Brasil

Inep diz que cronograma do Enem será mantido mesmo com falência de gráfica

A instituição afirmou que as provas serão realizadas nos dias 3 e 10 de novembro, seguindo o que foi publicado no edital.
02/04/2019, 11h33

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) informou nesta terça-feira, 2, que apesar da falência da gráfica contratada para imprimir Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o cronograma da prova será mantido. A instituição afirmou que as provas serão realizadas nos dias 3 e 10 de novembro, seguindo o que foi publicado no edital.

“Em relação à falência da gráfica contratada para a diagramação e impressão dos cadernos de prova da edição deste ano do Enem, existem alternativas seguras sendo avaliadas”, informou o Inep, em nota.

As inscrições para participar do exame vão ocorrer entre os dias 6 e 17 de maio. O prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição para o Enem 2019 e para justificar ausência na edição anterior ficará aberto até 10 de abril.

Nesta segunda-feira, dia 1º de abril, a RR Donnelley, multinacional responsável pelo exame desde 2009, informou que “precisou encerrar suas operações no Brasil” por causa das “atuais condições de mercado”. A notícia gerou apreensão entre especialistas sobre a manutenção do cronograma da prova.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Saúde

Após criança morrer na fila do HMI, Governo de Goiás anuncia ampliação de leitos pediátricos

Foi anunciada recentemente a ampliação, no prazo de 60 dias, de leitos pediátricos na unidade hospitalar.

Por Ton Paulo
02/04/2019, 13h14

Após a grande repercussão da trágica morte do menino de 5 anos de idade na fila de atendimento do Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, o Governo de Goiás anunciou recentemente a ampliação, no prazo de 60 dias, de leitos pediátricos na unidade hospitalar. O anúncio foi feito através da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás.

De acordo com a pasta, a ação imediata prevê, também, para os próximos quinze dias a ativação de mais 10 leitos de UTI e cerca de 30 de enfermaria. Objetivo seria desafogar atendimento do HMI

A medida, em caráter de emergência, vem quatro dias depois da morte do pequeno Diogo Carmo Soares numa fila de atendimento do HMI. Ao chegar ao hospital já com péssimo quadro clínico, Diogo passou por exames que descartaram dengue e pneumonia. O menino chegou a tomar soro e aerossol, mas conforme o hospital em nota, seu quadro clínico evolui grave e rapidamente, não respondendo às manobras de ressuscitação.

O óbito do pequeno Diogo foi confirmado pelo hospital às 13h55 do dia 28/3, e seu corpo foi enviado para os testes que determinarão o que causou sua morte. A morte da criança causou grande comoção na população goiana.

Secretário da Saúde diz que HMI já está além de seu limite

De acordo com o secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, a estrutura atual do Materno não é adequada para a assistência à população goiana e a capacidade da unidade já está além do seu limite operacional há muito tempo. Por isso, a gestão estaria buscando, desde o primeiro dia da gestão, ações de curto, médio e longo prazo para diminuir a sobrecarga do HMI.

Nesse sentido, os esforços anunciados pelo Governo de Goiás englobam, de imediato, a contratualização de novos leitos no Hugol e provavelmente no recém-inaugurado Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP); a ampliação de leitos no HMI, em 60 dias; e a construção, em longo prazo, de um novo hospital de mesmo perfil, mas com o dobro de capacidade de atendimento do atual Materno-Infantil.

Além disso, o gestor se colocou à disposição da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia para oferecer soluções à falta de atendimento pediátrico na rede municipal, a fim de que casos de menor complexidade tenham resolutividade nas unidades municipais, como no Cais Campinas, que concentra hoje todo o quadro de médicos pediatras contratados pela Prefeitura.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Participantes de festa de aniversário são feitos reféns durante assalto, em Goiânia

Um dos suspeitos foi presos e outros dois mortos durante uma troca de tiros com a polícia.
02/04/2019, 14h39

Os participantes de uma festa de aniversário no setor Oeste em Goiânia passaram por momentos de tensão na noite da última segunda-feira (1/4), após três suspeitos invadirem a residência, anunciarem o assalto e os tomarem como reféns.

Conforme as informações divulgadas pela polícia, ao menos 15 pessoas que estavam participando das comemorações foram feitas reféns dos ladrões. Equipes das Rondas Ostensivas Tática Metropolitana (Rotam) receberam as informações via rádio e começaram as buscas pelos suspeitos do assalto.

A polícia afirmou que os suspeitos aproveitaram o momento que o irmão do proprietário da casa chegou para a festa e invadiram a casa, fazendo os participantes de reféns durante a ação.

Durante as buscas para encontrar os responsáveis pelo assalto, os policiais conseguiram rastrear o sinal de um dos celulares levado pelos três suspeitos, no setor Buriti Sereno, em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital.

Dois suspeitos do roubo na residência durante a festa de aniversário morreram após trocar tiros com a polícia

Conforme as informações divulgadas pela Rotam um dos envolvidos no roubo à residência foi preso. De acordo com a polícia, os outros dois suspeitos do assalto trocaram tiros com a polícia e foram atingidos pelos disparos.

A polícia afirmou que chamou o socorro médico para atender os dois indivíduos, e que eles foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do setor Buriti Sereno, mas não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

Com os suspeitos foram apreendidas uma pistola CZ calibre 380, um revólver calibre 38 e um bloqueador de sinal. Além das armas, a polícia conseguiu recuperar um carro do modelo FIAT/ Uno Way, um cofre, várias alianças e jóias, duas televisões, um monitor, vários relógios, perfumes e dinheiro em espécie.

Veja o vídeo com os objetos recuperados: 

O suspeito preso foi encaminhado à Central de Flagrantes onde foi autuado por roubo a residência, cárcere privado e receptação.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Dia Gourmet

Restaurantes em Anápolis: conheça os 12 melhores da cidade

Com comidas saborosas e experiências únicas, é possível encontrar boas opções de restaurantes em Anápolis para matar a fome ou sair da rotina.
02/04/2019, 14h42

Já parou para pensar em como a gastronomia brasileira é diversa? Basta comparar os pratos típicos de cada região para ter certeza disso, o que na verdade é algo bem bacana e permite que conheçamos verdadeiras delícias de todos os cantos do país, sempre com boa variedade. No entanto, se você gosta mesmo é de uma boa comidinha goiana e está em busca dos melhores restaurantes em Anápolis, podemos ajudar!

Nós do Portal Dia Online preparamos uma listinha com opções que você precisa conhecer! Embora boa parte delas tenha o foco em comidas regionais, você ainda encontrará algumas casas que abrem as portas para a culinária internacional, oferecendo pratos ricos e de muita qualidade. Dá uma olhada!

Conheça os melhores restaurantes em Anápolis:

1 – El Mare Restaurante e Buffet

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

Esta é, sem dúvida, uma das melhores opções entre os restaurantes em Anápolis, principalmente para quem é apaixonado por frutos do mar. Inaugurado em 2017, é o primeiro do tipo na cidade, servindo um saboroso cardápio aliado a um ambiente bastante agradável e confortável.

Além de deliciosos frutos do mar, ainda é possível encontrar boas opções em grelhados, risotos e drinques para todos os gostos. O ambiente oferece uma experiência única, remetendo ao litoral brasileiro. Vale a pena conhecer! Clique aqui para conhecer o cardápio.

Horário de atendimento: terça a sexta, das 19h às 23h30 / sábado, das 13h às 15h30 e das 19h às 23h30 / domingo, das 12h às 15h30

Telefone: (62) 3701-1365

Endereço: Avenida Bernadino Silva, 68 – Jundiaí, Anápolis – GO, 75113-040

2 – Restaurante Fulô do Cerrado

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

O Fulô do Cerrado é um dos mais queridos restaurantes em Anápolis, sempre com bastante público na casa. A comida é sempre uma delícia e é possível encontrar boa variedade, agradando aos mais diversos paladares.

Assim como já é de se esperar, algumas receitas da casa como sorvetes e sobremesas levam ingredientes típicos do cerrado, garantindo sabores incomparáveis. Ah, e a decoração não fica para trás, já que também carrega traços encantadores do bioma, apresentando muito artesanato.

Já que o restaurante é um dos mais movimentados da cidade, se você não pretende enfrentar tumulto, o ideal é chegar antes ou depois dos horários de pico.

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 11h às 14h / sábado, das 11h às 14h30

Telefone: (62) 3317-4336

Endereço: Rua Luiz França, nº21 esquina c/ Praça Gen. Curado – Jundiaí, Anápolis – GO, 75110-760

3 – Xico Baru Restaurante e Criações

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

O Xico Baru conta com um ambiente excêntrico, também entrando para a lista dos melhores restaurantes em Anápolis. Por ali você encontra conforto, bom atendimento, qualidade e claro, um cardápio recheado com pratos saborosos, em combinações de realmente dar água na boca!

Apenas para que você tenha ideia, um dos pratos mais pedidos da casa é a borboleta de filé mignon ao molho de vinho tinto, com risoto de parmesão e farofa de damasco. Dá para imaginar essa delícia? Só experimentando mesmo! Vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: segunda a quarta, das 18h às 23h30 / quinta e sexta, das 18h às 00h / sábado, das 12h às 15h e das 18h às 00h / domingo, das 12h às 15h e das 18h às 23h

Telefone: (62) 3702-8299

Endereço: Av. Pinheiro Chagas, 765 – Jundiaí, Anápolis – GO, 75110-580

4 – Panelinha Restaurante e Bar

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

Aqui você encontra o que há de melhor da comida regional, em pratos servidos à la carte. O destaque da casa vai para seu filé mignon acompanhado de feijão tropeiro, combinação que realmente parece perfeita.

Além disso, é sempre possível encontrar boa variedade de pratos para agradar a todos os gostos, sem falar nos petiscos e, claro, nas fartas panelinhas servidas por ali. Você ainda pode pedir sua bebida preferida, dispondo de cervejinha gelada sempre que quiser! É o espacinho perfeito para levar os amigos e família!

Horário de atendimento: terça a sexta, das 18h às 00h / sábado e domingo, das 11h à 1h

Telefone: (62) 3706-1011

Endereço: Av. Dom Prudêncio, 78 – Jundiaí, Anápolis – GO, 75113-080

5 – Chão Goiano Restaurante

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

Este é o restaurante perfeito para levar a família e desfrutar de refeições fartas e saborosas. A história do lugar teve início ainda em 1996, quando seus fundadores decidiram abrir uma pequena lanchonete. Não demorou muito para que conquistassem público, fazendo com que o ambiente ficasse muito pequeno para acolher a todos de maneira confortável.

Assim, foi preciso mudar de endereço e, aproveitando a oportunidade, apostaram em uma estrutura muito maior, atualmente com capacidade para até 400 pessoas. O ambiente conta com ares rústicos, tipicamente decorado e climatizado com a melhor estrutura da cidade. Atualmente, o Chão Goiano é considerado como um dos melhores restaurantes em Anápolis, e não é por acaso.

Entre seus diferenciais está a comida típica, já que você pode saboreá-la durante o ano inteiro, independente da época. Isso quer dizer que é possível comer aquele arroz com pequi no momento que você quiser! Não é ótimo? E para facilitar ainda mais, o ambiente ainda conta com brinquedoteca para a tranquilidade dos pais e diversão da garotada! Clique aqui para conferir o cardápio da casa!

Horário de atendimento: todos os dias, das 11h às 14h30

Telefone: (62) 3321-2206

Endereço: R. Sen. Sócrates Mardochen Diniz, 118 – St. Central, Anápolis – GO, 75025-020

6 – Costela de Vaca

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

Entre os restaurantes em Anápolis, este é o melhor para quem é verdadeiramente apaixonado por carnes. Destaque para a costela e a carne de sol, as mais pedidas da casa. Além de variedade nesse quesito, ainda é possível encontrar diversos pratos saborosos e acompanhamentos perfeitos, em um ambiente rústico e bastante aconchegante, com excelente atendimento!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 18h às 00h / sábado, das 10h às 00h / domingo, das 10h às 17h

Telefone: (62) 3099-1467

Endereço: Av. Jamel Cecílio, 177 – Jundiaí, Anápolis – GO, 75110-330

7 – Anzol Restaurante

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

Com ambiente moderno e bastante acolhedor, os clientes podem sempre conta com o bom atendimento e qualidade nos serviços oferecidos. O restaurante é especializado em peixes (de mar e de rio) e frutos do mar, oferecendo uma gastronomia à la carte com receitas tradicionais e saborosas.

Vale lembrar que ainda há opção de rodízio para aqueles que pretendem experimentar um pouquinho de cada delícia! Vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: terça a sábado, das 19h às 00h

Telefone: (62) 3099-2302

Endereço: Rua Cônego Ramiro, Quadra 46, Lote 09 Casa 01 – Jundiaí, Anápolis – GO, 75110-360

8 – Restaurante Traira e Cia. Peixes E Frutos do Mar

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

Esta é mais uma boa opção entre os restaurantes em Anápolis para quem pretende saborear deliciosos peixes e frutos do mar. A casa conta com um ambiente familiar e as vezes ainda rola música ao vivo, para deixar tudo ainda melhor.

No cardápio é possível encontrar boa variedade de pratos e petiscos, sempre com uma opção para cada gosto. Destaque para o tucunaré na chapa e traíra empanada, que são verdadeiras delícias! Para acompanhar, você ainda pode pedir sua bebida preferida!

Horário de atendimento: terça a sexta, das 18h às 00h / sábado, das 11h às 00h / domingo, das 11h às 16h30

Telefone: (62) 3702-0201

Endereço: av.Jamel Cecilio n 2304 Q.17 L.11 S.1 – JK Parque Industrial Nova Capital, Anápolis – GO, 75114-275

9 – La Massas

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

E se você está em busca de restaurantes em Anápolis que sirvam massas deliciosas, este é o lugar! Aqui se encontra um dos ambientes mais românticos da cidade, ideal para um encontro. O cardápio é variado e além das massas, ainda é possível encontrar deliciosas saladas, com destaque para a salada primavera. Também oferece boa carta de vinhos e o melhor é que os preços são mais acessíveis.

Horário de atendimento: todos os dias, das 19h às 00h

Telefone: (62) 3311-6638

Endereço: Avenida Pinheiro Chagas, Quadra 20, Rua L-4, 650 – Jundiaí, Anápolis – GO, 75110-580

10 – Recanto dos Sabores Restaurante

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

Se você está em busca de restaurantes em Anápolis que trabalham com preços mais em conta, esta é uma boa opção! Aqui você encontra variedade em comidas saborosas, com aquele gostinho caseiro que todo mundo adora. Destaque ainda para o churrasco da casa, que é delicioso e conta com boa variedade.

Ainda é possível aproveitar um ambiente confortável e climatizado, ideal para levar os amigos. No entanto, vale lembrar que a casa é bastante popular e costuma lotar nos horários de fila, gerando filas grandes. Portanto, se você  pretende evitar o tumulto, o melhor é ir antes ou após o horário de pico.

Horário de atendimento: todos os dias, das 11h às 14h

Telefone: (62) 3324-7273

Endereço: Rua 8, 27 – Vila Góis, Anápolis – GO, 75120-280

11 – Topazi Restaurante

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

O lugar é bastante agradável e aconchegante, onde os clientes podem sempre encontrar bom atendimento. Os pratos não costumam demorar muito para sair, sendo bem servidos e contando com sabores únicos. Ainda é possível contar com uma carta de vinhos para acompanhar. O acesso ao restaurante é um pouco difícil, mas vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 6h às 10h e das 19h às 23h / sábado e domingo, das 6h às 10h30 e das 19h às 23h

Telefone: (62) 3099-9512

Endereço: Denali Hotel – BR-153, 3661 – Fazenda Barreiro do Meio, Anápolis – GO, 75132-400

12 – Restaurante Barriga Cheia

Restaurantes em Anápolis
Foto: Reprodução

Em um ambiente bastante acolhedor e tipicamente goiano, os clientes podem encontrar o melhor da comida regional servida em buffet variado, contando ainda com grelhados e tantas outras delícias. O gostinho caseiro também pode ser mencionado como diferencial. Sem dúvida, um dos melhores restaurantes em Anápolis, com excelente custo benefício.

Horário de atendimento: domingo a sexta, das 7h às 16h

Telefone: (62) 3314-7756

Endereço: Av. Brasil Sul, 559 B – Vila Goias, Anápolis – GO, 75115-260

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Ex-médico do centro de saúde do TJGO é denunciado por improbidade administrativa

De acordo com os promotores testemunhas e vítimas dos abusos do médico questionaram se ele teria acesso ao depoimento delas.
02/04/2019, 16h02

Uma ação civil pública por improbidade administrativa foi protocolada pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) nesta terça-feira (2/4) contra o ex-diretor do Centro de Saúde do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), o médico Ricardo Paes Sandre. A ação movida pelo MPGO, teve como base as denúncias de servidoras do TJGO contra o médico pelos crimes de assédio moral, sexual e abuso de poder, além de outras irregularidades no exercício da profissão.

Conforme a ação proposta pelo MPGO, o documento lista situações em que pelo menos 10 mulheres que foram vítimas de assédio moral, sexual e abuso de poder pelo então chefe do Centro Saúde do TJGO. Entre as vítimas estão três estagiárias, duas psicólogas, duas auxiliares administrativas, uma técnica de enfermagem, uma fisioterapeuta e uma técnica de higiene dentária.

As vítimas denunciaram as práticas abusivas do médico como constragimentos, humilhação e importunação sexual. A ação pediu a suspensão do chefe do Centro de Saúde das suas funções e a perda do cargo público ocupada por ele. Foi determinado também que uma cópia da investigação fosse encaminhada para o Conselho Regional de Medicina de Goiás (CRM-GO) para tomar as medidas necessárias contra o médico.

De acordo com os promotores de Justiça Geibson Cândido Martins Rezende, Fabiana Lemes Zamalloa do Prado, Juan Borges de Abreu e Carmem Lúcia Santana de Freitas, afirmaram que a cada depoimento das vítimas contava que uma outra servidora supostamente sofreu algum tipo de assédio ou abuso de poder praticados por Ricardo Sandre.

Servidoras que denunciaram o médico questionaram aos promotores se Ricardo Sandre teria acesso ao depoimento delas

Os promotores alegaram ainda que foi possível notar o receio das vítimas e testemunhas tinham do médico, por elas deporem durante o inquérito civil público. Eles lembraram que em muitas audiências, as testemunhas e vítimas questionaram se o médico iria ter acesso ao depoimento delas.

A denúncia contra o chefe do Centro de Saúde do TJGO relata que o médico tinha uma postura de gestão fundada no autoritarismo e com perseguição àqueles que questionavam suas decisões e o desagradavam. Conforme o MPGO, Ricardo Sandre tomou decisões que não eram de interesse público e sim pessoal, ao submeter os que se opunham a ele a situações de humilhação e constrangimento.

O documento narra que o médico passou a importunar as servidoras do órgão com abordagens de cunho sexual explícito, e chegou a solicitar e oferecer favores sexuais. Conforme a investigação do MPGO, Ricardo Sandre instaurou durante sua gestão à frente do Centro de Saúde do Tribunal de Justiça um clima de terror psicológico, espalhando medo, receio e pavor entre os servidores da instituição, ao se aproveitar do parentesco com o presidente da instituição e pelo porte de arma de fogo.

Os promotores do caso afirmaram que as vítimas temiam represálias por parte do médico, pois o mesmo lembrava-se da condição de genro do presidente do TJGO, irmão de juiz de Direito e de delegado da Polícia Federal (PF). Conforme as investigações do Ministério Público, como diretor do Centro de Saúde, o médico assediou moral e sexualmente servidores públicos, humilhou servidores, com abuso de poder hierárquico, violou a dignidade deles no exercício de suas funções e causou vários danos à saúde física e mental e ao ambiente de trabalho.

A ação movida pelo MPGO contra o médico aponta que ele violou os princípios da administração pública como moralidade administrativa, impessoalidade e a eficiência, para satisfazer seus interesses pessoais. Ações que segundo os promotores tiveram reflexos na qualidade e eficiência dos servidores públicos e na imagem do Poder Judiciário.

A reportagem procurou a assessoria do médico, que por meio de nota afirmou que durante uma entrevista coletiva, o advogado de defesa Ricardo Rangel afirmou ser um alívio fazer a defesa longe do MPGO. Conforme o advogado, a defesa agora vai trabalhar para juntar provas e novos testemunhos que desmentem as acusações contra o médico.

Confira a nota

“O advogado Thomaz Ricardo Rangel, da banca que faz a defesa do médico Ricardo Paes Sandre disse, em entrevista coletiva na tarde de terça-feira, 2, que “é um alívio poder exercer a defesa longe do monopólio do Ministério Público de Goiás”, referindo-se ao fato do MP-GO finalmente protocolar ação civil pública contra o cliente. Até agora, Ricardo Paes Sandre foi objeto das investigações. Nesta fase pré-processual tudo o que foi mostrado pelo MP-GO serve apenas para o próprio MP apresentar a ação.- Agora, com a ação na Justiça que a defesa vai trabalhar, juntar provas e testemunhos que desmentem as alegações contra o médico. “Até agora a narrativa foi unilateral”. A defesa quer deixar claro que as denúncias contra o médico possuem narrativas coincidentes com a reforma administrativa que ele promoveu no centro de saúde do Tribunal de Justiça e que exigiu o cumprimento da carga horária dos servidores.

As queixas-crimes promovidas pelo médico Ricardo Paes Sandre não foram processadas pelo Judiciário não porque os fatos não aconteceram ou não tenham relevância. A Justiça entendeu, em tese, os crimes cometidos contra o médico são mais graves do que aqueles aos quais é apontado como autor. A investigação do MP-GO ressignificou o uso de arma de fogo pelo médico em uma reunião com peritos criminais em que se discutia exatamente a possibilidade da Polícia Federal conceder aos profissionais o porte de arma de fogo. Na ocasião, o médico explicou a um dos colegas que qualquer pessoa pode requerer o porte junto à PF, mostrando a arma de sua propriedade desmuniciada. Em momento algum houve disparos ou a mesma foi apontada a quem quer que seja. A defesa, bem como a assessoria de imprensa, está à disposição para maiores esclarecimentos.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.