Goiás

Alarme falso de tiroteio em escola de Goiânia causa pânico nesta manhã

Após uma discussão entre o coordenador do colégio e o namorado de uma aluna, alguns alunos soltaram bombinhas no interior da instituição, e o barulho foi confundido com tiros.

Por Ton Paulo
15/03/2019, 10h00

Um clima de pânico recaiu sobre um colégio estadual no Setor Urias Magalhães, em Goiânia, na manhã desta sexta-feira (15/3). Após uma discussão entre o coordenador do colégio e o namorado de uma aluna, alguns alunos soltaram bombinhas no interior da instituição. O barulho foi confundido com tiros, causando pânico nos demais alunos e funcionários. A Polícia Militar (PM) foi acionada sobre um suposto tiroteio em escola, mas ao chegar ao locar e realizar a averiguação, constatou ter se tratado de uma alarme falso.

O caso aconteceu nesta manhã, no Colégio Estadual Aécio Oliveira de Andrade, na Rua do Prata, Setor Urias Magalhães. De acordo com a PM, o namorado de uma aluna foi até a escola e pediu para o coordenador o capacete que a aluna havia deixado no local. O coordenador havia respondido que não sabia do capacete, momento em que o rapaz começou a agredir o servidor.

Entretanto, durante a confusão, alguns alunos estouraram bombinhas dentro escola, assustando os demais alunos e moradores da região.

Conforme informações apuradas pelo Dia Online, viaturas da PM foram acionadas e compareceram na instituição. O Coordenador foi encaminhado para o segundo distrito policial para registrar a ocorrência.

PM esclareceu sobre o caso de falso tiroteio em escola de Goiânia

Na denúncia recebia pela PM, uma homem armado teria realizado cinco disparos de arma de fogo no Colégio Estadual Aécio Oliveira de Andrade e pulado o muro para se esconder no CMEI Tio Oscar.

Entretanto, após constatar o alarme falso, a polícia esclareceu os fatos. Veja abaixo:

“Denúncia 153, pessoa afirmando ser servidora do CMEI Tio Oscar fez denúncia que homem armado havia realizado 05 disparos de arma de fogo na escola estadual Aécio Oliveira de Andrade, e havia pulado para se esconder no CMEI Tio Oscar.

Central de imediato empenhou viaturas GCM.

Está sendo levantado o fato.

Os estamidos ouvidos foram bombinhas soltadas por alunos na no Colégio Estadual Aécio Oliveira de Andrade, e próximo ao local por coincidência havia um PM armado paisana no local, deixando mais assustado as pessoas.”

A reportagem do Dia Online tentou entrar em contato com a direção do colégio, mas não obteve retorno até o momento.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.