Goiás

Secretário de finanças e assessor de vereador de Iporá são esfaqueados

Assessor foi esfaqueado ao tentar separar a briga.
15/03/2019, 14h12

Uma confusão durante a inauguração de uma empresa de alimentos na madrugada desta sexta-feira (15/3), em Iporá a 216 quilômetros de Goiânia, terminou com um homem identificado apenas pelo nome de Leandro preso após esfaquear o Secretário de Finanças do Município, Anderson Leite Souza Júnior e o assessor parlamentar Welligton Martins.

O Portal Dia Online conversou com o repórter da Nova Visão Tv de Iporá, Neirinelson Santos, que contou um pouco dessa história. “O primo do secretário se envolveu em uma discussão com um vendedor da loja, em seguida o secretário tomou as dores e começou a discutir com o vendedor, deu um empurrão e depois levou um soco”, conta Neirinelson.

O repórter afirmou que o assessor parlamentar entrou na briga para tentar separar e foi esfaqueado pelo suspeito. “O assessor da turma do deixa disso entrou no meio da confusão para separar, nesse momento Leandro aproveitou para desferir os golpes com um canivete, que atingiram o secretário Anderson que teve apenas alguns arranhões e Welligton que precisou fazer o uso de dreno, pois as facadas atingiram o pulmão”, explica Neirinelson.

Suspeito de esfaquear secretário e assessor em Iporá afirmou que não lembra do momento que desferiu os golpes

Secretário de finanças e assessor de vereador de Iporá são esfaqueados
FOTO: Reprodução

O delegado Ramon Queiroz, responsável pelo caso que afirmou que durante o depoimento o suspeito relatou que teve uma discussão e depois virou uma confusão. “Ele alega que não lembra o momento que atingiu os dois homens”, explica o delegado. Ramon Queiroz afirmou que o suspeito foi preso em flagrante por tentativa de homicídio.

Conforme as informações apuradas pelo Dia Online o assessor parlamentar passou por cirurgia e não corre risco de morrer. Em contra partida o secretário recebeu os curativos e não passou por qualquer procedimento cirúrgico.

O delegado aguarda os dois feridos receberem alta para prestarem depoimento e assim confrontar a versão com a do suspeito para saber o que gerou a confusão.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Kevinho é destaque deste fim de semana em Goiânia

O fim de semana conta com diversas atrações, entre elas, o destaque vai para a apresentação de Kevinho, na Feijuca do Barzim.
15/03/2019, 14h14

O fim de semana em Goiânia promete ser bastante agitado, com atrações para diversos gostos. Se você não pretende ficar em casa, acompanhe a listinha especial que preparamos e já marque com os amigos o próximo rolê!

Vai rolar rock, sertanejo e funk, com atração também para a criançada! O destaque desta semana fica com o funkeiro Kevinho, que se apresenta na Feijuca do Barzim, que rola na Cedro Eventos! Confira os detalhes!

Procurando o que fazer neste fim de semana em Goiânia?

1 – Ir ao show da banda Playmohits, no Bolshoi Pub

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ Bolshoi

E se o fim de semana em Goiânia começa hoje para você, aqui vai uma excelente dica! Nesta sexta (15/03), o Bolshoi Pub recebe a banda Playmohits Rock 80s, que assim como o próprio nome sugere, levará para a casa um repertório recheado com os maiores hits que marcaram o rock dos anos 80.

A abertura dos portões ocorre às 21h e o show está previsto para ter início às 00h. Os ingressos antecipados custam R$ 30, na portaria o valor é de R$ 50 (valores referentes a meia entrada com apresentação de carteira de estudante ou doação de 1 kg de alimento não perecível que deverá ser entregue na portaria do evento).

Clique aqui para comprar seu ingresso.

2 – Ir ao Goiânia Fest Kids

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ Medium

Neste fim de semana em Goiânia, o Centro Cultural UFG receberá o evento Goiânia Fest Kids, que nada mais é do que um lindo festival de artes integradas, planejado especialmente para o público de 0 a 14 anos.

Serão diversas apresentações, entre shows musicais, teatro, circo e módulos de brincadeiras, tudo isso dividido e 3 dias de festival, começando nesta sexta (15/03) e finalizando no domingo (17/03).

A estrutura foi planejada com o todo o cuidado, oferecendo instalações interativas, banheiros, brinquedos e até mesmo uma cenografia voltada para a sustentabilidade. Convidados como Duo Badulaque (SP), Grupo Girino (MG), Cia Flor do Cerrado (GO) e muitos outros já estão confirmados. Para conferir a programação completa, com horários e atrações, clique aqui. O ingresso é a doação de 2 quilos de ração para cães ou gatos.

3 – Ir ao show da dupla Luiza e Maurílio, na Santafé Hall

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ Correio

A boate Santafé Hall recebe neste sábado (16/03) a dupla Luiza e Maurílio, que vem se destacando bastante na cena sertaneja nacional. Com uma voz marcante e potente, Luiza vem sendo apelidada como “Alcione do sertanejo” e encanta cada vez mais seus fãs.

O show promete ser cheio de emoções e alegria. Vale a pena participar! Com nome na lista, mulher entra free e homem paga R$ 40 (válido até 23h30 ou para os primeiros 200 a entrarem na casa).

Sem nome na lista, o valor do ingresso feminino é R$ 40 e masculino R$ 70. Para incluir seu nome, basta clicar aqui.

4 – Ir ao show da banda Venosa, no Bolshoi Pub

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ Bolshoi

Para este fim de semana em Goiânia, o Bolshoi Pub garante mais uma excelente atração! A banda Venosa sobe ao palco da casa neste sábado (16/03) às 00h e promete deixar a noite ainda mais animada com o melhor do pop rock nacional e internacional.

Os ingressos antecipados custam R$ 50, na portaria o valor é de R$ 60 (valores referentes a meia entrada com apresentação de carteira de estudante ou doação de 1 kg de alimento não perecível que deverá ser entregue na portaria do evento). Para comprar seu ingresso, clique aqui.

5 – Ir ao show do Kevinho, na Cedro Eventos

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Sim, o fim de semana em Goiânia promete! Imagine um evento que reúne samba, feijoada e funk no mesmo lugar. Parece uma boa combinação para você? Então se prepare pois a “Feijuca do Barzim” promete reunir tudo isso! No dia 16 de março (sábado), acontece o evento que promete trazer ninguém menos que Kevinho para Goiânia!

Serão 12 horas de muita festa na Cedro Eventos, ao som dos melhores hits do funkeiro. Na playlist, o público poderá esperar pelos sucessos “Olha a Explosão”, “O Bebê”, Ta Tum Tum”, “Amor Falso” e muito mais! Imperdível!

E para deixar tudo ainda melhor a festa ainda contará com a presença do goiano MC Jeninho e das bandas “Chama Q Noix”e “Os Meninos”. Quem fica responsável pelo buffet do evento é o Barzim, que servirá feijoada das 13h às 16h e o público poderá se servir à vontade! Para conferir mais detalhes, acesso o evento em nossa agenda cultural clicando aqui.

6 – Ir ao Cidade Rock 2019 – 2ª Edição

Fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ Cidade Rock

Neste sábado (16/03), o Cidade Rock chega em sua segunda edição de 2019, levando ao palco excelentes shows de bandas goianas, que rolam de forma gratuita. Acontece no Centro Cultural Martim Cererê, a partir das 19h, com as bandas Armum, Ressonância Mórfica, Gomorrah in Blood, FatalFúria, Leech Eclipse e Device, que é do DF.

Vale lembrar que ainda vai rolar uma boa discotecagem, bazar de discos e muito chopp artesanal. Para mais detalhes, confira aqui.

Imagens: Medium Correio Cidade Rock 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Sobreviventes do tiroteio à escola Goyazes mandam recado emocionante a alunos de Suzano

O Portal Dia Online conversou com cinco estudantes que sobreviveram aos disparos de um colega de turma, em Goiânia.
15/03/2019, 15h00

Um ano, quatro meses e 24 dias depois de ter uma arma apontada para o rosto e ver o primo, João Pedro Calembo, de 13 anos, ser morto dentro da sala de aula da escola Goyazes, Arthur relembrou o horror na última quarta-feira (13/3) quando recebeu vídeos pelo Whatsapp do ataque à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, São Paulo.

O Portal Dia Online conversou com cinco estudantes que sobreviveram ao ataque a tiros de um colega de 13 anos na escola particular Goyazes, na manhã do dia 20 de outubro de 2017.

Entre lembranças do dia marcado por disparos, gritos, correria, e cheiro de pólvora e sangue, três meninas e dois meninos mandam um recado: estamos com vocês, estudantes de Suzano.

Eles contam que reviveram os disparos de .40 do colega de turma, que pegou a arma da mãe, policial militar, e disparou pelo menos 11 vezes, matando dois estudantes e ferindo quatro. Na sala do 8° ano tinha 27 alunos no momento da troca de professores em que ocorreu o tiroteio em Goiânia.

“Fiquei meio impactado, assustado, sabe? Lembrei da cena na minha sala, sangue no chão, todo mundo correndo desesperado”, conta Arthur, de 15 anos.

Allana, de 15, saia da aula quando foi cercada por colegas na escola. Eles queriam saber se ela soubera do ataque em Suzano que deixou dez mortos – sendo oito alunos e duas funcionárias. “Fiquei em choque. É muito triste ver isso se repetindo. A gente sabe que não vai ser a última vez”, lamenta ela.

“A gente compreende a dor de amigos e familiares. A gente entende essa dor. É preciso que a gente se una contra este tipo de violência. Quero que saiba que as famílias e colegas da escola não estão sozinhas”, afiança.

Recado de estudantes da escola Goyases aos de Suzano

Beatriz, de 15, foi uma das primeiras estudantes a conseguir escapar dos tiros na manhã de outubro na escola Goyazes. Ao ver o colega atirando, correu até uma delegacia para pedir ajuda. No dia seguinte, estaria no Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO) aguardando informações do estado de saúde dos amigos baleados.

“Acho babaca essa questão de armamento para a população. Mesmo com laudo ou grana para comprar. Facilitando, vai aumentar essas tragédias”, diagnostica e complementa: “o jeito é nos unirmos. Por isso estamos querendo conscientizar as pessoas. Estamos organizando um vídeo para enviar para os estudantes que passaram pelo mesmo que a gente. Uma forma de dizer para eles que tudo vai ficar bem. A dor, o pânico, a saudade fica, mas é preciso seguir.”

Augusto, um dos nerds daquele 8° ano, saiu ileso dos disparos, mas não consegue se esquecer do desespero que causa um ataque dessa proporção. “Rapidamente conversei com meus colegas da escola Goyazes. Agora, quero me solidarizar e mandar esperança a todos s afetados pela tragédia em Suzano.”

Izadora aparece sempre sorridente. É considerada o maior exemplo de luta da tragédia na escola Goyazes. Com o tiro que lhe atingiu a medula, perdeu o movimento das pernas. “Mesmo assim, eu não estaria aqui se não fosse Deus. Uma frase que sempre utilizo é: nunca desista. Tudo é no tempo de Deus”, diz ela. E aconselha os meninos e meninas de Suzano: “Tem muita gente perto de vocês querendo ajudar. Aceita.”

Ela ainda pede para que elas não percam a fé: “de coração, vindo de mim, da minha mãe, da minha família, nós que passamos por esse trauma, sabemos o quanto e triste, por isso queremos que essas famílias se sintam abraçadas. Não percam a esperança nem a fé”.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Com prancha debaixo do braço, "surfista" é flagrado em rua alagada de Goiânia

A cena se passou no início da tarde de hoje no Setor Cidade Jardim, em Goiânia.

Por Ton Paulo
15/03/2019, 15h23

Uma cena no mínimo inusitada foi registrada pela câmera de um celular na tarde desta sexta-feira (15/3), no Setor Cidade Jardim, em Goiânia. Em um cenário caótico de rua alagada em decorrência da forte chuva que caiu (e continua caindo) hoje sobre a capital, um homem foi flagrado circulando tranquilamente sem camisa e com uma prancha de surf no meio da água, ao que tudo indica, procurando “pegar uma onda”.

As imagens foram enviadas à reportagem do Dia Online e chamaram a atenção pelas circunstâncias. Conforme o dono do vídeo, a cena se passou no início da tarde de hoje no Setor Cidade Jardim, próximo ao Centro de Referência em Atenção à Saúde da Pessoa Idosa (Craspi).

No vídeo, é possível ver o homem, com a água batendo nas canelas, caminhando tranquilamente ao lado do tráfego apenas de bermuda e a prancha de surf embaixo do braço. É possível ver ainda o nível preocupante atingido pela água, que dificulta a movimentação até mesmo dos carros.

Entretanto, como visto nas imagens, a situação não parece preocupar muito o “surfista”. Veja o vídeo:

Rua alagada de Goiânia foi apenas uma das consequências da forte chuva

A imagem do “surfista” caminhando pela rua alagada do Setor Cidade Jardim, em Goiânia, pode parecer engraçada a princípio. Mas para muita gente, os efeitos da forte chuva que caiu sobre a capital não tiveram graça alguma. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a corporação registrou vários casos de estragos causados pela água.

No Setor Vila Aurora, uma rua ficou alagada, ilhando um casal dentro de um veículo, sendo preciso do auxílio dos bombeiros. Já na Cidade Jardim (onde o “surfista” foi filmado), uma árvore caiu no meio da rua, impedindo o trânsito e atingindo fiações elétricas.

Já na Avenida T-9, um trecho precisou ser interditado por causa de uma enorme árvores que caiu em plena via.

Com prancha debaixo do braço, "surfista" é flagrado em rua alagada de Goiânia

A reportagem do Dia Online está acompanhando e deve atualizar a matéria com novos casos.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Reunião na AGR vai definir valor da passagem do transporte coletivo, em Goiânia

O reajuste no valor da tarifa vai variar entre R$ 0,25 e R$ 0,30 centavos.
15/03/2019, 15h53

A Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) vai debater durante uma reunião na próxima segunda-feira (18/3), o reajuste da tarifa do transporte coletivo da Região Metropolitana da capital para o ano de 2019.

A Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC) concluiu os estudos para o reajuste no mês de janeiro e conforme a planilha montada pela companhia, o reajuste no valor da tarifa vai variar entre R$ 0,25 ou R$ 0,30 centavos.

Embora tramite na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) um projeto de autoria do governo para a retirada da AGR da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC), as planilhas com os valores do reajuste demoraram a ser enviadas pela CMTC à AGR.

Como o projeto ainda não foi aprovado pelos deputados, por lei a agência precisar autorizar o reajuste e a CDTC votar os cálculos para serem aplicados na capital e região metropolitana.

Por sua vez, o presidente da AGR, Eurípedes Barsanulfo da Fonseca, afirmou que enquanto o governo não sair da CDTC, a agência por força de lei tem o papel de verificar os cálculos para o reajuste da tarifa do transporte coletivo, levantados após os estudos da CMTC.

Além disso em entrevista a uma rádio local, o presidente da agência informou que a pretensão do governo estadual é de deixar a CDTC, pois a AGR tem apenas a função de aprovar os cálculos das tarifas.

Caso o conselho da agência aprove os cálculos da companhia, a questão passa a CDTC que vai marcar uma reunião para discutir o aumento no preço da passagem e a partir de que dia o reajuste vai passar a valer na capital e região metropolitana, que nos dias atuais custa R$ 4 reais.

Enquanto não tiver uma reestruturação no modelo do transporte coletivo não vou marcar reunião, afirmou presidente da CDTC

O presidente da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC) e prefeito de Trindade, Jânio Darrot (PSDB), afirmou no fim do mês passado que não vai marcar a reunião para discutir o reajuste do transporte coletivo na capital e região metropolitana.

Isto porque conforme Darrot, o atual modelo precisa de uma reestruturação. Segundo o presidente da CDTC, o mesmo está deteriorado e precisa ser repensado antes de aumentar o valor da tarifa. E enquanto não houver uma reestruturação, Jânio Darrot afirmou que a Câmara não vai se reunir para determinar o aumento do preço da passagem.

Via: Sagres Online 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.