Dia Gourmet

Conheça as melhores opções de gastrobar em Goiânia

Oferecendo comidas e bebidas para todos os gostos, os gastrobares chegaram para ficar em Goiânia!
18/04/2019, 16h34

O gastrobar, também chamado de gastropub, é uma das novas ondas do momento e promete conquistar cada vez mais público. Esse tipo de estabelecimento é, na verdade, uma ideia vinda do exterior e consiste em bares que trabalham também com comidas de restaurante oferecidas a preços mais em conta. Em Goiânia é possível encontrar algumas opções que oferecem cozinhas variadas, bem como ampla carta de bebidas.

Os bares tradicionais normalmente se limitam ao modelo boêmio carioca, onde há sempre muita cerveja, alguns drinks e petiscos para acompanhar. Enquanto isso, um gastrobar oferece cardápios mais amplos, onde é possível encontrar desde pratos completos até hambúrgueres e alimentos do tipo, sem dispensar os petiscos. Além disso, é possível contar sempre com um ambiente mais sofisticado, perfeito para levar os amigos. Ficou curioso? Então confira a listinha especial que preparamos!

Encontre o melhor gastrobar em Goiânia:

1 – Madalena Gastrobar

Gastrobar em Goiânia
Foto: Reprodução

Se você procura por um bom gastrobar em Goiânia, este é o lugarzinho perfeito! O Madalena nasceu a partir da ideia de seis amigos que pretendiam oferecer um espacinho diferenciado na cidade, com um ambiente agradável, cardápio bem elaborado e bebidinhas para todos os gostos.

Inspirado nas noites de São Paulo, é ideal para levar a galera e aproveitar para degustar os melhores pratos enquanto jogam uma boa conversa fora. Sem dúvida, uma excelente experiência! Clique aqui e confira o cardápio.

Horário de atendimento: terça a quinta, das 17h à 1h30 / sexta, das 11h à 1h30 / sábado, das 11h às 2h30 / domingo, das 11h às 22h

Telefone: (62) 3541-1920

Endereço: Rua 137, Q. 55 L. 4, N. 42 – Esquina Rua 147 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-120

2 – Cão Véio

Gastrobar em Goiânia
Foto: Reprodução

Quando o assunto é gastrobar, este também entra para a lista das melhores opções da cidade. Bastante famoso em São Paulo, Curitiba e Brasília, a casa está sob o comando do chef Henrique Fogaça, jurado do programa MasterChef Brasil, e chegou em Goiânia em 2018.

Embora ainda seja novo na capital, já atraiu um público fiel que não dispensa a oportunidade de comer bem. Especializada em hambúrgueres e aperitivos feitos a partir de carnes nobres, os clientes também podem contar com um ambiente que mistura o clássico ao contemporâneo, garantindo um espaço bastante agradável.

A decoração também é de encher os olhos, levando o tema “cão” ao pé da letra. Os nomes dos sandubas também fazem jus ao nome, tudo isso ao som daquela playlist recheada do que há de melhor do rock and roll. Para conferir mais detalhes, clique aqui.

Horário de atendimento: terça a sexta, das 18h à 1h / sábado e domingo, das 15h à 1h

Telefone: (62) 3434-7727

Endereço: Rua 9, 2316 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-130

3 – Deck 235 Gastrobar

Gastrobar em Goiânia
Foto: Reprodução

Este é um lugarzinho em Goiânia para se apaixonar! Com um ambiente inspirado nas mais belas praias de Miami, a casa oferece uma cozinha bastante criativa, com pratos extremamente saborosos. Como se não bastasse, ainda é possível contar com drinks clássicos, preparados conforme manda a receita tradicional!

É uma ótima opção para curtir aquele Happy Hour com a galera, aproveitando suas bebidas preferidas acompanhadas de bons petiscos. Destaque também para o atendimento da casa que é bastante cordial.

Horário de atendimento: segunda a quinta, das 18h às 00h / sexta, das 18h à 1h30 / sábado, das 12h à 1h30

Telefone: (62) 3622-6960

Endereço: Rua C-235 , 790, Qd. 548 , Lote3/4/5 – Nova Suíça, Goiânia – GO, 74175-120

4 – Frida Gastrobar

Gastrobar em Goiânia
Foto: Reprodução

Também apresentando um ambiente bastante agradável para o público de Goiânia, o gastrobar oferece uma cozinha incrível, com pratos bem preparados e preços justos. As bebidas são variadas e é sempre possível encontrar uma para cada gosto.

Vale destacar também o atendimento da casa, que é bastante atencioso e pronto para atender os clientes da melhor forma possível.

Horário de atendimento: terça a quinta, das 17h às 23h / sexta, das 17h às 00h / sábado, das 11h30 às 00h / domingo, das 11h às 17h

Telefone: (62) 3609-7608

Endereço: R. 61, 114 – Jardim Goiás, Goiânia – GO, 74810-280

5 – Local Gastrobar

Gastrobar em Goiânia
Foto: Reprodução

Também considerado como um excelente gastrobar em Goiânia, o local conta com uma ambientação bastante agradável e bem decorada, atraindo a todos não apenas pelo paladar mas também pela experiência proporcionada ali.

No cardápio é possível encontrar pratos variados que prestigiam diversas culinárias, com destaque para os pratos nordestinos, que são de dar água na boca. Além disso, também dá para pedir sua bebida preferida, desde drinks bem gostosos até aquela cervejinha trincando.

Horário de atendimento: segunda, das 11h às 00h / terça a domingo, das 11h à 1h

Telefone: (62) 3432-7157

Endereço: Av. Sonnemberg, 764 – Quadra 148 Lote 12 – Cidade Jardim, Goiânia – GO, 74413-125

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Policial civil que matou PM em Águas Claras tem pedido de liberdade negado

Caso ocorreu na madrugada da última segunda-feira (15/4) após os dois envolvidos se esbarrarem em uma casa de shows.
18/04/2019, 17h25

O policial civil Péricles Marques Portela Junior que é acusado de matar o tenente da Polícia Militar, Herison de Oliveira Bezerra, após os dois se esbarrarem dentro de uma casa de shows em Águas Claras no Distrito Federal (DF), na madrugada da última segunda-feira (15/4) teve o pedido de liberdade negado pela Justiça.

Segundo a publicação de um Jornal local, o policial civil, segue preso na Divisão de Controle de Custódia de Presos, na carceragem da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). O pedido de habeas corpus foi julgado pelo desembargador José Jacinto Costa Carvalho e levou em consideração a decisão da juíza Flávia Pinheiro Brandão Oliveira que determinou a prisão preventiva de Péricles.

Ao proferir a decisão, o desembargador alegou que o policial civil é de alta periculosidade, devido ao fato de um simples esbarrão ter motivado ele a sacar a arma e atirar contra a vítima, por essa razão e para garantir à ordem pública o mesmo deve permanecer preso preventivamente.

Imagens de segurança da casa de shows mostra o momento que os policial civil saca a arma e atirar contra o PM

No dia do crime, os dois policiais estavam em uma casa de shows da cidade, e por volta das 3h, Herison esbarrou em Péricles. A ação foi filmada pelas câmeras de segurança do estabelecimento comercial. Após o esbarrão entre os dois, as imagens mostram os dois que parecem estar conversando e seguida há um empurrão.

Na sequência o agente civil saca arma e atira contra o tenente da PM, que tenta pegar a pistola, mas acaba morto. Durante a confusão entre os dois, uma mulher chegou a ser atingida na perna foi socorrida e elevada para o Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF).

Péricles foi preso em flagrante logo após o homicídio e na terça-feira (16/4) passou pela audiência de custódia. Durante a audiência a magistrada Flávia Pinheiro converteu a prisão em flagrante, em prisão preventiva, ao considerar o agente civil de alta periculosidade.

Via: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Justiça decreta prisão preventiva de mulher que ateou fogo em morador de rua no Gama

Magistrado alegou que não há motivos para relaxar a prisão da indiciada.
18/04/2019, 19h31

Kelly Naiara do Nascimento mais conhecida pelo apelido de Carlinha, passou pela audiência de custódia nesta quinta-feira (18/04) e teve sua prisão convertida em preventiva, após ser apontada como autora e confessar que tentou matar carbonizado o morador de rua Dorivan da Silva Mota na madrugada da última quarta-feira (17/4) no centro do Gama, no Distrito Federal (DF).

Antes do início da audiência de custódia o juiz plantonista Mario Henrique Silveira de Almeida, questionou a autoridade policial se as algemas de Carlinha poderiam ser retiradas, ao que os policiais responderam não poder ser feito, devido ao risco da suspeita tentar agredir as pessoas presentes no Tribunal.

Após o diálogo do magistrado com os policiais, Carlinha conversou com o defensor público e foi informada que o Ministério Público se manifestou a favor da conversão da prisão em flagrante da pedinte em preventiva.

Ao justificar sua decisão o magistrado relatou que a prisão em flagrante não continha qualquer irregularidade, atendendo formalmente o que é pedido no artigo 310 do Código Penal Brasileiro (CPB). “Por essa razão deixo de relaxá-la, pois no caso em analise há elementos concretos que fundamentam e exigem a manutenção da prisão cautelar da indiciada”, justifica o juiz plantonista.

Mulher que ateou fogo em morador de rua no Gama vai ficar presa preventivamente
FOTO: Reprodução

Mulher ateou fogo no morador de rua após ele se negar a ir comprar mais bebidas

Na madrugada de ontem um grupo de moradores de rua, estava reunido no Centro do Gama no Distrito Federal, ingerido bebidas alcoólicas e fazendo o uso de entorpecentes. Entre eles estavam Carlinha e Dorivan.

A mulher pediu para que Dorivan fosse comprar mais bebidas, no entanto o pedinte recusou a atender o pedido. Nesse momento Carlinha pegou um galão com álcool, que segundo o delegado chefe do 14º Departamento de Polícia (DP), Welligton Barros, é usado por moradores de rua para fazer a comida e jogou o líquido na vítima e depois ateou fogo no corpo de Dorivan.

Outros moradores de rua que estavam no local no momento, se mobilizaram para apagar o fogo do corpo de Dorivan. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) atendeu a ocorrência e encaminhou o pedinte para o Hospital Regional do Gama (HRG), em seguida Dorivan foi levado para o Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), onde está internado com 16% do corpo carbonizado, e seu estado de saúde é regular conforme o último boletim médico.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Lissauer destaca alta produtividade da Alego e reforça medidas de economia da Casa

Apresentando um balanço altamente positivo dos trabalhos legislativos e reduzindo despesas da Casa de Leis, Lissauer se destaca à frente do Parlamento goiano.
18/04/2019, 20h15

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), o deputado estadual Lissauer Vieira (PSB) fez um balanço do início dos trabalhos na Alego e destacou a alta produtividade na Assembleia. Além disto, o presidente da Alego reforçou as medidas para garantir a economia ao máximo na Casa.

Nos dois primeiros meses da 19ª Legislatura, não houve nenhuma sessão que deixou de ser aberta pela falta de quórum e mais de 300 projetos de leis foram votados neste período. Ao destacar a alta produtividade na Alego, o presidente da Casa lembrou que os trabalhos representam um aproveitamento de 100% do Parlamento goiano.

“O primeiro bimestre pode ser classificado como positivo, pois tivemos excelentes resultados para a população do Estado de Goiás. Nós conseguimos deliberar 310 matérias importantes, além das mais diversas discussões de interesse da sociedade”, explica o presidente da Alego.

Lissauer ressaltou também que os parlamentares goianos tem demonstrado bastante empenho e que isso tem contribuído para o bom andamento do Poder Legislativo. “Vamos manter esse ritmo, buscando sempre corresponder os anseios da sociedade”, destaca o deputado.

Medidas para a economia no parlamento goiano também foram destacadas pelo presidente da Alego

Além do trabalho feito pelos parlamentares goianos destacados por Lissauer Vieira, as medidas adotadas para que a Casa possa economizar foram lembradas por Lissauer. Entre as ações adotadas estão a criação do terceiro turno, que tem como objetivo reduzir os gastos e acelerar a analise de matérias importantes. Com a medida, o presidente da Casa prevê que a Assembleia funcione até às 22h.

“Queremos dar mais espaço para a discussão de matérias importantes, pois os debates têm sido intensos e queremos reduzir ainda mais os custos da Casa de Leis, principalmente com o pagamento de horas extras para servidores que tiverem que participar das atividades feitas na Casa após às 18h”, explica o Lissauer.

Conforme o presidente da Alego, vai ficar a cargo dos diretores e chefes de departamento organizar quem vai trabalhar em cada turno. “Assim que a proposta me for entregue, nós vamos divulgar o quanto iremos economizar com a medida”, destaca o deputado.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Grupos de caminhoneiros decidem por paralisação no dia 29

Os caminhoneiros decidiram antecipar a paralisação, anteriormente prevista para 21 de maio, em virtude do novo aumento do diesel.
18/04/2019, 20h33

O representante dos caminhoneiros Wanderlei Alves, conhecido como Dedéco, disse em entrevista ao Broadcast Agro, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, nesta quinta-feira, 18, que a categoria iniciará uma paralisação a partir da meia-noite do dia 29 de abril.

“A maioria dos grupos de caminhoneiros já decidiu pelo dia 29 de abril, tem uns ou outros que acham que é pouco tempo, que devemos esperar ainda, mas a maioria concorda sobre o dia 29 porque chegamos num ponto que não tem mais condições de trabalhar”, disse.

“Isso não foi uma decisão só minha, foi decidido em grupo por várias lideranças de caminhoneiros”, ressaltou. Ele acredita que, a exemplo do que ocorreu no ano passado, o movimento deve atingir o Brasil inteiro, crescendo à medida que os dias passam.

Segundo ele, os caminhoneiros decidiram antecipar a paralisação, anteriormente prevista para 21 de maio, em virtude do novo aumento do diesel. “Com esse aumento do óleo diesel não tem mais condição”, afirmou. “Os caminhoneiros estão cientes de que, dentro de 14, 15 ou 16 dias vai ter outro aumento do diesel, e esse aumento de R$ 0,10/litro já afetou em R$ 1 mil o lucro mensal, e o frete continua o mesmo.”

A Petrobras informou na quarta que decidiu aumentar o preço do diesel em R$ 0,10/litro, o que implica uma variação mínima de 4,518% e máxima de 5,147%, nos seus 35 pontos de venda no Brasil. O aumento começou a vigorar nesta quinta.

Para Alves, o dispositivo da lei do piso mínimo de transporte rodoviário de carga que associa o incremento do frete ao aumento do diesel não adianta porque a tabela de frete não está sendo cumprida. “Se estivessem pagando o piso mínimo, o aumento do óleo diesel não iria nos afetar. Mas não estão cumprindo”, disse. A lei indica que, sempre que ocorrer oscilação no preço do óleo diesel no mercado nacional superior a 10%, para mais ou para menos, nova norma com pisos mínimos deverá ser publicada pela Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT), considerando a variação no preço do combustível.

O representante defende a melhora na fiscalização do cumprimento do piso mínimo do transporte rodoviário. Ele citou que o governo vai testar no Espírito Santo o documento de transporte eletrônico, quando poderia fazê-lo no Brasil inteiro. “Isso obrigaria embarcadores a repassar o valor correto e a transportadora pagar piso mínimo aos autônomos.”

Segundo Alves, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, interrompeu o diálogo com parte dos caminhoneiros. “Somos uma espécie de linha dura da categoria e exigimos nossos direitos. Não vemos sentido em pedir esmola para quem elegemos. Brasília foi feita para atender aos anseios da população. E é esse grupo linha dura que o governo quer isolar”, disse. “Estamos aqui abertos ao diálogo e, se o governo atender à nossa expectativa, cancelamos a paralisação. Está na mão deles. Por isso demos o nome da paralisação de Onyx Lorenzoni.”

A mobilização, assim como a greve do ano passado, está sendo feita por grupos de WhatsApp fechados apenas para caminhoneiros, conforme o representante. Segundo Alves, o efeito da greve na economia poderia ser evitado. “O que eu vejo é o seguinte: o prejuízo da paralisação da economia é o valor que o governo poderia desembolsar para oferecer subsídio no diesel até que o piso mínimo do frete funcionasse para valer.” Alves reforçou ainda que a categoria espera uma resposta do governo. “Bolsonaro falou com os índios, será que vai conversar com a gente?”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.