Goiás

Por "péssima relação", menor planeja e executa morte de pai adotivo, em Pirenópolis

Assassinato ocorreu na manhã desta sexta-feira (15/3), enquanto a vítima dormia.
16/03/2019, 16h57

Um menor de 17 anos foi apreendido suspeito de planejar e matar o pai adotivo, em Pirenópolis, cidade turística de Goiás. Segundo informações preliminares, o crime teve como motivação a relação ruim entre os dois, desde um episódio em que o adolescente apanhou do homem. O assassinato ocorreu na manhã desta sexta-feira (15/3), enquanto a vítima dormia.

O pai, identificado como Elias Cesário dos Santos, de 61 anos, foi morto com um tiro no peito. O menor teria usado uma espingarda que era guardada na fazenda onde eles moravam. O corpo de Elias foi encontrado, ainda na cama, por uma sobrinha que acionou a Polícia Militar.

Menor suspeito de matar o pai adotivo fugiu de Pirenópolis para Interlândia

Após atirar contra o pai, o menor fugiu de Pirenópolis para o Distrito de Interlândia, em Anápolis, região metropolitana de Goiânia, com o objetivo de se esconder na casa de parentes. Mas o adolescente foi encontrado pela PM e e confessou o crime.

Ele disse aos policiais que planejou a morte do pai adotivo durante toda a noite de quinta-feira (14/3), véspera do assassinato. O menor confessou ainda que foi motivado pela péssima relação entre ele e o pai, principalmente após um desentendimento no qual ele acabou apanhando.

O adolescente foi apreendido e deve ficar sob custódia até a próxima segunda-feira (18/3), data em que o juiz deve se inteirar sobre o caso. Se responsabilizado pelo crime, ele pode pegar até três anos de reclusão – pena máxima para menores infratores.

Apreensão de menores infratores em Goiás

Só nestes três primeiros meses de 2019, este é o 27º menor infrator apreendido no estado, pela Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (DEPAI). Nesta última sexta-feira (15/3), além do menor suspeito de matar o pai, os policiais civis cumpriram, na capital e em Abadia de Goiás, mandados de busca e apreensão em desfavor dos adolescentes L. L. C. e W. P. S. G. F., menores investigados por roubos de veículos, furto e tráfico de drogas.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Policiais resgatam cadela e filhotes vítimas de maus-tratos, em Morrinhos

Animais foram levados para o centro de zoonoses do município, onde recebem os cuidados necessários.
16/03/2019, 18h11

Policiais civis de Morrinhos, região Sul de Goiás, resgataram uma cadela e os filhotinhos, com cerca de dois meses de vida, vítimas de maus-tratos. De acordo com informações da Polícia Civil de Goiás (PCGO), os animais viviam em situação precária, se alimentando até com fezes, além de estarem infestados de carrapatos.

A família de cães foi resgatada após a corporação receber uma denúncia anônima. Ao chegarem na casa, localizada no Setor Vila Nova, em Morrinhos, os agentes encontraram um homem de 50 anos, proprietário da residência, que matinha os animais em situação de risco. Ele alegou aos agentes que cuidava bem da cadela, mas, após o nascimento dos filhotes, não teve mais condições de cuidar.

O dono dos animais assinou um termo circunstanciado e deve ser indiciado pelo crime de maus-tratos. Já os animais, depois de resgatados, foram levados para o centro de zoonoses do município, onde recebem os cuidados necessários.

Centro de acolhimento para animais vítimas de maus-tratos

Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) aprovou, na última semana, a criação do hospital veterinário, visita de animais domésticos a pacientes internados e a criação do Centro de Acolhimento Animal (CAA) para cães e gatos, em Goiânia. Depois de verificada a constitucionalidade e legalidade, os projetos continuam em tramitação no Plenário da Câmara Municipal da capital.

A proposta de criação do CAA, de autoria do vereador Zander Fábio (Patriotas), tem como objetivo controlar a população de animais na rua e a proliferação de doenças, resgatar e recuperar animais abandonados, atropelados ou em estado de sofrimento.

Depois do resgate, o CAA também poderá fazer castração, vermifugação, vacinação, encaminhamento de adoção e campanhas. Segundo o texto apresentado, o Centro de Acolhimento terá sede própria separada do Centro de Zoonose e será composto de canil, gatil e centro cirúrgico.

Imagens: Polícia Civil 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Explosão de botijão de gás deixa dois gravemente feridos, em Goiânia

Coordenador dos Bombeiros acredita que antes da explosão as vítimas tiveram uma briga e durante a briga uma delas teria dito que abriria a mangueira do gás.
17/03/2019, 13h39

A explosão de um botijão de gás de cozinha na madrugada deste domingo (17/3) em um prédio situado na avenida 3ª radial, no setor Pedro Ludovico, em Goiânia, deixou dois homens gravemente feridos.

A ocorrência foi registrada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) e pela Defesa Civil, por volta das 04h52. Conforme as informações divulgadas pelo CBMGO, a explosão do gás de cozinha ocorreu no primeiro andar do prédio, que no total contém seis andares.

A corporação afirmou que durante a ocorrência, oito viaturas trabalharam no combate ao incêndio provocado pela explosão e no salvamento e resgate das vítimas. Os bombeiros afirmaram que num primeiro momento foi feita a evacuação dos moradores do prédio e em seguida de dois homens que ficaram gravemente feridos após a explosão.

Segundo as informações da corporação as duas vítimas do sexo masculino foram identificadas como Anderson Costa de Oliveira e Michel Feitosa de Sousa, ambos de 28 anos. A corporação afirmou que os dois ficaram gravemente feridos e foram levados para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) para receber atendimento médico adequado.

Durante uma discussão um dos feridos na explosão afirmou que iria abrir a mangueira do gás

O Hugo afirmou por meio de nota que o estados de saúde dos rapazes é graves e que eles estão sendo acompanhados de perto por uma equipe multidisciplinar de médicos. Conforme as informações divulgadas pelo hospital, um dos rapazes continua sedado e entubado, enquanto o outro respira em o auxílio de aparelhos.

O Coordenador de operações dos bombeiros, Major Adely Henrique de Souza, acredita que antes da explosão houve uma briga entre os rapazes, segundo os vizinhos relataram. Conforme o Major, em entrevista a um Jornal local, os moradores do prédio e vizinho dos rapazes ouviram a discussão e o momento que um deles afirmou que iria abrir a mangueira do gás.

O coordenador lembrou que apenas abrir a mangueira do gás não é suficiente para causar o incêndio, e que é necessário uma faísca com um fósforo ou isqueiro por exemplo para provocar as chamas.

Via: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Famílias são retiradas de casa por risco de rompimento de barragem no Ceará

Estima-se que pelo menos duas mil pessoas tenham sido afetadas pelo alerta.
17/03/2019, 13h59

Na noite deste sábado, os moradores do entorno da barragem Granjeiro, em Ubajara, no Ceará, foram retiradas de casa em prevenção para o risco de rompimento da represa, alertado pela Defesa Civil no dia 11 de março. Por conta das fortes chuvas na região, uma parede do reservatório cedeu, gerando uma cratera e o risco de rompimento total. O trabalho foi conduzido com a ajuda de agentes voluntários e do Corpo de Bombeiros.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o prefeito da cidade, Rene Vasconcelos, afirmou que o risco de rompimento é mínimo. “Queremos trabalhar com 0% de risco e, para isso acontecer, todos os cidadãos devem obedecer à ordem da Defesa Civil e da Agência Nacional das Águas”, ressaltou o prefeito, referindo-se à ordem de evacuação.

Enquanto uma parcela das famílias se deslocou para a casa de parentes, outros buscaram atendimento no Santuário da Mãe Rainha, no bairro São Sebastião, onde um abrigo provisório foi instalado para amparar a população.

Ainda segundo o prefeito, um novo sangradouro está sendo construído com o objetivo de diminuir a cota do açude Granjeiro, no mínimo, pela metade. Ainda não há previsão para a conclusão da obra. Estima-se que pelo menos duas mil pessoas tenham sido afetadas pelo alerta.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Privatização da Metrobus marca encontro entre governador de Goiás e prefeito de Goiânia

O governador afirmou que tudo vai ser feito com responsabilidade, a partir de estudos feitos pelas equipes técnicas da Prefeitura e do Estado.
17/03/2019, 14h41

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) participou de uma reunião com o prefeito de Goiânia Iris Rezende (MDB), na tarde da última sexta-feira (15/3), onde a pauta do encontro foi o transporte coletivo na região metropolitana e a privatização da Metrobus, empresa do governo que gerencia o eixo Anhanguera.

Após o encontro, Ronaldo Caiado atendeu aos jornalistas e afirmou que existe a possibilidade de privatizar a Metrobus, além disso, o governador informou que caso uma proposta seja feita, é o Estado que vai regularizar e fiscalizar o serviço para garantir a qualidade no transporte coletivo.

Por sua vez o prefeito afirmou que o primeiro passo para que isto possa ocorrer é devolver a concessão à Prefeitura. “Em seguida vamos abrir uma licitação e através dela encontrar a melhor empresa em substituição a do governo estadual”, afirma Iris Rezende.

Privatização da Metrobus marca encontro entre governador de Goiás e prefeito de Goiânia
FOTO: Reprodução

Após a fala do prefeito, o governador afirmou que tudo vai ser feito com responsabilidade, a partir de estudos feitos pelas equipes técnicas da Prefeitura e do Estado. Para o governador, o Estado tem que se restringir às suas funções, principalmente no momento que enfrenta crises em áreas como Segurança Pública, Saúde e Educação.

“Em nenhum lugar do mundo aonde se faz política séria é obrigação do governante tomar conta de ônibus, e isso também não pode ser usado de maneira populista”, declarou o governador.

Privatização da Metrobus

Sobre a possibilidade de privatizar a Metrobus, Caiado afirmou que vai tratar essa questão em outra ocasião, de maneira mais detalhada com o prefeito e os secretário. O prefeito afirmou em seguida que “Vai agir com responsabilidade e com espírito público para dar à população da Região Metropolitana de Goiânia um transporte à altura”, declarou.

Os dois foram questionados sobre o possível aumento da tarifa do transporte coletivo, Caiado respondeu que o assunto não fazia parte da pauta do debate com Iris Rezende.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.