Goiás

Homem morre afogado após tentar atravessar rio a cavalo, em Padre Bernardo

Após sair de uma fazenda para visitar um amigo, apenas o cavalo em que o homem estava montado retornou ao local de origem.

Por Ton Paulo
14/03/2019, 10h44

O corpo do funcionário de uma fazenda no município de Padre Bernardo, no Entorno de Brasília, foi encontrado boiando em um rio que corta a região após dois dias desaparecido. O homem teria saído na segunda-feira (11/3) a cavalo para visitar o amigo na fazenda vizinha, mas no dia seguinte apenas o cavalo, com sinais de atolamento, retornou ao local de origem.

Conforme informações da Polícia Civil de Goiás, o registro do desaparecimento de Aparecido Pereira Duarte, funcionário da fazenda Nossa Senhora de Fátima, localizada em Padre Bernardo às margens do rio Verde, foi feito por seu patrão, Edo Antônio, na terça-feira (12/3) às 17h24, depois que o cavalo em que Aparecido saiu para visitar o amigo na fazenda vizinha retornou sem ele, sem a sela e com sinais claro de atolamento.

Ainda segundo a polícia, Aparecido saiu a cavalo da fazenda onde trabalhava na segunda-feira de manhã para visitar um amigo em outra fazenda. Esse amigo conta que Aparecido chegou ao local, ajudou-o no trato com o gado e após o horário do almoço, por volta das 13h, decidiu ir embora. Entretanto, apenas o cavalo de Aparecido conseguiu voltar para a fazenda Nossa Senhora de Fátima, na tarde do dia seguinte.

Corpo de funcionário da fazenda foi encontrando boiando no rio, em Padre Bernardo

Um dia após o registro de desaparecimento de Aparecido, infelizmente os bombeiros confirmaram a principal suspeita.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado, e após intensas buscas pelo local o corpo de Aparecido foi encontrado boiando no rio Verde às 17h30 de ontem (13/3). Segundo a corporação, após tentar atravessar o rio a cavalo, por circunstâncias ainda não esclarecidas mas indicando que o cavalo tenha atolado, o funcionário da fazenda acabou se afogando.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) do Distrito Federal.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.