Goiás

Corpo de professor é encontrado amarrado em Goiatuba

Professor Sebastião estava sem contato com a família há três dias.
21/04/2019, 15h37

Sem notícias do professor Sebastião há três dias, familiares decidiram ir a casa onde ele morava na manhã deste domingo (21/4) em Goiatuba, a 178 quilômetros de Goiânia e o encontraram amarrado dentro da residência e sem vida. O carro do educador foi levado pelos suspeitos, mas encontrado logo depois na GO-210.

Dia Online entrou em contato com a delegacia de Goiatuba e o agente Rodrigo confirmou a história. “Os parentes só deram por  falta dele hoje, desde quinta-feira a noite eles não tinham notícias dele, pois ele morava sozinho”, explica o policial civil.

Segundo o agente, os familiares após sentirem falta do ente querido, decidiram ir até a residência onde ele morava. “Ao chegar lá eles encontraram ele amarrado e sem os sinais vitais, a casa estava toda revirada, inclusive ele estava com um cordão de ouro que os suspeitos não levaram, eles levaram apenas o veículo da vítima”, conta o policial.

Suspeitos de matar o professor bateram o carro da vítima na fuga

Segundo apurou a reportagem, o latrocínio (Roubo seguido de morte) vai ser investigado pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Goiatuba.

Pelo que a polícia informou, o professor foi morto provavelmente na quinta a noite, mas apenas a perícia através do laudo cadavérico vai precisar a hora e como o educador foi morto pelos suspeitos.

De acordo com a polícia, durante o levantamento das primeiras informações sobre a morte do professor Sebastião, a equipe policial conseguiu encontrar o veículo levado pelos indivíduos.

O agente Rodrigo afirma que o veículo roubado foi encontrado no trevo da Serrinha na GO-210, após os suspeitos do latrocínio terem se acidentado e abandonado o carro. Dentro do veículos os policiais encontraram documentos pessoais e o celular da vítima.

A autoria do crime é desconhecida pela polícia, o caso é investigado pelo GIH de Goiatuba.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Cuidadora é presa suspeita de maus-tratos, em Anápolis

Um dos idosos foi encontrado morto dentro da residência pela polícia.
21/04/2019, 16h33

Uma cuidadora de idosos foi presa no último sábado (20/1) suspeita de maus-tratos contra dois idosos dos quais ela tomava conta, em Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia. A polícia além de prender a suspeita, encontrou dentro da residência um dos idosos sem vida.

A polícia chegou a casa após os vizinhos da residência em que os idosos moravam denunciar a situação em que eles estavam. Ao chegar a residência indicada pelos vizinhos do local, os policiais encontraram o fogão sujo, panelas engorduradas, lixo espalhado pelo chão, entre outras irregularidades. Além da sujeira e bagunça dentro da casa, os policiais encontraram José da Conceição, de 58 anos, sem os sinais vitais.

Em entrevista ao portal de notícias G1 o Subtenente Rodrigo Nascimento afirmou que haviam dois idosos morando na casa e que um deles estava morto. “Os dois idosos estavam em péssima condição de higiene, os vizinhos que denunciaram a cuidadora maltratava a ambos e não cuidava deles”, explica subtenente.

Polícia acredita que cuidadora tomou posse de cartões de benefícios dos dois idosos

A polícia levantou também que os dois idosos tinham cartões para receber benefícios, e acredita que a mulher suspeita dos maus-tratos se apropriou dos cartões para sacar e ficar com o dinheiro deles. Conforme as informações veiculadas do periódico local, o valor que cada um deles recebia R$ 2,3 mil por mês.

Ariel Martins delegado que acompanha o caso, afirmou que as alegações da mulher não parecem ser verdadeiras, com o que ocorreu. Pois, outros testemunhas deram declarações diferentes das versões apresentadas pela cuidadora.

A suspeita contou a polícia durante o depoimento que todos os dias estava na casa dos idosos e que cuidava deles. Além disto ela afirmou que sacava o dinheiro e repassava para eles. Conforme a publicação, a cuidadora dos idosos foi liberada após pagar fiança no valor de R$ 1 mil.

Foi solicitado também o laudo cadavérico que vai buscar identificar se a morte de José da Conceição foi natural ou se existe alguma ligação com os maus-tratos.

Via: G1 
Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Atlético Goianiense é campeão goiano 2019

Atlético volta a conquistar o título depois de cinco anos, a última conquista foi em 2014.
21/04/2019, 18h11

O Atlético Goianiense entrou em campo com o jogo na mão na segunda partida da final do Goianão 2019, após vencer o primeiro duelo na semana passada pelo placar de 3 a 0. E mesmo com o Goiás tentando reverter a situação para conquistar o título, mas sem criação, o resultado do primeiro jogo e a vitória por 1 x 0 neste domingo (21/4) deu o título ao dragão

O Jogo

Como em todos os clássicos no Goianão 2019, a decisão entre rubro-negro e esmeraldino teve apenas uma torcida no Estádio Olímpico, dessa vez a torcida do Goiás, que tentou apoiar, mas o time por mais que tentasse não conseguia furar o bloqueio rubro-negro.

Precisando do resultado o time do Goiás partiu pra cima, e todas vezes que conseguiu chegar com perigo, o goleiro Kozlinski do Atlético apareceu para fazer a defesa.

O Atlético por sua vez tentava jogar no contra-ataque e na única oportunidade que conseguiu chegar, a bola cruzada para dentro da área buscando o centro-avante Pedro Raul, o zagueiro Iago apareceu para cortar e por pouco não jogou contra o patrimônio.

Aos 47′ o atacante Michael aproveitou a cobrança de escanteio e bateu, mais uma vez Kozlinski apareceu para defender. Na sequência um novo tiro de canto e Júnior Brandão cabeceou para fora, final do primeiro tempo 0 x 0.

Sem organização o Goiás até tentou, mas no finalzinho do jogo Matheuzinho marcou o gol do título do Atlético

Na etapa complementar, o técnico Wagner Lopes tirou Pedro Raul e colocou André Luiz, que com menos de um minuto teve a chance de abrir o placar, mas o goleiro Sidão conseguiu fazer a defesa.

Após o susto, o Goiás teve duas oportunidades na sequência. O goleiro rubro-negro saiu jogando errado e criou a oportunidade para o adversário. A bola caiu nos pés de Giovanni Augusto que tentou o passe para Júnior Brandão, mas acabou errando o toque.

Em seguida a bola chegou a lateral direita e o uruguaio Leandro Barcia recebeu, girou e tentou o chute mas foi desarmado. Na cobrança de escanteio, um choque de cabeça entre os zagueiros Gilvan, Lucas Rocha do Atlético Goianiense e Rafael Vaz do Goiás paralisou a partida por alguns minutos. Devido o choque Lucas Rocha foi substituído por ter ficado desacordado com o choque e Oliveira entrou no seu lugar.

Veja o zagueiro Lucas Rocha recebendo atendimento antes de deixar o campo: 

Depois do jogo parado para o atendimento aos três jogadores, inclusive com Lucas Rocha sendo retirado de ambulância, aos 15 da etapa final, o volante Pedro Bambu salvou o que seria o primeiro gol do Goiás em cima da linha, depois do bate e rebate dentro da área.

Aos 27 da etapa final, o atacante Gilsinho ergueu a bola na área do Goiás, o zagueiro Gilvan apareceu para cabecear e o goleiro Sidão saiu errado, por pouco não abriu o placar para o rubro-negro goiano.

Em busca do resultado, o técnico Barbieri tirou o zagueiro Rafael Vaz e colocou o meia atacante Marlone aos 30 da etapa final. Aos 33 o meia Giovanni Augusto sofreu falta na entrada da área, ele mesmo foi para a cobrança e buscou o canto esquerdo do gol adversário, ela tirou tinta da trave do Atlético.

Com as paradas para substituições e também para o atendimento dos três jogadores que se chocaram, no último minuto André Luiz lançou Matheuzinho que tocou na saída do goleiro Sidão e terminou de coroar a campanha do rubro-negro goiano.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Yasmin Gabrielle, participante do Programa do Raul Gil, é encontrada morta

Quando participava do programa, a menina chamava Raul Gil de "vovô Raul". Ela tinha 17 anos.
21/04/2019, 20h49

Yasmim Gabrielle Amaral, aos 17 anos, foi encontrada morta neste domingo (21/4). Ela era conhecida pela esperteza ao participar do Programa do Raul Gil, no SBT.

A estrelinha ainda era escalada para brilhar no quadro “Eu e as Crianças”, onde sorria ao lado do apresentador, chamando-o de “vovô Raul”.

Familiares e amigos confirmaram a morte de Yasmim Gabrielle, que sofria de depressão.

Por meio das redes sociais, amigos próximos à menina lamentavam a morte dela. “Vocês sabem o que é depressão? Pra quem não sabe ou acha que sabe, é uma doença muito grave que atinge o autoestima, psicológico e o emocional das pessoas“, escreveu Luis Gabriel, amigo de Yasmim.

Amigos se despedem de Yasmin Gabrielle, participante do Programa do Raul Gil

Em outra mensagem, um amigo diz: “Não consigo acreditar que você se foi, Yasmim Gabrielle. Vou te guardar sempre no coração.”

Yamim Gabrielle participou pela última vez na televisão em 2017, quando participou de

A menina emocionou o Brasil quando participou do programa, em 2012, mesmo depois da morte da mãe, vítima de um câncer.

Raul Gil foi à casa da mãe de Yasmim enquanto era tratada da doença, tentando sobreviver.

Onde buscar ajuda para prevenir o suicídio?

CAPS e Unidades Básicas de Saúde (Saúde da família, Postos e Centros de Saúde).

UPA 24H, SAMU 192, Proto Socorro; Hospitais

Centro de Valorização da Vida – 188 (ligação gratuita)

Centro de Valorização da Vida – CVV

O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, email, chat e voip 24 horas todos os dias.

A ligação para o CVV em parceria com o SUS, por meio do número 188, são gratuitas a partir de qualquer linha telefônica fixa ou celular.

Também é possível acessar www.cvv.org.br para chat, Skype, e-mail e mais informações sobre ligação gratuita.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Marielle Franco deve virar nome de jardim em Paris

Inauguração do Jardim Marielle Franco deve ocorrer em outubro.
22/04/2019, 07h46

A comissão de denominação de ruas da prefeitura de Paris determinou que um jardim da cidade receba o nome da vereadora brasileira Marielle Franco, assassinada em 14 de março de 2018. Como informa a agência RFI, o local escolhido é uma praça suspensa no terraço de um hotel em construção junto à Gare de l’Est, uma das principais estações de trem da cidade.

Anne Hidalgo, prefeita da capital francesa, expressou à ONG RED.Br – Rede Europeia pela Democracia no Brasil, entidade à frente da iniciativa – seu desejo de nomear um local da cidade em homenagem a Marielle em fevereiro deste ano. Em 1º de abril, o Conselho de Paris votou a favor da proposta. Falta agora a ratificação pelo conselho do 10° distrito, bairro onde fica o futuro jardim, e depois pelo Conselho de Paris. A decisão final será tomada no dia 11 de junho.

A inauguração do Jardim Marielle Franco deve ocorrer em outubro, de acordo com a historiadora Juliette Dumont, que faz parte da RED.Br.

Marielle Franco, vereadora do PSOL, e o motorista do carro em que ela estava, Anderson Gomes, foram executados em 14 de março de 2018, no bairro da Lapa, centro do Rio de Janeiro. Desde então, a prefeita de Paris publica posts nas redes sociais em homenagem a Marielle e cobra a resolução do caso.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.