Brasil

Parte de estrutura de ponte desaba no Pará após ser atingida por balsa

Segundo informações preliminares, dois veículos caíram no rio, mas o Corpo de Bombeiros ainda não divulgou o estado de saúde das vítimas.
06/04/2019, 11h50

Parte da estrutura da ponte do rio Moju, que fica na altura do quilômetro 48 da Alça Viária, no Pará, desabou na madrugada deste sábado, 6, após ser atingida por uma balsa.

O acidente ocorreu por volta das 2 horas da manhã. Segundo informações preliminares, dois veículos caíram no rio, mas o Corpo de Bombeiros ainda não divulgou o estado de saúde das vítimas.

Pela manhã, o governador Helder Barbalho (MDB) publicou vídeo nas redes sociais. Ele sobrevoou a área ao lado do coronel Dilson da Polícia Militar (PM), do coronel Hayman e do secretário de Segurança do Estado, Ualame Machado. Esta é a terceira vez, que a ponte é atingida por balsa.

A ponte fica localizada próximo a entrada da cidade do Acará e é uma importante ligação de regiões no Pará.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Após recomendação do MP-GO ao prefeito Iris Rezende, presidente da CMTC é demitido

MP havia dado um prazo de cinco dias para que a Prefeitura de Goiânia afastasse Meirelles do cargo, por ser, também, presidente regional do Partido Trabalhista Cristão (PTC).

Por Ton Paulo
06/04/2019, 13h56

O presidente (agora ex) da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) foi retirado do cargo após uma recomendação do Ministério Público de Goiás (MP-GO) enviada ao prefeito Iris Rezende. Fernando Meireles deve deixar o cargo na segunda-feira (8/4).

Conforme adiantado por um jornal local, Benjamin Kennedy deve assumir a presidência no lugar de Fernando. O presidente afastado disse que a saída se deve ao fato de que ele irá ocupar uma nova função. Entretanto, ele não quis antecipar qual será.

Entretanto, o Ministério Público havia dado um prazo de cinco dias para que a Prefeitura de Goiânia afastasse Meirelles do cargo, por ser, também, presidente regional do Partido Trabalhista Cristão (PTC). A promotora Villis Marra argumentou que a sua nomeação violou a Lei n° 13.303/16, que dispõe sobre o estatuto jurídico da empresa pública, da sociedade de economia mista e de suas subsidiárias

Entenda o caso da sugestão de afastamento do presidente da CMTC enviada pelo MP-GO ao prefeito Iris Rezende

Em documento remetido recentemente ao prefeito de Goiânia na última semana, o Ministério Público de Goiás (MP-GO) recomendou ao chefe do Executivo que o atual presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC) fosse exonerado.

De acordo com o MP-GO, a nomeação do gestor ao cargo violou a lei que dispõe sobre o estatuto jurídico da empresa pública, da sociedade de economia mista e de suas subsidiárias, e a exoneração seria necessária para evitar “conflito entre os interesses das empresas estatais e os político-partidários”.

Segundo o próprio MP-GO, a recomendação ao prefeito Iris Rezende Machado é a de que a exoneração de Fernando Olinto Meirelles, presidente da CMTC e também do diretório regional do Partido Trabalhista Cristão (PTC), deve ser feita no prazo de cinco dias.

No documento enviado ao prefeito, a promotora de Justiça Villis Marra, que atua em Goiânia na defesa do patrimônio público, destaca que a nomeação do gestor ao cargo violou a Lei n° 13.303/16, que dispõe sobre o estatuto jurídico da empresa pública, da sociedade de economia mista e de suas subsidiárias. Isso porque, segundo a assessoria do MP-GO, Fernando é presidente regional de partido político e delegado de convenção nacional, o que é proibido pela norma, na parte que veda a nomeação de diretores que façam parte de estrutura decisória de partido político, devendo ainda ser respeitado o lapso de 36 meses entre o exercício da função decisória e a nomeação ao cargo de administrador de empresa estatal.

Imagens: Sagres Online 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Acidente com caminhão da dupla Rionegro e Solimões deixa ferido, em Caldas Novas

Dupla tem show neste sábado na cidade; carreta estava carregada com equipamentos de som.
06/04/2019, 14h55

O motorista de um carro de passeio ficou ferido após ter o carro atingido por um caminhão, na GO-139, em Caldas Novas, região turística de Goiás. O acidente ocorreu no início da tarde deste sábado (6/4). No momento da batida, a pista estava molhada e chovia no local.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o motorista da carreta da dupla Rionegro e Solimões perdeu o controle da direção em uma curva, parou em forma de “L” e atingiu de frente um carro que seguia na via contrária. Informações preliminares apontam que antes de bater no carro, o caminhão teria se chocado em um ônibus.

Uma pessoa, do sexo masculino, que estava no veículo de passeio, ficou ferida. O homem foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caldas Novas. A vítima não teve o nome divulgado.

Caminhão da dupla Rionegro e Solimões transportava som para show em Caldas Novas

Na noite deste sábado a dupla sertaneja Rionegro e Solimões se apresenta no Arena Music Club, em Caldas Novas, conforme agenda publicada no site oficial. A carreta estava carregada com os equipamentos de som da dupla.

Os cantores já estão na cidade. Há quatro horas, por meio das redes sociais, a dupla reforçou o convite para a apresentação. “Alô Caldas Novas/GO!!!! Hoje, quem vem na sola da bota e na palma da mão? Esperamos vocês no Ponto 15 Arena!!!’, diz o texto.

Rionegro e Solimões

Com 30 anos de carreira, a dupla já lançou 18 CDs e três DVD. Entre os hits de sucesso está “Peão Apaixonado”, lançado em 1998. A música já ultrapassa 3 milhões de views no perfil oficial do Spotify. São mais de 280 mil ouvintes mensais.

Rionegro e Solimões já se apresentaram em festivais, casas noturnas, barzinhos e em grandes turnês internacionais nos EUA.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Bombeiros falam em evacuação do Lollapalooza, mas fãs não querem deixar o local

Até às 14h47 deste sábado (6/4), por conta da chuva forte, os shows seguiam interrompidos.
06/04/2019, 17h02

Quarenta minutos depois de ter interrompido as apresentações, a produção do festival Lollapalooza Brasil ainda não se manifestou sobre a paralisação. Bombeiros ao redor do palco principal já mencionam a possibilidade de evacuação.

Por enquanto, a orientação oficial é de se manter afastado das estruturas de metal, mas muitos fãs ainda estão ao redor de torres de caixa de som no gramado.

A plateia que estava à frente do palco Ônix se recusava a atender aos apelos da produção. Um dos produtores falava ao microfone. “Pessoal, por favor, vocês precisam se afastar. É para o bem de vocês!”

As pessoas, cerca de 500, continuavam na beira do palco apesar dos apelos. Os fãs esperavam pelo show de Silva e se recusavam a deixar suas posições.

O alerta foi dado em Interlagos assim que técnicos identificaram a aproximação de fortes rajadas de vento. Os shows foram interrompidos e as pessoas eram avisadas a se afastar de estruturas metálicas que poderiam desabar.

Até às 14h47 deste sábado, 6, os shows seguiam interrompidos.

Os bombeiros consultados pela reportagem disseram que aguardam orientação dos “gringos” (produção do festival).

Os shows do rapper paulistano Rashid e da banda LANY no Lollapalooza 2019 foram interrompidos por causa da chuva no começo da tarde deste sábado, 6. As duas apresentações tinham acabado de começar, Rashid tinha tocado apenas duas canções.

A produção do evento avisou que, por questões de segurança, os shows teriam uma pausa, por conta de raios próximos ao Palco Budweiser, o principal do festival. “Se afastem das estruturas de metal”, disse o produtor do Lollapalooza para o público.

Rashid era o primeiro rapper brasileiro a cantar nesta edição do Lollapalooza Brasil. BK e Gabriel o Pensador tocam no domingo.

Os shows devem ser retomados ao longo do dia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Jornal do Dia estreia nesta segunda-feira em 129 municípios de Goiás

Programa será exibido de segunda a sexta-feira, das 11h às 11h45, antes do Jornal do Meio Dia, na telinha da TV Serra Dourada.
06/04/2019, 17h33

Estreia nesta segunda-feira (8/4), o Jornal do Dia, seu jornal online agora na TV. O novo programa busca valorizar, com conteúdo diversificado, as riquezas culturais do interior de Goiás. Sob o comando do apresentador Leonardo Freitas, o Jornal do Dia traz o que realmente interessa ao público: informação, prestação de serviço e interatividade, sem perder o humor.

O Jornal do Dia será exibido de segunda a sexta-feira, das 11h às 11h45, antes do Jornal do Meio Dia, na telinha da TV Serra Dourada. Sempre investindo em profissionais e equipamentos, a emissora agora vai valorizar ainda mais o jornalismo no interior do estado. Ao todo, 129 municípios goianos serão alcançados, inclusive Goiânia.

Serão 150 minutos semanais de programação. Sintonize!

Jornal do Dia aposta em inovação

Com sede em Rio Verde, no Sudoeste goiano, o Jornal do Dia será transmitido para 86% da população total do estado. Em outras palavras, são mais de 5 milhões de telespectadores sintonizados na TV que é líder de audiência em Goiás.

Resultado de uma parceria entre o Portal Dia Online, o maior portal de notícias de Goiás, e a Serra Dourada, a TV mais assistida entre os goianos, o Jornal do Dia aposta na inovação, com jornalismo de confiança e credibilidade.

Inove você também em conteúdo e informação!

Cidades que recebem o sinal da TV Serra Dourada

Veja abaixo a lista dos 129 municípios de Goiás que recebem o sinal da TV Serra Dourada e poderão acompanhar a estreia do Jornal do Dia nesta segunda-feira (8/4):

  • Abadia de Goiás
  • Acreúna
  • Aloândia
  • Alto Paraíso de Goiás
  • Amaralina
  • Anápolis
  • Aparecida de Goiânia
  • Aporé
  • Araçu
  • Aragoiânia
  • Aruanã
  • Aurilândia
  • Avelinópolis
  • Bela Vista de Goiás
  • Bom Jardim de Goiás
  • Bom Jesus de Goiás
  • Bonfinópolis
  • Brazabrantes
  • Britânia
  • Buriti Alegre
  • Cachoeira Alta
  • Cachoeira de Goiás
  • Cachoeira Dourada
  • Caçu
  • Caiapônia
  • Caldas Novas
  • Caldazinha
  • Campestre de Goiás
  • Campos Verdes
  • Carmo do Rio Verde
  • Catalão
  • Caturaí
  • Ceres
  • Chapadão do Céu
  • Cocalzinho de Goiás
  • Corumbá de Goiás
  • Cristalina
  • Cristianópolis
  • Crixás
  • Edealina
  • Edéia
  • Faina
  • Fazenda Nova
  • Firminópolis
  • Formosa
  • Goianápolis
  • Goianésia
  • Goiânia
  • Goianira
  • Goiás
  • Goiatuba
  • Gouvelândia
  • Guapó
  • Hidrolândia
  • Iaciara
  • Indiara
  • Inhumas
  • Ipameri
  • Iporá
  • Itaberaí
  • Itaguaru
  • Itapaci
  • Itapirapuã
  • Itapuranga
  • Itarumã
  • Itumbiara
  • Jandaia
  • Jaraguá
  • Jataí
  • Jussara
  • Luziânia
  • Mara Rosa
  • Matrinchã
  • Minaçu
  • Mineiros
  • Montividiu
  • Morrinhos
  • Mundo Novo de Goiás
  • Nazário
  • Nerópolis
  • Niquelândia
  • Nova Crixás
  • Nova Veneza
  • Novo Brasil
  • Novo Gama
  • Novo Planalto
  • Padre Bernardo
  • Palmeiras de Goiás
  • Palmelo
  • Paranaiguara
  • Paraúna
  • Petrolina de Goiás
  • Piracanjuba
  • Piranhas
  • Pirenópolis
  • Pires do Rio
  • Porangatu
  • Portelândia
  • Posse
  • Quirinópolis
  • Rialma
  • Rianápolis
  • Rio Quente
  • Rio Verde
  • Rubiataba
  • Sanclerlândia
  • Santa Bárbara de Goiás
  • Santa Cruz de Goiás
  • Santa Fé de Goiás
  • Santa Helena de Goiás
  • São Luiz dos Montes Belos
  • Santa Rosa de Goiás
  • Santa Terezinha de Goiás
  • Santo Antônio de Goiás
  • São Francisco de Goiás
  • São Miguel do Araguaia
  • São Simão
  • Senador Canedo
  • Serranópolis
  • Silvânia
  • Taquaral
  • Terezópolis de Goiás
  • Trindade
  • Uruaçu
  • Uruana
  • Urutaí
  • Valparaíso de Goiás
  • Vianópolis
  • Vicentinópolis

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.