Goiás

Adolescente é apreendido após criar grupo para planejar ataque no Colégio, em Bom Jesus

Diretora temendo que o ataque ocorresse na manhã desta terça suspendeu as aulas do matutino.
19/03/2019, 16h00

Um adolescente, de 15 anos, foi levado na manhã desta terça-feira (19/3) para prestar depoimento na Delegacia de Bom Jesus, após a polícia descobrir que ele teria criado um grupo no WhatsApp para pedir armas de fogo e planejar um ataque no Colégio Estadual Moíses Santana.

O delegado Rogério Moreira que ouviu o menor na manhã de hoje, afirmou que o rapaz confirmou a criação do grupo de conversas, mas negou que fosse algo sério.

“Nós recebemos a informação ontem de que um adolescente tinha criado um grupo no WhatsApp e estava pedido armas de fogo para os colegas. Então passamos a monitorar a situação e após a última postagem dele nas redes sociais, o depoimento dele foi marcado para hoje”, conta o delegado.

A diretora da escola ao ver a postagem do aluno nas redes sociais, optou por suspender as aulas no período matutino. Mas conforme o delegado isso não era necessário, pois o jovem estava com o depoimento marcado e a polícia acompanhava o caso de perto.

“Ele alegou que não era sério, mas pelo teor das postagens foi possível perceber que ele não estava brincado”, explica o delegado.

Conforme Rogério Moreira o rapaz foi encaminhado ao Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), para determinar uma medida sócio educativa ao adolescente, pois como não foi encontrada nenhuma arma com o rapaz, não foi necessária sua internação.

É o segundo caso envolvendo adolescentes planejando ataques aos colégios em dois dias, em Goiás

Na última segunda-feira (18/3) um adolescente, de 17 anos foi apreendido pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), em Pontalina suspeito de planejar matar os colegas de escola.

Conforme as informações da polícia, o rapaz está no 2º ano do Ensino Médio e teria se inspirado no massacre da Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano na capital paulista ocorrido nos últimos dias.

O jovem chegou a convidar outras pessoas para participar do atentando, mas os convidado revelaram às intenções do rapaz aos seus pais, que procuraram a direção da escola, que registrou a denúncia. O delegado Patrick Carniel afirmou que o adolescente confessou que só não seguiu adiante com o plano, pois não conseguiu ter acesso a uma pistola.

O adolescente convidou outra pessoa para participar do massacre, que contou aos pais. Ao saber, procuraram a direção escola que, por sua vez, denunciou à Polícia Civil, que identificou o menor.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Clécio Alves rebate declaração de Bruno Peixoto sobre eleições municipais: "Age com arrogância"

O vereador Clécio Alves disse que "Bruno deveria primeiro cuidar de seus problemas antes de pensar na sucessão em Goiânia".

Por Ton Paulo
19/03/2019, 16h27

Declarações feitas pelo deputado estadual Bruno Peixoto (MDB) num programa de entrevistas na última segunda-feira (18/3) parecem ter incomodado bastante alguns correligionários. Diante da afirmação de Peixoto, líder do governo na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), de que ele seria “o primeiro na fila para concorrer à Prefeitura de Goiânia” caso Iris Rezende não se candidate, o vereador Clécio Alves, também do MDB, disse que o deputado “age com arrogância”, e que “deveria primeiro cuidar de seus problemas antes de pensar na sucessão em Goiânia”.

Na entrevista de Bruno Peixoto, que foi ao ar pelo programa Contraditório, da Tv Metrópole (com dois enviados especiais do Dia Online), o deputado foi questionado se apoiaria Maguito ou Daniel Vilela num possível pleito à Prefeitura de Goiânia. “Iris Rezende não se candidatando, e é o que ele tem dito agora, que não é candidato [à Prefeitura de Goiânia], Maguito e Daniel Vilela talvez estivessem na ponta da fila depois de Iris. O senhor os apoiaria, deputado?”, perguntou o jornalista durante a entrevista.

O deputado Bruno Peixoto foi enfático em se posicionar como o nome mais provável a ser indicado pelo MDB: “Eu acredito que nessa fila eu to na frente. Nessa fila eu to na frente”, arrematou.

Entretanto, parece que nem todos dentro da legenda goiana emedebista concordam. Em nota enviada à reportagem do Dia Online, o vereador Clécio Alves (MDB) rebateu o deputado e disse que Bruno Peixoto “age com arrogância”, e que o caso (a indicação partidária) ainda “será debatido democraticamente pelos filiados”.

O vereador chega a dizer na nota que Peixoto “deveria primeiro cuidar de seus problemas antes de pensar na sucessão em Goiânia”.

Procurada pela reportagem do Dia Online, a assessoria do deputado Bruno Peixoto alegou que o parlamentar estava em plenário no momento, mas que vai se manifestar sobre as declarações do vereador Clécio Alves assim que possível.

Atualização: a assessoria de Bruno Peixoto disse que o deputado não vai responder às declarações do vereador Clécio Alves. 

Veja a íntegra da nota onde o vereador Clécio Alves rebate a declaração do deputado Bruno Peixoto sobre as próximas eleições municipais

Confira abaixo a resposta do vereador Clécio Alves à declaração de Bruno Peixoto sobre o deputado ser “o primeiro da fila” à indicação do partido na disputa pela Prefeitura de Goiânia:

“Bruno Peixoto age com arrogância e se mostra desconectado da realidade ao falar que é o primeiro da fila no MDB para concorrer à Prefeitura de Goiânia. Ele pegou esta senha no Palácio das Esmeraldas? O MDB é um partido sólido, independente e não aceita ingerências externas nas suas definições. Isto será debatido democraticamente pelos filiados. Bruno deveria primeiro cuidar de seus problemas antes de pensar na sucessão em Goiânia. Historicamente o goianiense nunca apoiou candidato de comportamento dúbio e nem marionete de governo.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Sem funcionar há 30 dias, câmeras de segurança não registraram furto na Prefeitura de Formosa

Furto ocorreu durante o feriado de Carnaval e servidores só sentiram a falta do dinheiro na quinta-feira (7/3).
19/03/2019, 16h50

O furto ao cofre da Prefeitura de Formosa no Entorno do Distrito Federal (DF) durante o feriado de Carnaval deste ano, segue sem definição, pois as câmeras de segurança do local estavam sem funcionar há mais de 30 dias segundo informações da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO)

A informação sobre o funcionamento das câmeras foi divulgada nesta terça-feira (19/3), após o delegado que investiga o caso Vytautas Zumas, conceder entrevista à uma rádio local.

Embora tenha sido registrado que as câmeras de segurança estava sem funcionar por quase um mês, o delegado revelou que nem todas estavam sem funcionamento e que estas conseguiram registrar a entrada de um servidor que carregava o dinheiro e o deixou no prédio.

Pelas imagens o delegado afirmou que o rapaz chegou à Prefeitura, subiu pelas escadas que dá acesso à sala em que o dinheiro ia ficar guardado e depois deixa o prédio. Conforme o delegado, as câmeras não conseguiram registrar o momento que ela ou sai da sala onde o dinheiro iria ficar.

O delegado afirmou que a última imagem registrada pelo câmeras, é o momento que o servidor que levou o dinheiro ao Paço Municipal, deixa as dependências da Prefeitura. No entanto, mesmo com acesso às imagens Vytautas afirmou que é preciso trabalhar com todas as hipóteses.

Valor levado do cofre da prefeitura pode não ter sido colocado dentro dele

Entre as hipóteses que o delegado trabalha, é de que o dinheiro equivalente a R$ 15.500 pode não ter sido depositado no cofre. Isto porque no dia do crime, a polícia não conseguiu registrar sinais de arrombamento em que o dinheiro iria ficar guardado.

Conforme o delegado, o servidor que levou o dinheiro à Prefeitura afirmou em depoimento que fez o depósito do valor arrecado todo no cofre.

O dinheiro foi arrecadado na bilheteria do Parque Municipal Itiquira, durante o feriado de Carnaval. Os servidores do Paço, no entanto, deram falta do dinheiro na quinta-feira (7/3).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Dia Gourmet

Caldos em Goiânia: conheça as melhores opções da cidade

Perfeitos para esquentar do frio ou matar a fome!
19/03/2019, 17h07

Nada melhor que tomar um bom caldo de vez em quando, não acha? E não há tempo ruim! Embora seja o par perfeito para um dia mais frio, independente das altas temperaturas, não tem como dispensar essa delícia! O melhor é que tem para todos os gostos, desde os sabores mais tradicionais como o bom caldinho de feijão ou de milho, até aqueles que levam mais pimenta e outros ingredientes “surpresa”. Portanto, se você está em busca dos melhores caldos em Goiânia, podemos te ajudar!

Nós aqui do Portal Dia Online preparamos uma listinha com os melhore lugares para você encontrar saborosos caldos, preparados sempre com ingredientes de primeira e com qualidade. É possível encontrar desde as alternativas mais simples até aquelas mais incrementadas, com cardápios que valem a pena! Dá uma olhada!

Lugares para tomar os melhores caldos em Goiânia:

1 – Estação dos Caldos

caldos em Goiânia
Foto: Reprodução

Este é um dos melhores lugares para provar bons caldos em Goiânia! Com mais de 13 anos de história, a casa é bastante conhecida na capital por seu excelente atendimento e pela qualidade dos pratos oferecidos.

Além de boa variedade de caldos, ainda é possível encontrar saladas e pratos quentes em buffet, com destaque também para a costelinha da casa, que é preparada com capricho e muito sabor! O ambiente é confortável e perfeito para levar a família! Clique aqui e confira o cardápio!

Horário de atendimento: terça a sexta, das 17h30 às 00h30 / sábado, das 11h30 às 00h30 / domingo, das 11h30 às 00h

Telefone: (62) 3942-0404

Endereço: Avenida T-13, Qd. S.19, Lt.11, 178 – St. Bela Vista, Goiânia – GO, 74823-400

2 – Aerocaldo

caldos em Goiânia
Foto: Reprodução

Este é um dos mais tradicionais restaurantes para quem pretende tomar caldos em Goiânia. Com um ambiente acolhedor e de decoração bastante agradável, é perfeito para levar a família ou os amigos. O atendimento também costuma ser cordial, atendendo as expectativas.

No cardápio, além de boa variedade em caldos, ainda oferece petiscos, porções de grelhados, cerveja gelada e chope. Vale muito a pena conhecer e experimentar!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 17h às 00h / sábado e domingo, das 11h às 00h

Telefone: (62) 3942-6064

Endereço: R. 2-A, 134 – St. Aeroporto, Goiânia – GO, 74075-080

3 – Cantinho Frio

caldos em Goiânia
Foto: Reprodução

Com mais de 30 anos de experiência, o Cantinho Frio nasceu como um lugarzinho discreto, mas não demorou muito para que conquistasse o coração do público goianiense e tivesse a oportunidade de expandir seus negócios.

Atualmente, a casa funciona como bar e restaurante, considerado como um dos mais tradicionais lugares para quem procura caldos em Goiânia. Além de oferecer boa variedade, ainda é possível contar com qualidade e excelência no preparo, já que são utilizados apenas ingredientes frescos.

Mas além dessas delícias, o cardápio ainda conta com petiscos, carnes nobres, panelinhas e pratos à la carte, sem falar nas cervejas. É uma excelente opção para matar a fome!

Horário de atendimento: todos os dias, das 11h à 1h

Telefone: (62) 3202-4831

Endereço: R. 228, 53 – Setor Leste Universitário, Goiânia – GO, 74610-140

4 – Indoor Bar e Restaurante – Caldos 24 horas

caldos em Goiânia
Foto: Reprodução

Também considerado como um dos lugares mais tradicionais da cidade para tomar caldos, aqui é possível encontrar um cardápio realmente variado, que apresenta desde as opções mais conhecidas como o caldo de feijão e vaca atolada, até opções como queijo e palmito e algumas versões mais apimentadas. Alternativas para todos os gostos!

Além disso, ainda é possível encontrar sopas, saladas, porções e cervejas diversas, tudo isso em um ambiente familiar e com o climinha bem agradável. Tudo uma delícia! Ah, vale lembrar que o local fica aberto durante toda a madrugada, sendo uma boa opção pós balada ou para quem sentir fome tarde da noite.

Horário de atendimento: todos os dias, das 18h às 6h

Telefone: (62) 3259-8118

Endereço: Av. T-63, 2940 – Jardim America, Goiânia – GO, 74250-320

5 – Della Panificadora

caldos em Goiânia
Foto: Reprodução

A Della também representa uma das melhores opções de caldos em Goiânia, sem dúvida. Embora trabalhe como panificadora e empório, é um ambiente mais do que completo, oferecendo além de deliciosos lanches, refeições completas, pizzarias e claro, os tão amados caldos.

É possível encontrar boa variedade, sempre preparados com os melhores ingredientes garantindo excelência no sabor. Sem falar no ambiente da casa, que é espaçoso e confortável, perfeito para se passar o tempo que for preciso. Existem diversas unidades espalhadas pela capital. Confira abaixo algumas delas:

Horário de atendimento: todos os dias, das 6h às 22h30 (os horários podem ser diferentes de acordo com a unidade)

Telefone: 

  • (62) 3251-6705
  • (62) 3089-4500
  • (62) 3092-5033

Endereço: 

  • Praça Wilson Sales, 116 – St. Nova Suica, Goiânia – GO, 74280-370
  • Av. C-4, 40 – Jardim America, Goiânia – GO, 74265-040
  • R. T-37 esq. com, R. T-61, 116 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74223-170

6 – Caldo da Regina

caldos em Goiânia
Imagem ilustrativa: Reprodução/ Receiteria

Localizado no Setor Pedro Ludovico, é sem dúvida um dos melhores lugares para encontrar caldos em Goiânia e o melhor é que saem a um excelente custo benefício. Com boa variedade, são saborosos e fartos, agradando até os mais exigentes gostos.

Ainda é possível encontrar espetos e jantinhas, que por sinal, também são muito gostosos. É o ambiente perfeito para ir com pequenos grupos de amigos e matar a fome!

Horário de atendimento: domingo a quinta, das 18h às 23h

Telefone: (62) 3088-0957

Endereço: Alameda Guimarães Natal – St. Pedro Ludovico, Goiânia – GO, 74820-150

7 – Pamonharia Caseira

caldos em Goiânia
Foto: Reprodução

No Setor Jardim Planalto, a cada dia que se passa a pamonharia conquista ainda mais clientes. Isso porque trabalha oferecendo qualidade em seus produtos e serviços, o que garante o bom sabor e experiências realmente incríveis.

Assim como já é de se esperar, os destaques da casa ficam por conta das pamonhas e de outras comidinhas feitas do milho, mas ainda é possível encontrar no cardápio caldos deliciosos e que vale a pena experimentar!

Horário de atendimento: todos os dias, das 17h às 00h

Telefone: (62) 3287-9011

Endereço: Av. T-9, 4209 – Jardim Planalto, Goiânia – GO, 74333-010

8 – Galeto’s Grill

caldos em Goiânia
Foto: Reprodução

Em um ambiente simples mas bastante acolhedor, o Galeto’s também é uma boa opção para tomar caldos em Goiânia. A casa trabalha com esquema de rodízio 5 em 1, onde é possível contar também com pizzas, massas, lasanhas e panelinhas.

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 18h às 00h

Telefone: (62) 3255-0625

Endereço: R. S-1, 237 – St. Bela Vista, Goiânia – GO, 74823-310

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Pai consegue doações para comprar caixão e bebê é enterrado em Goiânia

Pai pediu ajuda para conseguir sepultar o corpo do filho que morreu na segunda-feira.
19/03/2019, 19h32

bebê Heitor Pereira Gonçalves, de apenas cinco meses, foi sepultado no cemitério Vale da Paz, em Goiânia, na manhã desta terça-feira com ajuda de doações que a família recebeu.

O Portal Dia Online contou a história do pai do bebê, o pintor Haroldo Cavalcante Gonçalves, de 32 anos, como você pode ler aqui.

A criança estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Materno Infantil (HMI) quando o coraçãozinho dele parou de bater no início da manhã desta segunda-feira (18/3).

“Deu uma parada cardiorrespiratória”, contou o pai, com voz baixa, à espera de ajuda para conseguir comprar um caixãozinho branco para o bebê.

Sem condições financeiras para sepultar o corpo do menino Heitor, a saída foi procurar ajuda.

Mesmo com batimentos cardíacos fracos, Heitor era uma inspiração para a família. Esperto, observava tudo, sobretudo os três irmãos mais velhos correndo pela casa. E se estremecia todo quando um deles acariciava as mãos e os pés.

Desde que a criança apresentou respiração fraca e teve diagnóstico grave, o pai deixou rolos e latas de tintas para acompanhar o filho por hospitais. “Meu filho explodia saúde. Era nossa felicidade.”

Irmãos se despediram do irmãozinho, em Goiânia

E mãe do bebê, Eliana Pereira Silva, de 26 anos, não saia de perto do caixãozinho do filho. Por ali, sempre apareciam os irmãos de Heitor: de 9, 7 e 6 anos. Sabiam que ao deixar o cemitério para trás, nunca mais poderiam ver o bebê que nos últimos cinco meses alegrava a família.

Antes do nascimento, Haroldo e Eliana esperavam uma criança saudável. Quando nasceu, no entanto, uma surpresa: Heitor foi diagnosticado com a Síndrome de Down. “Mas ele tinha muita saúde”, diz o pai.

Por causa disso, ele passou os últimos cinco meses sendo tratado com muita atenção. O pai, que não via a hora de voltar para casa após um dia trabalho para brincar com o filho, nesta segunda-feira apenas aguarda ajuda para conseguir agilizar o sepultamento de Heitor.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.