Saúde

Vacinação contra a gripe começa nesta quarta-feira em todo o país

Nesta primeira fase, serão priorizadas crianças com idade entre 1 e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas.
09/04/2019, 09h18

Começa nesta quarta-feira (10), em todo o país, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Nesta primeira fase, serão priorizadas crianças com idade entre 1 e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). A escolha, de acordo com o Ministério da Saúde, foi feita por causa da maior vulnerabilidade do grupo.

A partir de 22 de abril, todo o público-alvo da campanha poderá receber a dose, incluindo trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

A escolha dos grupos segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A definição, segundo a pasta, também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

A vacina

Em nota, o Ministério da Saúde destacou que, em relação ao ano passado, houve alteração de duas cepas na vacina. Em função da mudança na composição, a pasta considera “imprescindível” que os grupos selecionados, ainda que já tenham sido imunizados anteriormente, recebam a nova dose este ano.

“O Ministério da Saúde não indica a utilização da vacina contra influenza com cepas 2018, pois não tem a mesma composição da vacina de 2019, o que faz com que não seja eficaz para proteção.”

Sintomas e prevenção

A orientação da pasta é que indivíduos que apresentem sintomas de gripe evitem sair de casa durante o período de transmissão da doença (até sete dias após o início dos sintomas), restrinjam o ambiente de trabalho para evitar disseminação, evitem aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados, e adotem hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Para prevenir a doença, o ministério recomenda medidas gerais de proteção, como a constante lavagem das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento, e a adoção da etiqueta respiratória, que consiste em espirrar na parte de dentro dos cotovelos e cobrir a boca ao tossir, visando à redução do risco de infecção pelo vírus.

Outra dica importante é não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas. É importante ficar alerta a sinais e sintomas de gravidade para, nesses casos, buscar imediatamente avaliação em uma unidade de saúde.

Imagens: Revista Atenção 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Goiana é investigada por se passar de vítima da tragédia de Brumadinho

Ana Maria Vieira Santiago, de 57 anos, que foi candidata a deputada no DF, pode ser presa por estelionato; ela já recebeu R$ 65 mil em indenização da Vale.
09/04/2019, 10h35

Ana Maria Vieira Santiago, de 57 anos, nascida em Anápolis, é investigada por estelionato, pela Polícia Civil de Minas Gerais, por fingir ser vítima da tragédia de Brumadinho. A mulher, que já foi candidata a deputada no Distrito Federal, alegou ter uma fazenda na região do Parque da Cachoeira, local atingido pelo rompimento da barragem; ela chegou a receber R$ 65 mil de indenização da Vale.

Segundo informações da PC mineira, Ana Maria declarou que a atividade agropecuária desenvolvida na propriedade era sua única fonte de renda. Ela ainda teria coagido moradores da região para confirmar que ela residia no local. Esses supostos vizinhos devem responder por falsidade ideológica.

Falsa vítima da tragédia de Brumadinho já recebeu R$ 65 mil

As investigações apontaram que a ex-candidata já recebeu R$ 65 mil em indenização da mineradora Vale. Ana Maria já prestou depoimento e deve responder por estelionato; as investigações continuam. O Dia Online tenta contato com Ana Maria.

Já os moradores que confirmaram que a mulher tinha propriedade na área devastada devem responder por falsidade ideológica. Outras seis pessoas são investigadas por estelionato, em Minas Gerais.

Goiana é investigada por se passar de vítima da tragédia de Brumadinho
Foto: Reprodução/Eleições 2014

Nascida em Anápolis, Região Metropolitana de Goiânia, Ana Maria Vieira Santiago se candidatou a deputada distrital em 2014 pelo MDB, mas não foi eleita por falta de votos suficientes. A mulher não tem mais ligação com o partido.

Tragédia em Brumadinho

A barragem de rejeitos da Mina do Córrego do Feijão se rompeu por volta das 12h do dia 25 de janeiro. A lama destruiu o refeitório e o prédio da mineradora, além de pousadas, casas e vegetação. Até o momento, segundo dados da Defesa Civil de Minas Gerais, são 224 mortos identificados e 69 pessoas continuam desaparecidas.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Goiás retornou a Brumadinho, em Minas Gerais, no último dia 30, para auxiliar nas buscas por vítimas. Atualmente, de acordo com informações da corporação, o trabalho de busca dos corpos das vítimas conta com 145 bombeiros que trabalham em 23 frentes, com 83 máquinas pesadas, seis cães e um drone. A solicitação foi feita pelo governo mineiro.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Tecnoshow 2019 abre caminho para startups do agronegócio; conheça projetos

Feira ocorre em Rio Verde até o dia 12 de abril. Acompanhe em ao vivo pelo site e redes sociais do Dia Online.
09/04/2019, 12h05

A Tecnoshow 2019, que teve início na última segunda-feira (8/4), propõe palestras técnicas e econômicas, doações de mudas de árvores nativas, circuito ambiental, exposição de veículos, instituições financeiras, produtos e serviços diversos para o agronegócio e alternativas de renda. Este ano, uma das novidades é um espaço voltado para as startups – empresas nascentes de tecnologia – com foco no agronegócio.

No evento, essas empresas contam com um pavilhão chamado “Fazenda Conectada”, que reúne, inicialmente, seis empresas de tecnologia e startups ligadas ao setor produtivo, também conhecidas como Agtechs. As tecnologias apresentadas vão de softwares para gestão rural até aplicativos que auxiliam na otimização de irrigação e pulverização de defensivos agrícolas.

Startups do agronegócio na Tecnoshow 2019

Veja abaixo os serviços prestados pelas seis inovadoras Agtechs presentes na feira, conforme divulgação da Tecnoshow 2019:

  • Aegro

Empresa desenvolvedora de software de gestão agrícola, apresenta ao produtor, durante a Tecnoshow Comigo 2019, uma nova ferramenta para monitoramento de pragas na lavoura. O sistema permite controlar, de forma precisa e eficaz, os insetos-pragas que estão atacando a plantação e indica quando há possibilidade de danos econômicos ao produtor. O trabalho é feito a partir do smartphone e do computador.

A ferramenta disponibiliza planos de monitoramento diversos (ponto a ponto, pano de batida, etc.) e níveis de controle diferenciados por praga. Com base nas informações obtidas pelo produtor no campo, há a indicação de quando fazer a aplicação de defensivos, por exemplo. O produtor rural também tem possibilidade de comparar os resultados antes e depois de uma aplicação e gerar relatórios por áreas específicas da fazenda. Desta forma, pode saber qual a média de infestação de pragas, qual o nível de controle e a severidade do ataque específicos naquele ponto da lavoura.

  • AirScout Brasil

Empresa traz os benefícios da utilização do monitoramento agrícola por imagens em alta resolução durante a safra, para tomadas de decisões assertivas e antecipadas. A agtech deverá apresentar, juntamente com o Instituto Federal Goiano, a utilização de inteligência artificial para detecção de Nematoides na soja. Por meio de tecnologia própria de monitoramento, que utiliza aeronaves tripuladas, é possível realizar monitoramento de grandes áreas e a utilização de uma câmera termal permite detectar situações de stress de forma antecipada.

  • Siacon

A Siacon Consultoria em Software apresenta uma maquete que simula um pátio automatizado de pesagem de caminhões. A empresa mostra seus softwares de gestão de estoques para armazéns gerais, automação de pátio e pesagens e gestão logística (gestão de cadência e agendamento de carga e descarga). Durante a feira, também será lançado um controle dos dispositivos da automação através de dispositivos móveis para balanças, cancelas e semáforos.

Os softwares apresentam em seu leque de soluções para armazéns gerais agendamento da chegada do caminhão no armazém para carga ou descarga, selecionando uma janela de horário disponível; recepção automática deste caminhão sem necessidade de interação humana; pesagem automática deste caminhão sem necessidade de intervenção humana; classificação do grão (soja/milho ou sorgo); descarga do grão; segunda pesagem automática do caminhão sem necessidade de intervenção humana; consulta do saldo dos clientes do armazém através de dispositivos móveis (tablets e celulares); e controle dos dispositivos da automação através de dispositivo móvel (tablete ou celular).

  • Esteio

É um software de controle zootécnico destinado a fazendas pecuaristas, que auxilia proprietários e principalmente os profissionais ligados a pecuária na gestão do gado leiteiro. A ideia do app é oferecer ao proprietário a gestão do rebanho em todas as frentes, desde o período reprodutivo ao produtivo, passando pelo controle sanitário, despesas e custos e fluxo de caixa, com foco na redução total de prejuízos.

  • AgroAjuda

O aplicativo foi desenvolvido por alunos da Faculdade UNA, em Jataí, durante suas atividades acadêmicas. Trata-se de uma ferramenta, com múltiplas funcionalidades, tendo como base um banco de imagens de pragas, doenças e de ervas daninhas, servindo como referencial para auxiliar o produtor no seu dia a dia. Além disso, por meio do aplicativo é possível pesquisar nomes de produtos químicos, princípios ativos e doses recomendadas para aplicação nas culturas da soja e do milho. O AgroaAjuda é prático e funciona até sem conexão com a internet, o que facilita o trabalho do produtor e do agrônomo no campo a qualquer momento.

  • Siagri

Durante a feira, a Siagri realizará o pré-lançamento do novo software MyFarm, destinado a produtores rurais que desejam informatizar a gestão de sua propriedade. O sistema, que pode ser acessado pela internet ou smartphone do produtor, é prático e possui funções como controle de estoque e financeiro, acompanhamento das atividades agrícolas da fazenda por meio de mapas, gestão de maquinário e resultados da safra, entre outras.

Além do novo software, a Siagri traz para a Tecnoshow o Agrimanager, completo para a gestão da produção de grãos, beneficiamento de sementes e algodão; e sua solução online de receituário agronômico, que já está preparada para integração com outros ERPs (sistemas de gestão empresarial).

Imagens: Tecnoshow Comigo 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Aproximadamente meia tonelada de maconha é apreendida, em Goianápolis

Um homem foi preso e o veículo em que transportava as drogas apreendido.
09/04/2019, 13h56

Uma abordagem policial de rotina feita pelo Batalhão Rodoviário da Polícia Militar do Estado de Goiás (BRPMGO), terminou com a apreensão de aproximadamente meia tonelada de maconha no início da tarde desta terça-feira (9/4), no KM 10 da GO-010, próximo ao município de Goianápolis.

Dia Online conversou com o Tenente Coronel Granja que contou mais detalhes sobre a ocorrência que terminou com a prisão dos entorpecentes. “As equipes estavam trabalhando em um bloqueio policial na região, quando o indivíduo passou pelo policiais, eles deram voz de parada, mas o suspeito não obedeceu e foi feito o acompanhamento do veículo, após a abordagem foram encontrados os entorpecentes no porta-malas do carro e no banco traseiro”, explica o Tenente Coronel.

De acordo com o militar a apreensão do entorpecente ocorreu próximo a GO-415. “Nós estávamos pensando que fossem apenas 200 quilos do entorpecentes, mas durante a contagem ultrapassou esse número e agora vai ser pesada na delegacia da Policia Civil em Senador Canedo, e acreditamos que ultrapasse os 400 quilo”, conta o Tenente Coronel.

Segundo o Tenente Coronel apenas um homem foi preso e o carro usado para o transporte das drogas e os entorpecentes apreendidos. O suspeito e o material apreendido pela polícia, estão sendo encaminhados neste momento para a delegacia de Senador Canedo, onde o rapaz vai ser autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Veja o vídeo do momento que os policiais retiram as drogas do veículo: 

No início do mês passado uma tonelada de maconha vinda do Paraguai foi apreendida em Chapadão do Céu

Na noite do dia 3 de março deste ano, o Comando de Operação de Divisas (COD), apreendeu uma tonelada de  maconha  em Chapadão do Céu, na divisa de Goiás com o Mato Grosso do Sul. Durante a ação três pessoas foram presas responsáveis por fazer o transporte da droga.

A ação ocorreu na BR-060 e os entorpecentes estavam em um veículo do modelo Renault/Duster. O outro carro usado pelos presos na operação era usado como batedor e também foi apreendido pela polícia. Na entrevista os suspeitos afirmaram pegaram as drogas no Paraguai iriam distribuir o entorpecente em Goiás e no Distrito Federal (DF) durante o carnaval.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Barata é encontrada por estudante dentro de prato de macarrão no Restaurante Universitário da UFG, em Goiânia

Outro estudante tirou a foto do macarrão com a barata e divulgou nas redes sociais.
09/04/2019, 14h40

O universitário do curso de engenharia mecânica da Universidade Federal de Goiás (UFG), Alexandre Dias, teve uma surpresa desagradável ao almoçar no Restaurante Universitário (RU) do Campus I da UFG, no Setor Leste Universitário, em Goiânia, ao encontrar uma barata no macarrão que ele ia comer.

Em entrevista a outros portais de notícias, o estudante afirmou que sentou para comer o macarrão e percebeu que o mesmo estava grudento. Em sua declaração, o rapaz afirma que mexeu o alimento e encontrou algo que parecia com uma barata e mostrou para os colegas que disseram realmente ser o inseto e que todos imediatamente afastaram os pratos.

Ao encontrar o inseto na comida, outro universitário tirou uma foto e postou a imagem nas redes sociais e diversos alunos cobraram um posicionamento da UFG após a divulgação da foto nas redes.

Comissão de fiscalização do RU da UFG está ciente do ocorrido e vai notificar a empresa responsável pelo restaurante

Por sua vez, no dia 3 de abril, a secretaria de comunicação da UFG, afirmou que a comissão de fiscalização do RU está ciente do ocorrido e vai apresentar uma denúncia ao gestor do contrato, para notificar a empresa responsável pelo restaurante.

Após encontrar a barata na comida, o estudante fez questão de levar o prato até a nutricionista do restaurante. O universitário conta que a profissional questionou o que poderia ser feito para amenizar o problema e que iria promover uma reunião com os funcionários do RU para falar sobre os cuidados com a higiene e limpeza. Conforme matéria veiculada em outros portais, Alexandre afirmou que desde o ocorrido não comeu mais no restaurante.

Confira a nota

Por meio de nota a UFG afirmou que entrou em contato com empresa Nutrir, que é responsável pelo restaurante, e que está cobrando respostas sobre o ocorrido. A empresa por sua vez alega que todo início de mês é feita a dedetização do ambiente. A Nutrir informou também que os ralos são protegidos e que não houve a detecção de insetos em observação. Por fim a comissão de fiscalização do Restaurante Universitário afirmou estar ciente e vai apresentar denúncia contra o gestor do contrato, que vai notificar a empresa.

Via: G1 
Imagens: Facebook 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.