Trânsito

Carnaval termina sem óbitos registrados nas rodovias de Goiás

A Operação Carnaval 2019, deflagrada pela PRF nas rodovias de Goiás na última sexta-feira (1/3), segue até meia-noite de hoje (6/3).

Por Ton Paulo
06/03/2019, 08h47

O feriado de carnaval, felizmente, chegou às “cinzas” de quarta-feira (6/3) com nenhum óbito registrado em acidentes nas rodovias de Goiás. A informação é da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que deflagrou no dia 1º, sexta-feira, a Operação Carnaval 2019, visando prevenir acidentes e combater irresponsabilidades nas BRs no feriado.

Conforme as informações adiantadas pelo inspetor Newton Morais, da PRF, o carnaval acabou e nenhum óbito foi registrado em acidentes pela corporação nas BRs que cortam Goiás. O fato representa um feliz avanço, uma vez que no balanço parcial da Operação Carnaval 2018 foram registradas duas mortes.

Entretanto, o saldo de abordagens da PRF não foi lá tão positivo. De acordo com o inspetor, até agora foram registrados 75 flagrantes de condutores alcoolizados. Além disso, os casos de excesso de velocidade nas rodovias já ultrapassa 5 mil, contra 4.600 registrados no ano passado – indicando um aumento.

O inspetor enfatiza ainda que a operação, que começou na última sexta-feira (1/3), continua o trabalho de monitoramento e prevenção nas rodovias até meia-noite desta quarta-feira de cinzas.

Preocupação da PRF nas rodovias de Goiás agora é com quem está voltando para casa

Ainda segundo o inspetor Newton Morais, muita movimentação é esperada pela PRF na manhã de hoje, uma vez que os motoristas, foliões cansados da festa, estão todos voltando para casa. “Hoje a preocupação maior é para quem está retornando com sono, cansado, ressaqueado”, destaca.

O inspetor chama a atenção ainda para o dever de redobrar a cautela ao voltar para casa, pedindo para que os condutores tenham prudência, paciência, e “não se arrisquem em manobras perigosas”. Ele finaliza lembrando que para qualquer problema ou dificuldade que o condutor possa vir a ter nas BRs que cortam Goiás enquanto estiverem voltando para casa, deve acionar a Polícia Rodoviária Federal através do número 191.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Mais de dez turistas ficam ilhados em cachoeira na Chapada dos Veadeiros

Resgate, segundo registrado durante o feriado de Carnaval, ocorreu na tarde desta terça-feira (5/3).
06/03/2019, 09h20

Dezesseis turistas ficaram ilhados, por quase uma hora, em uma da cachoeiras do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o volume de água aumentou em dois minutos, inundou a região e o grupo não conseguiu sair pela trilha. Resgate, segundo registrado durante o feriado de Carnaval, ocorreu na tarde desta terça-feira (5/3).

A equipe de guarda-vidas, ao perceber o aumento do nível de água, provavelmente causado pela chuva, orientou os turistas  a seguirem em direção a uma trilha próxima, considerada pelas equipes como área segura para abrigo. Apesar o aviso, os 16 turistas que ficaram ilhados não conseguiram sair. Eles ficaram ilhados por menos 40 minutos.

Com risco de alagamento e afogamento, os bombeiros auxiliaram os turistas a irem para uma área de pedras mais altas. Os bombeiros acompanharam o grupo até que fosse possível atravessar a margem para chegar à trilha de saída. Apesar do susto, ninguém se feriu.

Imagens, divulgadas pelo Correio Braziliense, mostram o volume e a força da água na cachoeira conhecida como Canion II, e os turistas abrigados sobre as pedras. Veja:

Turista fica ilhado na cachoeira Canion II, na Chapada dos Veadeiros

No último domingo (3/3), por volta das 13h40, o Corpo de Bombeiros resgatou um outro turista que estava ilhado também na cachoeira Canion II, na Chapada dos Veadeiros. Devido à forte correnteza, o homem acabou ficando isolado nas pedras da cachoeira, sendo impossibilitado de sair por conta própria. O turista pulou na água mas acabou sendo levado pela forte correnteza. O homem conseguiu se agarrar em um galho, mas ficou ilhado no meio da corredeira, solicitando apoio aos bombeiros.

A região é famosa pelas fortes correntezas, e segundo o Tenente Voltera, que atuou na ocorrência, não é apropriada para banhos. “Nesse período chuvoso, o nível da água eleva significativamente. Então em consequência disso, as correntezas ficam muito fortes”, explicou.

Imagens: Metrópoles - DF 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem flagra amante da esposa saindo de sua casa, persegue e tenta matá-lo, em Aparecida de Goiânia

A perseguição, num bairro de Aparecida de Goiânia, só parou quando o marido traído bateu com o carro no amante da esposa, que conduzia uma motocicleta.

Por Ton Paulo
06/03/2019, 10h39

Uma tentativa de homicídio registrada na madrugada desta quarta-feira (6/3) chamou a atenção pelas circunstâncias em que ocorreu, em Aparecida de Goiânia. Um homem perseguiu e atropelou outro após flagrá-lo saindo de sua casa, no setor Cidade Vera Cruz I. A vítima do atropelamento seria amante de sua esposa.

Tudo aconteceu na madrugada desta quarta-feira na Rua H-106, setor Cidade vera Cruz I, em Aparecida de Goiânia. Conforme informações da Polícia Militar (PM), um homem identificado como Leandro Bispo Reges, que é casado, chegou em casa e flagrou outro saindo de lá, numa moto vermelha. O intruso estaria tendo um caso com sua esposa.

Leandro, então, conduzindo um carro modelo Voyage branco, começou a perseguir o amante de sua esposa, identificado como Weldes José dos Santos. O amante e o traído acabaram passando em alta velocidade por uma viatura da PM, que imediatamente deduziu que a perseguição se tratava de alguma confusão.

A perseguição, que já estava quase virando algo cinematográfico, aumentou com a polícia atrás do marido traído e o marido traído atrás do amante da esposa. A “caça” só parou quando o marido que dirigia o Voyage bateu no amante, que dirigia a motocicleta vermelha. O motociclista foi arremessado a vários metros de distância e foi parar em cima de um veículo modelo Gol que estava estacionado na calçada, na Avenida V05.

O amante foi para o hospital e o marido traído para a delegacia, no caso da perseguição em Aparecida de Goiânia

Somente quando Leandro bateu contra Weldes, que foi parar em cima do Gol estacionado, que a equipe policial conseguiu realizar a abordagem e se inteirar do motivo da perseguição.

A vítima do atropelamento, Weldes José, sofreu lesões e foi conduzido pelo Samu para o Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa). O marido traído, Leandro Bispo, foi preso e  conduzido ao 4º DP. Lá, a autoridade policial tomou conhecimento dos fatos e lavrou auto de flagrante delito contra Leandro, pelo crime de tentativa de homicídio, o que corresponde ao art. 121 do Código Penal.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Oito mil contribuintes goianos devem ser inscritos em dívida ativa; veja consequências

Serão inscritos aqueles com débitos no ICMS, multa e IPVA, em atraso a mais de 90 dias.
06/03/2019, 11h09

Até o dia 25 de março, 8.900 contribuintes goianos com débitos no ICMS, multa e IPVA, em atraso a mais de 90 dias, serão inscritos em dívida ativa. A inscrição, de acordo com a Secretaria de Economia de Goiás, impede o contribuinte de contratar serviços públicos, obter crédito em bancos e no comércio, participar de qualquer concorrência pública, assim como receber pagamentos de contratos com o estado ou ter benefícios fiscais. Aqueles que possuem Termo de Acordo de Regime Especial (Tare) também terão os benefícios suspensos.

No total, serão lançados 9,9 mil Processos Administrativos Tributários (PAT). Ainda assim, o call center da secretaria realiza campanha de cobrança dos débitos, por telefone, carta e e-mail, com o objetivo de dar uma última oportunidade ao contribuinte para regularizar a situação antes da inscrição em dívida ativa. O interessado também pode entrar em contato pelo número 3269 2670.

Consequências da inscrição em dívida ativa

Com a inscrição em dívida ativa, o contribuinte é incluso no Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais (Cadin), não podendo contratar com o serviço público, além de ter a certidão de dívida ativa enviada a protesto nos cartórios de títulos, com custos para o contribuinte, e inclusão na Serasa.

Em resultado disso, o contribuinte fica impedido também de obter crédito em bancos e no comércio, participar de qualquer concorrência pública, receber pagamentos de contratos com o estado ou usar benefícios fiscais. Segundo a Economia de Goiás, os contribuintes que possuem Termo de Acordo de Regime Especial (Tare) também terão os benefícios suspensos.

Como consultar e regularizar débitos

A consulta de débitos com a Dívida Ativa pode ser feita pelo site da Secretaria da Economia (www.sefaz.go.gov.br), por meio da emissão da Certidão de Débitos. Para fazer o procedimento, munido dos documentos necessários, é só acessar o campo “Serviços mais procurados”, clicar na opção Certidão negativa de débito, ir na opção emitir a certidão, e informar o CPF ou CNPJ a ser pesquisado. O resultado sai de forma automática.

Para regularizar os débitos, o contribuinte, tanto do interior quanto da capital, deve procurar atendimento nas Delegacias Regionais de Fiscalização, além do atendimento na sede da Secretaria da Fazenda, no Setor Nova Vila, em Goiânia. A simulação e parcelamento das dívidas também podem ser feitas no site da Sefaz, na aba E-parcelamento.

Imagens: o imparcial 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Córrego fica coberto de espuma após despejo de detergente em Salto (SP)

Funcionários da prefeitura usaram caminhões-pipa para lançar água e diluir a espuma.
06/03/2019, 11h20

Grandes blocos de espuma branca cobriram o Córrego do Ajudante, afluente do Rio Tietê, nesta terça-feira, 5, em Salto, cidade do interior de São Paulo. O material extravasou e cobriu gramados e arbustos do entorno, atraindo curiosos. Moradores relataram que os locais atingidos ficaram com mau cheiro. Funcionários da prefeitura usaram caminhões-pipa para lançar água e diluir a espuma.

A Secretaria do Meio Ambiente do município acionou a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). Técnicos estiveram no local e apuraram que a grande quantidade de espuma foi causada pelo lançamento de produtos usados na fabricação de sabão em pó no manancial. O córrego estava com bastante água em razão das chuvas e o turbilhonamento causou a formação da espuma.

Córrego fica coberto de espuma após despejo de detergente em Salto (SP)
Foto: Reprodução

Conforme o órgão, o material estava armazenado no pátio de uma empresa de produtos químicos, no bairro Olaria. Com as chuvas, resíduos de detergentes e outros produtos foram levados para o córrego. A Cetesb informou que a empresa será autuada pelo dano ambiental. A extensão dos danos está sendo avaliada para a definição do valor da multa. A Química Amparo, empresa dona dos produtos, informou que está colaborando com a análise do caso.

Na semana passada, a prefeitura e moradores de Salto estiveram às voltas com toneladas de lixo depositadas pelo transbordamento do Rio Tietê em pontos turísticos da cidade. Em 2014, quando uma onda de lama escura tomou conta do Rio Tietê, houve uma grande mortandade de peixes no Córrego do Ajudante. Foram recolhidas 40 toneladas de peixes mortos no manancial.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.