Mundo

Falta de gasolina na Venezuela se agrava e amplia crise chavista

Em Caracas, a capital, os moradores já se preparam para a escassez de gasolina. Já há relatos de gente estocando gasolina em casa.
07/03/2019, 19h33

Marín Mendez descansava ao sol encostado em seu Malibu depois de empurrá-lo em uma larga fila de carros num posto de gasolina em Maracaibo, ironicamente a capital do petróleo na Venezuela. As horas que esperava para encher o tanque lhe custavam muito mais que o tanque cheio – estimado no país em apenas US$ 0,1.

“Não aguento mais”, reclamou, depois de passar 40 minutos imóvel na fila. “Fila para a aposentadoria, fila para comprar comida, fila para a gasolina. Não dá mais.”

Em Maracaibo, onde a escassez já leva três anos, os apagões constantes também dificultam o fornecimento, porque as bombas nos postos deixam de funcionar. Apenas dois dos 150 postos da cidade tem geradores para fornecer gasolina durante os apagões.

Méndez já avalia a possibilidade de guardar o combustível em casa, apesar dos riscos envolvidos. Depende do carro para complementar a renda da aposentadoria, de apenas US$ 6 mensais. “Meus netos não sabem o que é comer carne ou frango”, disse.

A escassez de gasolina não é novidade no oeste da Venezuela, depois que o governo passou a restringir o fornecimento de combustível em uma tentativa de coibir o contrabando de combustível para a vizinha Colômbia. Com as sanções impostas pelo governo americano em janeiro ao regime de Nicolás Maduro, no entanto, a escassez de combustível deve atingir toda a Venezuela.

No ano passado, a estatal do petróleo PDVSA entregava 160 mil barris por dia de gasolina para uso doméstico. Com as sanções, analistas projetam que esse fornecimento caia para 60 mil barris diário, suficientes para atender apenas 38% da demanda. Antes das sanções, no entanto, a produção de gasolina na Venezuela já vinha caindo.

Um agravante da situação é o veto americano, também incluído nas sanções de janeiro, à venda de diluentes de petróleo, usado no processamento de gasolina. Parte da demanda foi fornecida pela Rússia, mas será insuficiente para processar todo o combustível consumido na Venezuela, segundo a consultoria Caracas Capital.

Em San Cristóbal, no Estado de Táchira, os efeitos foram mais imediatos. Ali, Gerardo Márquez, um mecânico de 55 anos chegou à fila quilométrica do posto de gasolina na tarde de segunda-feira. Na terça-feira, o prometido caminhão com combustível não chegou, mas ele seguia impassível na fila. Na quarta-feira, contou com a ajuda de parentes, que lhe traziam água, comida e guardavam o carro para que ele pudesse ir ao banheiro. “Estamos com medo de sermos roubados”, contou.

Em Caracas, a capital, os moradores já se preparam para a escassez de gasolina. Já há relatos de gente estocando gasolina em casa.

“A maioria dos venezuelanos não tem ideia do que vem pela frente”, disse o taxista Jhaims Bastidas. “A escassez vai piorar.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Casal morre após se envolver em acidente com caminhão na BR-060, em Indiara

Casal foi atingido por caminhão de cargas no momento que trafegava pela rodovia.
07/03/2019, 20h07

Um acidente envolvendo uma moto e um caminhão de carga no km 250 da BR-060 em Indiara, na tarde desta quinta-feira (7/3) terminou com a morte de duas pessoas. O registro é o primeiro após o feriado de Carnaval nas rodovias federais que cortam Goiás, que pela primeira vez não teve mortes durante o feriado.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local, pois devido ao acidente, a via chegou a ser interditada, mas foi liberada depois e o tráfego flui normalmente na região. Conforme as informações repassadas pela PRF, um casal estava em um motocicleta no acostamento e estaria indo pescar em um rio próximo, mas não olharam para o lado e o caminhão colidiu com eles.

Os agentes da PRF, constaram que o homem, de 71 anos, que pilotava a motocicleta morreu na hora. Segundo a polícia, a mulher, de 39 que estava com ele, estava na garupa, chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu) e levada em seguida para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Indiara.

No entanto, apesar de receber o atendimento médico e chegar a UPA com vida, a mulher não resistiu aos ferimentos e morreu. Além do casal que morreu devido ao acidente na BR-060, o motorista do caminhão teve ferimentos leves e recebeu atendimento médico.

Enquanto fez o atendimento da ocorrência, a PRF teve que controlar o fluxo de trânsito na região, mas o mesmo foi liberado meia hora depois e flui normalmente.

Após para socorrer vítimas de acidente, três pessoas morreram atropeladas na BR-060, em Rio Verde

No dia 19 de fevereiro deste ano, um homem e duas mulheres que passavam pela BR-060, em Rio Verde, na região Sudoeste de Goiás, desceram do veículo que estavam para socorrer as vítimas de uma colisão, em que o carro acabou capotando na via. Mais enquanto eles caminhavam para socorrer os acidentados, um caminhão atropelou os três, que não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Os acidentes foram registrados na altura do KM 377 da rodovia.

No momento do acidente a pista estava molhada e o motorista do veículo de carga não conseguiu parar o veículo. Depois de atropelar as três vítimas, o caminhão capotou no canteiro central da rodovia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Casag vai oferecer descontos para advogadas no Dia Internacional da Mulher

Além dos descontos as advogadas serão recebidas nas unidades da Casag com um café da manhã preparado para elas.
07/03/2019, 20h41

Nesta sexta-feira (8/3) é comemorado o Dia Internacional da Mulher, a Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (Casag) em comemoração ao dia delas, vai oferecer uma manhã especial para as advogadas goianas.

Entre as atrações para a comemoração do dia delas, estão descontos exclusivos para elas nas unidades da Ótica dos Advogados em Goiânia e no interior do Estado.

Vale lembrar que os descontos são válidos para todas as linhas de óculos de sol, relógios e armações disponíveis na Ótica. A promoção com pagamento a vista pode ter uma queda de 40% no valor do produto e chegar até 35% com pagamento em até quatro vezes no cartão de crédito.

Unidades da Casag vão receber as advogadas com um café da manhã

A advogada que deseja um relógio ou óculos novo pode participar da promoção, é só apresentar a carteira de inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil – seção Goiás e economizar com os descontos.

Além dos descontos, na manhã de sexta-feira, as unidades da Casag vão receber todas as advogadas com um café da manhã preparado especialmente para elas.

Imagens: Rota Jurídica 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Senar Goiás promove ação de saúde no Dia Internacional da Mulher

Campanha específica faz parte do Programa Campo Saúde e completa 8 anos de existência.
07/03/2019, 20h52

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado na próxima sexta-feira (8) o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar Goiás se prepara para realizar ação com foco na prevenção do câncer do colo do útero, a partir das 08h, com médico ginecologista, na Unidade Básica de Saúde Francisco Lourenço Alves, localizada no Distrito de Posselândia, na Rua Conceição, s/n.

A entrega de senhas será feita até às 12h e a mulher que comparecer ao local de atendimento fará exames citopatológico, ultrassonografia, teste rápido HIV/Sífilis e de glicemia. Desde 2011, o Programa Campo Saúde efetua ações e campanhas específicas de Saúde da Mulher, e o objetivo principal é desenvolver ações básicas nas áreas de saúde e cidadania para conscientização individual e da comunidade do meio rural e urbano no cuidado, promoção da saúde e bem-estar social.

O atendimento ao público específico é gratuito e conta também com palestras de conscientização do cuidado com a saúde, elevação da autoestima da população através de serviços e atividades socioculturais, contribuindo com a melhoria do estado de saúde da população rural.

Serviço:

Pauta: “Dia da Saúde da Mulher” do Senar Goiás será realizado em Posselândia

Data: 08 de março (sexta-feira)

Horário: A partir das 08h, com entrega de senha até 12h

Local: Unidade Básica de Saúde Francisco Lourenço Alves, no Distrito de Posselândia (GO)

Para mais informações:

(62) 3552-8022

(62) 3552-2115

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Casal de irmãos é baleado dentro de casa, em Nerópolis; moça morreu no local 

Informações preliminares apontam que o alvo seria a jovem; irmão teria sido baleado ao tentar defendê-la.
08/03/2019, 08h00

Um casal de irmãos, de 19 e 20 anos, foi baleado dentro de casa na noite desta quinta-feira (7/3), em Nerópolis, Região Metropolitana de Goiânia. A moça morreu ainda dentro do quarto; o irmão foi encaminhado ao Hospital Sagrado Coração de Jesus, no município. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

O crime ocorreu por volta das 22h, na Rua RM 8, no Setor Dona Alda de Araújo Tavares. Segundo testemunhas, foram ouvidos ao menos seis disparos dentro da casa. Informações preliminares apontam um grupo armado invadiu a residência e atirou contra os irmãos. Ainda conforme as primeiras informações, o alvo seria Maria Eduarda, mas o irmão teria sido baleado ao tentar defendê-la. Entretanto, a motivação do crime ainda é desconhecida.

A Polícia Militar de Goiás (PMGO) chegou ao local poucos instantes depois. A jovem, identificada como Maria Eduarda Martins de Souza, 19 anos, morreu ainda dentro do quarto, onde foi baleada. Já Eduardo Martins de Souza, de 20 anos, foi encaminhado para o Hospital Sagrado Coração de Jesus. Ele levou dois tiros, sendo um no braço e outro no queixo.

O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Nerópolis.

A 30 quilômetros de Nerópolis, homem é morto na frente da família, em Anápolis

Um homem identificado como Daniel Siqueira Silva, de 34 anos, foi morto a tiros dentro do carro, no bairro Arco Verde, em Anápolis. Além de Daniel, a mulher dele, que não teve o nome divulgado, também foi baleada na perna esquerda. Uma criança de três anos que estava no carro não foi atingida pelos disparos. O crime ocorreu na tarde da última quarta-feira (6/3).

De acordo com o delegado Cleyton Lobo, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis, o homem estava trabalhando com agiotagem e foi lá para receber o dinheiro do rapaz, mas o suspeito parou o carro do lado e efetuou vários disparos contra o carro de Daniel.

“Pela cena foi possível perceber que o suspeito após o homicídio deu ré no carro e fugiu pela mesma estrada que ele veio, enquanto a vítima seguiu na via e só parou no guardrail da BR-060”, explicou o delegado ao Dia Online.

Imagens: Nossa Nerópolis 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.