Goiás

Jovem mata idoso, em Senador Canedo, e é presa ao voltar para buscar arma do crime

Caso ocorreu na noite desta terça-feira (23/4), no Residencial Boa Vista.
24/04/2019, 07h57

Uma jovem foi presa em flagrante depois de matar um idoso com golpe de faca e voltar na cena do crime para buscar a arma usada. O caso ocorreu na noite desta terça-feira (23/4), no Residencial Boa Vista, em Senador Canedo, Região Metropolitana da capital. De acordo com informações da Polícia Militar, a mulher voltou ao local na garupa de um motoboy, mas ao chegar foi surpreendida pelas equipes policiais do 27° Batalhão da Polícia Militar (BPM).

Ainda segundo a corporação, Altamiro Joaquim de Souza, de 68 anos, foi atingido com um golpe de faca no braço esquerdo. Ele teve a artéria perfurada e morreu no local, antes da chegada do socorro. Ainda não se sabe se a vítima e a suspeita se conheciam. A motivação do crime também é desconhecida.

Suspeita volta à cena do crime, em Senador Canedo, mas acaba presa

Na tentativa de sumir com a faca usada para matar Altamiro, a principal suspeita, Claudia Aline Ribeiro Cardoso, de 20 anos, voltou ao local para buscar o objeto. Mas ao chegar no local, juntamente com um motoboy, os policiais militares já estavam atendendo a ocorrência de homicídio.

Jovem mata idoso, em Senador Canedo, e é presa ao voltar para buscar arma do crime
Foto: Reprodução/PMGO

Ela ainda conseguiu fugir, mas foi localizada após o motociclista informar onde havia a deixado. Claudia Aline, que segundo a PM tem uma extensa ficha criminal, foi presa em flagrante. A jovem encontrava-se com alvará de soltura pelo crime de tráfico de drogas.

Crime bárbaro em Senador Canedo

Na noite da última segunda-feira (22/4), também em Senador Canedo, foi registrado um crime chocante envolvendo tentativa e homicídio concretizado em família. Depois de ingerir bebida alcoólica, um homem atacou com golpes de faca seus sogros e sua namorada, deixando o rosto dela desfigurado. O pai dela não resistiu aos ferimentos e acabou indo a óbito.

Conforme informações da PM, uma equipe do equipe do 27º BPM foi acionada por volta das 21h30 de ontem para atender a ocorrência que se passou na Fazenda Bom Sucesso, na zona rural do município. Conforme com a corporação, Maycom Sullyvam Alves, de 27 anos, havia ingerido grande quantidade de bebida alcoólica quando iniciou um desentendimento com seus sogros e sua namorada, de 25 anos. Maycom desferiu vários golpes de facas na sogra, depois no sogro e por fim atacou a namorada. Com o ataque, o rosto da moça ficou desfigurado.

Imagens: Correio de Minas 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem de 23 anos é preso acusado de estuprar cunhado de 11, em Aragarças

O homem de 23 anos teria acariciado e mantido relações sexuais com a criança por pelo menos quatro vezes. Família desconfiou após mudança de comportamento do menino.

Por Ton Paulo
24/04/2019, 08h41

Quase um ano após o suposto acontecimento do crime, um homem de 23 anos foi preso em Aragarças, a 370 quilômetros de Goiânia, acusado de ter estuprado o próprio cunhado, um menino de apenas 11 anos de idade. Os abusos teriam ocorrido ao menos quatro vezes. A prisão foi feita na tarde da última segunda-feira (22/4)

Conforme informações da Delegacia de Polícia de Aragarças, interior goiano de aproximadamente 20 mil habitantes, o crime teria acontecido em meados de 2018. O suspeito, identificado somente pelas iniciais M. O. C., teria convivência com o menino, que  é cunhado dele.

De acordo com a família, o menino mudou drasticamente o comportamento a partir de certa época, fato que causou preocupação apesar do insistente silêncio da vítima. Após alguns meses do fato, o menino, diante da interpelação de parentes próximos devido ao seu comportamento pacato e introspectivo que surgiu de forma inesperada, acabou contando o que tinha acontecido.

O homem de 23 anos teria acariciado e mantido relação sexual com a criança por pelo menos quatro vezes.

Diante da informação, os familiares procuraram a Polícia Civil de Aragarças que iniciou a apuração dos fatos, o que culminou na prisão do suspeito. O delegado Ricardo Galvão declarou que “estes agressores sexuais valem-se da intimidade familiar para cometer esta barbárie”.

Concluindo as investigações, o suspeito responderá pelo crime de estupro de vulnerável com pena prevista de até 15 anos, afirmou Galvão.

Além do caso de Aragarças, estupro em Águas Lindas de Goiás resultou em morte de suspeito

Em março do ano passado, cinco homens foram presos suspeitos de matar um dos investigados pelo sequestro, estupro coletivo e morte de Rafaela Martins Cardoso, de 18 anos, em Águas Lindas de Goiás.

Ivan Ferreira de Melo Filho foi assassinado na quinta-feira (7/3), depois de ser apontado como um dos responsáveis pelos crimes cometidos contra a jovem, na madrugada de quarta-feira (6/3). De acordo com informações da Polícia Civil, os homens confessaram ter matado Ivan para “vingar” a morte de Rafaela.

Rafaela Martins Cardoso, de 18 anos, desapareceu na madrugada da última quarta-feira (6/3), depois de sair de uma festa. A jovem foi sequestrada, vítima de estupro coletivo e morta por enforcamento. Após o crime, os homens jogaram o corpo de Rafaela dentro de uma cisterna.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Família cobra investigação sobre desaparecimento de bancário, em Pirenópolis

Evaldo Borges Leal está sumido há exatos 78 dias. Recompensa de R$ 2 mil é oferecida por informações de seu paradeiro.
24/04/2019, 09h22

O desaparecimento do bancário aposentado, Evaldo Borges Leal, de 57 anos, completa nesta quarta-feira (24/4), exatos 78 dias. Por volta das 8h do dia 6 de fevereiro ele saiu da casa de veraneio da família, em Pirenópolis, região turística de Goiás, para caminhar e desde então não foi mais visto. Ele, que mora no Distrito Federal, havia chegado na cidade uma hora antes de desaparecer, acompanhado pela mãe e por uma tia. A família espera por respostas.

Ao Dia Online, Francineide Leal, irmã do bancário aposentado, contou que após o desaparecimento o celular de Evaldo foi recolhido pela Polícia Civil da cidade para análise, mas até hoje, mais de dois meses após o sumiço, a família não recebeu nenhuma informação sobre as investigações. “Eles retornam, não falam nada sobre isso”, declarou.

A reportagem entrou em contato com a Delegacia de Pirenópolis e foi informada de que as diligências do caso seguem em andamento. Ainda de acordo com um agente da corporação local, o celular de Evaldo continua em perícia em Goiânia, portanto ainda não se tem o resultado do laudo. O portal tenta contato com o delegado responsável pelas investigações.

Família faz mutirão de buscas em Pirenópolis

Nos primeiros dias do desaparecimento, ao menos 18 bombeiros fizeram buscas nas regiões de mata e em rio de Pirenópolis, com auxílio de cães farejadores. Com o passar do tempo, descartada a possiblidade de Evaldo estar nesses locais, a corporação iniciou buscas em povoados próximos ao município. “Deixamos fotos e informações do desaparecido, caso alguém encontre alguém com as características parecidas nós iremos até o local”, explicou o tenente Aguinaldo Dias do Corpo de Bombeiros de Pirenópolis, responsável pela ação de resgate.

Hoje, de acordo com Francineide, apenas os familiares se unem nas buscas por Evaldo. Ela destaca que os dias têm sido difíceis para a família, principalmente para os filhos pequenos e para a mãe dele, que já tem 80 anos. “Eles não estão bem. As crianças estão sempre com febre. Todo dia elas perguntam onde ele foi”, desabafa. “Já minha mãe tem tomado remédio para dormir. Está sofrendo muito. Ela quer que todo final de semana todo mundo vai procurar por ele”, conta Francineide.

Família oferece recompensa de R$ 2 mil

Quinze dias após o desaparecimento, a família de Evaldo decidiu recompensar em R$ 2 mil quem encontrá-lo. Algumas ligações apontaram locais onde ele teria sido visto, mas nenhuma das informações procederam. “A gente achou que se falasse da recompensa as pessoas iriam prestar mais atenção em quem vai passar perto delas né, ai se encontrarem com ele vão chamar as autoridades ou ligar para nós. A recompensa já é desespero mesmo”, desabafou a irmã à época.

Ao deixar a residência, Evaldo usava uma camisa gola polo verde, bermuda jeans e chinelo. Informações sobre o paradeiro podem ser repassadas à família pelos seguintes números: (61) 9 9536-1881; (61) 9 8219-6354; (61) 9 8181-4032; (62) 9 9355-0840 e (61) 9 8219-6354.

Imagens: Facebook 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Reparo em adutora deixa ao menos 39 bairros de Aparecida de Goiânia sem água

Câmpus da UEG e o Hospital de Urgências da cidade também são parcialmente afetados.
24/04/2019, 10h28

Nesta quarta-feira (24/4), ao menos 39 bairros de Aparecida de Goiânia, parte do câmpus da Universidade Estadual de Goiás (UEG) e do Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (HUAPA) estão sem água devido ao rompimento de uma adutora, ocorrido nesta madrugada.

Para a realização do serviço de reparo, o bombeamento foi paralisado na área de influência da Estação de Tratamento de Água Lajes. A previsão para normalização do abastecimento é ainda para a noite de hoje (24/4). O comunicado foi feito pela Saneago, que pede a compreensão dos moradores e o consumo consciente das reservas de água.

Bairros sem água em Aparecida de Goiânia

Confira abaixo a lista de bairros de Aparecida de Goiânia que podem ser afetados durante esta quarta-feira:

  • Bairro Vera Cruz
  • Conde dos Arcos (parcial)
  • Condomínio Residencial Araça
  • Conjunto Ana Rosa
  • Conjunto Planalto
  • Conjunto Planície
  • Huapa (parcial)
  • Internacional Park
  • Jardim Belo Horizonte
  • Jardim Casa Grande
  • Jardim Cristal
  • Jardim das Acácias
  • Jardim das Hortências
  • Jardim Eldorado
  • Jardim Ipanema
  • Jardim Iracema
  • Jardim Miramar
  • Jardim Palmares
  • Jardim Pampulha
  • Jardim Repouso
  • Jardim Rio Grande
  • Jardim Rosa do Sul
  • Loteamento Real Grandeza
  • Loteamento Santo Antônio
  • Nova Olinda
  • Parque Montreal
  • Parque Rio das Pedras
  • Residencial Brasicon
  • Residencial Maria Luíza
  • Setor Araguaia
  • Setor Central
  • Setor Expansul
  • Setor Retiro dos Bosques
  • Setor Rosa dos Ventos
  • Setor Santo André
  • UEG (parcial)
  • Vila Adélia
  • Vila Célia Maria
  • Vila Izabel
  • Vila São Manuel
  • Vila Souza

Manutenção na rede elétrica deixa duas cidades de Goiás sem água

Na quinta-feira (25/4), Cidade Ocidental e Valparaíso, cidade do interior de Goiás, devem ficar sem abastecimento de água durante uma manutenção programada na rede elétrica dos municípios. De acordo com informações da Enel Distribuição Goiás, o serviço será realizado no período da manhã, das 7h30 às 14h.

O abastecimento deve ser normalizado após o restabelecimento da energia elétrica. A Companhia também solicita a compreensão da população.

Imagens: Estado de Minas 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Na contramão do país, Goiás tem saldo positivo de empregos em março, diz Caged

O saldo negativo nacional é consequência de 1.261.177 admissões e 1.304.373 desligamentos. Mas segundo os números apresentados, Goiás apresentou alta de contratações.

Por Ton Paulo
24/04/2019, 10h30

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, divulgou na manhã desta quarta-feira (24/4) os números relativos ao desemprego no país. De acordo com os dados, o mercado formal no Brasil apresentou saldo negativo de empregos em março, uma vez que foram fechadas 43.196 vagas. Entretanto, indo na contramão, o estado de Goiás apresentou um saldo positivo, admitindo mais do que demitindo no mês em questão.

De acordo com o Caged, o saldo negativo nacional é consequência de 1.261.177 admissões e 1.304.373 desligamentos. Mas segundo os números apresentados, Goiás apresentou uma melhora, com saldo positivo de 2.712 contratações.

Os dados do Caged mostram também que o saldo de 129.943 empregos é superior ao verificado em 2018, quando foram geradas 117.339 vagas formais. Também houve crescimento nos últimos 12 meses, com a criação de 472.117 postos de trabalho, um aumento de 1,24% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

No mês de março, segundo os números em questão, houve perda acentuada de vagas no Comércio (-28.803), seguido da Agropecuária (-9.545), Construção Civil (-7.781), Indústria de Transformação (-3.080) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (-662). Três setores tiveram resultado positivo em março: Serviços, Administração Pública e Extrativa Mineral.

Além de Goiás, oito estados tiveram saldo positivo de empregos em março

Conforme o Caged, outros sete estados tiveram saldo positivo de empregos em março além de Goiás: Minas Gerais (5.163 postos); Bahia (2.569); Rio Grande do Sul (2.439); Mato Grosso do Sul (526); Amazonas (157); Roraima (76) e Amapá (48).

Os maiores saldos negativos foram registrados em Alagoas (-9.636 postos); São Paulo (-8.007), Rio de Janeiro (-6.986); Pernambuco (-6.286) e Ceará (-4.638).

Entre as regiões, a maior queda ocorreu no Nordeste, com o fechamento de 23.728 vagas de emprego formal. No Sudeste, foram encerrados 10.673 postos; no Norte, 5.341; no Sul, 1.748; e no Centro-Oeste, 1.706.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.