Mundo

Ataque a igreja católica na Burkina Faso deixa seis mortos

É o segundo ataque à comunidade cristã do país em duas semanas.
12/05/2019, 15h53

Autoridades afirmam que atiradores atacaram uma igreja católica em Dablo, na Burkina Faso, e deixaram seis mortos na manhã deste domingo, 12. É o segundo ataque à comunidade cristã do país em duas semanas.

O prefeito da cidade, Boucary Zongo, e uma testemunha contaram à Reuters que os fiéis chegavam para a missa das 9h quando cerca de 20 homens se aproximaram atirando. Entre as vítimas está o padre da igreja. O responsável pela comunicação do governo acrescentou que um centro de saúde foi incendiado e locais de venda de álcool, destruídos.

A estabilidade na Burkina Faso tem sido afetada pela ação de grupos jihadistas, como o Estado Islâmico e al Qaeda, na fronteira com o Mali. Eles almejam espalhar sua influência entre os países da região, ao sul do deserto do Sahara.

Entre as táticas adotadas pelo grupo, está o sequestro de estrangeiros. Dois soldados franceses foram mortos em uma operação para resgatar quatro pessoas feitas reféns.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Corpo de bebê é encontrado dentro de sacola, em Goiânia

Polícia trabalha para encontrar a mãe da criança.
12/05/2019, 16h58

Na manhã deste domingo (12/5) em que é comemorado o dia das Mães a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) teve que atender uma ocorrência, em que o corpo de um bebê de apenas seis meses foi encontrado dentro de uma sacola, no Setor Novo Horizonte, em Goiânia.

O Dia Online entrou em contato com o Tenente Iury Cruvinel, comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar (7ºBPM) em busca de mais detalhes sobre o caso.

“Nós fomos acionados por volta das 8h30 através do Copom, após receber uma denúncia do encontro de um feto, na manhã de hoje”, conta o Comandante.

O Tenente afirmou que após receber a denúncia, uma equipe da PM se deslocou até o local, para verificar a veracidade das informações. “Nossa equipe foi ao local, ao chegamos lá, encontramos o corpo de um bebê de aproximadamente seis meses do sexo feminino, dentro de uma sacola”, explica o Tenente Cruvinel.

Após a constatação do corpo do bebê ter sido abandonado, a polícia fez o isolamento da área e aguardou a chegada do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO), Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) e do Instituto Médico Legal (IML) para remoção do corpo.

O caso vai ser investigado pela Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), que vai tentar encontrar a mãe da criança, e descobrir a razão dela ter abandonado a filha, dentro de um sacola em um matagal.

Em dezembro do ano passado, uma mulher abandonou o corpo de um bebê dentro de uma mochila

No final da manhã do dia 17 de dezembro de 2018, o corpo de um bebê do sexo masculino foi encontrado dentro de uma mochila, no Setor Sudoeste, em Goiânia. Uma catadora de material reciclável que buscava material para o sustento da família, abriu a mochila e encontrou o corpo da criança em estado avançado de decomposição e chamou a polícia.

Na ocasião testemunhas relataram que uma mulher não identificada passou pela rua em que o corpo foi encontrado e deixou a mochila próximo a uma árvore. A catadora então ao ver a mochila abandonada, buscou encontrar algum material que pudesse vender, mas para sua surpresa ali estava o corpo de uma criança.

Após um mês do abandono do corpo, a polícia divulgou imagens da suspeita de deixar a mochila com o corpo do bebê próximo a árvore. Entretanto, a mulher ainda não foi identificada e presa pela polícia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Artistas e amigos lamentam morte de Lúcio Mauro

Lúcio Mauro Filho explicou que o pai sofreu um AVC há três anos, resistiu, mas já "não era a mesma coisa".
12/05/2019, 17h36

Personalidades, artistas e amigos lamentam neste domingo, 12, a morte de Lúcio Mauro, aos 92 anos de idade. Ele estava internado há quase quatro meses em um hospital no Rio de Janeiro, com problemas respiratórios.

Em um texto emocionante na página oficial dele no Instagram, Lúcio Mauro Filho declarou que o pai sempre foi fonte de inspiração. “Me influenciou em tudo. O homem que sou, o artista, o pai de família, o amigo. Eu nada seria sem seus ensinamentos. Tivemos o prazer de trabalhar juntos, na TV, no teatro, no cinema e na publicidade. Não faltou nada”, contou.

Lúcio Mauro Filho explicou que o pai sofreu um AVC há três anos, resistiu, mas já “não era a mesma coisa”: “Preso a uma HomeCare, ele lutou até suas últimas forças. Ainda teve a alegria de conhecer Liz, a neta inesperada que chegou para promover o ciclo da vida. A esticada foi longa e sofrida. Agora só restava o descanso que ele tanto merece”. E se despediu: “Vai com Deus, meu velho. Vai se juntar a Chico, Agildo, Silvino, Rogerio, Miele e tantos outros, para juntos fazerem cócegas nas estrelas. Obrigado por tudo!”, concluiu.

Em março do ano passado, Lúcio Mauro conheceu a netinha Liz. A cena foi registrada pelo filho e publicada nas redes sociais. “Momento histórico! Vovô Lúcio e Liz em seu primeiro encontro. Uma emoção única! Haja coração! Ele encheu ela de beijos e os dois não se desgrudam”, escreveu Filho.

Amigos e artistas se comoveram. “Um gênio da arte do sorrir. Sou grato por ter conhecido e contracenado com ele e por você tê-lo dividido conosco”, escreveu Lázaro Ramos. O humorista Carioca também se manifestou: “Grande artista brasileiro que jamais esqueceremos. Meu amigo, meus profundos sentimentos à você e sua família”. “Grande artista e sei o quanto ele lutou. Que descanse em paz e todo amor. Parabéns pelo pai que tem”, disse Tatá Werneck.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Dois navios de transporte de petróleo da Arábia Saudita são atacados

Um terço do gás natural liquefeito e do petróleo do mundo passa pelo Estreito de Ormuz.
13/05/2019, 08h13

Dois navios-tanque que transportam petróleo da Arábia Saudita tiveram “danos significativos” em um ataque ocorrido no fim de semana perto do Estreito de Ormuz, afirmou o ministro da Energia do reino, Khalid al-Falih, nesta segunda-feira. O episódio ocorreu às 6h do domingo (hora local), na costa leste dos Emirados Árabes, no momento em que as embarcações se preparavam para cruzar o Golfo Pérsico.

O ataque não gerou um vazamento de petróleo, disse Falih por meio da agência estatal Saudi Press, mas resultou em “danos significativo na estrutura das duas embarcações”. Ele se referiu ao episódio como uma sabotagem.

O caso ocorre num momento de tensões militares no Golfo Pérsico. Na semana passada, os Estados Unidos afirmaram que enviariam aeronaves e outros reforços para o Golfo Pérsico a fim de conter o que o governo do presidente Donald Trump considera como a ameaça crescente do Irã. Os EUA têm reforçado sanções econômicas contra Teerã.

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Abbas Mousavi lamentou o incidente com os navios sauditas e pediu uma investigação, segundo a agência local Isna.

Autoridades sauditas não culparam ninguém pelo ataque. Os Emirados Árabes ainda relataram ataques contra quatro navios comerciais em suas águas, sem detalhar se os navios sauditas estariam incluídos nesse conjunto.

Um terço do gás natural liquefeito e do petróleo do mundo passa pelo Estreito de Ormuz. Falih pediu que a comunidade internacional projeta a navegação marítima e os navios-tanque de petróleo, ao destacar o risco de eventuais problemas do tipo para os mercados de energia e para a economia global. Fonte: Dow Jones Newswires.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Começa despacho de bagagem de mão fora do padrão no aeroporto de Goiânia

Segundo a nova regra, válida a partir desta segunda-feira (13/5), a mala deve conter 55 centímetros de altura x 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade. Peso máximo é de 10 kg.
13/05/2019, 08h14

A partir desta segunda-feira (13/5), o Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, passa a despachar bagagens de mão que estiverem fora do tamanho padrão. A nova regra passa a vigorar também nos aeroportos Salgado Filho, em Porto Alegre; Congonhas, em São Paulo; no Galeão, Rio de Janeiro; e Santos Dumont, também no Rio.

Desde a implementação da mudança, que tem como objetivo agilizar o fluxo dos clientes nas áreas de embarque e evitar atrasos, oito aeroportos já realizam a triagem das bagagens de mão, sendo eles: Juscelino Kubitschek (Brasília), Afonso Pena (Curitiba), Viracopos (Campinas/SP), Aluízio Alves (Natal), Confins (Belo Horizonte), Pinto Martins (Fortaleza), Guararapes (Recife) e Val-de-Cans (Belém). A partir do dia 23, o despache obrigatório passa a vigorar nos terminais Luis Eduardo Magalhães, em Salvador; e Internacional de São Paulo, em Guarulhos.

A campanha de orientação aos passageiros começou no dia 10 de abril. Segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), cada aeroporto tem um período de duas semanas para ações de caráter estritamente educativo. Após o prazo, as malas fora do padrão precisarão ser despachadas nos check-ins das companhias aéreas, estando sujeitas a cobranças de acordo com o tipo de franquia contratado para a viagem.

Novas regras para bagagem de mão

A bagagem de mão deve conter as seguintes medidas: 55 centímetros de altura x 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade, de acordo com padrões da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês).  O peso máximo deve ser de 10 quilos. Segundo a Abear, a regra vale para voos dentro do Brasil ou que tenham o país como origem ou destino.

Conforme a Abear, as medidas são adotadas Avianca, Gol e Latam. A Azul deixou a associação no início de maio. A Passaredo também considera o limite de 10 quilos, mas determina as seguintes dimensões máximas: 55 cm X 35 cm X 22 cm. Já a MAP, por conta dos modelos de aeronaves que opera, tem como peso limite para a bagagem de mão 5 quilos e dimensões máximas de 55 cm X 35 cm X 22 cm.

Caso a mala ultrapasse as especificações da companhia, o passageiro pode despachá-la e pagar pelos quilos excedentes.

Via: Abear 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.