Goiás

Elevador com 16 pessoas despenca de altura de 5 andares em hospital de Brasília

O elevador despencou no terceiro andar até o -2. Felizmente, as pessoas dentro sofreram apenas ferimentos leves.

Por Ton Paulo
14/03/2019, 15h41

Um grupo de pessoas que utilizava o elevador do Hospital Santa Lúcia Norte, localizado em Brasília, levou uma baita susto nesta quarta-feira (13/3). Isso porque o elevador, com 16 pessoas dentro, despencou cinco andares do hospital, e só parou quando atingiu, com impacto, o chão. Felizmente, as pessoas sofreram apenas ferimentos leves.

Conforme informações de um jornal local, 16 operários ficaram presos no elevador do Hospital Santa Lúcia, na Asa Norte, que despencou cinco andares, do terceiro até o -2. O Corpo de Bombeiros não chegou a ser acionado. A assessoria de imprensa da unidade de saúde relatou que as pessoas sofreram ferimentos leves, receberam atendimento e já foram liberadas.

De acordo com o hospital, uma falha de energia pode ter provocado uma pane no sistema do elevador que caiu do 5º andar até o -2. De acordo com o hospital, no momento do acidente, não havia pacientes no equipamento. A instituição também informou que, no momento, passa por reforma e expansão da unidade.

Por meio de nota, o hospital de Brasília se manifestou

A reportagem do Dia Online entrou em contato com a assessoria do Hospital Santa Lúcia Norte, em Brasília, que também esclareceu que ao contrário que foi noticiado por alguns veículos, o acidente no hospital despencou de uma altura de cinco andares, e não nove.

Por meio de nota, eles esclareceram o ocorrido. Confira abaixo:

“O Hospital Santa Lúcia Norte esclarece que está em meio a ampla reforma na expansão da unidade e ontem, durante as obras, um elevador instalado pela empresa Thyssenkrupp – responsável pelo fornecimento e manutenção do equipamento – apresentou uma pane. Operários sofreram ferimentos leves, receberam atendimento imediato e todos já foram liberados. O hospital já acionou a empresa responsável pela manutenção para que apure o ocorrido e adote providências imediatas para sanar qualquer risco de novo episódio.” 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.