Saúde

Doadores de sangue podem ser isentos de multas de trânsito em Goiânia 

Objetivo da proposta é incentivar a doação de sangue na capital.
10/04/2019, 08h35

Foi apresentado, na manhã desta terça-feira (9/4), na Câmara Municipal de Goiânia, um projeto de lei que propõe isenção de multas de trânsito, aplicadas pelo município, para doadores de sangue na capital. O objetivo, de acordo com a proposta, é aumentar o número de pessoas interessadas em doar sangue às unidades de saúde de Goiânia.

Para o vereador Carlin Café (PPS), autor do projeto, atualmente “a falta de sangue nos hemocentros e hospitais é um problema grave de saúde pública, já que muitas cirurgias deixam de ser realizadas por falta de estoques de sangue”. Com a aprovação da lei de isenção de multas, segundo o parlamentar, o número de doadores voluntários em Goiânia deve aumentar.

Como doadores de sangue podem conseguir isenção em multas de trânsito

Conforme o projeto, para que o doador consiga a isenção das multas de trânsito, que forem aplicadas por agentes municipais, serão exigidas duas doações anuais para os homens e uma para as mulheres, no período de 12 meses antecedentes à data em que for pleiteado o benefício da isenção, que valerá para uma multa leve ou média. No caso de multa grave, deve-se comprovar três doações no caso de homens e duas no caso de mulheres.

Para ser isento, a proposta ressalta que é necessário comprovar a doação de sangue por meio da emissão de certificado com nome completo, CPF e identidade, com data e carimbo do órgão que fez a coleta. O documento deve estar devidamente assinado pelo responsável técnico e anexo o histórico das doações recebidas.

O projeto segue em tramitação na Câmara Municipal de Goiânia.

Onde doar sangue em Goiânia

Listamos algumas unidades que recebem doações de sangue voluntárias, em Goiânia. Confira e faça sua parte!

Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste (HUGOL)

  • Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h30 e sábado, das 7h às 12h
  • Endereço: Avenida Anhanguera, 14.527, Setor Santos Dumont

Hemocentro

  • Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h
  • Endereço: Avenida Anhanguera, 5195, Setor Coimbra

Instituto Goiano de Oncologia e Hematologia (INGOH)

  • Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h às 18:30 e aos sábados das 8h às 12h
  • Endereço: Rua 87, 598, Setor Sul

 Associação de Combate ao Câncer (ACCG)

  • Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h
  • Endereço: R. 239, 206, Setor Leste Universitário

Hospital das Clínicas

  • Horário: Atendimento 24 horas
  • Endereço: 1ª Avenida, S/N, Setor Leste Universitário

Instituto de Hemoterapia de Goiânia (IHG)

  • Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h
  • Endereço: Rua 7, 158, Setor Aeroporto
Imagens: Governo do Brasil 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Prefeito de Pilar de Goiás tem bens bloqueados por superfaturamento de contrato

Para o MP-GO, tanto o prefeito quanto um ex-secretário de Pilar de Goiás, que foram acionados, cometeram improbidade.

Por Ton Paulo
10/04/2019, 08h36

Em decisão liminar recentemente proferida, o prefeito de Pilar de Goiás, Sávio de Sousa Soares Batista (MDB), assim como o ex-secretário de Gestão do município, Márcio Antônio Gomes do Carmo, tiveram os bens bloqueados em mais R$ 117 mil reais. O motivo seria o superfaturamento do contrato de limpeza e conservação urbana.

De acordo com o promotor do Ministério Público de Goiás (MP-GO), Francisco Milanez, autor da ação, foi solicitada ao Controle Interno do município e ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) a documentação referente à contratação da empresa Quebec Construções e Tecnologia Ambiental S/A, com a qual teria ocorrido o superfaturamento. De acordo com o TCM, o contrato foi irregular, uma vez que ocorreu com dispensa de licitação para a execução de serviços de limpeza e conservação urbana, com valor global de R$ 386.635,86.

Além da dispensa de licitação no contrato, que conteve prorrogação ilegal, também foi constatado o pagamento em valor superior ao cabível para a negociação, evidenciando superfaturamento do serviço e falta de documentos que justificassem o preço contratado. O TCM aponta ainda que o valor apurado pelo município para celebrar o contrato não tinha suporte técnico que o justificasse. Neste ponto, foram verificadas a falta de documentos técnicos do projeto básico, termo de referência sem metodologia para qualificar os serviços de coleta de resíduos domiciliares, deficiências no memorial de cálculo, ausência de tabela de quilometragem, entre outros.

Gestores de Pilar de Goiás cometeram ato de improbidade, diz MP-GO

Ao analisar o pacto, o TCM concluiu que já tinham sido pagos R$ 383.635,36, ultrapassando o valor que deveria ser R$ 222.881,34, ou seja, R$ 160.754,52 a mais. Em razão de todas as ilegalidades, o órgão recomendou ao município que não fizesse mais pagamentos após a data de término do contrato, em julho de 2013.

No julgamento, foram mantidas as irregularidades identificadas, sendo, no entanto reduzido o débito, em função da juntada de novos documentos, ficando o superfaturamento devido equivalente a R$ 117.020,17 – valor bloqueado pela liminar.

Para o MP-GO, os dois acionados cometeram a improbidade. Sávio, porque detinha posição de mando e controle em relação aos atos praticados por seus secretários, enquanto Márcio era responsável direto pela contratação da empresa, assinando todos os atos de contratação e concordando com as informações contábeis emitidas para o contrato e pagamentos efetuados, com sua assinatura e identificação nos documentos.

A reportagem do Dia Online segue tentando contato com o prefeito de Pilar de Goiás.

Via: MP-GO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Saúde

Confira o calendário de vacinação contra gripe em Goiás; campanha começa hoje 

Campanha, que começa nesta quarta-feira (10/4), segue até 31 de maio.
10/04/2019, 09h46

Se inicia nesta quarta-feira (10/4), em todo o país, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Nesta primeira fase, serão priorizadas crianças com idade entre 1 e 6 anos (neste ano, a faixa-etária do público infantil foi ampliada, de até 5 anos para até menores de 6 anos), grávidas em qualquer período gestacional e puérperas – mulheres até 45 dias após o parto. O próximo grupo prioritário a ser vacinado em Goiás será o dos profissionais da saúde, seguido pelos idosos, conforme o calendário de vacinação da campanha (confira abaixo).

Em Goiás, 1.830.408 pessoas devem ser imunizadas. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO), a intenção é que pelo menos 1.647.408 dessas pessoas procurem um dos 907 postos de vacinação fixos instalados em todo o estado. Na capital, as vacinas estarão disponíveis em 56 postos de vacinação. O objetivo é imunizar no mínimo 90% (404.610 pessoas) do público-alvo até o encerramento da campanha, em 31 de maio.

Calendário de vacinação contra a gripe em Goiás

O cronograma de vacinação contra a grupe foi divulgado pelo Ministério da Saúde, de acordo com maior vulnerabilidade do grupo. Confira abaixo:

  • Grupo 1: 10 a 18 de abril – gestantes, puérperas e crianças de 6 meses até 5 anos
  • Grupo 2: 22 a 26 de abril – trabalhadores da saúde
  • Grupo 3: 29 de abril a 3 de maio – pessoas com 60 anos ou mais
  • Grupo 4: Dia D, 4 de maio – todos os grupos prioritários
  • Grupo 5: 6 a 10 de Maio – portadores de doenças crônicas ou comorbidades
  • Grupo 6: 13 a 17 de maio – professores
  • Grupo 7: 20 a 31 de Maio – todos os grupos prioritários, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional

Vacina contra a gripe

Segundo informações da pasta, a vacina contra gripe é segura e é a intervenção mais importante para evitar casos graves e mortes pela doença. A vacina trivalente protege contra três cepas do vírus influenza. A imunização contra gripe não consta no Calendário Nacional de Saúde. Trata-se de uma vacina de campanha, ou seja, ocorre somente em um período específico.

Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a gripe após a vacinação, o ideal é realizar a imunização antes do início do inverno, que começa em junho. O período de maior circulação da gripe vai do final de maio até agosto.

Imagens: Veja 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Prazo para pedir isenção de taxa de inscrição do Enem termina nesta quarta-feira

Vale lembrar que a obtenção da isenção da taxa não significa a inscrição automática no exame.
10/04/2019, 11h11

O prazo para pedir isenção de taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 termina às 23h59 (horário de Brasília) desta quarta-feira, 10. O valor da taxa deste ano é de R$ 85.

Podem solicitar a isenção da taxa os estudantes que estão cursando o último ano do ensino médio em 2019 em escolas da rede pública, os que cursaram todo o ensino médio em escolas da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, com renda, por pessoa, igual ou menor a um salário mínimo e meio (R$ 1.497).

São também isentos os participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, ou seja, membros de família de baixa renda com Número de Identificação Social (NIS), único e válido, renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 499) ou renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 2.994).

Vale lembrar que a obtenção da isenção da taxa não significa a inscrição automática no exame. As inscrições para o Enem deverão ser feitas de 6 a 17 de maio. Os candidatos que precisarem pagar a taxa deverão quitar o boleto entre os dias 6 e 23 de maio.

O resultado da solicitação de isenção da taxa de inscrição e da justificativa de ausência será publicado no dia 17 de abril. Os candidatos poderão apresentar recursos entre os dias 22 e 26 e o resultado final será publicado no dia 2 de maio.

O prazo para justificar a ausência na edição anterior também termina nesta quarta-feira e deve ser feito na Página do Participante do Enem. (https://enem.inep.gov.br/participante/#!/inicial)

Imagens: Diário de Araxá 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Polícia apreende 30 veículos de luxo em operação contra esquema criminoso, em Goiás

Foram cumpridos também, até o momento, 13 mandados de prisão e 25 mandados de busca e apreensão em diversos endereços.

Por Ton Paulo
10/04/2019, 11h49

A Polícia Civil (PC), através da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores, a Derfrva, deflagrou na última terça-feira (9/4) em Goiás uma operação para desarticular uma organização criminosa responsável pela receptação de veículos roubados e furtados, adulteração de sinais identificadores de veículos automotores e financiamento e custeio para o tráfico de drogas. De acordo com a polícia, foi apreendido um total de 30 carros de luxo.

De acordo com a PC, durante as investigações da operação que foi batizada de Sétimo Selo, apurou-se um esquema sofisticado de lavagem de dinheiro, com a utilização de empresas e as chamadas “laranjas”. Ainda conforme a PC, alguns veículos do grupo eram repassados a outros grupos criminosos, principalmente ligados ao tráfico de drogas.

Foram cumpridos, até o momento, 13 mandados de prisão e 25 mandados de busca e apreensão em diversos endereços. No cumprimento das buscas foram apreendidos 30 veículos de luxo, dentre os quais foram identificados duas caminhonetas adulteradas. Também foram apreendidos 10 câmbios de veículos, sendo que oito são de automóveis roubado ou furtados; três motores de caminhões, dois deles adulterados e um pertencente a um veículo roubado, além de dois blocos de motores adulterados.

Na operação que apreendeu carros de luxo também fora bloqueados R$ 18 milhões

Além da apreensão dos carros de luxo e das prisões cumpridas, no transcurso das investigações, de acordo com a PC, foi autorizado o sequestro judicial de nove imóveis e o bloqueio bancário no valor de aproximadamente R$ 18 milhões de reais dos envolvidos.

A operação será apresentada oficialmente na tarde de hoje (10/4) na Derfrva, pelo delegado Gustavo Rigo, titular da delegacia. Conforme informações da assessoria da Polícia Civil, o secretário de segurança Pública Rodney Mirando e o delegado geral da PCGO Odair José Soares também estarão presentes na coletiva.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.