Goiás

Túnel é encontrado na ala médica de presídio, em Aparecida de Goiânia

Dois detentos recebiam acompanhamento médico quando os agentes penitenciários encontraram a escavação.
23/04/2019, 16h41

O plano de fuga dos presos da Casa de Prisão Provisória (CPP) de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital, foi frustrado na última segunda-feira (22/4) após os agentes penitenciários encontrarem um túnel que estava sendo cavado pelos detentos na ala médica da unidade prisional.

A Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP) confirmou o caso. Segundo a DGAP, no momento que os agentes encontraram o buraco, na cela estavam dois reeducandos que passavam pelo acompanhamento médico.

O diretor do presídios, Fábio Alex, afirmou que o túnel foi encontrado por agentes do plantão que fazem a segurança do local. Conforme o diretor, os agentes penitenciários estavam fiscalizando o posto de saúde da unidade, no momento que encontraram o buraco que os detentos haviam perfurado com um objeto improvisado por eles.

Detento assumiu ser o responsável por fabricar o objeto e fazer a escavação na cela

A DGAP afirmou que após a perfuração ser encontrada na cela, a equipe da unidade prisional começou os trabalhos para a retirada dos detentos da cela. Durante a retirada dos presos, um dos reeducandos assumiu ter feito o buraco e confeccionado o objeto usado para fazer o túnel.

Após o detento afirmar ser o responsável pela escavação, a unidade prisional instaurou um processo administrativo para apurar o ocorrido. Além disto a direção da unidade apreendeu o objeto usado para cavar o túnel e o entregou as autoridades responsáveis para apurar o caso. Os presos por sua vez vão responder o processo administrativo disciplinar por ato ilícito.

A DGAP ressaltou o rigor estabelecido nos procedimentos feitos dentro do ambiente carcerário e que isso demostra o interesse dos servidores em melhorar a segurança no rigor da legislação. Conforme a diretoria, essas ações vão de encontro aos objetivos governamentais instituídos pelo governo estadual pela Secretária de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO) e pela DGAP.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Salto do Itiquira: um verdadeiro paraíso natural em Goiás

Oitava maior cachoeira do Brasil, o Salto do Itiquira se encontra em Formosa, Goiás, e é um verdadeiro paraíso!
23/04/2019, 17h24

Sombra e água fresca, quem é que não adoraria curtir isso de vez em quando? Goiás é o estado perfeito para os amantes da natureza, já que oferece diversas cidades turísticas que possuem as cachoeiras como ponto forte e que, consequentemente, apresentam cenários verdadeiramente paradisíacos. Se você pretende explorar um pouquinho dessas belezas mas não sabe por onde começar, que tal fazer uma visitinha ao Salto do Itiquira? Localizado na cidade de Formosa, é classificado como a oitava maior cachoeira do Brasil, apresentando nada menos que 168 metros de altura.

O pequeno município é bastante conhecido por resguardar valiosa riqueza natural, com diversas cachoeiras e grutas que merecem uma visita. O Salto do Itiquira é, sem dúvida, a de maior destaque, mas vale considerar que se encontra dentro de uma área protegida, conhecida como Parque Municipal do Itiquira. Sendo assim, é necessário desembolsar determinada quantia para ter acesso ao local, mas vale a pena.

Um de seus pontos positivos é que não apresenta difícil acesso, fazendo com que idosos, crianças e pessoas com algum tipo de limitação motora consigam chegar ao local com certa facilidade. Outro ponto forte tange sua estrutura, já que nas proximidades é possível encontrar lanchonetes, bares, restaurantes e até mesmo espacinhos destinados para as crianças.

Como tudo começou

Salto do Itiquira: um verdadeiro paraíso natural em Goiás
Foto: Reprodução/ Secretaria de Turismo de Formosa

A história do lugar se mistura com a de Antônio Carlos Felício Bueno, o grande responsável pela fundação do Parque Municipal do Itiquira. Tudo começou no final da década de 70, quando ele buscava incansavelmente por um lugar intocável e de rara beleza, com a intenção de criar uma nova atração turística.

Antônio Carlos sabia que Brasília tinha um alto potencial de desenvolvimento, por isso se dedicou a buscar um lugar nas proximidades, pois já imaginava que as pessoas precisariam de um refúgio para relaxar. Então, suas buscas se direcionavam a grandes áreas verdes, cachoeiras, grutas, lagos e cavernas, sempre com o objetivo de encontrar um paraíso natural.

Foi então que encontrou uma foto da Missão Cruls, de 1892, onde era possível ver uma cachoeira enorme. A partir daí, decidiu procurar o local que tinha o nome de Itiquira. Quando encontrou, ficou perplexo com o que viu, pois o lugar era realmente lindo mas havia lixo e total descuido ambiental por todos os lados.

Salto do Itiquira: um verdadeiro paraíso natural em Goiás / cachoeira / Formosa
Foto: Reprodução/ Eduardo Andreassi

Passou a procurar pelos donos da região e comprou sistematicamente todas as terras nas proximidades para finalmente desenvolver um complexo turístico. Também recebeu 48 hectares de doação para a criação do Parque Municipal do Itiquira, tendo ainda ajuda da Prefeitura de Formosa, com o qual foi firmado um contrato de concessão.

Assim, o parque foi construído com ampla estrutura para receber visitantes, sem deixar de lado toda a preocupação com o meio ambiente em questão. Foram construídas calçadas, pontes, estacionamento, portaria, restaurante, lanchonete, acesso asfaltado, sanitários, muros, área de descanso, um acesso total ao Salto do Itiquira e muito mais.

No ano de 2012, com o fim da concessão, o parque acabou sendo entregue aos cuidados da prefeitura da cidade.

O Salto do Itiquira hoje

Salto do Itiquira: um verdadeiro paraíso natural em Goiás / cachoeira / Formosa
Foto: Reprodução/ Itiquira Park

Por incrível que pareça, no início não havia qualquer acesso ao Salto do Itiquira. Eram encontradas apenas trilhas e longos caminhos que passavam por perto e, ao seu redor, haviam diversas fazendas de gado que davam início a um processo de desmatamento com o intuito de ampliar seus pastos.

Felizmente, após a compra das terras, o meio ambiente presente na região pôde ser restabelecido e atualmente permanece preservado. O parque atua como uma Unidade de Conservação e possui regras que precisam ser seguidas pelos visitantes para que o passeio possa ser aproveitado da melhor forma.

Entre as principais normas, vale destacar que cada visitante é responsável pelo lixo produzido durante a visita, portanto, nada de deixar espalhado no lugar! Tudo é pensado para preservar a fauna e flora da região.

Salto do Itiquira: um verdadeiro paraíso natural em Goiás / cachoeira / Formosa
Foto: Reprodução/ Visite o Brasil

Também é preciso destacar que, embora o Salto do Itiquira seja a principal atração, não é permitido o banho em seu poço, já que a força da queda d’água é grande, podendo provocar acidentes. No entanto, o salto forma uma sequência de cachoeiras, poços e corredeiras, logo abaixo, no rio, é possível encontrar lugares onde o banho é permitido, fazendo com que os visitantes possam ainda desfrutar de paisagens deslumbrantes.

O melhor horário para fazer uma visita ao salto é durante a manhã, principalmente em dias ensolarados, já que por ali se forma um arco-íris gigante que encanta a todos. As estradas de acesso são boas, com pistas duplas e pavimentadas, com boa sinalização e placas indicativas.

Existem diversas agências de turismo que promovem passeios até lá, sem falar que ainda é possível encontrar hotéis na cidade de Formosa que possibilitam dias de descanso, para quem pretende passar uma temporada maior e conhecer todo o parque. Para mais informações, clique aqui.

Outros atrativos disponíveis e estrutura:

  • Trilha ao Salto
  • Salto do Itiquira
  • Poços para banho
  • Restaurante
  • Trilha do Mirante do Salto
  • Parquinho Infantil
  • Pequenas trilhas
  • Sanitários
  • Bebedouros

Mais informações:

Parque Municipal do Itiquira (acesso ao Salto do Itiquira), em Formosa/ Goiás.

Funcionamento: todos os dias, das 9h às 17h (entrada permitida até 16h)

Telefone para contato: (61) 3981-1234

Endereço: Rod. GO 524, S/N – Zona Rural, Formosa – GO, 73800-000

Ingressos:

  • Residente de Formosa: R$ 3
  • Visitante de outras cidades/ país: R$ 10
  • Crianças de 0 a 5 anos: isento

É proibido entrar no parque com alimentos, bebidas (exceto água) e animais de estimação.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Vereador agride agente de trânsito em Valparaíso de Goiás

Parlamentar alegou em depoimento que reagiu aos insultos e por isso agrediu o rapaz.
23/04/2019, 18h54

O vereador José Alves Maria, conhecido como Zeca (SD) agrediu um agente de trânsito na última segunda-feira (22/4) após discutir com o servidor, no Setor Esplanada Um, em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal (DF). A briga entre os dois foi filmada por pelo próprio agente.

Responsável por investigar o caso, o delegado Rafael Abrão conversou com o Dia Online e deu mais detalhes sobre a ocorrência. “O que nós sabemos até o momento é que os dois tiveram uma discussão ontem e que o vereador agrediu o agente de trânsito com uma cabeçada, mas ainda estamos apurando as circunstâncias de como a confusão entre eles ocorreu”, explica o delegado.

Rafael Abrão afirmou que o servidor público esteve no 1º Departamento de Polícia (DP) da cidade e registrou o Boletim de Ocorrência contra o parlamentar. “O vereador esteve hoje na delegacia e prestou depoimento, e pelo que ele nos contou, existe uma rixa antiga entre os dois”, explica o delegado.

O delegado informou ainda que antes da discussão entre eles, o guarda de trânsito havia multado o carro do parlamentar, mas que a aplicação da multa não tem relação com o ocorrido. Segundo Rafael Abrão, mesmo pelas imagens que registraram a briga entre eles e a agressão do parlamentar ao servidor, o vereador pode responder pelo crime de lesão corporal leve.

Vídeo gravado em celular mostra discussão e a agressão do vereador ao agente de trânsito

No vídeo gravado por um celular é possível ver o momento que a discussão entre os dois começa. O parlamentar começa a gritar que é autoridade e que vai ser chefe do agente, pois vai assumir a Agência de Trânsito de Valparaíso. As imagens mostram ainda o momento que o servidor sai do carro e o vereador parte para cima da vítima.

Veja o vídeo da discussão e as agressões: 

Durante a discussão entre os dois envolvidos Zeca agride o agente de trânsito com uma cabeçada na boca, que cortou os lábios do servidor. Um outro guarda de trânsito que estava com o colega de trabalho durante as abordagens de rotina, interveio para conter o parlamentar, que estava com os ânimos bastante exaltados.

O vereador afirmou em entrevista à Rádio CBN que revidou aos insultos do agente e por essa razão agrediu o servidor. O parlamentar ainda afirmou que o trabalho feito pelos agentes de trânsito na verdade é uma indústria de multas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Claudinei Oliveira é o novo técnico do Goiás

Comandante vai para sua segunda passagem a frente do esmeraldino goiano.
23/04/2019, 20h18

Após demitir o técnico Maurício Barbieiri no último domingo (21/4) pelo vice-campeonato no Goianão 2019, o Goiás demorou apenas dois dias e anunciou na tarde desta terça-feira (23/4) Claudinei Oliveira como novo treinador da equipe goiana. O técnico vai ter uma missão difícil, uma vez que o esmeraldino goiano retornou ao Campeonato Brasileiro da Série A e o primeiro desafio é fora de casa no próximo domingo (28/4) a partir das 19h contra o Fluminense.

Antes do anúncio do novo comandante esmeraldino, desde a demissão de Barbieri vários nomes foram ventilados na Serrinha para assumir o clube. Entre os contados estavam Vanderlei Luxemburgo, Marcelo Cabo, Lisca que foi demitido após perder o título do cearense para o Fortaleza no final de semana.

Por fim o último nome que circulou na diretoria do Goiás foi o de Vagner Mancini, que atualmente é um dos coordenadores do São Paulo Futebol Clube, no entanto não foi feita nenhuma proposta oficial por Mancini, apenas uma sondagem.

Claudinei Oliveira assume o Goiás pela segunda vez

O treinador anunciado pelo esmeraldino goiano na tarde de hoje, vai para sua segunda passagem no clube. Assim como Barbieri derrotas na Copa do Brasil para o Botafogo da Paraíba na primeira fase da competição e a perda do título para o Atlético Goianiense com gol do zagueiro Lino aos 48′ do segundo tempo, em 2014, encerraram a passagem de Claudinei Oliveira pelo esmeraldino na época.

O novo treinador esmeraldino conseguiu salvar a Chapecoense do rebaixamento no ano passado, mas em 2019, o restrospecto de Claudinei não é favorável.

Em 26 jogos pelo clube catarinense, Claudinei perdeu o título do estadual, acumulou 12 vitórias, sete empates e sete derrotas. O novo comandante chega com o assistente Luciano Gusso. Além do novo treinador o Goiás anunciou o retorno no preparador físico Robson Gomes, que vai integrar a comissão técnica permanente do clube.

Via: Sagres Online 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Em rebelião, presos rendem agentes e fogem da CPP, em Aparecida de Goiânia

Presos armados teriam feito disparos durante a rebelião.
24/04/2019, 01h06

Pelo menos oito presos fugiram após rebelião na Casa de Prisão Provisória (CPP), em Aparecida de Goiânia, por volta das 22h20 da noite de terça-feira (24/4).

A fuga ocorreu após uma confusão generalizada entre os detentos do bloco 2. O presidente do Sindicato dos Servidores do Sistema de Execução Penal (Sinsep), Maxsuell Miranda das Neves, informou ao Dia Online no início da da madrugada que pelo menos três presos ficaram feridos.

Ainda conforme Maxsuell, entre oito e dez detentos – alguns armados – renderam os agentes, ocasião em que conseguiram fugir da detenção.

“Nenhum agente ficou ferido”, garantiu ele. Após o motim, viaturas da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento de Urgências (Samu) foram deslocados para buscar os fugitivos e atender os feridos, respectivamente.

Em nota enviada à imprensa, a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou no início da madrugada que a unidade “está sob controle e que foram tomadas medidas necessária para garantir a segurança, a ordem e a disciplina no local”.

“Um caos”, diz funcionário sobre rebelião na CPP, em Aparecida de Goiânia

Um funcionário disse sob anonimato para a reportagem que a situação não mudou nada desde o início do ano passado, quando presos foram decapitados por membros de facção rival. “Trabalhamos sob stress, sem saber quando a cadeira vai virar [gíria para rebeliões]. Sabemos que vai virar e o Estado não vai conseguir controlar a sangria”, disse ele, que trabalha em uma das enfermarias.

Um agente, que estava de folga, mas acompanhou as informações em grupos, disse que a DGAP não aprendeu com o motim no dia 1° de janeiro de 2018 na Colônia Agroindustrial, que deixou nove mortos e 14 feridos. “A impressão que nós temos, de nós que estamos lá dentro, é que estamos abandonados”, apontou.

Nos grupos de motoristas de aplicativo, a instrução foi de que nenhum motorista aceitasse corridas em bairros próximos à Casa de Prisão Provisória e “muito menos ir até lá”.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.