Entretenimento

Balada em Brasília: confira opções para curtir com os amigos

Rock, eletrônico, sertanejo, funk, forró, enfim. Há opções de baladas para todos os gostos!
11/03/2019, 17h37

Nada melhor que fugir da rotina de vez em quando e sair com os amigos para se divertir um pouco, não é mesmo? Querendo ou não, nosso corpo precisa de descanso e é sempre bom dar uma variada nos ambientes em que costumamos frequentar. Portanto, se você pretende curtir uma boa música e dançar um pouco, ir até uma balada em Brasília pode ser a alternativa certa!

Tem balada para todos os públicos, desde aqueles que preferem curtir um bom rock, até os que optam pelo eletrônico, sertanejo ou forró. Com certeza você encontrará o lugarzinho que faz mais o seu estilo! O melhor de tudo é que alguns ambientes também funcionam no meio de semana! E aí, curioso?

Então dê uma olhadinha na lista que preparamos especialmente para você e já organize o próximo rolê com a galera! Dá tempo de se programar!

Encontre a melhor balada em Brasília:

1 – Velvet Pub

Balada em Brasília
Foto: Reprodução

Localizada bem no centro da cidade, a Velvet é uma balada em Brasília reconhecida como uma das melhores da cidade. Contando com dois pavimentos (térreo e subsolo), possui capacidade para até 290 pessoas, se caracterizando como um local mais reservado.

Inaugurada em 2009, nasceu para suprir uma necessidade, já que na capital faltava um espaço para o público mais alternativo. Por ali, é possível encontrar um bar e uma boate com atmosfera boêmia, em ambientes confortáveis e aconchegantes, com pista de dança ampla.

Rock, indie, pop rock e música eletrônica são os estilos que comandam a casa. Clique aqui e confira a programação.

Horário de funcionamento: quarta, das 23h às 4h / quinta, das 21h às 2h / sexta e sábado, das 22h às 4h / domingo, das 19h30 às 2h

Telefone: (61) 3327-1950

Endereço: Asa Norte Superquadra Norte 102 CLN 102 Bloco B Lojas 28/32 – Asa Norte, Brasília – DF, 70722-520

2 – Sim Sem Hora Entretenimento

Balada em Brasília
Foto: Reprodução/ Sim Sem Hora

A casa busca oferecer uma nova alternativa de entretenimento para o público em Brasília. Com excelência em seus produtos e serviços, é possível encontrar um ambiente sofisticado, com amplo palco e excelente pista de dança.

Para aqueles mais exigentes e que priorizam um espacinho mais exclusivo, a casa ainda conta com camarote e lounges. Conforto, segurança e shows com artistas de renome local e nacional você encontra por aqui, abrindo espaço para o sertanejo, pagode e outros estilos. Sem dúvida, é uma das melhores quando se trata de balada em Brasília!

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 18h às 2h

Telefone: (61) 3399-2099

Endereço: SH Arniqueiras ADE Águas Claras ADE Conj. 12 LOTE 50 – Taguatinga, Brasília – DF, 71988-180

3 – Forever Bar 61

Balada em Brasília
Foto: Reprodução/ Rodrigo Lacerda Fotografia

Para quem pretende curtir a vida noturna em Brasília, esta é uma das melhores opções. A casa oferece shows e ainda conta com um bar onde é possível pedir sua bebida preferida, sendo que as cervejas sempre chegam geladas na mesa. O atendimento é de qualidade e o ambiente é bem ventilado.

Telefone: (61) 3386-4461

Endereço: SIBS Q 1 AE 4 – Núcleo Bandeirante, Brasília – DF, 71736-206

4 – Capital Club Brasília

Balada em Brasília
Foto: Reprodução

Uma excelente balada em Brasília para ir com os amigos, o lugar recebe sempre muita música boa pra animar o público. Embora conte com um ambiente pequeno, é climatizado e bastante confortável, sendo possível encontrar ainda deliciosos drinques e cerveja sempre gelada.

Telefone: (61) 99924-2460

Endereço: SOF Q 7 A – Brasília, DF, 70297-400

5 – Victoria Haus

Balada em Brasília
Foto: Reprodução

Se você procura por uma boa balada em Brasília, esta é sem dúvida uma das melhores opções. Voltada principalmente para o público LGBT, a casa se consolidou na cidade como um importante espaço de liberdade e de convivência democrática, onde todos podem se divertir.

Presente na capital desde 2011 e apelidada carinhosamente de “Vic”, conta sempre com uma programação diversa e com novidades para garantir a alegria do público. Por ali é possível curtir muita música eletrônica, pop, festas temáticas, shows de dança e apresentações de drag queens. Clique aqui para conferir a agenda da casa.

Horário de funcionamento: sexta e sábado, das 22h30 às 6h

Telefone: (61) 3340-3007

Endereço: Sala 01 930 – Zona Industrial, Brasília – DF, 70632-100

6 – Forró Ispilicute

Balada em Brasília
Foto: Reprodução

E para os fãs do bom forró, também é possível encontrar uma balada em Brasília especializada no gênero. Na casa é sempre possível encontrar bandas de estilos nordestinos que animam o público em ritmos contagiantes, sem falar que a pista de dança do local é ampla, oferecendo ainda um climinha despojado, com bar e áreas externas. Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: sexta, das 20h às 3h

Telefone: (61) 98442-3155

Endereço: Setor de Clubes Norte Trecho 3 Minas Brasília Tênis Clube – Brasília, DF, 70800-130

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Morre menino que ficou pendurado pelo pescoço em corda de balanço, em Goiânia

Rafael estava internado na UTI do Hugol.
11/03/2019, 18h54

O pequeno Rafael Rodriques de Oliveira, de 8 anos, que estava internado no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), após ficar com a corda do balanço enrolada no pescoço não resistiu e morreu na tarde desta segunda-feira (11/3).

Rafael brincava no balanço na casa da avó quando o acidente ocorreu. No dia do incidente, o tio do menino tentou fazer a reanimação e levou Rafael para o Cais do Jardim Guanabara, em Goiânia. Na unidade de saúde, a criança recebeu os primeiros atendimentos e depois foi levada para o Hugol.

No hospital, Rafael foi encaminhado direto para Unidade de Terapia Intensiva da unidade (UTI), onde estava internado em estado grave e respirando com a ajuda de aparelhos. A morte da criança foi confirmada pelo pastor que acompanha a família de Rafael.

Patrícia Fernandes Oliveira, mãe de Rafael, chegou a conceder uma entrevista um Jornal local. Na entrevista, a mãe do garoto afirmou que ele foi diagnosticado com um edema cerebral, ou seja, acúmulo de água nos espaços intracelular e extracelular do cérebro, em decorrência da gravidade do acidente, pois acredita-se que Rafael ficou cerca de 20 minutos pendurado pela corda.

Menino brincava ‘escalando’ corda de balanço

O pequeno Rafael tinha costume de brincar no balanço e nunca tinha ocorrido acidente, mas teve atenção chamada, pois ele escalava o balanço pela corda contou a mãe. “Ele gostava de escalar a corda e para não descer deslizando, a enrolava no corpo. Uma vez, ele colocou ela no pescoço. Eu falei para ele parar, para pôr na barriga. Ele deve ter subido e enrolado a corda ao cair”, contou a mãe do menino.

Patrícia acredita que o acidente ocorreu, pois ele teria escalado a corda do brinquedo antes do incidente.“Ele já fez isso comigo enquanto eu estava lá. Ele subia e ficava escalando a corda até chegar na área. Eu creio que, por alguma brincadeira dele ali, ele deve ter feito alguma coisa que a corda deve ter passado pelo pescoço dele. O que aconteceu foi uma fatalidade, um acidente”, contou ao portal.

A família de Rafael está no hospital, onde aguarda a liberação do corpo para o velório e sepultamento da criança.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Equipe da Polícia Militar de Florianópolis participa de festa infantil temática em homenagem a polícia

A aniversariante é uma super fã da Polícia Militar, em especial do Batalhão de Choque.
11/03/2019, 19h14

Nesta última quinta-feira (07/03) uma equipe da Polícia Militar, durante o patrulhamento pelas ruas da Grande Florianópolis, recebeu uma solicitação inusitada.

O Senhor Marcelo Augusto Fernandes, morador do Município de São José – SC, abordou a equipe do Grupo Tático com Apoio de Motocicletas (GTAM), que pertence ao Batalhão de Choque, solicitando que os policiais fossem até sua residência no domingo (10/03), pois aconteceria uma festa surpresa para a sua filha Clara de Souza Fernandes, que completaria 04 anos, e o tema seria o Batalhão de Choque.

Os policiais, lisongeados com o convite, não pensaram duas vezes: foram até a casa do Senhor Marcelo para prestigiar a festa surpresa para a sua filha.

Decoração da festa foi inspirada na atividade policial

No dia não faltou alegria e emoção. A aniversariante é uma super fã da Polícia Militar, em especial do Batalhão de Choque.

Toda a decoração da festa temática foi inspirada na atividade policial, porém a grande estrela com certeza foi a pequena Clara, que ao completar 04 anos mostra bom gosto nas suas predileções.

Situações semelhantes já aconteceram, como por exemplo no aniversário do pequeno Pedro Miguel, de Florianópolis – SC, que recebeu a visita dos policiais do Choque no seu aniversário temático de 05 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Jayme Rincón é o “Paulo Preto” de Goiás

Ex-auxiliar de Marconi Perillo foi preso duas vezes e confessou ter recebido dinheiro da Odebrecht. Polícia Federal e MPF estão em busca de onde ele teria escondido R$ 100 milhões.
11/03/2019, 20h20

O ex-presidente da antiga Agetop, Jayme Rincón, é alvo de investigações da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF) que querem descobrir onde ele teria escondido R$ 100 milhões em espécie ou aplicações em paraísos fiscais. Jayme foi preso duas vezes no final do ano passado por envolvimento em denúncias de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa e na primeira vez, Marconi Perillo só não foi preso porque estava candidato ao Senado no dia, mas foi logo depois.

Segundo fontes do MPF as suspeitas de que Jayme era o principal operador do esquema em Goiás batem com as atividades de outro operador famoso dos tucanos, o engenheiro Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, ex-presidente da Dersa, órgão similar em São Paulo. “Já se sabe que Paulo Preto amealhou uma fortuna de mais de R$ 100 milhões e que escondeu esse dinheiro em algum lugar. Em Goiás o volume de dinheiro fruto de desvios que passou pelas mãos de Jayme Rincón é igual e a expectativa dos órgãos de investigação é que possamos chegar a esse numerário”, resume um investigador.

Esse mesmo auxiliar do MPF que acompanha as investigações considera que seja questão de tempo porque, mesmo que as operações de maquiagem dos rumos do dinheiro tenham sido bem sucedidas até agora pode chegar um momento em que a verdade venha à tona. “Dinheiro deixa rastro, deixa cheiro. A máxima de Mark Felt, o chefão do FBI que desmascarou o escândalo de Watergate e derrubou o presidente dos Estados Unidos, é justamente sobre os passos do numerário. Siga o rastro do dinheiro, ensinava ele”, frisou.

Jayme Rincón foi preso na Operação Cash Delivery

Primeiramente Jayme Rincón foi preso na Operação Cash Delivery, a poucos dias do primeiro turno das eleições. O MPF chegou a pedir a prisão de Marconi, mas como ele era candidato a senador (ficou em quinto lugar na votação) o juiz negou sua prisão. Jayme foi preso em sua casa e seu filho preso em São Paulo. Seu motorista foi preso com R$ 1,2 milhão em espécie o que provocou a ira do então governador José Éliton. Conta-se que nesse dia, após saber que o auxiliar de Jayme guardava uma pequena fortuna em dinheiro vivo em casa Éliton jogou a toalha e desistiu totalmente da campanha.

Em juízo Jayme Rincón confessou que realmente recebeu R$ 1 milhão da Odebrecht em 2014 em seu apartamento em São Paulo, mas tentou descaracterizar a acusação de corrupção passiva. Ele disse que o dinheiro teria sido utilizado para “pagamento de dívidas de campanhas eleitorais de aliados” naquele ano. Todavia, não indicou quem recebeu o dinheiro, quais campanhas receberam o dito “caixa 2” nem informou a título de qual contribuição a Odebrecht estaria fazendo o aporte milionário.

No dia 6 de dezembro Jayme Rincón foi preso novamente na esteira da Operação Confraria, um desdobramento da anterior, com outros 10 mandados de busca e apreensão e outros seis de prisão, inclusive do presidente da Codego, Júlio César Vaz. Esse é sócio de Jayme Rincón em uma casa na paradisíaca praia de Búzios, no Rio de Janeiro.

Agentes estiveram em endereços ligados a Jayme em Goiás, na casa de Búzios e São Paulo. Parte da vigilância foi destinada a Três Ranchos, na beira do lago no Rio Paranaíba, onde uma casa cinematográfica é conhecido destino de Rincón. Havia a suspeita de que lá tivesse sido construído um cofre forte subterrâneo para guardar parte do dinheiro.

“Em breve teremos mais novidades sobre o dinheiro de Jayme Rincón”, garante uma fonte do MPF. Como no caso do operador paulista da tucanagem, Paulo Preto, os policiais e procuradores querem a quebra do sigilo bancário de Jayme Rincón e pessoas próximas a ele para desvendar por onde passou o dinheiro.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Adolescente é encontrada morta, em Águas Lindas

Segundo o delegado do caso, Ana Clara pode ter sido morta por asfixia ou por disparo de arma de fogo, mas apenas o laudo cadavérico vai poder confirmar as causa da morte da adolescente.
11/03/2019, 21h00

Uma adolescente, de 13 anos, identificada como Ana Clara Santana da Silva, foi encontrada morta em uma mata fechada, na manhã desta segunda-feira (11/3), em Águas Lindas, no Entorno do Distrito Federal (DF).

A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) foi acionada por vizinho da região, devido ao mau cheiro no local e encontraram o corpo da menina. A PM afirmou que um irmãos de Ana Clara estiveram no local e reconheceram o corpo da adolescente. Conforme as informações da polícia, foi feito o isolamento da área até que o cadáver fosse retirado do local pelo Instituto Médico Legal de Águas Lindas.

O Portal Dia Online entrou em contato com o delegado do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Águas Lindas, Cleber Junio Martins, para confirmar a informação de que Ana Clara teria sido decapitada.

Adolescente saiu de casa na terça-feira de Carnaval

O delegado negou que a adolescente foi encontrada decapitada. “A vítima não foi decapitada, não foi encontrada nenhuma fratura nela, nem afundamento de crânio, nenhuma fratura em nenhum dos ossos”,  afirmou o delegado. Cleber Junio Martins afirmou que o corpo de Ana Clara foi encontrado em estado avançado de decomposição, inclusive na fase gasosa para esqueletização.

O delegado afirmou que pelo estado em que o corpo foi encontrado não possível determinar se a adolescente foi vítima de violência sexual. ” Foram colhidos materiais para análise para ver se tem algum vestígio de material biológico masculino nela para evidenciar algum estupro, mas no momento não há condições de falar que houve”, explica Cleber Junio Martins.

Cleber Junio Martins afirmou que trabalha com duas suspeitas para o assassinato da adolescente que saiu de casa pela última vez na terça-feira de Carnaval. “Suspeita a princípio é que ela tenha sido morta por asfixia ou por disparo de arma de fogo, em locais que não tenha atingido ossos, pois não houve nenhuma fratura em ossos. Então pode ter havido essas duas formas que será vista pelo laudo cadavérico”, afirma o delegado.

O caso é investigado pelo GIH de Águas Lindas que busca identificar o suspeito e a motivação para o assassinato da adolescente.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.