Goiás

Governo de Goiás retira projeto que reformula Passe Livre Estudantil

Proposta inicial do governo retirava o benefício de mais de 60 mil estudantes.
13/05/2019, 18h42

Um ofício assinado pelo secretário da Casa Civil, Anderson Máximo, e enviado ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), retira o projeto de autoria do governo estadual que muda as regras do Passe Livre Estudantil (PLE) da Assembleia. Ao retirar o projeto da Casa, governo vai reavaliar a proposta apresentada para as mudanças no programa.

Após a proposta ser apresentada na Casa, o projeto foi alvo de discussões na Alego, por parte da base aliada do governador Ronaldo Caiado (DEM) e de uma audiência pública promovida pela Casa para debater o assunto.

Além da audiência pública os movimentos estudantis se organizaram para manifestações em desfavor da proposta do governo estadual. Incialmente o projeto de lei nº 2388/2019 assinado por Ronaldo Caiado, reestrutura o PLE e cria o Programa Passe do Jovem Estudante (PJE).

Proposta retirava o direito ao Passe Livre Estudantil de estudantes do Ensino Fundamental, Técnico e Superior

A proposta inicial do governo era fazer um corte de R$ 40 milhões e propunha que o benefício fosse destinado apenas aos alunos do Ensino Médio da rede pública de ensino ou da rede privada na condição de bolsistas. Da maneira que o projeto foi apresentado na Comissão Mista da Casa e esperava por um relator, os estudantes do Ensino Fundamental, Técnico e Superior teriam os passes cancelados.

Caso o projeto fosse aprovado pela Alego, o estudante para ser contemplado como programa, iria precisar comprovar uma renda familiar de até três salários mínimos ou ser beneficiário de algum programa de erradicação da pobreza do Governo.

O PJE como passaria a ser chamado o programa, seria destinado aos estudantes da rede pública estadual, escolas comunitárias e filantrópicas, assim como alunos matriculados em colégios particulares, por meio de bolsa integral.

A proposta do governo retirava o benefício de 62.418 estudantes dos 85.075 que são beneficiados pelo programa. Com a redução, o número de beneficiários cairia para cerca de 22.657 alunos. Vale ressaltar que em janeiro deste ano, a Secretaria de Governo (Segov) afirmou que faria um pente fino nos cadastros do programa.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Bon Jovi anuncia que fará três novos shows no Brasil; veja datas

As vendas abrem para o público geral na próxima sexta-feira, 17.
13/05/2019, 18h59

A banda Bon Jovi anunciou pelo Instagram nesta segunda-feira, 13, que fará três shows extras no Brasil com a turnê This House Is Not For Sale.

O grupo musical vai se apresentar no Rock in Rio em 29 de setembro, mas antes subirá ao palco do Estádio do Arruda, em Recife , no dia 22 de setembro, do Allianz Parque, em São Paulo, em 25 de setembro, e da Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba , em 27 de setembro.

Haverá uma pré-venda exclusiva a partir das 10h (horário de Brasília) da próxima quarta-feira, 15, para clientes dos cartões Elo. As vendas abrem para o público geral na próxima sexta-feira, 17.

Confira o anúncio dos shows do Bom Jovi abaixo:

Clique aqui

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Jovem suspeito de matar adolescente esfaqueado se entrega, em Goianésia

Segundo o delegado suspeito ficou calado durante o interrogatório.
13/05/2019, 20h00

O jovem de 16 anos suspeito de matar esfaqueado o adolescente, Marcos Vinícius Machado Borges, de 14 e deixar outros dois colegas da vítima feridos, durante a festa junina de uma escola de Goianésia se entregou à Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) no município na tarde desta segunda-feira (13/5). Conforme relataram testemunhas do crime, o rapaz matou Marcos após um esbarrão entre eles na festa, promovida pela instituição de ensino no último sábado (11/5).

Em entrevista à um jornal local, o delegado Marco Antônio Zenaide Maia Júnior, responsável pelo caso afirmou que durante o interrogatório, o rapaz suspeito do crime ficou em silêncio. A defesa do jovem afirmou ao periódico que vai se pronunciar sobre o caso perante ao Poder Judiciário.

Na noite do último sábado (11/5) Marcos Vinicius participava da festa junina da Escola Luiz César de Siqueira Melo, em Goianésia, que ocorria em um clube da cidade. Na noite do crime, o adolescente morto, se envolveu em uma confusão com o suspeito, após um esbarrão dentro da festa.

Suspeito de matar adolescente na festa não estudava na mesma escola que a vítima

O delegado do caso afirmou que o suspeito de esfaquear e matar Marcos Vinícius não estudava na mesma escola que eles e conforme as testemunhas após o esbarrão houve uma olhada meio torta entre os envolvidos na confusão.

Conforme relataram colegas ao jornal da região, Marcos Vinícius foi para separar o tumulto, momentos depois o adolescente voltou armado com uma faca e matou Marcos Vinicius e esfaqueou os outros dois colegas da vítima. Na ocasião o jovem contou a ajuda do pai para fugir do local.

Após o incidente trágico a direção de escola publicou uma nota em sua página no Facebook lamentando a morte do aluno e informou que a festa em si contava com a presença da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), mas que as medidas de segurança adotadas não foram suficientes para evitar a tragédia.

Via: G1 
Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Presidente da Alego rasga elogios ao reitor da UniRV indicado ao (CEE) de Goiás

Reitor da UniRV teve indicação ao Conselho Estadual de Educação aprovada.
13/05/2019, 20h42

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB) destacou algumas das qualidades do professor, mestre, doutor em Ciências Sociais, que ocupa o cargo de Reitor da Universidade de Rio Verde (UniRV), professor Sebastião Lázaro Pereira, conhecido como professor Tatão. Lissauer afirmou que o reitor é Dinâmico, Visionário e um bom gestor, estes foram alguns dos adjetivos, após o professor ser escolhido como membro do Conselho Estadual de Educação (CEE).

“A aprovação dele não foi apenas da Assembleia, foi também pelas universidades públicas e pelo governador que referendou”, salienta o presidente da Alego, que afirmou estar feliz com a vitória do amigo. “Não apenas conheço como reconheço o trabalho do professor Tatão”, afirma Lissauer.

De acordo com Lissauer a indicação do professor Tatão ao cargo no conselho foi aceita por unanimidade. “Todos os deputados presentes concordaram, durante a sabatina ele também foi aprovado prontamente”, explica o presidente da Alego.

Presidente da Alego afirma que Reitor da UniRV mudou a realidade da universidade e é altamente capacitado para ocupar o cargo

De acordo com o presidente da casa, todos conhecem a competência administrativa e de gestão do professor Tatão. “Ele mudou a realidade da UniRV, é conhecedor da realidade das universidade e revolucionou o meio”, comenta Lissauer.

A afirmação feita pelo peessibista é pelo fato do reitor da UniRV conseguir levar a universidade de medicina e por extensão para as unidades de Aparecida de Goiânia, Goianésia e Formosa, além de outros cursos.

Lissauer Vieira afirmou que para Rio Verde, como para o Estado a aprovação do professor Tatão ao conselho é de fundamental importância, pela capacidade administrativa apresentada por ele à frente da UniRV. O parlamentar revelou que por meio da UniRV tem investigado na saúde e que esse investimento contribuiu para o município como um todo.

O presidente da Casa lembrou que há 28 representantes de diversas entidades e com indicações de outros tantos segmentos, porém salientou que para educação pública de Goiás é de fundamental importância o cargo no conselho. “O Professor Tatão é totalmente credenciado, dinâmico, visionário e um bom gestor, para ocupar uma das cadeira do conselho”, completa Lissauer.

Imagens: Jornal Opção 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Motorista de app é preso repassando notas falsas a clientes, em Goiânia

Homem foi preso com pouco mais de R$ 600 falsos, durante patrulha da Rotam, no Setor Sudoeste.
14/05/2019, 08h06

Um homem foi preso em flagrante, na noite desta segunda-feira (13/5), com R$ 604,00 em notas falsas, no Setor Sudoeste, em Goiânia. Ele, que se identificou como motorista de transporte por aplicativo, informou aos policiais da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (ROTAM) que repassava o dinheiro aos clientes.

De acordo com informações da corporação, além das notas falsas, também foi encontrado e apreendido um cheque no valor de R$ 1.500. O veículo do motorista de aplicativo foi abordado durante patrulhamento tático na região. ainda conforme a Rotam, ele agia de forma suspeita.

Erick Hendel Rodrigues Nogueira foi levado para a Delegacia da Polícia Federal de Goiânia, onde foi autuado pelo crime contra a fé pública. O crime é previsto no artigo 289 do Código Penal Brasileiro e consiste em falsificar, fabricando-a ou alterando-a, moeda metálica ou papel-moeda de curso legal no país ou no estrangeiro. O homem pode pegar de três a doze anos de reclusão, além de multa.

Ainda não se sabe em qual empresa de transporte por aplicativo Erick Hendel atuava ou ainda se estava em serviço no momento da prisão. Por conta disso, o número de usuários que receberam notas falsas também é desconhecido.

Preso com notas falsas em Goiânia

Em dezembro do ano passado, um homem de 21 anos foi preso no Setor Jardim Guanabara, em Goiânia, portando R$ 900 reais em notas falsas. Em buscas na residência do suspeito, a Polícia Militar (PM) encontrou mais R$ 15 mil reais em notas falsas, além de celulares de procedência duvidosa.

O rapaz, identificado como Matheus Lopes da Silva foi abordado durante uma patrulha da PM. De acordo com o Sargento João Paulo, da corporação policial, com ele, foram encontrados o valor de R$ 900 reais. Ao ser realizada a verificação do dinheiro, a PM constatou que se tratava de dinheiro falso.

Ainda segundo o Sargento, a PM, então, se dirigiu à casa do suspeito. Lá, depois de buscas feitas pelos policiais, foram encontrados mais R$ 15 mil reais em notas falsas. A PM encontrou também quatro celulares com origem suspeita – o que indica que podem ter sido fruto de roubo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.