Entretenimento

Zoológico de Goiânia oferece muita diversão e aprendizado

Além de muito lazer e contato com a natureza, o Zoológico de Goiânia também conta com programas de conscientização ambiental.
08/03/2019, 18h22

Embora Goiânia não tenha tantas opções de lazer quando comparada a uma cidade realmente grande, não podemos descartar as boas alternativas que ainda constam em nossa agenda. Principalmente quando falamos sobre as crianças, existem opções bem atraentes que, em sua maioria, ficam por conta dos diversos parques que existem na capital. No entanto, um lugarzinho em especial é capaz de conquistar ainda mais o coraçãozinho dos pequenos: o Zoológico de Goiânia.

Localizado no Parque Lago das Rosas, também conhecido como uma das principais atrações da cidade (com destaque para os pedalinhos), o zoológico possui fácil acesso e representa um excelente passeio não apenas aos fins de semana, mas também de terça a sexta.

Apenas para que você tenha ideia, mais de 500 animais vivem no lugar, que atualmente conta também com uma equipe de educação ambiental composta por funcionários e professores da Secretaria Municipal de Educação.

Zoológico de Goiânia
Foto: Reprodução: Wikimedia

Por tal razão, o Zoológico de Goiânia também é um dos destinos mais visitados por professores da rede municipal de ensino, que acompanham seus alunos em visitas ricas em diversão, mas que também despertam a conscientização ambiental e estimulam o aprendizado.

Ali dentro, além da oportunidade de conhecer diferentes espécies de animais, as crianças também conhecem diferentes vegetações, sendo que diversas plantas e árvores também contam com plaquinhas explicativas, contando um pouquinho de sua origem, assim como acontece com os animais. Dessa forma, os pequenos entendem um pouquinho mais sobre a importância de preservar o meio ambiente, e passam por uma experiência que os incentiva a cuidar do futuro de nossa fauna e flora.

Zoológico de Goiânia: um pouquinho de sua história

Zoológico de Goiânia
Foto: Reprodução/ O Popular

Saturnino Maciel de Carvalho foi encarregado e morador do Lago das Rosas, sendo também o grande responsável pela fundação do Zoológico de Goiânia, que aconteceu no ano de 1956.

Naquela época o parque já era um local de lazer para a população da cidade, mas foi somente depois da doação de animais pelo ornitólogo e professor José Hidasi, que o zoológico foi construído, mudando completamente a rotina de quem frequentava o Lago das Rosas. Vale lembrar que no mesmo ano também nasceu o Museu de Zoologia.

Os anos se passaram e o local se transformou em um dos principais pontos de encontro entre famílias e amigos. Muita gente ia até ali apenas para ter maior contato com a natureza e recarregar as energias, deixando para trás a rotina  desgastante. Portanto, nem sempre o foco era visitar os animais.

Zoológico de Goiânia
Foto: Reprodução/ Prefeitura de Goiânia

À medida que o tempo foi passando, infelizmente a estrutura do lugar já não era mais suficiente para suportar a quantidade de bichos que ali moravam. Falhas estruturais começaram a aparecer e a cidade ficou chocada com a notícia de que muitos animais começavam a morrer.

Assim, o Zoológico de Goiânia precisou fechar as portas em junho de 2009. A partir daí, o ambiente passaria por uma reforma completa para se adequar às novas necessidades. Foi somente em 2012 que o lugar foi reaberto e tudo estava dentro dos conformes. Apenas para que você tenha ideia, em dezembro de 2015 o zoo já somava 522 animais, sendo 135 répteis175 mamíferos 212 aves.

Dentre os espécimes ali encontrados, é possível visitar alguns animais exóticos como as sucuris e pítons, o macaco Syamang, a ararajuba e muitos outros. Apesar disso, uma pesquisa realizada entre os anos de 2012 e 2013 revelou que os animais preferidos pelos visitantes são os hipopótamos, serpentes e, como já é de se esperar, os grandes felinos (tigres e leões).

Zoológico de Goiânia
Foto: Reprodução/ Prefeitura de Goiânia

Embora seja um passeio divertido e rico em aprendizado, vale considerar que o Zoológico de Goiânia, assim como qualquer outro zoo, possui regras que devem ser seguidas e que visam tanto a segurança das pessoas, quanto a dos animais. Confira abaixo:

  • Não ultrapassar as barreiras (cordões de isolamento, correntes, telas, cercas) entre o passeio e recintos
  • Não alimentar, tentar entrar em contato físico, gritar ou jogar objetos nos animais. Os pais devem sempre estar atentos para que as crianças cumpram as regras, pois a melhor forma de ensiná-las é dando o exemplo.
  • Não adentrar ao Parque Zoológico com: animais domésticos, bebidas alcoólicas ou latas de qualquer tipo de bebida, aparelhos de som
  • Sempre descartar o lixo nas lixeiras adequadas (lixo orgânico e reciclável)

Sabendo disso, agora é só programar o dia da próxima visita e aproveitar o passeio! Com certeza você, sua família e amigos terão bons momentos para levar do local. Para saber de mais detalhes sobre o zoológico, acesse o site da prefeitura clicando aqui.

Abaixo você também encontra outras informações relevantes e que podem esclarecer algumas dúvidas. Confira!

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 8h30 às 16h

Ingressos: inteira por R$ 5 (crianças de até 12 anos e idosos com 60 anos ou mais pagam meia. Pessoas com necessidades especiais não pagam)

Telefone: (62) 3524-2390

Endereço: Alameda das Rosas – St. Oeste, Goiânia – GO, 74110-010

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.