Goiás

Família faz vídeo em homenagem a menino que morreu à espera de leito, em Goiânia

Vídeo mostra Diogo feliz e sorridente desde quando ainda era enrolado em macacãozinhos amarelos.
29/03/2019, 12h16

Cinco anos de vida do meninozinho Diogo Soares Carmo foram resumidos em um vídeo de 1 minuto e 19 segundos. Foi a forma que a família encontrou para dizer o quanto Diogo preencheu os minutos, as horas, os dias, os meses e os anos do menino que morreu à espera de um leito no Hospital Materno Infantil, em Goiânia, na tarde de quinta-feira (29/3).

Utilizaram como trilha sonora um dos clássicos da música erudita. O som é do pianista coreano Yiruma, que toca River Flows In You, traduzido, significa: Rio flui em você.

Deve fluir mesmo a história de um menino com a vida encurtada, mesmo assim tão significativa que dói apenas tentar entender a dor do papai e da mamãe.

Na primeira fotografia o pai segura Diogo enrolado em um macacãozinho amarelo. Aquele com etiquena RN, de Recém-Nascido.

Depois vêm fotografias do bebê vestido em bodies, culotes, casaquinhos, meias, gorros, pagãozinhos e sapatinhos. De todas as cores. “Mamãe passou açúcar em mim”, diz o texto em uma roupinha.

Mais crescidinho, Diogo sorri. Sorri muito. Gargalha. A vida de Diogo foi sorrir. E sorrindo, Diogo fazia todo mundo sorrir. Todo mundo que sorria agora chora despedindo-se dele dentro de um caixãozinho branco.

O vídeo mostra os dentes de Diogo crescendo, mas mantendo o rosto angelical. Diogo brinca em cima de uma motoquinha e, claro, sorri muito. Sorri muitíssimo.

É a memória de uma criança que não vai mais voltar para casa com vida desde que foi deixado à espera de um leito, com dores. É um pouquinho de Diogo.

Veja vídeo:

Corpo de menino que morreu à espera de atendimento é velado em Goiânia

O corpo de Diego está sendo velado desde a manhã desta sexta-feira (29/3) no Jardim Guanabara I, em Goiânia. Diogo morreu na tarde de ontem (29) aguardando um leito no Hospital Materno Infantil.

O corpo de Diogo, que tinha Síndrome de Down, deve ser sepultado às 15 horas no Cemitério Jardim da Saudade.

A história do menino repercutiu nas redes sociais por causa de um vídeo em que ele aparece aguardando, no colo da mãe, em um dos corredores do hospital, como você pode ler aqui.

Gritos de desespero após os últimos suspiros do filho de cinco anos fizeram até funcionários e funcionárias do Hospital  ir às lágrimas.

Faltavam cinco minutos para as 14h quando o coraçãozinho do menino parou de bater.

Segundo nota do hospital, o menino e a mãe chegaram à unidade às 3h da madrugada do dia 28 de março (quinta-feira).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Polícia apresenta responsáveis pelo assassinato de empresário no Parque Oeste Industrial, em Goiânia

O empresário Paulo Eurípedes Caetano, de 35 anos, e o cliente Diego Lopes de Souza, de 30, foram assassinados com tiros à queima-roupa dois homens em fevereiro deste ano.

Por Ton Paulo
29/03/2019, 12h50

A Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH) vai apresentar na tarde desta sexta-feira (29/3) os responsáveis pelo duplo homicídio ocorrido em fevereiro deste ano, na entrada de uma garagem de veículos no Setor Parque Oeste Industrial, em Goiânia. O empresário Paulo Eurípedes Caetano, de 35 anos, e o cliente Diego Lopes de Souza, de 30, foram assassinados com tiros à queima-roupa dois homens em fevereiro deste ano.

O crime ocorreu no dia 18/2, por volta das 17h30. Paulo Eurípedes, vulgo “Marelo”, que era proprietário do estabelecimento Marelo Motors, conversava tranquilamente com um cliente, Diego Lopes, na porta de seu estabelecimento quando dois homens chegaram num veículo Hb20 branco.

Os homens descem do carro e vão caminhando até os outros dois. Ao adquirir proximidade, um dos homens atira diretamente contra o rosto de Paulo Eurípedes, que já cai morto. Diego, chocado com a cena, ainda tenta fugir, mas também é alvejado.

As câmeras de segurança do local, à época, registraram o exato momento do crime. É possível ver, inclusive, o momento em que o filho de Paulo Eurípedes, um menino, deixa o local pouquíssimos momentos antes do pai ser assassinado.

Os assassinos serão apresentados pela DIH na tarde desta sexta-feira no Auditório da Secretaria de Segurança Pública (SSP), pelo delegado Ernande Cazer.

Vídeo mostra momento exato do crime no Setor Parque Oeste Industrial

Um vídeo com imagens de câmeras de segurança e divulgado pela Polícia Civil mostra o exato momento em que o empresário Paulo Eurípedes e seu cliente, Diego Lopes, são assassinados. As imagens são fortes.

Veja abaixo:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Fim de semana em Goiânia tem Safadão, Humberto Gessinger, Gabriel Gava e muito mais

Preparado para mais um agitado fim de semana em Goiânia? Vai rolar de tudo um pouco, com eventos para todos os gostos!
29/03/2019, 14h24

Demorou mas finalmente chegou! Este tão aguardado fim de semana em Goiânia traz eventos para não deixar ninguém parado! Se você não pretende ficar sem fazer nada em casa mas ainda não se programou, nós aqui do Portal Dia Online preparamos uma listinha especial com os principais eventos que rolam entre os dias 29 a 31 de março, finalizando a agenda do mês.

E para encerrar com chave de ouro, grandes artistas se apresentam na capital. Vai rolar o WS Sunset, com Wesley Safadão, Aldair Playboy, Gabriel Diniz e Dennis Dj. Também vai ter um dos shows mais aguardados do ano, com o grande Humberto Gessinger, conhecido por dar vida à banda Engenheiros do Hawaii.

E como se não bastasse, o sertanejo Gabriel Gava anunciou ontem (28/03) em uma de suas redes oficiais, que gravará um Pocket DVD neste sábado (29/03) em Goiânia, com participação aberta ao público! Curioso? Confira abaixo mais detalhes sobre estes e outros eventos que agitam o fim de semana!

Confira o que fazer neste fim de semana em Goiânia:

1 – Ir ao show “Fui Eu”, com a cantora Maria Eugênia

Fim de semana em Goiânia tem Safadão, Humberto Gessinger e muito mais
Foto: Reprodução/ G1

A cantora Maria Eugênia retorna ao Teatro Sesc Centro trazendo para o público músicas de seu álbum mais recente, intitulado “Fui Eu”, com um repertório recheado de clássicos do rock dos anos 1980 e grandes sucessos.

Portanto, se seu fim de semana em Goiânia começa nesta sexta (29/03), já pode aproveitar o evento! Tem início às 20h, e os ingressos custam R$ 11,50 (meia) e R$ 23 (inteira), com valores especiais para conveniados e trabalhadores do comércio. Para comprar o seu, clique aqui.

2 – Ir ao show de Rodrigo Marim, na boate Santafé Hall

Fim de semana em Goiânia tem Safadão, Humberto Gessinger e muito mais

Ainda nesta sexta (29/03), será possível participar de um show incrível na Santafé Hall, que recebe em seu palco ninguém menos que Rodrigo Marim. O cantor conhecido em todo o país, é famoso por fazer uma boa mistura entre o sertanejo e ritmos latinos, garantindo originalidade e canções dançantes. Em uma nova fase em sua carreira, o show realmente promete!

O ingresso feminino é free e o masculino R$ 40, para quem estiver com o nome na lista (válido até 23h30 ou para os primeiros 200 a entrarem na casa). Sem nome na lista, feminino por R$ 40 e masculino por R$ 70. Para incluir seu nome, clique aqui.

3 – Participar da gravação do novo DVD de Gabriel Gava, na 44

Fim de semana em Goiânia tem Safadão, Humberto Gessinger e muito mais
Foto: Reprodução/ Facebook Gabriel Gava

E para a surpresa de todos, o sertanejo Gabriel Gava estará neste sábado (30/03) na capital, para deixar o fim de semana em Goiânia ainda mais agitado! O lado bom da história é que o cantor irá gravar seu novo Pocket DVD junto ao público, bem ali na 44. Isso mesmo! Seu novo trabalho terá participação mais do que especial de seus fãs e é aberto para todos! Já pode chamar todo mundo e curtir junto esse evento gratuito!

A gravação acontecerá a partir das 9 horas da manhã, próximo ao Mega Moda! Todos estão convidados, garantiu Gabriel Gava!

4 – Ir ao WS Sunset, com Wesley Safadão e convidados

Fim de semana em Goiânia tem Safadão, Humberto Gessinger, Gabriel Gava e muito mais
Foto: Reprodução/ Veja

É fã de Safadão? Então se liga no mega evento que está prestes a chegar em Goiânia: é o WS Sunset. A festa, que é um verdadeiro fenômeno em todo o Brasil, chega na capital no dia 30 de março (sábado), onde o cantor Wesley Safadão será anfitrião. Previsto para acontecer no estacionamento do Estádio Serra Dourada, outros convidados bastante conhecidos pelo público também estarão presentes.

Apenas para que você tenha ideia, nomes como Aldair Playboy, Gabriel Diniz e Dennis Dj também sobem aos palcos, garantindo ainda mais agito para a galera. Com certeza será uma tarde de muita alegria, com abertura do portão às 15h. Vai ser imperdível! O fim de semana em Goiânia promete!

Para conferir mais detalhes, acesse o evento em nossa agenda cultural clicando aqui.

5 – Ir ao show de Humberto Gessinger, no Goiânia é POP

Fim de semana em Goiânia tem Safadão, Humberto Gessinger, Gabriel Gava e muito mais
Foto: Reprodução

Humberto Gessinger, conhecido por ser um dos maiores nomes da MPB e também responsável por dar vida à banda Engenheiros do Hawaii, está prestes a desembarcar em Goiânia, trazendo para o público um show que promete reviver os maiores sucessos de sua carreira, embalados em muita emoção e alegria.

O cantor ainda será responsável por dar início ao projeto “Goiânia é POP“, que visa trazer as melhores experiências musicais ao público goiano, buscando sempre seletividade e sofisticação. No lançamento do projeto, Humberto Gessinger traz o show “Ao vivo pra caramba, a revolta dos Dândis 30 anos”, onde apresenta grandes hits que lançou ao longo dos seus 30 anos de carreira.

O show acontecerá no dia 30 de março (sábado), no Teatro do Centro de Convenções da PUC e ainda contará com um Happy Hour que será preparado no Hall, para o maior conforto do público. Para conferir mais detalhes, acesso o evento em nossa agenda cultural clicando aqui.

6 – Ir ao espetáculo “A Aranha Arranha a Jarra e a Jarra Arranha o Trava-Língua”, no Teatro Sesc

Fim de semana em Goiânia tem Safadão, Humberto Gessinger e muito mais

Apresentado pelo grupo Umbigo de Édipo, do Rio de Janeiro, o espetáculo é voltado para o público infantil a partir de 5 anos. A peça apresenta a musicalização de dramatização de conhecidos trava-línguas. O espetáculo se organiza em quadros independentes, cada um deles determinado por um trava-língua que serve de base para a encenação. Uma brincadeira em que se destacam a riqueza e a variedade das situações. Vale muito a pena levar o seu pequeno!

Acontece neste sábado (30/03) em duas sessões, uma às 15h (clique aqui para comprar o ingresso da sessão) e outra às 17h (clique aqui para comprar o ingresso da sessão).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Membros de organização criminosa que agia em Buriti Alegre são denunciados pelo MPGO

MPGO chegou a pedir no mês passado a transferência dos líderes para outra unidade prisional, mas a medida não foi cumprida.
29/03/2019, 15h43

Os integrantes da organização criminosa Bonde dos Cria, que atuavam na cidade de Buriti Alegre, foram denunciados pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO). Conforme as informações do MPGO foram feitas quatro denúncias contra 33 membros da organização, que era dividida em núcleos para manter os pontos de vendas de drogas no município.

Conforme as investigações do MPGO, o município há alguns anos tem enfrentado a guerra entre o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Matar, Vingar e Libertar (MVL), na disputa pelo tráfico de drogas na região. Durante os levantamentos, o órgão constatou que alguns membros do MVL criaram uma nova organização, a qual recebeu o nome de Bonde dos Crias ou Bonde dos Corre.

Com a denúncia formulada pelo MPGO, os integrantes da organização criminosa passam a ser réus e vão responder pelos crimes de formação e organização criminosa e emprego de arma de fogo. A prisão dos suspeitos ocorreu durante a operação Antracnose da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) com apoio da Promotoria de Justiça de Buriti Alegre, deflagrada no mês passado.

A primeira denúncia do MPGO foi em desfavor dos líderes da organização. Entre eles estão Iago Aparecido Costa Silva, Divino Eterno Venêncio Alves, Robert Alves dos Santos conhecido também pelos apelido de Bob ou Robinho, Weslei Borges de Carvalho (o Manteguinha), Renan Fernandes Batista, Jhonatta de Lima Ferreira e Iully Pires.

Conforme as investigações apontaram, Divino e Robert são os líderes da organização e comandavam as ações do grupo de dentro da unidade prisional do município com celulares clandestinos, através dos quais repassavam as ordens para compra de arma, distribuição das drogas e assassinatos de integrantes dos grupos rivais.

Por sua vez, a mulher de Divino, Iully, era quem repassava as ordens dos líderes do grupo aos outros integrantes para comprar armas, receber o dinheiro e coordenar os pontos do tráfico de drogas. As investigações do MPGO apontaram que os membros do grupo eram divididos em núcleos e que cada um tinha uma tarefa específica dentro da organização.

Organização criminosa tinha membros responsáveis por manter a hegemonia do grupo na cidade

As investigações mostraram que Weslei, Renan, Jhonatta e Iago ocupavam uma posição de destaque dentro do grupo, pois eram os responsáveis por manter a hegemonia do bando na cidade. Segundo o MPGO, Renan era o braço armado da organização e comandou uma boca de fumo na cidade, além de ter cometido vários homicídios contra os membros de uma organização rival.

Conforme as informação do MPGO, o presídio da cidade não comporta presos de alta periculosidade como os líderes da organização e por isso no dia 12 de fevereiro deste ano solicitou a transferência delas, porém ela não foi efetivada e agora quer a determinação judicial para que a medida seja cumprida e mantenha os líderes da organização isolados.

Foram denunciados também Maike Rodrigues da Silva conhecido como Noturno, Geovana Carolina Silva, Marcelo Alves de Morais – o Champs, Keitillyn Fernanda Sabara Silva, Kaike Marques de Almeida, Viviane Pereira de Lima, Maria Beatriz Ribeiro a Bia, Marcos Antônio Ribeiro – o Tonho da Bia, Bianca Aparecido Ribeiro, Raquel Martins conhecida pela alcunha de Raquel Litrão.

Conforme o MPGO, valores depositados em contas bancárias, principalmente no nome de Bianca, eram usadas para recolher o dinheiro do tráfico de drogas. Diante desta informação, o órgão solicitou o bloqueio dos valores depositados nessas contas.

Luís Felipe Machado Campos, conhecido por Banana, Rael Luca Honorato, Carlos Fernandes – o Carlinho Cigano, Paulo Augusto Telles Gomes conhecido também pelos apelidos Codornar ou Babilônia, Thales Telles o Pipoca, Paulo Henirque Custódio, Cleider Ferreira da Silva, Fagner Garcia da Sival e Alef Domingos Costa foram denunciados pelos crimes de organização criminosa e emprego de arma de fogo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Menino que morreu no HMI havia sido diagnosticado com alergia no Cais de Campinas, em Goiânia

Conforme a tia do menino, um dia antes de dar entrada no HMI ele passou por atendimento no Cais de Campinas, onde foi diagnosticado com alergia. Diogo Carmos Soares veio a óbito na última quinta-feira (28/3).

Por Ton Paulo
29/03/2019, 16h40

O caso do pequeno Diogo Carmo Soares, de apenas 5 anos, que morreu nos braços da mãe na última quinta-feira (28/3) enquanto aguardava atendimento na fila do Hospital Materno Infantil (HMI), comoveu a população goiana. Diego, que tinha síndrome de Down, ainda não teve a causa da morte confirmada, mas de acordo com relatos de sua tia, seu quadro de saúde piorou num curto intervalo de tempo. Um dia antes de dar entrada no HMI, conforme a tia, o menino passou por atendimento no Cais de Campinas, onde foi diagnosticado com alergia.

Conforme relato de Keith Lorrane Soares, tia de Diogo, o menino passou mal na madrugada de terça-feira (26/3), quando manchas apareceram por todo o seu corpo. A mãe, segundo Keith, decidiu levá-lo ao Cais de Campinas, em Goiânia. Lá, a tia de Diogo conta que o sobrinho foi diagnosticado com alergia pelo médico que o atendeu e receitou uma pomada.

Ao voltar para casa com o filho, conforme Keith, a mãe de Diogo aplicou a pomada e as manchas desapareceram. Entretanto, sintomas piores vieram. A um jornal local, Keith disse que Diogo começou a ficar com a barriga inchada, falta de ar e também a vomitar. Foi quando a mãe decidiu levá-lo ao HMI.

No hospital, Diogo passou por exames que descartaram dengue e pneumonia. O menino chegou a tomar soro e aerossol, mas conforme o hospital em nota, seu quadro clínico evolui grave e rapidamente, não respondendo às manobras de ressuscitação.

O óbito do pequeno Diogo foi confirmado pelo hospital às 13h55 de ontem, e seu corpo já foi enviado para os testes que determinarão o que causou sua morte.

Secretaria Municipal de Saúde disse que vai se manifestar sobre atendimento no Cais de Campinas de menino que morreu no HMI

Procurada pela reportagem do Dia Online, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disse por meio de nota que Diogo “foi atendido no Cais Campinas na última segunda-feira, 25 de março, com queixas de alergia e febre naquele dia”, e que ele “recebeu atendimento e foi  medicado de acordo com o quadro clínico que se apresentou no momento”.

Já o Hospital Materno Infantil, em nota, declarou que Diogo foi atendido por médico pediatra, e que a unidade encontra-se “em superlotação constante, e diante desta realidade, a criança permaneceu nas cadeiras com a mãe, recebendo o tratamento prescrito e aguardando vaga em leito”.

Veja a nota:

“Nota do HMI

O Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) informa que o paciente D.C.S., de 5 anos, deu entrada no hospital às 3h da madrugada do dia 28 de março (quinta-feira). Passou pela Classificação de Risco sendo classificado como ficha amarela. Foi atendido por médico Pediatra e iniciados os procedimentos terapêuticos e diagnósticos. Conforme amplamente divulgado e informado o HMI encontra-se em superlotação constante, e diante desta realidade, criança permaneceu nas cadeiras com a mãe, recebendo o tratamento prescrito e aguardando vaga em leito. Porém, o quadro da criança evoluiu com muita gravidade não respondendo às manobras de ressuscitação na sala de reanimação, e às 13:55 foi constatado óbito. O corpo de D.C.S foi encaminhado para o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), para investigação da causa da morte.”

Via: O Popular 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.