Goiás

Por decisão do STJ, João de Deus não volta à prisão e continua em hospital de Goiânia

Decisão do ministro Nefi Cordeiro foi mantida sob justificativa de que todo preso tem direito fundamental à saúde.
12/04/2019, 09h57

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), mantendo a decisão do ministro Nefi Cordeiro, permitiu que João de Deus continue internado no Instituto de Neurologia de Goiânia. O Ministério Público Federal (MPF) havia pedido para que o médium retornasse à prisão alegando “ser necessária a prisão cautelar do paciente, pois os requisitos da prisão preventiva foram fundamentados de maneira robusta”. O pedido foi negado pela Sexta Turma do STJ.

Na decisão, o ministro Nefi Cordeiro justificou que todo preso tem direito à dignidade e à saúde. “Aqui, a excepcionalidade é representada pelo direito fundamental à saúde (artigo 196 da Constituição Federal) e, consectariamente, à vida (artigo 5º da CF). Desse modo, não vislumbro motivo para conclusão diversa”, afirmou. A decisão foi proferida no mês passado, mas confirmada pelo STJ nesta quinta-feira (11/4).

De acordo com os advogados de defesa, João de Deus foi diagnosticado com uma “aneurisma da aorta abdominal com dissecção e alto risco de ruptura”, além de sofrer com problemas de pressão arterial.

Caso João de Deus

João Teixeira de Faria, de 76 anos, conhecido como João de Deus, está preso desde o dia 16 de dezembro, quando se entregou à polícia em Abadiânia, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana de Goiânia. Ele, já teve habeas corpus negado pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) e pelo STJ. Um pedido feito pela defesa para que o médium tenha direito à prisão domiciliar também foi negado.

Ele é acusado de abusos sexuais que teriam ocorrido na Casa Dom Inácio de Loyola, onde realizava milhares de atendimentos espirituais. Segundo dados do Ministério Público, foram recebidas denúncias de mulheres de Goiás, Ceará, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Pará, Santa Catarina, Piauí e Maranhão.

Além das brasileiras, mulheres da Alemanha, Austrália, Bélgica, Bolívia, Estados Unidos e Suíça também relataram casos de abusos. O médium João de Deus nega todas as acusações.

Via: STJ 
Imagens: AmazonasAtual 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Duas pessoas morrem em desabamento de dois prédios no Rio; há desaparecidos

Área da tragédia está isolada pois outros prédios do entorno estariam em risco iminente de desmoronamento.
12/04/2019, 10h37

Pelo menos duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas após o desabamento nesta sexta-feira, 12, de dois edifícios residenciais na comunidade da Muzema, na zona oeste do Rio de Janeiro. Segundo a Prefeitura do Rio, as construções eram irregulares e tiveram as obras interditadas em novembro de 2018. Há a suspeita de que os edifícios tenham sido construídos e vendidos por milícias que atuam na cidade, mas esta informação não foi confirmada.

O Corpo de Bombeiros confirmou a morte de duas pessoas, o resgate de três feridos e trabalha nos escombros com uma lista de 17 nomes de pessoas que estariam desaparecidas. Eles isolaram a área da tragédia porque outros prédios do entorno estariam em risco iminente de desmoronamento.

Os bombeiros chegaram ao local às 7h20 e iniciaram os trabalhos de resgate. A corporação informou que foi acionada por volta das 6h40 para uma ocorrência de desabamento na Estrada de Jacarepaguá, no bairro de Itanhangá.

A prefeitura do Rio, que espera divulgar nas próximas horas um balanço inicial sobre vítimas e danos materiais, comunicou que cerca de 60 edifícios da região foram construídos de maneira “irregular” em zonas de “alto risco de desmoronamento”.

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, a Estrada de Jacarepaguá está interditada no momento. A comunidade da Muzema foi uma das áreas atingidas pelo temporal que caiu no Rio no início desta semana. Na segunda-feira, 8, a chuva que caiu na cidade provocou a morte de dez pessoas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Após troca de tiros em Goiânia, suspeito de roubos morre e PM fica ferido

O policial foi encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde já passou por cirurgia.

Por Ton Paulo
12/04/2019, 11h23

Um suspeito de pelo menos três roubos morreu e um policial militar ficou ferido após o primeiro ignorar ordem de prisão e os dois protagonizarem uma troca de tiros, na madrugada de hoje (12/4) no Setor Jardim Curitiba III, em Goiânia.

Conforme informações da Polícia Militar (PM), a ocorrência teve início depois que militares do 13º BPM foram informados de que um indivíduo estava portando uma arma de fogo e praticando uma série de roubos na Região Noroeste de Goiânia. O suspeito estaria, ainda, usando um veículo GM Corsa de cor branca para fugir após cometer os crimes.

Em posse das características do infrator e do veículo, os militares intensificaram as buscas e conseguiram encontrar o assaltante trafegando nas proximidades do Setor Jardim Curitiba III. Ao confirmarem que se tratava realmente do suspeito, os policiais deram sinal de parada ao suspeito, entretanto, ele desobedeceu a ordem policial e começou a efetuar disparos de arma de fogo contra as equipes.

Ainda segundo a PM, após alguns instantes de acompanhamento e cerco policial, já com apoio de equipes da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas, a Rotam, o criminoso acabou batendo o carro em que estava e começou a fugir a pé, ainda efetuando disparos de arma de fogo contra os militares.

Com troca de tiros em Goiânia, PM ficou ferido e suspeito de roubos veio a óbito

Conforme o relato da PM, os policiais revidaram aos tiros disparados pelo suspeito, mas um dos policiais, o soldado Maurício Estevam Machado, acabou sendo atingido na região do abdômen. Ele foi encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde já passou por cirurgia. Já o assaltante que, segundo a PM, não atendeu a nenhuma ordem policial e durante o confronto, foi atingido e encaminhado ao Hospital por equipes médicas, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Com o agressor foram encontradas duas armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 e um no calibre 32, alianças roubadas, dinheiro e cartões de crédito subtraídos das vítimas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Rompimento de adutora deixa bairros de Aparecida de Goiânia sem água

Segundo Saneago, normalização do sistema será gradual e a deve ocorrer ao longo do sábado (13/4).
12/04/2019, 11h44

O rompimento de uma adutora no setor Cidade Livre, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital, deixou ao menos 14 bairros próximos sem água nesta sexta-feira (12/4). O incidente ocorreu durante a madrugada.

De acordo com a Saneago, equipes já estão no local fazendo os devidos reparos. O serviço deve ser concluído na tarde de hoje e o registro será reaberto para normalizar o abastecimento de água na região. Ainda de acordo com a empresa, a normalização do sistema será gradual e a deve ocorrer ao longo do sábado (13/4).

Bairros sem água em Aparecida de Goiânia

Veja abaixo a lista de bairros afetados:

  • Cidade Livre
  • Residencial Vilage
  • Garavelo
  • Setor Serra Dourada I
  • Setor Serra Dourada II
  • Setor Serra Dourada III
  • Jardim Monte Cristo
  • Setor Andrade Reis
  • Parque Itatiaia
  • Jardim Ipiranga
  • Jardim Cristalino
  • Chácara Santa Luzia
  • Residencial Vilage
  • Garavelo II
  • Jardim dos Girassóis
  • Jardim Esplanada
  • Parque Atalaia
  • Solar Central Park

A Saneago solicita a compreensão dos moradores e orienta o consumo moderado das reservas domiciliares. Com a volta do abastecimento, caso ocorra alterações na coloração da água, os clientes podem entrar em contato com a companhia pelo número 0800 645 0115.

Dicas para não ficar sem água: diminua o tempo debaixo do chuveiro. E não esqueça de fechar a torneira ao se ensaboar. Uma ducha rápida em vez de um banho pode economizar até 150 litros; mantenha um balde no chuveiro para armazenar a água que corre até que atinja a temperatura adequada. Use essa água para lavar o banheiro, na descarga ou para regar as plantas.

Rompimento de adutora provoca acidentes

Segundo relatos dos moradores do setor Cidade Livre, como o rompimento da adutora ocorreu durante a noite, veículos que passaram pelo local se envolveram em acidentes. O buraco tomou conta de parte da rua, que estava escura e se, sinalização.

Em nota, a Secretaria de Infraestrura de Aparecida de Goiânia informou que “encaminhará, no início da próxima semana, uma equipe de tapa-buraco no local para implementar a capa asfáltica”.

Via: Saneago 
Imagens: Massa News 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Motorista de app morre após ser baleado pelas costas em briga de trânsito em Brasília

O suspeito fugiu do local e está foragido.

Por Ton Paulo
12/04/2019, 12h32

Uma briga de trânsito em Brasília resultou na morte de um jovem de 22 anos, após ele levar quatro tiros pelas costas na noite da última quinta-feira (11/4), em Itapoã. O jovem era motorista de app e teria batido na lateral do carro do suspeito do crime, que dirigia o carro da irmã e fugiu do local.

Conforme um jornal local, Felype Anderson de Sousa era motorista de aplicativo, mas não se sabe se ele estava a trabalho quando o crime ocorreu. Ele teria batido na traseira do veículo do suspeito, identificado pela polícia como Alessandro Guerra Barros, de 27 anos, por volta das 21h de ontem. Após uma discussão entre os dois, em que os dois, exaltados, chegaram a trocar empurrões, Felype deu as costas para ir embora. Alessandro, então, sacou a arma e disparou pelo menos quatro vezes contra o rapaz.

Ainda a um veículo local, a sobrinha do suspeito, uma adolescente de 16 anos, estava no carro dele no momento do crime e deu sua versão à polícia. Ela contou que Felype estava fazendo baliza para estacionar na via. Alessandro, segundo ela, tentou passar e acabou atingindo a lateral do carro. Ele parou um pouco mais a frente para ver se tinha danificado a lataria, quando Felype teria, conforme ela, aparecido muito alterado.

Ela confirmou que, após o bate-boca, no momento em que Felype se virou para ir embora, Alessandro efetuou os disparos na direção da vítima, que caiu no chão. Felype chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o Hospital Regional do Paranoá, mas morreu antes mesmo de receber atendimento médico.

Suspeito de ter matado motorista de app pelas costas em briga de trânsito em Brasília está foragido

Todo o evento aconteceu na Avenida Comercial, altura da entrequadra 45/456, por volta das 21h, em Itapoã, região de Brasília. Segundo a polícia, o suspeito dirigia o veículo da irmã e fugiu do local. Ele teria ido para casa, devolvido o carro e escapado de bicicleta.

Na casa da sogra do suspeito, os militares apreenderam uma pistola cabrile .380, com munição, que teria sido usada no crime, segundo a corporação informou a um jornal local.

Na noite de ontem, a PM informou que faria diligências para prender o suspeito. No entanto, o homem continua. O suspeito é casado e tem uma filha de um ano. No momento do crime, ele estava na companhia apenas da sobrinha. Ele teria dito a familiares que não vai se entregar.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.