Goiás

Corpo é encontrado em ribeirão em Corumbaíba

A vítima foi encontrada a três metros de profundidade.
21/04/2019, 13h58

O corpo de José do Nascimento Jesus de Souza, de 48 anos, foi encontrado na noite do último sábado (20/4) no Ribeirão Periquitos, na zona rural de Corumbaíba, a 220 quilômetros de Goiânia.

O Dia Online conversou com o Tenente Rômulo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO), que participou do resgate do corpo da vítima e deu mais detalhes sobre a ocorrência.

“Nós recebemos o chamado por volta das 16h, a equipe agiu rápido e por volta das 18h20 estávamos no ribeirão e iniciamos o trabalho para retirar o corpo. Ao chegar no local, encontramos algumas pessoas que estavam com José, mas nenhum parente e eles afirmaram que ele desapareceu por volta das 16h de ontem”, conta o Tenente.

Corpo foi encontrado a três metros de profundidade

Conforme o comandante do resgate, José é natural de Catalão e aproveitou o feriado para descansar e foi até o ribeirão com alguns conhecidos, mas morreu afogado, após desaparecer no ribeirão na tarde de ontem e o corpo foi encontrado na noite de ontem.

“Foi repassado inicialmente que eles estavam fazendo o uso de bebidas alcoólicas, mas ao questionar as testemunhas presentes e que estavam com José eles negaram, então só a perícia para poder constatar se eles estavam fazendo o consumo de bebidas”, explica.

O Tenente afirmou também que o corpo de José foi encontrado a três metros de profundidade de onde ele se afagou. A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) fez o isolamento da área e o Instituto Médico Legal (IML) foi chamado para retirar o cadáver.

Conforme o Tenente quem for passar o feriado em clubes, lagos ou rios deve sempre estar atento no momento que for entrar na água e evitar entrar no meio líquido após comer alguma coisa. Ele lembra ainda que o cuidado precisa ser redobrado com as crianças, pois qualquer descuido pode ocasionar uma tragédia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Bombeiros encontram corpo da última vítima desaparecida na Muzema

O número de mortos na tragédia chega a 23.
21/04/2019, 14h14

As equipes de resgate do Corpo de Bombeiros encontraram, nos primeiros minutos deste domingo, 21, o corpo da última vítima desaparecida no desabamento de dois prédios na comunidade da Muzema, na zona oeste do Rio de Janeiro, no último dia 12. Com isso, o número de mortos na tragédia chega a 23. Há oito sobreviventes.

Com isso, os bombeiros encerraram as buscas por vítimas do desabamento de dois prédios na Muzema. Desde a tragédia, foram retirados 21 corpos dos escombros. Outras duas pessoas que foram resgatadas com vida acabaram morrendo quando recebiam atendimento em hospitais do Rio.

A Polícia Civil procura três pessoas que são apontadas como responsáveis pelos edifícios que ruíram. São considerados foragidos José Bezerra de Lima, conhecido como Zé do Rolo, responsável pela construção dos edifícios, e Renato Siqueira Ribeiro e Rafael Gomes da Costa, que atuavam como vendedores. Eles respondem por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar.

Segundo os bombeiros, o último corpo encontrado é de uma mulher. Na tarde de ontem foram resgatados os corpos de dois meninos. Ao todo, morreram no desabamento cinco homens, sete meninos, dez mulheres e uma menina. Em nota, a corporação informou que foram mais de 200 horas ininterruptas de buscas.

Dois oito feridos, três permanecem internados. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a vítima que estava no Hospital Lourenço Jorge foi transferida para um hospital da rede particular a pedido da família.

A secretaria informou que Paloma Paes Leme, internada no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, foi transferida na noite de quinta-feira, 18, para um leito ao lado do filho, Rafael, também sobrevivente do desastre. Os dois estão na Unidade Intermediária Pediátrica e apresentam quadro clínico estável.

Máquinas

Desde a tarde de sábado, 19, o trabalho de resgate passou a utilizar máquinas capazes de erguer as lajes que desabaram, possibilitando aos bombeiros acessar locais não vasculhados com o trabalho manual.

A prefeitura anunciou que vai demolir imediatamente pelo menos três prédios no condomínio Figueiras do Itanhangá, que ficam ao lado dos dois que desabaram. Mais 15 prédios poderão ser demolidos também, pois não têm licença de construção.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Corpo de professor é encontrado amarrado em Goiatuba

Professor Sebastião estava sem contato com a família há três dias.
21/04/2019, 15h37

Sem notícias do professor Sebastião há três dias, familiares decidiram ir a casa onde ele morava na manhã deste domingo (21/4) em Goiatuba, a 178 quilômetros de Goiânia e o encontraram amarrado dentro da residência e sem vida. O carro do educador foi levado pelos suspeitos, mas encontrado logo depois na GO-210.

Dia Online entrou em contato com a delegacia de Goiatuba e o agente Rodrigo confirmou a história. “Os parentes só deram por  falta dele hoje, desde quinta-feira a noite eles não tinham notícias dele, pois ele morava sozinho”, explica o policial civil.

Segundo o agente, os familiares após sentirem falta do ente querido, decidiram ir até a residência onde ele morava. “Ao chegar lá eles encontraram ele amarrado e sem os sinais vitais, a casa estava toda revirada, inclusive ele estava com um cordão de ouro que os suspeitos não levaram, eles levaram apenas o veículo da vítima”, conta o policial.

Suspeitos de matar o professor bateram o carro da vítima na fuga

Segundo apurou a reportagem, o latrocínio (Roubo seguido de morte) vai ser investigado pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Goiatuba.

Pelo que a polícia informou, o professor foi morto provavelmente na quinta a noite, mas apenas a perícia através do laudo cadavérico vai precisar a hora e como o educador foi morto pelos suspeitos.

De acordo com a polícia, durante o levantamento das primeiras informações sobre a morte do professor Sebastião, a equipe policial conseguiu encontrar o veículo levado pelos indivíduos.

O agente Rodrigo afirma que o veículo roubado foi encontrado no trevo da Serrinha na GO-210, após os suspeitos do latrocínio terem se acidentado e abandonado o carro. Dentro do veículos os policiais encontraram documentos pessoais e o celular da vítima.

A autoria do crime é desconhecida pela polícia, o caso é investigado pelo GIH de Goiatuba.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Cuidadora é presa suspeita de maus-tratos, em Anápolis

Um dos idosos foi encontrado morto dentro da residência pela polícia.
21/04/2019, 16h33

Uma cuidadora de idosos foi presa no último sábado (20/1) suspeita de maus-tratos contra dois idosos dos quais ela tomava conta, em Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia. A polícia além de prender a suspeita, encontrou dentro da residência um dos idosos sem vida.

A polícia chegou a casa após os vizinhos da residência em que os idosos moravam denunciar a situação em que eles estavam. Ao chegar a residência indicada pelos vizinhos do local, os policiais encontraram o fogão sujo, panelas engorduradas, lixo espalhado pelo chão, entre outras irregularidades. Além da sujeira e bagunça dentro da casa, os policiais encontraram José da Conceição, de 58 anos, sem os sinais vitais.

Em entrevista ao portal de notícias G1 o Subtenente Rodrigo Nascimento afirmou que haviam dois idosos morando na casa e que um deles estava morto. “Os dois idosos estavam em péssima condição de higiene, os vizinhos que denunciaram a cuidadora maltratava a ambos e não cuidava deles”, explica subtenente.

Polícia acredita que cuidadora tomou posse de cartões de benefícios dos dois idosos

A polícia levantou também que os dois idosos tinham cartões para receber benefícios, e acredita que a mulher suspeita dos maus-tratos se apropriou dos cartões para sacar e ficar com o dinheiro deles. Conforme as informações veiculadas do periódico local, o valor que cada um deles recebia R$ 2,3 mil por mês.

Ariel Martins delegado que acompanha o caso, afirmou que as alegações da mulher não parecem ser verdadeiras, com o que ocorreu. Pois, outros testemunhas deram declarações diferentes das versões apresentadas pela cuidadora.

A suspeita contou a polícia durante o depoimento que todos os dias estava na casa dos idosos e que cuidava deles. Além disto ela afirmou que sacava o dinheiro e repassava para eles. Conforme a publicação, a cuidadora dos idosos foi liberada após pagar fiança no valor de R$ 1 mil.

Foi solicitado também o laudo cadavérico que vai buscar identificar se a morte de José da Conceição foi natural ou se existe alguma ligação com os maus-tratos.

Via: G1 
Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Atlético Goianiense é campeão goiano 2019

Atlético volta a conquistar o título depois de cinco anos, a última conquista foi em 2014.
21/04/2019, 18h11

O Atlético Goianiense entrou em campo com o jogo na mão na segunda partida da final do Goianão 2019, após vencer o primeiro duelo na semana passada pelo placar de 3 a 0. E mesmo com o Goiás tentando reverter a situação para conquistar o título, mas sem criação, o resultado do primeiro jogo e a vitória por 1 x 0 neste domingo (21/4) deu o título ao dragão

O Jogo

Como em todos os clássicos no Goianão 2019, a decisão entre rubro-negro e esmeraldino teve apenas uma torcida no Estádio Olímpico, dessa vez a torcida do Goiás, que tentou apoiar, mas o time por mais que tentasse não conseguia furar o bloqueio rubro-negro.

Precisando do resultado o time do Goiás partiu pra cima, e todas vezes que conseguiu chegar com perigo, o goleiro Kozlinski do Atlético apareceu para fazer a defesa.

O Atlético por sua vez tentava jogar no contra-ataque e na única oportunidade que conseguiu chegar, a bola cruzada para dentro da área buscando o centro-avante Pedro Raul, o zagueiro Iago apareceu para cortar e por pouco não jogou contra o patrimônio.

Aos 47′ o atacante Michael aproveitou a cobrança de escanteio e bateu, mais uma vez Kozlinski apareceu para defender. Na sequência um novo tiro de canto e Júnior Brandão cabeceou para fora, final do primeiro tempo 0 x 0.

Sem organização o Goiás até tentou, mas no finalzinho do jogo Matheuzinho marcou o gol do título do Atlético

Na etapa complementar, o técnico Wagner Lopes tirou Pedro Raul e colocou André Luiz, que com menos de um minuto teve a chance de abrir o placar, mas o goleiro Sidão conseguiu fazer a defesa.

Após o susto, o Goiás teve duas oportunidades na sequência. O goleiro rubro-negro saiu jogando errado e criou a oportunidade para o adversário. A bola caiu nos pés de Giovanni Augusto que tentou o passe para Júnior Brandão, mas acabou errando o toque.

Em seguida a bola chegou a lateral direita e o uruguaio Leandro Barcia recebeu, girou e tentou o chute mas foi desarmado. Na cobrança de escanteio, um choque de cabeça entre os zagueiros Gilvan, Lucas Rocha do Atlético Goianiense e Rafael Vaz do Goiás paralisou a partida por alguns minutos. Devido o choque Lucas Rocha foi substituído por ter ficado desacordado com o choque e Oliveira entrou no seu lugar.

Veja o zagueiro Lucas Rocha recebendo atendimento antes de deixar o campo: 

Depois do jogo parado para o atendimento aos três jogadores, inclusive com Lucas Rocha sendo retirado de ambulância, aos 15 da etapa final, o volante Pedro Bambu salvou o que seria o primeiro gol do Goiás em cima da linha, depois do bate e rebate dentro da área.

Aos 27 da etapa final, o atacante Gilsinho ergueu a bola na área do Goiás, o zagueiro Gilvan apareceu para cabecear e o goleiro Sidão saiu errado, por pouco não abriu o placar para o rubro-negro goiano.

Em busca do resultado, o técnico Barbieri tirou o zagueiro Rafael Vaz e colocou o meia atacante Marlone aos 30 da etapa final. Aos 33 o meia Giovanni Augusto sofreu falta na entrada da área, ele mesmo foi para a cobrança e buscou o canto esquerdo do gol adversário, ela tirou tinta da trave do Atlético.

Com as paradas para substituições e também para o atendimento dos três jogadores que se chocaram, no último minuto André Luiz lançou Matheuzinho que tocou na saída do goleiro Sidão e terminou de coroar a campanha do rubro-negro goiano.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.