11/abr/2019

Caiado e ministro lançam nessa sexta serviço aeromédico de Goiás

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, lançará nessa sexta-feira o serviço de transporte de urgência e emergência de longa distância por aeronaves. Esse será um dos destaques da visita do ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, que virá a Goiás para extensa agenda. O convênio que irá reativar o serviço aeromédico foi feito entre a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) e o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e visa socorrer vítimas de acidentes, pacientes de outras regiões que necessitam de atendimento em Goiânia ou fora do estado e também órgãos humanos para a Central de Transplantes da SES-GO.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino Júnior, nessa primeira etapa o serviço será suprido com um avião e um helicóptero do Corpo de Bombeiros. “O planejamento permitiu uma economia de mais de 50% em relação aos gastos anteriores”, explicou o secretário. Anteriormente o serviço era prestado por uma empresa particular.

O contrato é válido por quatro anos e inclui também o programa “Combate ao Aedes” e treinamentos realizados pela Corporação. O valor total é R$ 3,9 milhões e o serviço aeromédico vai atuar 24 horas por dia, durante toda semana, com uma equipe de socorro formada por 35 profissionais, entre pilotos, copilotos, médicos, enfermeiros, maqueiros, entre outros.

Caiado e ministro lançam nessa sexta serviço aeromédico de Goiás

As aeronaves a serem utilizadas pelo serviço são um helicóptero A119MKII e um bimotor Seneca 3 equipados com monitor paramétrico, respirador, oxímetro, aspiradores, bombas de infusão, equipamentos de ultrassom portátil e aspiradores elétricos, entre outros. O serviço começará a funcionar já a partir da assinatura do contrato, e alcançará todas as regiões do estado.

O secretário adianta que o projeto da SES-GO prevê, em médio ou longo prazo, um aumento do número de aeronaves operadas pelo Corpo de Bombeiros. “Por sua natureza constitucional, o Corpo de Bombeiros já realiza serviços de resgate desde sua gênese, por isso acreditamos que, pela experiência que possuímos, vamos poder fazer a diferença na vida daqueles que, por ventura, necessitarem de nossas aeronaves”, justifica o comandante-geral do CBMGO, coronel Mateus.  “Será um trabalho de grande importância para toda a população goiana, que terá a sua disposição um serviço de extrema qualidade e com custo reduzido para o Estado”, acrescenta.

UTI

O governador, o ministro e o secretário vão lançar também as novas vagas de UTI pediátrica que vão funcionar no Hospital de Urgências Governador Otário Lage (HUGOL) e também as vagas de internação para pediatria. Ismael Alexandrino explicou que os leitos farão parte de um pacote avançado como se fosse um anexo do Hospital Materno Infantil.