Goiás

Menino de dois anos prende dedo em ralo e é socorrido por bombeiros, em Catalão

A criança foi encaminhada para uma clínica odontológica, uma vez que os instrumentos cirúrgicos do local seriam ideais para a remoção do objeto de seu dedo.

Por Ton Paulo
05/04/2019, 10h19

Uma equipe do Corpo de Bombeiros do município de Catalão, a 270 quilômetros de Goiânia, precisou ser acionada na noite da última quinta-feira (4/4) para socorrer um menininho de apenas 2 anos, morador da cidade, que durante uma inocente brincadeira acabou ficando com o dedinho preso no ralo do banheiro de uma residência. Ele foi encaminhado para uma clínica odontológica, uma vez que os instrumentos cirúrgicos do local seriam ideais para a remoção do objeto de seu dedo.

De acordo com o Sargento Santana, do 10º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar , a mãe do menino procurou a corporação por volta das 19h40 de ontem, em Catalão, informando que seu filho de apenas 2 anos havia ficado com o dedo preso no ralo do banheiro.

Por se tratar de um ralo feito de material inoxidável, a equipe do Corpo de Bombeiros precisou contar com o apoio de instrumentos odontológicos para fazer o corte. A criança então foi encaminhada para uma clínica odontológica onde o coronel da reserva Paulo, dentista do CBMGO, auxiliou no trabalho fazendo cortes no metal, abrindo o pequeno buraco até aliviar o edema no dedo.

Os bombeiros conseguiram fazer a retirada do dedo preso com segurança e a criança foi encaminhada para avaliação médica no Pronto Socorro da Santa Casa de Catalão.

Além do caso de Catalão, uma criança também teve os dedos presos no ralo do banheiro em Quirinópolis

No ano passado, no início da tarde de uma sexta-feira (29/6) o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás, em Quirinópolis, foi acionado para uma ocorrência em que uma criança com o dedo preso em uma tampa de ralo.

No local, os bombeiros militares realizaram atendimento  inicial e conduziram a criança com o objeto para unidade hospitalar e com apoio da equipe médica realizaram o corte do ralo e liberaram o dedo da vítima deixando aos cuidados da equipe médica.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Saúde

Novos leitos de UTI pediátrica no Hugol começam a funcionar na próxima semana

Cerca de 40 leitos de enfermaria pediátrica também serão abertos. As medidas emergenciais devem desafogar o atendimento do Hospital Materno-Infantil.
05/04/2019, 11h13

Os novos dez leitos de UTI pediátrica e cerca de 40 leitos de enfermaria, instalados no Hospital de Estadual de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol), começam a funcionar no próximo dia 12 de abril. O objetivo dessas medidas emergências é desafogar o atendimento de média e alta complexidade pediátrica no Hospital Materno-Infantil (HMI).

A proposta foi feita pelo secretário de Estado da Saúde Ismael Alexandrino, durante reunião no Ministério Público de Goiás (MP-GO), ocorrida nesta quinta-feira (4/4). Ficou definido também que Estado e Município vão elaborar, em conjunto, um Protocolo de Fluxo Operacional nas unidades. Até o dia 15 de abril deverá ser encaminhado ao MP-GO relatório final detalhando a implantação das medidas anunciadas com as possíveis alterações.

De acordo com a Saúde de Goiás, está em andamento uma negociação com o município de Aparecida de Goiânia para abertura, em curto prazo, de mais dez leitos de UTI pediátrica e de 30 de enfermaria no recém-inaugurado Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP). Em dois meses, devem ser ampliados outros dez leitos de UTI neonatal no HMI.

Pediatras aprovados em cadastro de reserva do Materno-Infantil serão convocados

Para atender a demanda, a Organização Social que está à frente do Hugol, a Agir, vai contratar, de imediato, os profissionais que estão no cadastro de reserva do Materno-Infantil. “Como já houve um processo seletivo realizado anteriormente pelo Instituto de Gestão e Humanização (IGH), OSs que gere o HMI, os princípios da impessoalidade, publicidade e economicidade estão sendo respeitados”, esclareceu o secretário.

Foi aberto ainda nesta quinta-feira (4/4), pela Prefeitura de Goiânia, o edital de chamamento para contratação de pediatras para as áreas de urgência e emergência dos hospitais de Goiânia. Os salários variam de R$ 11,6 mil a R$ 23,2 mil, conforme a carga horária dos profissionais (20 ou 40 horas), que serão convocados de acordo com a necessidade dos serviços de saúde no município. O contrato tem validade de 12 meses.

Os médicos pediatras credenciados atuarão em várias unidades que serão definidas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), incluindo as que forem criadas ou reativadas durante a vigência do edital. Eles devem prestar os serviços complementares nas áreas de urgência e emergência pediátrica. A proposta é manter ao menos dois pediatras por plantão.

Imagens: Diário de Goiás 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Chacina em festa deixa quatro homens mortos em Goiânia

Um dos homens tentou fugir, mas foi alcançado e baleado. Os assassinos ainda atropelaram o corpo dele na rua.
05/04/2019, 11h21

Quando chegou durante a madrugada na rua MMM 2, no Setor Três Marias, em Goiânia, a equipe da Polícia Técnica Científica encontrou o cenário de uma chacina.

Quatro homens foram assassinados a tiros de pistola 9mm na madrugada de quinta-feira (4/4). Hallison Teles Cândido, de 29 anos, foi socorrido e sobreviveu.

Enquanto o fotógrafo se posicionava diante dos corpos para registrar a posição dos cadáveres, a perita e o auxiliar de autópsia, de luvas brancas, recolhiam as cápsulas e observavam entorno dos corpos em busca de qualquer objeto que ajudasse na identificação dos autores.

Pelo menos três homens armados entraram na residência, que estava com o portão aberto, separaram homens de mulher. Aos gritos, com poucas palavras mandaram os homens se deitaram no chão. As mulheres, em um canto, ouviram apenas os tiros.

Os criminosos aproveitaram que um dos homens mortos havia acabado de chegar após ir buscar bebida para a festa e deixou  portão aberto.

Seis mulheres que ouviram os tiros sobreviveram sem nenhum ferimento. Morreram o dono da casa, Antônio Carlos de Jesus, de 33 anos, Gustavo Henrique Vascurado Mesquita, de 25, Wanderson Inácio Araújo da Siva, de 30 e Jean Carlos Ribeiro Braga, de 26.

A reportagem do Portal Dia Online não conseguiu falar com o delegado da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DEIH), Ernani Cazer. Todas as informações foram repassadas pelo policial plantonista.

Hallison, o sobrevivente que foi levado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), recebeu alta ainda na madrugada.

As vítimas foram mortas com tiros na cabeça. Segundo o policial civil que esteve na ocorrência, a vítima Antônio Carlos não conseguiu escapar dos atiradores quando tentou fugir pela rua. Alcançado, foi baleado e morreu.

Antônio Carlos ainda foi atropelado pelo carro utilizado pelos assassinos no meio da rua.

Investigação da Polícia Civil deve apurar o que motivou e quem são os autores da chacina.

Em nota, a Assessoria de Comunicação informa que policiais fazem diligências para solucionar o crime.

Leia nota da Polícia sobre chacina que ocorreu em Goiânia

“A Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) informa, a respeito do crime ocorrido na última madrugada, no Setor Três Marias, nesta capital, que as diligências para apuração de autoria e motivação do crime estão em curso, sob coordenação do delegado Ernane Cazer. Por hora, a equipe da especializada não irá se pronunciar sobre o caso, para evitar qualquer tipo de prejuízo nas investigações. Mantendo postura essencial adotada em outros casos, a DIH apenas se pronunciará após elucidação do fato.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Jovem é presa após matar e mutilar irmão de 5 anos em suposto ritual em São Roque

Corpo do menino foi encontrado no chão do quarto com várias velas acesas ao redor.
05/04/2019, 11h42

Uma jovem de 18 anos foi presa, suspeita de matar e mutilar o irmão de 5 anos em um suposto ritual de magia negra, na noite desta quinta-feira, 5, em São Roque, interior de São Paulo. O crime aconteceu na casa da família, no bairro Gabriel Piza. De acordo com a Polícia Civil, a mãe havia saído, deixando a irmã mais velha tomando conta do irmãozinho. Quando a mulher voltou, encontrou a casa trancada e a filha se negava a abrir. Ela só conseguiu entrar depois que a porta foi arrombada por um cunhado que mora próximo.

A cena encontrada no local chocou a família. A criança estava morta, com várias queimaduras pelo corpo. O menino teve os olhos perfurados e o pênis mutilado – a irmã teria comido o órgão genital. O corpo estava no chão do quarto e tinha ao redor várias velas acesas. O cunhado disse que a garota estava agressiva e arremessou objetos contra os familiares. Ele foi atingido por uma pedrada. A jovem precisou ser contida pelos policiais militares, chamados pela família.

A suspeita do crime, Karina Aparecida da Silva, foi levada para a delegacia da Polícia Civil e, após ser autuada por homicídio, foi encaminhada para a cadeia feminina de Votorantim, cidade da região. Peritos do Instituto de Criminalística da Polícia Civil fizeram levantamentos na casa. Um celular queimado, provavelmente pela garota, um cartão de memória, um canivete e uma porção de maconha foram apreendidos.

O corpo do menino passou por necropsia no Instituto Médico Legal (IML) de Sorocaba. Exame preliminar indicou que a criança estava morta quando sofreu a mutilação. Conforme a Polícia Civil, aparentemente a jovem usou um travesseiro para matar o irmão por asfixia e, em seguida, vilipendiou o corpo.

O escrivão Anderson Goes disse que o celular e o cartão da memória serão enviados para perícia para que o conteúdo seja analisado. A investigação quer apurar se a jovem participava de algum grupo de satanismo ou magia negra pelas redes sociais e se houve incentivo de alguém para a prática do crime.

Karina passou por audiência de custódia na manhã desta Sexta-feira (5) e foi mantida presa. O corpo do menino estava sendo velado em São Roque. Nenhum familiar quis comentar o caso. O defensor público que acompanhou a audiência informou que por ora não iria se manifestar.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Assaltante é preso após fazer reféns dentro de carro na BR-040, em Cristalina

O criminoso, que é chefe de uma quadrilha que praticava os assaltos, ainda manteve dois reféns antes de ser detido pela polícia.

Por Ton Paulo
05/04/2019, 12h48

Um homem foi preso na manhã desta sexta-feira (5/4) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-040, em Cristalina, acusado de praticar vários assaltos contra caminhoneiros na região. O criminoso, que é chefe de uma quadrilha que praticava os assaltos, ainda manteve dois reféns antes de ser detido pela polícia.

De acordo com informações da PRF, a ocorrência teve início quando os policiais receberam uma denúncia de tentativa de assalto na BR-040, onde indivíduos em um veículo Toyota/Corolla haviam disparado três vezes contra o motorista de um caminhão.

Os policiais rodoviários federais, então, deslocaram-se imediatamente para a região, onde adentram uma rodovia estadual (GO-436) para tentar localizar os indivíduos. Foi aí que os policiais receberam uma nova denúncia de assalto envolvendo os mesmos assaltantes anteriormente denunciados, que efetuaram mais disparos em novas tentativas de assaltos.

Ainda conforme a PRF, no entroncamento da GO-010 com a GO-436, os policiais avistaram então o Toyota/Corolla. Dois indivíduos armados atiraram contra a viatura policial, que revidou, protagonizando uma troca de tiros.

Um homem fugiu e um outro, de 28 anos, foi preso. Este é apontado como mandante de diversos outros assaltos na região de Cristalina, interior de Goiás.

Assaltante preso na BR-040, em Cristalina, estava mantendo dois reféns dentro de veículo

Como informado pela PRF, dentro do veículo do suspeito que foi preso, os policiais encontraram e libertaram dois homens: motorista e ajudante de um caminhão que foram surpreendidos e feitos de reféns.

O veículo em que os ladrões estavam possuía ocorrência de roubo/furto registrada no ano de 2017, e estava com os caracteres identificadores do veículo alterados. Dentro dos veículos os policiais encontraram, ainda, um revólver calibre 38 com uma munição e uma garrucha calibre 22 com quatro munições intactas e duas deflagradas.

A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Judiciária para as providências cabíveis.

Veja o vídeo do momento da prisão:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.