Goiânia

Março em Goiânia: fique por dentro do que vai rolar
Foto: Reprodução/ Veja

Wesley Safadão retorna para Goiânia para mais uma edição do tão famoso WS Sunset, que desta vez acontecerá no dia 30 de março (sábado), no estacionamento do Estádio Serra Dourada, a partir das 15h. No palco, o público ainda poderá contar com as apresentações de Gabriel Diniz, Dennis DJ e Aldair PlayBoy. Os ingressos estão sendo vendidos a partir de R$ 50. Para comprar, clique aqui.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Presidente do Instituto da Previdência de Ceres morre com suspeita de dengue hemorrágica

Secretaria não confirmou nenhum óbito por dengue no Estado e que os 17 notificados até o dia 23 deste mês estão sendo investigados.
28/02/2019, 14h53

A presidente do Instituto da Previdência da cidade de Ceres, na região do Vale do São Patrício, em Goiás, Patrícia Maria da Costa, de 44 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (28/2) no Hospital Jardim América, em Goiânia. A principal suspeita é que a morte da servidora publica do município tenha sido causada por dengue hemorrágica.

Conforme as informações levantadas pelo Portal Dia Online, a servidora foi levada para o hospital municipal da cidade na terça-feira (26/2) . No entanto, durante os exames foi comprovado que o caso de Patricia era grave, inclusive com a constatação de uma trombose.

Diante da gravidade do estado de saúde da servidora, Patrícia foi transferida na tarde da última quarta-feira (27/2) para o Hospital Jardim América, em Goiânia, onde morreu na madrugada de hoje.

O prefeito de Ceres, Rafaell Dias Mello (PSDB) decretou ponto facultativo no município nesta quinta-feira e luto de três dias devido a morte da servidora.

Presidente do Instituto da Previdência de Ceres morre com suspeita de dengue hemorrágica
Foto: Reprodução

Ceres é considerado um município de alto risco para contrair a dengue

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgou o boletim epidemiológico de dengue no Estado com as cidades que registraram o maior índice proporcional de casos de dengue. Entre os municípios estão  Itaguari, que registrou o maior número de casos de dengue nas últimas quatro semanas, em seguida vem Paraúna e Três Ranchos. Além dos municípios já mencionados, Ceres também apresenta um grande risco de registrar novos casos da doença.

Em nota, a SES afirmou que não existe até o momento nenhum caso de óbito confirmado em Goiás e que todos os que foram notificados até o último dia 23 de fevereiro estão sendo investigados pela Secretaria. Na nota, a SES afirma que não é mais utilizado o termo “dengue hemorrágica”para se referir aos casos de dengue grave. A morte da servidora também vai ser investigada.

Confira a nota

“A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informa que não há nenhum óbito confirmado por dengue no Estado neste ano. Todos os 17 casos notificados até o dia 23/02 seguem em investigação. Informa ainda que não se utiliza mais o termo “dengue hemorrágica” para se referir aos casos de dengue grave. “

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Marconi Perillo teria contratado funcionário fantasma para órgão que nunca existiu, diz MP-GO

O ex-governador teria contratado Aluízio Rodrigues para exercer o cargo de secretário-executivo de um conselho do Estado que jamais existiu. Aluízio recebeu salário de junho a outubro de 2016.

Por Ton Paulo
28/02/2019, 15h42

O ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), é alvo de mais uma ação do Ministério Público de Goiás (MP-GO). Desta vez, o tucano, que reside em São Paulo desde o ano passado (quando perdeu as eleições para o Senado Federal), é acusado de improbidade administrativa, uma vez que ele teria contratado um funcionário fantasma para um órgão do Governo durante sua gestão. Um dos problemas é que, segundo o MP-GO, o órgão jamais existiu.

Conforme a ação civil pública por improbidade administrativa proposta pela promotora de Justiça Carmem Lúcia Santana de Freitas, do MP-GO, contra Marconi Perillo, o ex-governador teria contratado Aluízio Rodrigues para exercer o cargo de secretário-executivo do Conselho de Gestão da Agência Goiana de Defesa Agropecuária. Aluízio, no entanto, nunca exerceu a função, conforme apurado pelo MP-GO, uma vez que o conselho sequer foi formado, portanto, não se reunindo para deliberar sobre qualquer assunto.

De acordo com o MP-GO, o funcionário fantasma recebeu mensalmente, entre os meses de junho a outubro de 2016, o valor total de R$ 54.666,67, segundo cópias de demonstrativos financeiros que foram juntadas ao processo e atestam os valores. Ainda segundo o MP-GO, o parecer da Coordenação de Apoio Técnico-Pericial do MP-GO apontou que o valor do dano ao erário atualizado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) foi de R$ 66.134,89.

Funcionário fantasma não aparecia para trabalhar, mas ajudava na campanha de aliados políticos de Marconi Perillo, diz MP-GO

Ainda de acordo com o MP-GO, consta na ação que Aluízio não comparecia na Agrodefesa para cumprir sua jornada de trabalho. Em vez disso, ele participava ativamente de campanha política no município de Rio Verde, sudoeste do estado, para aliados políticos do então governador, indicando a concretização de, segundo o MP-GO, “atendimento espúrios na nomeação do servidor em cargo sem atividade e lotação, mas com remuneração garantida”.

Na ação, a promotora pede liminarmente a indisponibilidade de bens tanto de Marconi quanto de Aluízio em até R$ 198.404,67, como forma de garantir o ressarcimento do dano e multa civil. No mérito, o MP-GO requereu a condenação de Marconi Perillo e Aluízio Rodrigues nas penalidades da Lei de Improbidade Administrativa.

A reportagem do Dia Online não conseguiu contato com as defesas de Marconi e Aluízio.

Via: MP-GO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.