Brasil

Yasmin Gabrielle, participante do Programa do Raul Gil, é encontrada morta

Quando participava do programa, a menina chamava Raul Gil de "vovô Raul". Ela tinha 17 anos.
21/04/2019, 20h49

Yasmim Gabrielle Amaral, aos 17 anos, foi encontrada morta neste domingo (21/4). Ela era conhecida pela esperteza ao participar do Programa do Raul Gil, no SBT.

A estrelinha ainda era escalada para brilhar no quadro “Eu e as Crianças”, onde sorria ao lado do apresentador, chamando-o de “vovô Raul”.

Familiares e amigos confirmaram a morte de Yasmim Gabrielle, que sofria de depressão.

Por meio das redes sociais, amigos próximos à menina lamentavam a morte dela. “Vocês sabem o que é depressão? Pra quem não sabe ou acha que sabe, é uma doença muito grave que atinge o autoestima, psicológico e o emocional das pessoas“, escreveu Luis Gabriel, amigo de Yasmim.

Amigos se despedem de Yasmin Gabrielle, participante do Programa do Raul Gil

Em outra mensagem, um amigo diz: “Não consigo acreditar que você se foi, Yasmim Gabrielle. Vou te guardar sempre no coração.”

Yamim Gabrielle participou pela última vez na televisão em 2017, quando participou de

A menina emocionou o Brasil quando participou do programa, em 2012, mesmo depois da morte da mãe, vítima de um câncer.

Raul Gil foi à casa da mãe de Yasmim enquanto era tratada da doença, tentando sobreviver.

Onde buscar ajuda para prevenir o suicídio?

CAPS e Unidades Básicas de Saúde (Saúde da família, Postos e Centros de Saúde).

UPA 24H, SAMU 192, Proto Socorro; Hospitais

Centro de Valorização da Vida – 188 (ligação gratuita)

Centro de Valorização da Vida – CVV

O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, email, chat e voip 24 horas todos os dias.

A ligação para o CVV em parceria com o SUS, por meio do número 188, são gratuitas a partir de qualquer linha telefônica fixa ou celular.

Também é possível acessar www.cvv.org.br para chat, Skype, e-mail e mais informações sobre ligação gratuita.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Marielle Franco deve virar nome de jardim em Paris

Inauguração do Jardim Marielle Franco deve ocorrer em outubro.
22/04/2019, 07h46

A comissão de denominação de ruas da prefeitura de Paris determinou que um jardim da cidade receba o nome da vereadora brasileira Marielle Franco, assassinada em 14 de março de 2018. Como informa a agência RFI, o local escolhido é uma praça suspensa no terraço de um hotel em construção junto à Gare de l’Est, uma das principais estações de trem da cidade.

Anne Hidalgo, prefeita da capital francesa, expressou à ONG RED.Br – Rede Europeia pela Democracia no Brasil, entidade à frente da iniciativa – seu desejo de nomear um local da cidade em homenagem a Marielle em fevereiro deste ano. Em 1º de abril, o Conselho de Paris votou a favor da proposta. Falta agora a ratificação pelo conselho do 10° distrito, bairro onde fica o futuro jardim, e depois pelo Conselho de Paris. A decisão final será tomada no dia 11 de junho.

A inauguração do Jardim Marielle Franco deve ocorrer em outubro, de acordo com a historiadora Juliette Dumont, que faz parte da RED.Br.

Marielle Franco, vereadora do PSOL, e o motorista do carro em que ela estava, Anderson Gomes, foram executados em 14 de março de 2018, no bairro da Lapa, centro do Rio de Janeiro. Desde então, a prefeita de Paris publica posts nas redes sociais em homenagem a Marielle e cobra a resolução do caso.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Carreta com toneladas de nitrato de amônia tomba na BR-153, em Goiânia

O veículo de grande porte carregava 36 toneladas de nitrato de amônia quando acabou tombando na pista e espalhando a carga.

Por Ton Paulo
22/04/2019, 08h06

Um acidente envolvendo uma carreta bitrem carregada com nitrato de amônia foi registrado na BR-153 na tarde do último domingo (21/4), em Goiânia. O veículo de grande porte carregava 36 toneladas de nitrato de amônia quando acabou tombando na pista e espalhando a carga.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carreta tombou pouco antes  das 18h de ontem, no KM 491 da BR-153, no perímetro urbano de Goiânia.

A PRF ainda conta que a carreta bitrem que transportava o composto químico nitrato de amônia saiu de Cubatão, em São Paulo, com destino a Carajás, no estado do Pará, e seguia no sentido Goiânia para Anápolis, próximo à Ceasa, quando tombou fora da pista e parte da carga, em fardos de cerca de 1.600 kg, derramou na faixa de domínio da rodovia.

A carga ficou espalhada pela pista, e o Corpo de Bombeiros foi acionado, PRF e Concessionária no local controlaram o trânsito para evitar qualquer acidente.

O motorista da carreta bitrem, felizmente, teve apenas ferimentos leves.

Veja o vídeo da carreta bitrem com nitrato de amônia que tombou na BR-153

Usado como fertilizantes, herbicidas, inseticidas, absorvente para óxidos de nitrogênio, fabricação de óxido nitroso, como oxidante em propelentes sólidos para foguetes,explosivos e etc., o nitrato de amônia é obtido através da neutralização do ácido nítrico pela adição de hidróxido de amônio, ou ainda pode ser preparado com nitrato de sódio e hidróxido de amônio.

Quando contaminado com produtos orgânicos ou materiais oxidantes, aquecido, confinado, e ainda sob ação de agentes iniciadores, pode detonar, e existe o risco de ignição ou detonação ao expor o produto ao calor e a materiais incompatíveis.

Os agentes da PRF registraram em vídeo o momento em que a carreta estava tombada na pista, enquanto a carga era neutralizada e retirada da pista. Veja abaixo:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Após perda de título Goiano, Maurício Barbieri é demitido do Goiás

De acordo com o clube, o clima ficou "insustentável".
22/04/2019, 09h00

Maurício Barbieri deixou de comandar o Goiás logo após derrota de 1 a 0 para o Atlético Goianiense na final do Campeonato Goiano, no Estádio Olímpico. A demissão do técnico foi oficializada ainda na noite do domingo (21/4), pelo presidente do clube Esmeraldino, Marcelo Almeida.

A frente do Goiás, o ex-técnico comandou 20 jogos oficiais, com 14 vitórias, 2 empates e 4 derrotas; o aproveitamento foi de 73%. Durante o período, foram marcados 34 gols e sofridos 16. Em publicação no site oficial, o Clube agradeceu os serviços prestados pelo treinador.

“Maurício Barbieri vai para casa”, anuncia Goiás

Veja abaixo o texto na íntegra publicado no site oficial do vice-campeão do Goianão 2019:

O Goiás perdeu a chance de ser pentacampeão goiano pela segunda vez na história. Jogando no Estádio Olímpico, a equipe esmeraldina precisava reverter o placar de 3 a 0 construído pelo Atlético-GO no primeiro jogo. Apesar de dominar a partida, e ter inúmeras chances de gol, o Goiás não alcançou o objetivo e acabou derrotado por 1 a 0.

O Goiás ficou sem a taça e sem técnico. Maurício Barbieri vai para casa. Depois do jogo o presidente esmeraldino, Marcelo Almeida, oficializou a demissão do treinador. O clube já está no mercado a procura de um novo treinador.

O clima ficou insustentável para Barbieri após a derrota para o rival Atlético-GO nos dois clássicos da final do Goianão. Contudo, a eliminação precoce na segunda fase da Copa do Brasil, também fez com que Barbieri ficasse ameaçado no cargo, até ter de fato saída decretada pela diretoria esmeraldina.

Aos 37 anos de idade, Maurício Barbieri foi contratado no dia 2 de dezembro de 2018 após a saída do técnico Ney Franco. A passagem dele como treinador do Goiás durou por exatos 20 jogos oficiais. Nestes, Barbieri obteve 14 vitórias, 2 empates e 4 derrotas, totalizando o aproveitamento de 73%. Foram 34 gols marcados sob seu comando e 16 sofridos. O técnico deixa o Goiás com o vice-campeonato Goiano. O clube agradece os serviços prestados e deseja sucesso ao treinador.

Agora o foco do time é no Campeonato Brasileiro. No próximo domingo (28/4), o esmeraldino estreia contra o Fluminense, às 19h, no Estádio Maracanã.

Imagens: Goiás E.C 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Mundo

Grupo islamita está por trás dos atentados no Sri Lanka, diz porta-voz do governo

Apesar dos sete autores serem do Sri Lanka, há suspeitas de eventuais vínculos da organização com grupos estrangeiros, segundo o porta-voz.
22/04/2019, 10h23

O porta-voz do governo do Sri Lanka, Rajitha Senaratne, anunciou nesta segunda-feira, 22, que um grupo islamita local, chamado National Thowheeth Jama’ath (NTJ), está por trás da série de atentados em igrejas e hotéis que deixou 290 mortos no último domingo, 21.

Apesar dos sete autores serem do Sri Lanka, há suspeitas de eventuais vínculos da organização com grupos estrangeiros, segundo o porta-voz. “Não acreditamos que uma organização pequena deste país possa fazer tudo isso. Estamos investigando o apoio internacional e outros vínculos”, disse Senaratne.

Uma nota divulgada há dez dias à polícia cingalesas alertava que o NTJ estava preparando atentados contra algumas igrejas e a embaixada da Índia na capital, Colombo. O grupo, que é pouco conhecido, praticou atos de vandalismo contra estátuas budistas no ano passado.

As explosões coordenadas em três igrejas e quatro hotéis colocam em evidência a ameaça à coexistência religiosa na Ásia, onde governantes têm chegado ao poder enfatizando suas origens étnicas e religiosas.

O governo do Sri Lanka informou que vários terroristas se suicidaram nos atentados em série do domingo de Páscoa. “A maioria foi de ataques suicidas. Com base nisso, estamos fazendo operações e detenções. Também foram realizadas inspeções em seus lugares de treinamento”, disse Rajtha Senraratne em entrevista coletiva.

Nesta segunda-feira, o governo decretou a entrada em vigor do estado de emergência. “O objetivo é autorizar a polícia e as três forças (armadas) a garantir a segurança pública”, afirmou a presidência do país em comunicado oficial. (Com agências internacionais).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.