Goiás

Rapaz tenta defender namorada de assédio e é espancado, em Goiânia

Até a mãe do jovem, na tentativa de separar a briga, foi atingida pelos golpes.

Por Ton Paulo
25/04/2019, 15h46

Um caso chocante de agressão foi registrado na última quarta-feira (24/4), no Setor Estrela Dalva, em Goiânia. Um jovem, que completa 19 anos de idade hoje (25/4), teve quatro dentes quebrados e cortes na cabeça após ser espancado por tentar defender namorada de um grupo de assediadores.

O caso ocorreu na Rua 3 do Setor Estrela Dalva. Edmilson José de Souza, vizinho da vítima que testemunhou o ocorrido e tentou impedir o espancamento, contou a um veículo local que o jovem, ainda com 18 anos na ocasião, acompanhava a namorada ao ponto de ônibus, quando os o grupo de três agressores começaram a assediar a moça.

Edmilson relatou ainda que mesmo com os assédios à namorada, o rapaz manteve-se quieto e esperou que ela embarcasse no ônibus. Logo em seguida, ele foi até o grupo de homens para tirar satisfação. Diante disso, ainda conforme Edmilson, começou um desentendimento e os três homens partiram para cima do jovem. Edmilson conta ainda que estava voltando do supermercado com a mãe quando viu a confusão, percebeu se tratar do vizinho e correu para ajudar a conter a agressão.

O vizinho disse ainda que chegou a conseguir retirar o jovem do meio da confusão, mas quando foi até a casa da mãe dele para avisar da agressão sofrida pelo filho, o rapaz acabou voltando para o local. Foi aí então que a agressão se intensificou. O jovem passou a ser agredido com pedaços de pau, socos, chutes e até um tamborete.

Até a mãe do jovem, na tentativa de separar a briga, foi atingida pelos golpes. Numa tentativa de proteger o filho, ela se deitou sobre ele e acabou levando golpes com o um pedaço de pau nas costas.

Festa de aniversário do rapaz que foi agredido depois de tentar defender a namorada foi cancelada

O jovem, que faz curso técnico de enfermagem e trabalha como jovem aprendiz, está completando 19 anos de idade nesta quinta-feira. Uma festa de aniversário que reuniria família e amigos do jovem estava planejada para hoje, mas por motivos óbvios, precisou ser cancelada.

Ainda conforme o veículo local, o rapaz e a mãe passaram por exame de corpo de delito. Além da mandíbula, o jovem teve 4 dentes quebrados, precisou de dar pontos na cabeça e teve luxação no ombro.

Ele foi socorrido por vizinhos e levado para o Hospital das Clínicas, em Goiânia, por uma equipe da Polícia Militar. De acordo com informações do hospital, o rapaz já recebeu alta.

Segundo a Polícia Civil de Goiás, Edmar Aparecido Borges, de 28 anos, um dos agressores, ainda tentou fugir mas foi preso em flagrante. Edmar responderá pelo crime de tentativa de homicídio.

Via: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Suspeito de matar e amarrar professor é preso em Goiatuba

Wallyson confessou o crime e afirmou em depoimento que amarrou as pernas e braços da vítima para simular que não agiu sozinho.
25/04/2019, 15h58

O suspeito de matar e amarrar o professor universitário aposentado identificado apenas pelo primeiro nome Sebastião, encontrado morto dentro de sua residência, na manhã do último domingo (21/4), foi preso na tarde da última quarta-feira (24/4), em Goiatuba.

Dia Online entrou em contato por telefone com o delegado Patrick Carniel, responsável pela investigação e prisão do suspeito identificado como Wallyson Moura Silva. “Ele foi preso dentro de sua residência na tarde de ontem, aqui mesmo em Goiatuba e afirmou que estava planejando roubar um carro, e escolheu o veículo do professor, por ser um carro novo”, explica o delegado.

Carniel conta ainda que a vítima e Wallyson eram conhecidos, e que o professor era bastante querido no município. “Ele conta que montou um plano e nesse planejamento ele teria que matar o professor, pois ele o reconheceria e ligou no dia do crime para combinar de assistir a um filme com o educador em sua residência”, narra o investigador.

Professor foi morto no momento que foi pegar o DVD para assistir ao filme

Segundo o delegado, após os dois combinarem de assistir ao filme, a Sebastião foi buscar Wallyson em sua residência. “Ao chegar em casa, o professor foi pegar o DVD para colocar o filme para os dois assistirem, nesse momento Wallyson estava em posse de um fio e passou pelo pescoço do professor, que morreu asfixiado”, relata Carniel.

Patrick Carniel conta que o suspeito chegou a convidar uma pessoa para participar do crime por volta do meio-dia, e que esse indivíduo ficou de pensar, mas por volta das 16h afirmou que não iria participar do crime e que o Wallyson decidiu agir sozinho.

O corpo do professor foi encontrado na manhã do domingo de páscoa, além de estar sem vida, a vítima estava com os braços e pernas amarrados. “O autor conta que amarrou os braços e pernas do professor Sebastião para simular que ele não agiu sozinho e teve auxilio de outras pessoas”, explica o delegado.

Wallyson fugiu com o carro da vítima, relógios e pulseiras, na fuga o suspeito do crime se envolveu em um acidente de trânsito e abandonou o carro às margens da rodovia. O suspeito do crime vai ser indiciado pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) e pode pegar de 20 a 30 anos de prisão caso seja condenado.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Prefeito Iris Rezende lança o 1º Censo Previdenciário de Goiânia

O Censo Previdenciário deve abranger 38.881 servidores ativos e inativos vinculados à administração municipal, e a participação dos servidores é obrigatória.

Por Ton Paulo
25/04/2019, 16h19

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), realizou na última quarta-feira (24/4) o lançamento do 1º Censo de Recadastramento Previdenciário de Goiânia. A ação, promovida pela Prefeitura de Goiânia e o Instituto de Previdência Social dos Servidores do Município (GoiâniaPrev), vem em pleno fervor do debate quanto à Reforma da Previdência e, segundo o prefeito, o Censo Previdenciário deve abranger 38.881 servidores ativos e inativos vinculados à administração municipal.

Conforme adiantado pela Prefeitura, o lançamento do Censo é uma ação inédita. A iniciativa, de acordo com a Prefeitura, concede aos servidores públicos (ativos e inativos) a “oportunidade de acessar seus dados organizados e digitalizados em um novo sistema de tecnologia”. Essas informações vão abastecer toda a administração pública e, conforme o prefeito, haverá mais segurança nas análises.

Para facilitar o acesso do funcionalismo, os atendimentos foram agendados antecipadamente. O servidor deve entrar no site da Prefeitura de Goiânia e conferir data, local e horário de seu recadastramento. A lista de documentos também está disponível na internet. O Censo Previdenciário será realizado pelo período de quatro meses e se encerrará no dia 29 de agosto. Para recadastrar os servidores, a Prefeitura instalou três postos de atendimentos, que estão no Paço Municipal, no Parque Lozandes; no GoiâniaPrev, na avenida B, no Setor Oeste e no Instituto Municipal de Assistência Social (Imas), na avenida Paranaíba, no Centro.

Participação no Censo Previdenciário de Goiânia é obrigatória

O presidente do GoiâniaPrev, Paulo Henrique Rodrigues Silva, afirma que a participação no Censo de Recadastramento Previdenciário é obrigatória para todo o funcionalismo municipal. Conforme a Prefeitura, a coleta de dados do censo começou na quarta-feira, e está dividida em três categorias; cadastral, funcional e financeiro.

O Censo Cadastral vai atualizar os dados pessoais dos servidores, o Censo Funcional tem foco na atualização do histórico funcional, como cargo ocupado, data de admissão, vínculos anteriores e benefícios concedidos. Já o Censo Financeiro envolve a atualização da base remuneratória de contribuição dos servidores. O presidente do GoiâniaPrev explica que “uma base de dados atualizada e consistente possibilita maior eficiência na realização da Avaliação Previdenciária Atuarial, que define a política previdenciária nos Estados e municípios”.

Ele diz que, com base nestas informações, será possível estimar quando o segurado vai adquirir direito para aposentar, probabilidades em relação às pensões por morte, previsão do cálculo de compensação previdenciária com o INSS, entre outros.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Marido de Ana Hickmann diz que apresentadora voltou a receber ameaças

Em 2016, um homem chamado Rodrigo de Pádua ameaçou Ana com uma arma, após invadir o quarto de um hotel em que ela estava.
25/04/2019, 16h35

O empresário Alexandre Correa, marido de Ana Hickmann, afirmou pelo Instagram na quarta-feira, 24, que a apresentadora voltou a sofrer novas ameaças. Em 2016, um homem chamado Rodrigo de Pádua ameaçou Ana com uma arma, após invadir o quarto de um hotel em que ela estava.

“A Ana está sendo ameaçada de maneira covarde por esse cidadão que diz ser Erinaldo Santos Silva”, escreveu Correa na rede social. “A atitude dele tem sido idêntica a do Rodrigo de Pádua, o que nos causa pânico e nos deixa em total estado de alerta novamente”, completou.

Alexandre Correa divulgou uma foto do rosto do suposto ameaçador e pediu aos internautas que ajudem a identificar a pessoa. “Não podemos deixar isso continuar”, concluiu.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Adulteração de combustível ou na bomba fará posto ter alvará cassado, em Goiânia

Laudo de perícia da ANP ou de empresa certificada por ela vai constatar a adulteração do combustível.
25/04/2019, 16h37

A Câmara Municipal de Goiânia aprovou em segunda e última votação nesta quinta-feira (25/4), o projeto de lei da vereadora Tatiana Lemos (PC do B) que cassa o alvará dos postos de combustíveis que adulterarem as bombas, ou revenderem combustível adulterado ou produtos advindos de furtos ou roubos.

A proposta ainda proíbe os donos dos postos de combustível de tirar um novo alvará de funcionamento por cinco anos para exercer a atividade na capital. O texto agora segue para sanção ou veto do prefeito Iris Rezende (MDB).

De acordo com Tatiana Lemos, a prática é criminosa e altamente prejudicial ao consumidor, pois o combustível adulterado danifica o motor do veículo e a saúde, devido a emissão de poluentes, até mesmo aumentando o consumo de combustível pelo carro. “Nós não podemos nos esquecer que cargas roubadas são vendidas em postos do município”, explica a vereadora.

Adulteração no combustível vai ser comprovada por laudo emitido pela ANP

Conforme o texto aprovado pela Casa hoje, é considerado combustível adulterado quando há uma alteração na qualidade, comprovado por laudo da perícia, feito pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), órgão responsável pela análise ou uma entidade credenciada por ela para emitir o documento.

Além da qualidade do combustível, a adulteração na bomba é verificada quando o registro do equipamento mostra quantidade uma quantidade maior de combustível do que está de fato sendo colocado no veículo.

A partir do momento que o poder executivo de Goiânia receber a informação que houve a infração, um processo administrativo vai ser instaurado, e o mesmo vai ter o prazo de 60 dias para ser concluído. O tempo determinado é para que o acusado possa se defender durante o processo, nesse período o estabelecimento comercial vai permanecer interditado de maneira cautelar.

Caso o alvará do posto seja cassado, as cópias do processo administrativo e os documentos que o integram vão ser encaminhados ao Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) que vai tomar as devidas medidas em relação a cassação da licença.

“É preciso criar medidas mais duras para evitar essa prática, por isso a cassação do Alvará de Funcionamento dos estabelecimentos que vendem combustíveis adulterados se faz necessária”, conclui Tatiana.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.