Goiás

Internauta que ameaçou fazer chacina em Faculdade de Goiânia é alvo de investigação policial

Ameaça de chacina por universitário foi publicada em uma página fake administrada por ele seis dias após o atentado de Suzano.
15/04/2019, 17h16

Após o atentado da escola de Suzano, em São Paulo, a vigilância nas redes sociais por parte da polícia cresceu, em Goiás houve caso em que alunos de instituição de ensino foram detidos após postar fotos nas redes ameaçando repetir a ação dos atiradores da cidade paulista. Nesta segunda-feira (15/4) a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), com a coordenação da delegada Sabrina Leles cumpriu o mandado de busca e apreensão contra um internauta que ameaçou fazer uma chacina em uma Faculdade de Goiânia.

Conforme as informações divulgadas pela polícia, o estudante identificado apenas pelas iniciais H.V.G, de 31 anos, é aluno da instituição há quatro anos. Segundo as investigações da polícia no dia 19 de Março deste ano, o universitário publicou em uma página no Facebookque se ele tivesse a oportunidade faria os mesmo que os atiradores da Escola de Suzano, em São Paulo e Columbine nos Estados Unidos, com apologia aos atentados que terminaram com dezenas de alunos mortos.

Internauta que ameaçou fazer chacina em Faculdade de Goiânia é alvo de investigação policial
FOTO: Reprodução

Segundo as investigações da polícia, a publicação do universitário ao lembrar dos dois atentados e que ela faria o mesmo se tivesse a chance, foi feita em um perfil fake, ou seja, uma página falsa da rede social de nome Rafa Viana, seis dias depois do atentado de Suzano e 20 anos após a chacina de Colombine.

Denúncia anônima levou polícia a internauta que ameaçou fazer chacina em Faculdade de Goiânia

A delegada Sabrina Leles responsável pela operação que terminou com a prisão do universitário afirmou que recebeu uma denúncia anônima sobre a publicação que fazia apologia as duas chacinas. Conforme as informações levantadas pela polícia e repassadas pelo denunciante, que não quis se identificar, afirmou que o universitário H.V.G tem um comportamento estranho e com possibilidade de praticar o atentado segundo publicado pelas redes sociais.

A polícia afirmou que ao cumprir o mandado de busca e apreensão na casa do estudante, H.G.V confessou que publicou a ameaças em seu perfil da rede social. A polícia encontrou na casa do universitário uma grande quantidade de remédios controlados, os tradicionais “tarja preta”, e que mostra que ele precisa de um acompanhamento psiquiátrico.

Após cumprir o mandado, a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) afirmou que vai avisar a Faculdade a identidade do estudante para que ele possa ser acompanhado, em razão da possibilidade dele fazer novas ameaças como a publicada anteriormente nas redes sociais.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Professor Tatão é indicado para uma vaga no Conselho Estadual de Educação

Professor Tatão foi indicado no último dia 3 de abril, mediante ofício enviado pelo governador do Estado, Ronaldo Caiado (DEM).
15/04/2019, 17h20

O Reitor da Universidade de Rio Verde (UniRV), Dr. Sebastião Lázaro Pereira, mais conhecido como Professor Tatão foi indicado pelo governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), no dia 3 de abril para integrar como membro titular o Conselho Estadual de Educação, como representante das Fundações Municipais de Educação Superior por quatro anos.

A indicação do professor Tatão foi feita através de um ofício que Caiado enviou ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) o deputado estadual Lissauer Vieira (PSB).

Professor Tatão vai passar por sabatina nesta terça-feira (16/4) na Alego

Nesta terça-feira, 16, às 14 horas, o Reitor passará por uma sabatina na Alego com os deputados da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e terá a oportunidade de falar sobre seu trabalho à frente da UniRV e a contribuição para o ensino superior em todo o Estado.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Dia Gourmet

Jantar romântico em Goiânia: 10 lugares para levar seu amor

Para fugir um pouquinho da rotina, nada melhor que levar a pessoa amada para um bom jantar romântico em Goiânia!
15/04/2019, 17h29

Seja para casais de longa ou curta data, é sempre importante dar uma fugidinha da rotina e fazer algo diferente de vez em quando. Nada melhor que levar a pessoa amada até um lugar que ela tanto gosta, ou inovar na surpresa e fazer algo completamente fora do esperado. Entre as opções mais clássicas e criativas, você pode organizar uma ida até um restaurante, garantindo um jantar romântico em Goiânia e apimentando um pouquinho mais a relação.

A capital conta com diversos espacinhos encantadores, que inspiram esse climinha mais intimista e representam um ótimo destino para ir a dois. Com ambientes sofisticados e discretos, ainda apresentam boa variedade gastronômica inspirada nos melhores restaurantes do mundo.

Há sempre uma opção para cada gosto, desde aqueles que preferem uma boa comida italiana, até aqueles que preferem desfrutar de bons pratos portugueses, por exemplo. Ah, e vale lembrar que boa parte desses restaurantes ainda contam com cartas de vinhos excelentes, tudo para deixar a experiência ainda mais agradável! Confira!

Melhores lugares para um jantar romântico em Goiânia:

1 – Zen Adega e Restaurante

Jantar romântico em Goiânia
Foto: Reprodução

Se você pretende ter uma noite perfeita, nada melhor que convidar aquela pessoa especial para um jantar romântico em Goiânia. O Zen Adega e Restaurante é um dos melhores espacinhos da capital, com um climinha bem intimista e decoração encantadora, perfeito para ir a dois.

Por ali é possível encontrar um cardápio sofisticado, acompanhado de uma seleta carta de vinhos, ambiente rústico à luz de velas e um atendimento de excelência e bastante discreto. Vale muito a pena conhecer! Para conferir o cardápio, basta clicar aqui.

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 18h às 2h

Telefone: (62) 3204-2440

Endereço: Rua J-72, Quadra 124, Rua L-12, 13 – St. Jao, Goiânia – GO, 74674-390

2 – Cantina San Marco

Jantar romântico em Goiânia
Foto: Reprodução

E para quem procura por um lugarzinho bem romântico em Goiânia, esta também é uma das melhores opções! Com um ambiente inspirado nos clássicos italianos, é possível encontrar diversos quadros e antiguidades, formando uma decoração belíssima e acolhedora.

O cardápio também é italiano, focado sempre nas melhores massas. Os pratos são preparados com ingredientes da mais alta qualidade, garantindo sabores únicos. Também é possível contar com uma carta de vinhos para acompanhar. Muitas mesinhas contam com lugares para apenas duas pessoas, deixando o clima mais intimista e agradável.

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 19h às 00h / domingo, das 12h às 16h

Telefone: (62) 3281-0794

Endereço: Rua 9, 1824 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-130

3 – L`Etoile D`Argent Restaurante

Jantar romântico em Goiânia
Foto: Reprodução

O L`Etoile D`Argent é um dos restaurantes mais românticos e sofisticados da cidade, atuando sob o comando de chefs que possuem mais de 16 anos de experiência em bistrôs na Europa. O lugar é perfeito para descobrir a essência da arte de viver à francesa, desfrutando de ares parisienses.

O principal objetivo da casa é oferecer produtos frescos, vindos dos melhores lugares de Paris. Assim, o ambiente é perfeito para quem aprecia uma cozinha autêntica e refinada, com menu rico, variado e ainda com alguns cardápios desenvolvidos especialmente para eventos.

Como se não bastassem a música ambiente é sempre de qualidade, com artistas clássicos de todas as partes do mundo. Para conferir o menu, clique aqui.

Horário de atendimento: terça a quinta, das 12h às 14h30 e das 19h30 às 23h30 / sexta e sábado, das 12h às 15h e das 19h30 às 00h30 / domingo, das 12h às 16h

Telefone: (62) 3996-2626

Endereço: R. 1136, 446 – St. Marista, Goiânia – GO, 74180-150

4 – Restaurante Bartolomeu

Jantar romântico em Goiânia
Foto: Reprodução

Para quem pretende garantir um jantar romântico em Goiânia, o Restaurante Bartolomeu também é uma boa aposta! Funcionando com serviço de self-service, a especialidade da casa fica por conta de suas carnes, que podem ser encontradas em boa variedade e assadas no forno a lenha, sem contar o vasto buffet gastronômico encontrado por ali.

O ambiente é bastante sofisticado e acolhedor, ideal para ir a dois e aproveitar do climinha intimista. Vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 18h às 00h / sábado e domingo, das 11h às 00h

Telefone: (62) 3215-4500

Endereço: R. 22, 69 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74971-230

5 – Viela Gastronômica

Jantar romântico em Goiânia
Foto: Reprodução

Aqui é possível viver um pouquinho da Toscana no coração de Goiânia, em uma experiência única, em restaurante italiano com pratos autorais, feitos a partir de ingredientes frescos e selecionados, assim como manda a tradição.

Diversos ambientes encantadores se encontram por ali, perfeitos para quem pretende ter uma noite de clima mais romântico em Goiânia. Os detalhes são de um charme enorme, desde a mobília até a escolha das louças e de cada item da decoração de estilo rústico.

Como se não bastasse, na área externa é possível encontrar um lindo jardim iluminado, com hortinha e pomar. É tudo muito lindo!

Horário de atendimento: segunda e terça, das 11h30 às 15h / quarta a sábado, das 11h30 às 15h e das 19h30 às 00h

Telefone: (62) 98442-0469

Endereço: R. 136-D, 91 – St. Sul, Goiânia – GO, 74093-290

6 – Meze Restaurante

Jantar romântico em Goiânia
Foto: Reprodução

Inspirado nos melhores restaurantes do mundo, o Meze conta com um menu sazonal, onde a equipe baseia a culinária em intensas pesquisas sobre os ingredientes do cerrado, apresentando uma cozinha contemporânea e bastante criativa, com aquele belo toque regional.

O ambienta da casa é bastante refinado e conta com um clima bem acolhedor, perfeito para um programinha a dois. Vale muito a pena!

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 19h30 às 00h

Telefone: (62) 3639-8665

Endereço:

 R. 1134, nº73 – Marista, Goiânia – GO, 74180-130

7 – Porto Cave

Jantar romântico em Goiânia
Foto: Reprodução

O Porto Cave também oferece um climinha perfeito para quem pretende ter um jantar romântico em Goiânia, com um ambiente bastante sofisticado e com o melhor da culinária portuguesa. Além disso, ainda é possível encontrar uma excelente carta de vinhos, com rótulos não apenas de Portugal mas também de várias partes do mundo.

Horário de atendimento: terça a sexta, das 11h30 às 15h e das 18h30 às 23h / sábado, das 11h30 às 15h e das 19h30 às 23h / domingo, das 11h30 às 15h

Telefone: (62) 3278-2670

Endereço: R. 28, 210 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-090

8 – Grá Bistrô e Rooftop

Jantar romântico em Goiânia
Foto: Reprodução

Inspirado nos bistrôs franceses, o restaurante conta com ares bastante inovadores e provocantes, encontrado no maior edifício brasileiro, o Órion – Business & Health Complex, localizado no Setor Marista.

Com vistas incríveis e um ambiente requintado, é ideal para um jantar romântico em Goiânia, proporcionando um climinha bem intimista para um encontro a dois. No cardápio, diversas delícias da gastronomia francesa, preparadas sempre com todo o carinho e cuidado. Para conferir o menu, clique aqui.

Horário de atendimento: terça a quinta, das 19h30 às 00h / sexta e sábado, das 12h às 16h e das 19h30 às 00h30 / domingo, das 12h às 16h

Telefone: (62) 3181-0322

Endereço: Avenida Portugal Número 1148 40º Andar, Órion Complex – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-030

9 – Moony Restaurante

Jantar romântico em Goiânia
Foto: Reprodução

Representando muito mais do que um simples restaurante, o Moony trabalha com os melhores pratos da cozinha contemporânea e da coquetelaria clássica, oferecendo ainda um ambiente ideal para um programa a dois, principalmente se o casal prefere algo mais descolado.

Isso porque a estrutura foi construída ao estilo de antigos galpões, em uma clara referência aos gastropubs norte-americanos. É a oportunidade perfeita para manter aquela conversa a dois em um ótimo nível, aproveitando ainda boas comidas e bebidas em um delicioso jantar.

Horário de funcionamento: segunda, das 11h30 às 15h / terça a quinta, das 11h30 às 15h e das 19h às 23h / sexta, das 11h30 às 15h e das 19h à 1h / sábado, das 12h às 16h30 e das 19h à 1h / domingo, das 12h às 16h30 e das 19h às 23h

Telefone: (62) 3624-9329

Endereço: Alameda Ricardo Paranhos, 928 – St. Marista, Goiânia – GO, 74180-050

10 – Íz Restaurante

Jantar romântico em Goiânia: lugares para levar seu amor
Foto: Reprodução

Em um ambiente aconchegante e cercado por muita arte, é possível contar com um ar requintado e decoração de excelente bom gosto, o que por si só já oferece uma experiência sem igual.

No cardápio da casa é possível contar com gastronomia fina inspirada em pratos franceses, italianos e que ainda recebem aquele bom toque brasileiro. Para acompanhar, pedir um bom vinho também pode ser a escolha certa! Um dos melhores lugares para levar seu amor para um jantar em Goiânia!

Horário de funcionamento: terça a quinta, das 11h30 às 15h e das 19h30 às 23h30 / sexta, das 11h30 às 15h e das 19h30 às 00h30 / sábado, das 12h às 16h e das 19h30 às 00h30 / domingo, das 12h às 16h

Telefone: (62) 3092-5177

Endereço: R. 1129, 146 – St. Marista, Goiânia – GO, 74175-140

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

"Me mandavam calar a boca", conta professora presa no IFG ao filmar ação policial

"Me algemaram na frente dos meus alunos, na escola que dou aulas”, conta a professora em entrevista exclusiva ao Dia Online.
15/04/2019, 18h28

Em entrevista exclusiva, a professora presa do Instituto Federal de Goiás (IFG) Camila Marques, de 34 anos, contou sua versão após sair da Delegacia de Águas Lindas, município goiano a 198,3 km de Brasília.

Camila Marques teve o celular apreendido e foi algemada por policiais civis de Goiás na manhã desta segunda-feira (15/4), no campus de Águas Lindas do IFG.

Os policiais civis foram à unidade escolar verificar denunciar de que estudantes planejavam ataques. “Quando eu vi a truculência deles com meus alunos decidi filmar.”

Quando viram que a professora os filmava, os policiais tentaram impedi-la, mas ela os questionou.

“Eles disseram que a operação era sigilosa porque se tratava de menores, mas eu não filmava os meninos, apenas os policiais”, conta ela.

Além da professora, estavam sendo conduzidos uma aluna e dois alunos, que seriam suspeitos do ataque. Nenhuma prova foi encontrada que pudesse culpá-los, como diz nota da própria Polícia Civil.

A professora conta para a reportagem que “Eu pedi para que chamassem os pais, apoio do IFG e Conselho Tutelar, mas eles disseram que iam levar primeiro à delegacia.”

“Quando o policial me mandou entrar em uma viatura descaracterizada eu pedi para consultar um advogado. Peguei o celular para ligar e eles o tomaram violentamente e me algemaram na frente dos meus alunos, na escola que dou aulas”, diz.

“Ele foi tão agressivo que machucou minha mão ao tomar o celular. Quando questionava, eles mandavam eu calar a boca o tempo todo”, dizia.

Algemada, a professora insistiu que queria falar com um advogado. “Na delegacia não me deixavam fazer ligações e repetiam que eu não mandava lá”, lembra.

Segundo a professora, enquanto era atendida por um médico, os policiais influenciavam o tempo todo no diagnóstico. “Chegaram a gritar comigo lá dentro quando falei que tinha sido agredida.”

Em nota enviada à imprensa, a Polícia Civil de Goiás informa que a professora foi encaminhada à Delegacia de Polícia de Águas Lindas “por cometer o crime de desobediência”.

“Na delegacia foi autuada mediante Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e liberada em seguida. A autuação foi feita após ela ter filmado a abordagem dos policiais na escola, quando os investigadores apuravam uma denúncia, a pedido do próprio diretor, de que adolescentes planejavam um ataque nos moldes do ocorrido em Suzano (SP)”, diz.

A professora, no entanto, considera a acusação “estranha”.“Acusam três alunos negros, de periferia, que participam de movimento estudantil. Isso é muito estranho.”

Ainda segundo a nota da Polícia Civil, “a professora foi advertida por 3 vezes pelos policiais civis para que não filmasse a abordagem, uma vez que os adolescentes têm proteção à sua imagem, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), ordem que ela desobedeceu”.

veja um dos vídeos feitos pela professora:

Policiais não encontraram nada em ação que resultou em professora presa no IFG

Nada que pudesse comprometer os estudantes em relação à denúncia de ataque foi encontrado pelos policiais. O delegado Danilo Victor Nunes Souza nega que a professora tenha sido agredida por policiais civis.

Ainda conforme nota da Polícia Civil, foi feito relatório médico e raio-X, que não constataram nenhuma lesão a ela. O médico Dinoel Cavalcante Guimarães que atendeu a professora, no entanto, lhe receitou um Flancox, remédio para dores musculares.

Quando saíram do hospital, segundo a professora, um dos policiais confiscou a receita. “Ele disse que só devolveria ao meu advogado.” Procurada, a assessoria da Polícia Civil informou que “nesses casos é feito relatório médico, não ‘receita’’.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Motorista de aplicativo é preso por agredir e amarrar a esposa para fazer corrida, em Brasília

Suspeito tinha um mandado de prisão em aberto contra ele pela Lei Maria da Penha por agredir a mulher.
15/04/2019, 19h29

Um motorista de aplicativo que não teve o nome revelado foi preso na noite do último domingo (14/4) próximo a Octagonal, em Brasília, suspeito de agredir e deixar a esposa amarrada em casa para poder trabalhar no app. As informações são da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) que efetuou a prisão do suspeito.

Conforme apurou o Dia Online após receber denúncias sobre a agressão do motorista do app contra a esposa na noite de ontem, através do Comando de Operações da Polícia Militar (Copom), uma equipe do Gtop 23 encontrou o carro no qual o motorista estava.

Segundo a PMDF, o carro que o motorista estava conduzindo foi reconhecido devido as características repassadas e através da placa do veículo, que havia sido informada pelo denunciante do caso. Na abordagem o condutor afirmou aos policiais que estava trabalhando no momento no app de transporte.

Motorista de aplicativo tinha costume de sair para trabalhar e deixar a esposa amarrada em casa

Segundo as informações levantadas pela polícia, essa não foi a primeira vez que o motorista de app saiu para trabalhar e deixou a mulher amarrada em casa. Durante o levantamento das informações, foi constatado que o suspeito tinha o costume de sair para fazer as corridas pelo aplicativo e deixar a esposa amarrada na residência do casal.

Diante das informações levantadas na prisão do suspeito, a polícia efetuou sua prisão em flagrante e encaminhou o motorista de app para a 30ª Delegacia de Polícia (DP) da cidade. Na delegacia os policiais descobriram que o motorista de aplicativo tinha um mandado de prisão aberto contra ele, devido a Lei Maria da Penha, por agredir a esposa.

Além de descobrir que o homem tinha um mandado de prisão em aberto em seu desfavor, o motorista de app foi autuado pelos crimes violência doméstica, lesão corporal, cárcere privado e estupro.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.